migas com gindungo … 2º encontro internacional de blogs

Caramba! Esta Noite Angolana demorou pra ser feita. Há uns dois meses a Migas do interessante blog Migas com Gindungo definiu quais seriam as opções do menu.

dsc03989.jpg

Eu só teria que escolher e fazer as receitas do segundo encontro internacional de blogs culinários. Pra refrescar a memória, a idéia é a seguinte ; o autor de um bom blog culinário é convidado (ou se apresenta) , nós reproduzimos o menu que ele nos indicou e postamos sobre a noite dando a nossa opinião sobre tudo o que comemos/bebemos. O primeiro encontro foi realizado em 31/10/07 quando preparamos as receitas turcas da Lídia do blog Cozinha Turca  que realmente é turco pois a Lídia é uma portuguesa que vive na Turquia e o resultado foi excelente. Frize-se que a Migas  também é portuguesa, mora na cidade do Porto e trabalhava em Angola no período em que elaborou este menu.

dsc03997.jpg

Mas, voltemos a Noite Angolana. Escolhido o menu, tivemos alguns problemas (formatura do Lucas, o filho do Mingão; a nossa (minha e da Dé) viagem pra Orlando pra ver a Pluta, ôpa, a Renata) mas marcamos a data (19/12/2007). O Luis do Amigos do Balde nos indicou os vinhos já que ele é um grande amigo e especialista e era só executar, comer/beber/degustar e elogiar. E foi exatamente o que aconteceu.

dsc03984.jpg

Pra quem não sabe, Gindungos são pimentas. E como todas as receitas continham pimentas (exceto a sobremesa !) o que aconteceu foi uma Noite dos Gindungos.

Aproveitamos pra começar a Noite Angolana com o ritmo brasileiro. O Déo fez uma bela caipirinha de limão descascado, açúcar, Absolut Vanilia e gelo, devidamente batizada de Vanilioska. Um espetáculo e quase que as gingubas ( amendoins) não chegaram até a entrada.

 dsc03955-2.jpg

E vamos a elas :

 Entradas – Chocos e Gingubas

Os tais chocos são moluscos parecidos com as lulas. E como não temos chocos aqui no Brasil, utilizei lulas no lugar. Bem que o pessoal de Portugal ( a Marizé, o Luis, a Migas, a Lídia, etc) poderia nos mandar uma foto deles pra sabermos como são.

Essa receita nada mais é do que lulas cortadas em anéis, marinados por pelo menos meia hora em limão e sal. Retire da marinada, passe em farinha de trigo (dei uma temperadinha na farinha com pimenta do reino) e frite-a em óleo bem quente.

E pra acrescentar um pouco mais de gindungo, aproveitei , dei uma retorrada (existe esta palavra?) nos amendoins (gingubas) e acrescentei pimenta caiena em pó.

O prato ficou bastante apetitoso e bonito, ainda mais com o toque especial das capuchinhas daqui de casa.

dsc03957-2.jpg

Acompanhamos com um vinho verde Muralha das Monções 2005 de Portugal (of course!)que segundo os confrades foi “verde mesmo, tinto-branco, prosecco sem “buinha”, muxoxo”. Ou seja, um vinho verde bem representativo !

dsc03962-2.jpg 

O vinho casou bem com o prato e nos preparou pro :

 Principal – Calulu com funge

Os nomes são bonitos. E o resultado das receitas mais ainda. O Calulu é parecido com a nossa muqueca, onde você utiliza como ingrediente o mesmo peixe na versão fresca e salgada ( no nosso caso, o bacalhau) e junta tomates maduros, cebola, alho, limão, um molho de folhas de batata doce ( agradeço a Flora por ter conseguido), quiabo (isto mesmo, quiabo e ficou excelente!), azeite de dendê ( olha a Bahia aí, gente!), sal e pimenta (usei a dedo de moça). Resultado : comida temperada e excelente, com um caldo amarelo ouro que chamou atenção e com uma textura espetacular.

dsc03965-2.jpg

Ainda mais acompanhado do Funge que originalmente é formado pela mistura de água quente e farinha de mandioca. É quase um pirão e o único cuidado que se deve ter é não deixar empelotar. Ficou muito bom ! Aproveitei pra utilizar uma receita do Claude Troisgros que eu tinha feito há uns dois meses: adivinhem? Quiabo em conserva ! Estava crocante e combinando completamente com o prato.

dsc03967-2.jpg

E aí, utilizando a indicação do nosso amigo Luis Perdigão ( o Scalabis), abrimos um rosé Dão Quintas do Perdigão 2005 (olha o nepotismo!) que se mostrou, segundo os angolanos (nós) ” estupendo, mangueirense (verde-rosé), casamento perfeito”. Ou seja, um vinho equilibrado, fresco, cheiroso, alegre que acrescentou muito ao Calulu. Experimente esta combinação.É imperdível ! A Migas acertou em cheio ! Não sobrou nadinha !! 

dsc03975-2.jpg

E pra terminar com chave de ouro :

 Sobremesa – Cocada Branca 

dsc03977-2.jpg

Não precisa nem prestar atenção pra perceber que esta cocada branca não estava tão branca assim. Digamos que virou uma cocada legitimamente angolana ( ou seria, baiana ?). E deliciosa !

Uma cocada cremosa com, além de açúcar e do côco, água, leite, cravinhos, casca de limão e canela. É o que chamamos de um doce simples, sublime e que quase fez o Mingão ficar aos prantos pois lembrou muito uma sobremesa que a mãe dele fazia quando ele era  criança (já faz um tempinho!).

 dsc03980-2.jpg

Pra terminar o congraçamento luso x angolano x brasileiro, tomamos um espumante brasileiro Moscatel Courmayer da Serra Gaúcha que foi ” angolano desde pequenininho, espetacular, competentíssimo” segundo os sobreviventes deste regabofes, nós mesmos.

Eis as impressões dos confrades sobre esta noite inter-continental :

Eduardo – Comida de primeira. O Calulu e o vinho rosé formaram um espetáculo! E a cocada foi o grand finale!

Mingão – A melhor comida angolana que eu comi na minha vida. Parabéns Migas ! A sobremesa é uma variação de lembranças da minha infância (mungunzá!).

Déo – Perfeitamente perfeita ! A surpresa é surpreendente ! Bom demais !

Enfim, agradecemos a boa vontade e a simpatia da Migas que apesar dos contratempos pessoais ( ela está em Lisboa agora), nos propôs um menu extremamente saboroso. Como ela mesmo acentuou, a semelhança com a comida baiana é grande, o que só prova que Brasil-Angola-Portugal são muito ligados culturalmente. E esta ligação ficou maior ainda através da Internet, da culinária e pelos vinhos também, já que agradecemos também ao Luis pelas ótimas sugestões dos vinhos.

Aproveitamos, pra mandar o nosso presente virtual pra Migas que só poderia ser :

dsc03986.jpg

um vaso de gindungos com o desejo de um Feliz Ano Novo a ela e a todos que acompanham e participam deste blog.

Não esqueçamos que além das noites regulares (ontem (26/12/07) fizemos uma excelente!), já estão programadas as noites da Marizé, do Scalabis e da Fer .Quem quizer participar indicando algum menu, é só se manifestar! ( Onde estão os blogs nacionais ?).

Feliz 2008 a todos e que tenhamos  muitas receitas criadas, executadas e principalmente comidas. Além de muitos vinhos bebidos, é claro !

E as biricocas ( as cervejas) ficam pra outra vez ! Saúde !

Anúncios

20 Responses to “migas com gindungo … 2º encontro internacional de blogs”


  1. 1 Nina Moori dezembro 27, 2007 às 10:48 pm

    Que maravilha! Nunca provei comida angolana, mas ao que parece, é um parente da nossa cozinha baiana.
    Gosto deste tipo de integração entre blogs! Parabéns.
    bjo.

  2. 2 Elvira dezembro 28, 2007 às 4:13 am

    Que óptima ideia e que bela ementa! 🙂

    Abração de Portugal.

  3. 3 migas dezembro 28, 2007 às 11:10 am

    Queridos Débora, Eduardo e Mingão:

    Muito obrigada pelo convite que, ao que percebi, resultou num excelente jantar de sabores angolanos! Fico muito feliz que tenham gostado das propostas e que tenham passado um bom serão com cheirinho a Angola! Eu tinha a certeza que iriam gostar pois, tal como já referi, os pratos típicos angolanos têm muitos ingredientes em comum com o Brasil. A apresentação dos pratos ficou excelente, Eduardo! O Calulu está absolutamente perfeito! Gostei de tudo e acredito que qualquer Angolano ficará orgulhoso de ver o seu país tão bem representado, numa mesa Brasileira! :o)

    Agradeço com muito carinho o post tão bem elaborado, com fotos fantásticas, a atenção com que sempre me contactaram e esta maravilhosa ideia de intercâmbio de blogues. Fico ansiosamente à espera das propostas dos outros amigos blogueiros!

    Gostava também de elogiar o Scalabis e as suas escolhas de vinhos que, ao que me parece, casaram na perfeição. Fiquei a imaginar a frescura do Quinta do Perdigão (foi o meu vinho de consoada, mas na versão tinto) com o “calor” do calulu! Parabéns, Scalabis!

    Agradeço o meu presente virtual e espero retribuir lá no migas com gindungo, com uma referência a este maravilhoso post.

    Um abraço a todos!

    P.S. Eu vivo no Porto, Eduardo! Um “bocadinho” mais a Norte de Lisboa! :o)

  4. 4 EduardoLuz dezembro 28, 2007 às 11:30 am

    Nina, esta idéia veio pra ficar pois acredito, realmente, que seja muito boa. Trocar experiências através da culinária dá uma sensação muito boa ( especialmente logo após os jantares!).

    Elvira, as parcerias com Portugal estão aumentando . Já fizemos a Noite Turca ( da Lídia), a Noite Angolana ( da Migas) e as próximas serão da Marizé ( Tachos de Ensaio) e do Scalabis ( Amigos do Balde). Você também tem um excelente blog e se quizer se habilitar, é só falar !

    Migas, gratíssimo pela resposta simpática coisa que você foi o tempo todo. Pra nós foi um prazer fazer ( e degustar) a Noite Angolana pois sentimos o calor dos Gindungos e toda a força da temperada cozinha de Angola. Vou corrigir o erro sobre o Porto, pois morar lá deve ser adorável. Já imaginou ? Estar perto de onde saem grandes vinhos !
    Talvez façamos , um dia, uma noite especial em pleno Porto !

    Feliz 2008 a todos e que tenhamos uma integração maior ainda e, consequentemente, muitas mais noites Inter Blogs.

  5. 5 migas dezembro 28, 2007 às 1:37 pm

    E se um dia fizer a noite especial em pleno Porto, terei todo o prazer em ser a vossa guia gastronomica e não só! :o)

    Feliz 2008 para todos!!

  6. 6 Marizé dezembro 28, 2007 às 2:48 pm

    Uau! Que bom que gostaram, ficou tudo tão bonito.

    Olha Eduardo chocos são como lulas mas mais gordinhos e um pouco mais duros com os tentáculos menores.

    Fico contente com o adiar do menu Português assim vou terminar umas coisitas que ando a vêr se faço, pois espero mesmo agradar à vossa confraria tão porreira.

    Beijos grandes e um SUPER 2008

  7. 7 Lídia dezembro 28, 2007 às 3:08 pm

    Olá Eduardo,
    Estive a ler o post deliciada e achei tudo fantástico! Fico feliz por saber que a noite angolana sugerida pela Migas correu tão bem. Parabéns a todos! Também me sinto muito honrada por ter inaugurado esta sua iniciativa e por saber que o menu turco vai fazer parte da sua mesa de Ano Novo.
    Abraço e Feliz 2008!

  8. 8 Eduardo Luz dezembro 29, 2007 às 8:29 am

    Migas, enquanto não vamos ao Porto, bebamos o Porto!

    Marizé, adiamos e ficamos aguardando o nosso menu. Agora, porreira seria extamente o que ?

    Lidia, que legal que voce também gostou. Afinal de contas, voce foi a primeira a participar.

    FELIZ 2008!

  9. 9 Márcia dezembro 29, 2007 às 6:12 pm

    Uau… essa noite deve ter sido mesmo… quente!!!
    Ou ardente seria melhor?
    Não importa, o que vale é que tudo pareceu deveras gostoso.
    Parabéns pela idéia, Edu. Acho o máximo vcs conseguirem fazer todo um cardápio absolutamente desconhecido – a surpresa é o elemento principal!
    Um Ano Novo de saúde e realizações para vcs, e que venha 2008!
    Bjos.

  10. 10 EduardoLuz dezembro 30, 2007 às 10:35 am

    Márcia, a noite foi “quente” em todos os sentidos !
    E já que você está se “coçando” vamos esperar pelas supresas do tal menu Pernambucano como voce respondeu lá no Fouet.
    Até que vai ser engraçado um blog chamado Fouet, Roux et Demi Glace indicar um menu Nordestino. Já começa a fusão de culturas na própria indicação.
    De qualquer maneira, você tem bastante tempo pra pensar pois como estamos com a programação de fazer um Inter-Blogs por mes e já temos 3 agendados, o teu viria só em maio/2008.
    Desejamos que voce tenha um 2008 perfeito e que continue simpática do jeito que você é !
    Bjos. Debora, Eduardo, Mingão e Déo.

  11. 11 migas dezembro 31, 2007 às 8:04 pm

    Eduardo, deixei lá no migas uma referência ao post e ao blogue, claro! Passe por lá para ver se está de acordo! :o)

    Abraço e feliz 2008 para todos!

  12. 12 EduardoLuz janeiro 2, 2008 às 10:20 am

    Migas, o post ficou excelente e gostei muito do presente (bela foto!). No mais, continuarei visitando o Migas com Gindungo e espero que você continue a dar os seus comentários simpáticos por aqui também. Feliz 2008 !

  13. 13 scalabis janeiro 3, 2008 às 7:15 pm

    Que grande noite deve ter sido, Eduardo!Estás de parabéns e a Migas deve ter ficado bem feliz com o resultado final. Sou um grande fã desta tua ideia e agradeço a menção à minha modesta colaboração. Já sabes que podes contar comigo.

    Ps: Com o frio que aqui está, bem que eu bebia uma Vanilioska para aquecer a alma!

  14. 14 Marizé janeiro 4, 2008 às 7:58 am

    Porreira é: Bacana, divertida, boa onda,….

  15. 15 EduardoLuz janeiro 4, 2008 às 11:10 am

    Grande Scalabis ! A Migas ficou feliz e nós mais ainda! Foi uma bela noite e agora só nos resta esperar pelas outras que virão neste 2008. E, com o calor que está aqui, nós beberíamos facilmente uma bela garrafa dum vinho branco português bem gelado !

    Marizé ! É claro que eu já desconfiava que porreira seria exatamente o que você escreveu. Então, estamos esperando pelo menu “porreira” que você indicará pra nossa próxima noite Inter-blogs que deverá acontecer no começo de fevereiro. Aproveite que o Luis está aí em cima e já conversem sobre os vinhos ! Grande ano pra nós todos !

  16. 16 Davi Silva janeiro 17, 2008 às 9:13 am

    Parabéns pelo belo banquete. Pelo visto a comida angolana tem tudo a ver com a nossa. Cheia de frescor principalmente.

    Tudo de bom!

    Davi

  17. 17 EduardoLuz janeiro 17, 2008 às 11:47 am

    Davi, realmente a cozinha angolana é parecida com a nossa mas a Migas escolheu tudo tão bem que o resultado do menu foi perfeito. Abs.

  18. 18 Fabrícia abril 22, 2008 às 8:59 pm

    Que maravilha de jantar….nunca provei comida angolana, fiquei apetecida à experimentar.
    Gostaria imenso de poder apresentar um pouco da culinária tunisiana. Esta idéia é encantadora….o encontro, o preparo, a integração.
    Grande abraço à todos…
    Fabrícia.

  19. 19 eduluz abril 23, 2008 às 1:38 pm

    Fabrícia, muito bom que você está gostando dos encontros porque nós a-do-ra-mos todos eles. Este da Migas foi muito bom e eu o chamo carinhosamente de uma encruzilhada ( no melhor termo!) da cozinha angolana com a baiana !
    E é claro que o encontro Sopa Vermelha + DCPV = comida tunisiana está marcado !

  20. 20 nydia julho 7, 2008 às 11:05 pm

    Comida delíciosa,saudável e das mais econômicas.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.466 hits
dezembro 2007
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: