bistrô paris e dcpv, onde comer bem, bacana, barato e com emoção na cidade-luz.

Isto é que é dica!
04 a 16/02/10

Bistrô Paris e DCPV, onde comer bem, bacana, barato e com emoção na cidade-luz.

Esta dica eu peguei no Riq (mais uma vez). Ele indicou o livro do Alex Herzog, o Bistrô Paris que diz onde comer bem, bacana e barato em Paris, uma cidade considerada extremanente cara.

É claro que tem algumas furadas nele, mas no geral o livro muito mais acerta do que erra. Mesmo porque, sabemos que nem sempre o que agrada a uma pessoa consegue deixar uma outra totalmente satisfeita. 

De qualquer maneira, usamos e abusamos da liberdade de escolha. Escolhemos no livro, escolhemos na rua, escolhemos pra fugir do frio. E dificilmente nos decepcionamos.

Vamos ao Guia DCPV/BP e último post sobre a nossa viagem a Paris.

 Experimentamos os restaurantes abaixo através de dicas do livro Bistrô Paris:

1 - Comptoir de la Gastronomie: lugar excelente com ambiente mais ainda e uma lojinha acoplada que é uma jóia. Compramos um montão de coisas e, certamente retornaríamos quantas vezes mais fosse necessário. O cassoulet é inesquecível.

2 - Le Café Blanc – andamos bastante pra encontrá-lo. Não combina muito com o nosso estilo pois as porções eram imensas. De qualquer maneira foi divertido pois éramos os únicos turistas no salão.

3 - Chez H’anna – pertíssimo do apê e um sujinho/chic (é, em Paris também tem disso) com um falafel de fazer você sonhar. E também de “conversar” com você por uns dois dias (aconteceu comigo).
Além dum curioso vinho rosé israelita .

4 - Les Philosophes – um “botecaço”  francês com comida autêntica e um ambiente super-divertido. Afinal de contas, um lugar que tem a frase de Levi -Strauss (não é o do jeans!), ” não basta  que um alimento seja bom pra comer, ainda tem que ser bom para pensar”  (se bem que há controvérsias!), só pode ser bom.

Escolhemos os abaixo a partir do nosso feeling (e às vezes, por causa do frio!! rs):

1 - Au Petit Thai - Também pertinho do apê. Um thai legítimo bastante apimentado e, melhor, extremamente romântico. Pétalas de rosas em todo o restaurante e até na calçada! Lugar bom pra namorar.

2 - Caffe Boboli - Este lugar é tão italiano, mas tão italiano que todos do staff só falam em italiano. E é muito bom com grandes massas al dente e uma excelente carta de vinhos (claro que italilianos) !

3 - Le Colimaçon - Este foi o palco da experiência mais francesa que tivemos. Uma comida excelente e um lugar (coisa comum em Paris) super apertado e aconchegante!! Este foi o que não tiramos fotos.

4 - Vins des Pyrénées - Escolhido por nós (através da concierge do apê) pra ser o lugar do nosso jantar do Valentines Day. Um restaurante tradicional com comida corretíssima e melhor, um ambiente familiar parisiense. Vale a visita!

5 - Leon de Bruxelles - Uma rede belga em que a especialidade é a dupla mariscos e fritas. Um verdadeiro espetáculo com  inclusive, a opção de ambos à vontade!! 

6 - Le Loir dans la Théière - Um bistrozinho vizinho ao apê que tem tortas formidáveis, além  dum ambiente francês ao extremo. Dizem que o brunch aos domingos de lá é imperdível. Não fomos, mas as enormes filas atestavam. 

7 - Les Deux Magots – Um café turístico. Mas é muito bom pra ficar observando o movimento e melhor ainda, imaginar que Hemingway e Picasso podem ter sentado na cadeira em que você está. Vai que alguma coisa passe por osmose!! rs

8 - Degrés de Notre Dame – Um restaurante escondido, mas com uma comida marroquina instigante. Couscous feito à moda, merguéz e até vinho do Marrocos. Só faltou tocar As Time Goes By

9 - Le Café Marly - Parece mais afrescalhado do que na verdade é. Comida excelente e uma vista pra Pirâmide do Louvre que já seria o suficiente pra obrigar a visita. 

10 - Café des Deux Moulins - Perfeito pros amantes da Amelie (e do duende!).

11 - Au Grain de Folie - O lugar mais natureba que fomos. Também pudera, é totalmente bicho-grilo e pequeniníssimo. Muito interessante e engraçado.
Ah! A comida é muito boa.

Se quiser saber sobre as nossa experiências no Jules Verne by Ducasse

L’ Atelier do Robuchon

 e no Palais de Tokyo é só clicar no próprio link. Dá pra dizer que todas foram magníficas.

Au revoir.

.

About these ads

23 Responses to “bistrô paris e dcpv, onde comer bem, bacana, barato e com emoção na cidade-luz.”


  1. 1 HELIO JR junho 12, 2010 às 10:54 am

    Oi!

    Ótimas dicas! Algumas delas já estavam na minha lista, como o Le Jules Verne, o Les Philosophes e o Cafè Marly.
    Me diga que máquina você tem usado, pois as fotos estão muito boas.

    Abraço,

    Hélio Jr.

  2. 2 eymard junho 12, 2010 às 2:40 pm

    Perfeito, Edu. Um otimo post para “fechar” a 1a. temporada Paris (sex and the city luz)…vamos aguardar as proximas temporadas….
    Da sua lista de restos e bistros, conheço alguns. Ja anotei outros, para a proxima. Dos que conheci, Le Loir dans la Théière fui por indicaçao da Lina. Gostei muito do estilo, do lugar e da movimentada rua. abraco, Eymard.

    Helio: quem “pilota” a maquina é a Dé! O mérito é dela. Nesta parte Edu é mero coadjuvante.

  3. 3 Sueli OVB junho 12, 2010 às 3:04 pm

    HELIO JR

    Lá vai a pitaqueira Sueli se meter onde não foi chamada.
    Vou responder à sua pergunta sobre a máquina pois vi a Dé com ela: com certeza é uma Sony Cyber-shot: Steady shot, só não sei se o modelo é o mesmo da minha, pelo menos parece, mas como tem vários não vou arriscar a afirmar, a minha é uma DSC-H9. (Disponível nos modelos DSC-W80, DSC-W90, DSC-T70, DSC T200, DSC-H9)
    A máquina é meio grande, às vezes dá preguiça carregá-la, mas é muito boa.

    Abraço

  4. 4 Sueli OVB junho 12, 2010 às 4:37 pm

    EDU,
    Beleza de viagem! Tudo super bem documentado e curtido.
    Obrigada por partilhar suas alegrias e descobertas com a gente.
    Beijos pra vocês.

  5. 5 HELIO JR junho 12, 2010 às 11:59 pm

    SUELI OVB,

    Eu ADORO suas intromissões! Por favor continue a dar suas opiniões sempre!

    EYMARD,

    Então o trabalho é a quatro mãos…daí a excelência dos resultados!

    PS: Aos cariocas: Cheguei agora do jantar do dia dos namorados no Alameda Bistro no Humaitá, do Otton Junqueira. Já o conheço há muitos anos desde o restaurante em sua casa em Araras. A nova casa aqui no Rio foi muito elogiada pelo Rodolfo Garcia da Veja, que continua a frequentá-la após a avaliação inicial. A comida ótima, o clima de bistro, as mesas próximas, a meia luz. Além de escargots há interações com a comida brasileira que valem a pena. Bom motivo para sair da Barra à Zona Sul!

    Bom final de semana a todos!

  6. 6 Ameixinha junho 13, 2010 às 6:46 pm

    Por mim até comeria baguette todos os dias, bastava estar em Paris :)

  7. 7 TEREZINA junho 13, 2010 às 7:17 pm

    Edu,

    Que maravilha de repertório ! Parabens pelo post. Fotos maravilhosas, lugares bem escolhidos. Alguns tanbém já experimentamos.

    Em off : quantos dias vocês levaram para experimentar tudo isto ?

    Também não gosto de porções gigantescas. Vamos encarar uma agora em Lisboa ( a tal feijoada de porco preto que o Ricardo Freire conta a história no blog ). Depois eu conto. Estamos receosos de nos acontecer o mesmo que a ele : não achar mais graça nas demais feijoadas que comer… e sendo brasileiros, isto vai ter um custo muito alto… rs

    Mas em nome da honra, vamos encarar este desafio.

  8. 8 Sueli OVB junho 13, 2010 às 10:41 pm

    HELIO JR

    Gostei do fã club!
    Muita gentileza sua.

    TEREZINA

    Por favor, conte-nos tudo sobre essa maravilha!
    Não omita nadica de nada. Já pensou, perdermos esse manja dos deuses?!

    Beijos, queridos.

  9. 9 eduluz junho 14, 2010 às 10:31 pm

    Hélio, a Sueli, a dcpvitaqueira já respondeu. É uma old DSCH-9 da Sony. É excelente.

    Eymard, este é o de encerramento mesmo. E claro que desta temporada.
    Está parecendo o Sex in the Ferraz de Vasconcelos! :)

    Sueli, obrigado a vocês por estarem por aqui e por assumirem o controle!! rsrs

    Hélio, estou com você. Dica carioca anotada, a do Alameda Bistrô.

    Ameixinha, nós também. Pensando bem, com baguete e todas as comidinhas.

    Terezina, grato. Ficamos 13 dias, o suficiente pra experimentarmos todos os acima e ficarmos com vontade de ir a um outro montão deles.
    Quanto a feijoada, aproveite pra nos informar. Todos ficamos curiosos.

    Sueli, daqui a pouco vou vender camisetas com a estampa de vocês.

    Abs a todos.

  10. 10 Sueli OVB junho 15, 2010 às 12:33 am

    EDU

    Você faz o seu espaço tão leve e descomplicado, que parece que a gente tá andando na sala de casa, cheia de amigos.
    Pelo menos não dei a informação errada para o Helio.
    Camisetas com a nossa cara? Sei não… Isso não ia dar certo!
    Beijos

  11. 11 Sueli OVB junho 15, 2010 às 12:56 am

    HELIO JR

    Por favor, revele-nos o endereço do restaurante, não encontrei em lugar nenhum. E olha que eu sou curiosa!
    Abraço

  12. 12 Sueli OVB junho 15, 2010 às 1:06 am

    HELIO JR

    Já encontrei o restaurante. Foi mais fácil pelo nome do Otton.
    Entrei no site do restaurante, mas tenho minhas dúvidas se vou aprovar o menu. Sei não…

  13. 13 eymard junho 15, 2010 às 7:27 am

    EDU, voce conhece Kedgeree? Pois é. LuciaC, nossa amiga CP deixou uma receita lá no comensais…acho que esse Kedgeree eu arrisco. Será? Bom para comer em dia de jogo da Inglaterra.

    E, Helena, manda ai uma receita para o proximo jogo da Alemanha. Mas uma receita facil. Dessas que ate o Eymard e a Adriana possam ir para o fogao!!!!

  14. 14 HELIO JR junho 15, 2010 às 9:00 am

    SUELI OVB,

    Desculpe não ter lhe respondido antes, mas só agora vi a sua pergunta. O restaurante ao vivo está com um clima muito bom, que não é passado pelas fotos do site, até porque ele é todo a meia luz e no site o ambiente está claro demais.

    Sobre a comida, não sei realmente se irá lhe agradar. Muita manteiga…Comi de entrada uma troxinha de escargots que estava muito boa e de prato principal um filé recheado com gruyere. Sobremesa simples, mas gostosa, um suflê de chocolate com sorvete. Havia bastante saída um risoto de palmito com camarões, também com ótima aparência.

    Beijo,
    Hélio.

  15. 15 Cláudia junho 15, 2010 às 1:44 pm

    Edu,
    conheço alguns dos restaurantes que você falou acima e o Les Philosophes cheguei lá sem indicação. Simpatizei de cara e gostei do ambiente e da comida.

    Eymard,
    quando a Lucia falou do Kedgeree, a princípio pensei que se tratava do famoso mexido, tão comum nas repúblicas estudantis.

  16. 16 eymard junho 15, 2010 às 4:09 pm

    Claudia,

    mas nao deixa de ser um mexido…o famoso ja te vi….festival de geladeira chic (um bom curry, por ex., nao tem nas rep. estudantis…rs).

    to vendo o jogo sim, mas to nervoso!!!!!!

  17. 17 eduluz junho 17, 2010 às 10:57 pm

    Sueli, pode deixar comigo. O licenciamento dos produtos DCPV está em fase de finalização.

    Eymard, conheço sim e cada chef inglês tem a sua versão. Até o popstar Jamie Oliver!!

    Helio Jr, somos loucos por manteiga. Não por escargot!! rs

    Claudia, também gostamos bastante. É um botecô de primeirrrá!!

    Eymard, nervoso com o jogo do Brasil? Cá pra nós, foi uma bomba!!

    Abs verde-amarelos pra todos

  18. 18 HELIO JR junho 18, 2010 às 9:17 am

    EDU,

    Que me desculpem os mediterrâneos, mas continuo achando manteiga fundamental. Dia desses uma amiga fez um coelho, receita do Bocuse, que levava 175g de manteiga por porção do animal! Além de muito vinho é claro. Não preciso dizer que estava muito bom!

    Sobre as tais lesminhas com conchas…devo confessar que eu gosto! Tudo bem que mais parece algum alimento macrobiótico, com muita proteína e sem gosto algum. Mas geralmente é o preparo que conta. Como já disse o Dodô, é a melhor forma de comer alho ou algo assim!

  19. 19 eduluz junho 20, 2010 às 7:33 am

    Helio, se amanteigado já é bom, com vinho, então, é covardia!! rs
    Quanto aos escargot, preciso aprender a gostar. Prometo que tomarei algumas lições (espero que els sejam tomadas com vinhos também. :)

    Abs verde-amarelos.

  20. 20 Marcia julho 23, 2010 às 2:54 pm

    Credo Edu, quantos dias voces ficaram em Paris restautantando???????
    Estou aqui tentando fazer uma seleção para 5 dias e não consigo.
    O ap^não deu certo, vamos pra hotel, quero mordomia mesmo.
    bj

  21. 21 eduluz julho 28, 2010 às 12:36 pm

    Márcia, ficamos 14 dias. E teoricamente são 28 refeições fora os nhãs-nhãs. :)

    Abs e boa viagem.

  22. 22 regina abril 17, 2011 às 2:30 am

    Ja anotei os endereços, quero conhecer todos, aluguei um apto em Paris, informações do conexaõ paris, e estou aguardando ansiosa pela viagem.
    Faltou as dicas sobre preços, uma media pelo menos.
    Quanto ao ALAMEDA, adoro, vou sempre.
    o pato com molho de jabuticaba é delicioso.
    voltarei sempre
    regina

  23. 23 eduluz abril 18, 2011 às 1:40 pm

    Regina, pode colocar em torno de 30 Euros por cabeça quando não se abusa muito do vinho.

    Volte sempre mesmo e aproveite pra nos contar das peripécias parisienses.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 429 outros seguidores

Blog Stats

  • 1,061,336 hits
junho 2010
S T Q Q S S D
« mai   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Atualizações Twitter


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 429 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: