da cachaça pro vinho – ana maria troisgros : vive la france !

 dsc05166.jpg

número 87                                                                     31/08/05

                    Ana Maria Troisgros : Vive La France !

Intróito – Avemos “quartas”!! Portantis vamis pra elas ! Novamentis ” comeremis et beberimus” comus uns reisis !! Coisas deliciosas e formidáveis que certamente “muitos poucos” têm idéia do que rola por aqui! Tá ficando redundância mas, fazê o que? É bão e finitto ! Azar de quem não tem !!!

Bebida

Sex on the beach (vodka, suco de laranja, licor de pêssego + ice) – bom demais.

Vinhos ( veja que bela descrição!!)

Champagne (???)

Vinho Tinto Português (???)

MENU

Entrada – Amuses Bouches (Claude Troisgros)

Principal – Flan de ervilha com filé de linguado (Ana Maria Braga)

                    Molho de caipirinha (Claude Troisgros)

Sobremesa – Crepes Suzette (Rita Lobo – pag 141)

Considerações finais

Entrada espetacular. O principal acompanhou muito bem! (Eduardo)

A melhor entrada e o melhor prato principal da minha vida !!! (Mingão)

Bonis demais, gostosus a lot ! (Déo)

dsc05077.jpg

A primeira foto é do Tesouro em plena luz do sol ( e que belo sol). Note-se que tudo isto (ou melhor a cidade inteira) foi escavada pelos nabateus. Espetáculo !
E  eu e a Débora temos o nosso momento “Onde está Wally” pois aparecemos de braços pra cima bem na porta do Al Khasneh, The Treasury.
E a foto acima é do tour Petra by night que fizemos logo na nossa chegada. O passeio consiste de andar (+ ou – 1,2 km) até o Tesouro (remember Indiana Jones e o Cálice Sagrado. Tãrãrãrã Tarãrãrã …)  através da trilha toda iluminada por lamparinas à vela e no mais absoluto silêncio ( ou melhor, no silêncio que dá pra fazer quando um monte de turistas estão juntos). É um tour de meditação ( aouuuuuuuuuummmmmmmm!!!). Quando você chega ao Tesouro , velas iluminam toda a base dele , você senta e beduínos cantam, tocam instrumentos antigos e contam histórias/estórias ( tudo na penumbra!). Um chá é servido ( e é muito bem-vindo pois fazia quase 0°C) e você fica tentado a tirar uma foto que espelhe o que está se passando naquele momento. Não precisa nem dizer que é impossível e o que fica, e ainda bem, é a grande lembrança!!
Desafio : teste a sua concentração,  preste bastante atenção e você verá O Tesouro bem acima  das velas e no centro da escuridão !
É um passeio e tanto mas somente válido se feito antes de você fazer o passeio a luz do dia. Porque, sobre à luz do dia, Petra é uma covardia !

Explicação – O Claude Troisgros continua sendo o principal inspirador das receitas do DCPV. E, de vez em quando, temos o prazer de aproveitar as dicas que a grande chef (???) Ana Maria Braga nos proporciona. Com menção mais do que honrosa à  Rita Lobo (Panelinha e saudoso Oriental!).

A HORA DO VINHO

dsc01405.jpg

Provence – Uma das regiões mais belas de toda a França, a Provence encanta tanto pelas belísssimas e inigualáveis paisagens quanto pelos inesquecíveis vinhos. Situada ao sudeste da  França, essa terra que inspirou artistas como Van Gogh e Picasso também trouxe inspiração para viticultores conhecidos mundialmente.
Lá são feitos varietais de qualidade assim como assemblages de grande presença. São várias as uvas cultivadas e dentre elas merecem destaque as tintas Braquet, Cabernet Sauvignon, Carignan, Syrah, Grenache e Mourvédre e as brancas Sémillon, Viognier, Chardonnay e Ugni Blanc.

.

Anúncios

9 Responses to “da cachaça pro vinho – ana maria troisgros : vive la france !”


  1. 1 Márcia fevereiro 21, 2008 às 12:25 pm

    Meu deus, esse povo tá comendo bem toda quarta há 3 anos, e ninguém precisou fazer gastroplastia ainda?
    Por favor, QUAL É A FÓRMULA???
    hahahahaha
    Eu nunca consigo saber se o melhor daqui são os pratos ou a narrativa/comentários… é páreo duro!
    Abraços.

  2. 2 Marizé fevereiro 21, 2008 às 2:37 pm

    Eduardo essa sua viagem a Petra deve ter sido inesquecivel mesmo!
    Agora quanto á Provence, estive lá no Verão passado, e que festival de paisagens, cores e aromas.
    Quanto ao vosso repasto: magnifico!

    Beijocas

  3. 3 Suzana fevereiro 22, 2008 às 8:31 am

    Eduardo, Petra é um lugar dos deuses! E a luz e as cores? Que maravilha. Et vive la France, bien sur! Adorei a ementa: de deixar água na boca.

    Bjs

  4. 4 Michel fevereiro 22, 2008 às 8:54 am

    Deleite. Puro deleite.
    Petra é divino.

  5. 5 Eduardo Luz fevereiro 22, 2008 às 1:02 pm

    Márcia, até que não estamos gordinhos, não ! Mas cá pra nós, dizem que comida boa não engorda ! ( ainda mais, uma vez por semana !)

    Marizé, Petra, tanto quanto a Provence, é um lugar que se deve ir pelo menos uma vez na vida. A Provence está na minha lista ! (Quem sabe, morar por lá !)

    Suzana, ainda demos uma sorte danada, pegamos uma noite de lua cheia e um dia inteiro com sol brilhando. É, realmente, de tirar o fôlego ! E este molho de caipirinha do Claude é
    fantástico !

    Mestre Michel, é um lugar mágico. E você se sente como se estivesse naquela época !

  6. 6 Emília fevereiro 22, 2008 às 4:10 pm

    Que es-pe-tá-cu-lo! Realmente um pitéu para os olhos o Tesouro, Eduardo…e fiquei arrepiada com a sua experiência da noite. É esse tipo de coisa que lembramos pelo resto da vida…
    PS: O Troigros é uma inspiração para as nossas ‘experiências’ em casa…o Cozinha de Estar da Rita Lobo é bem simpático também, mas não testamos ainda. Fui ao finado Oriental só uma vez, mas me lembro que a comida era muito boa.

  7. 7 Eduardo Luz fevereiro 23, 2008 às 10:55 am

    Emília, é um espetáculo mesmo ! Na minha opinião, esta viagem foi muito legal pelo fato de você confrontar tudo o que o homem pode construir com o máximo de tecnologia e dinheiro no seu tempo . (Dubai x Petra)
    Quanto ao Claude não vou falar nada pois já perdi as contas de quantas receitas dele já foram feitas por aqui. E quanto ao Cozinha de Estar; aproveite dele pois é muito bom principalmente pelo clima asiático (mais ou menos o do Oriental)!

  8. 8 Agda fevereiro 23, 2008 às 12:20 pm

    Não foi esse o Chef que alguns blogs mencionaram recentemente? Acho que deu um workshop, ou coisa parecida.

    Quanto às framboesas, devido à fragilidade delas, estão disponíveis apenas em caixinhas que correspondem a 1 ou 2 xícaras (1/2 ou 1 pint respectivamente). O preço pode variar entre US$2.99 e US3.99(mais os impostos que são adicionados no caixa) dependendo da estação. As orgânicas tendem a ser mais caras. Só em supermercados que vendem no atacado, é possível encontrar embalagens maiores, contudo ainda não vi orgânicas lá.

  9. 9 Eduardo Luz fevereiro 25, 2008 às 10:24 am

    Agda, quanto as framboesas aqui no sex shop estão custando quase R$ 20,00 por aprox 200 g. Ou seja, colocando tax e tudo, aí ainda está umas 3 vezes mais barato! Nada mau !


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 639 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1,344,091 hits
fevereiro 2008
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  

Arquivos

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: