Arquivo para 25 de abril de 2008

dcpv – da cachaça pro vinho – é batata! é cem!

número 100
11/01/06

dcpv – É batata! É cem!

Introdução – Verão chegou de fato, não só no “papel”! Clima gostoso ( à noite, agora), anda-se mais arejadamente vestido, liberadamente calçado, mas o apetitte continua o mesmo! Vamos à quarta (primeira delas) de verão!

Bebida

Pina Cajada by Mingão – é o que você imaginou! Uma pina colada com caju.

Vinhos

Branco Cosa del Toro

Tinto Cabernet Sauvignon Tabali Mendoza

Espumante Chandon Brutt

MENU

Entrada – Trio de batatas: Batatas a Bombaim, Batata com azeite e queijo (365 receitas – pag 188) e Batata com tomate e queijo (Batata – pag 76)

Principal – Spare Ribs – Costeleta de Porco com Molho de Goiabada e Farofa de Maçã (????)

Sobremesa – Fruit Cramble – (J OLiver – pag 210)

Observações finais

Centésimo! Centenial! Vamos repetí-la no Duzentos ou será Duocentesimal? (Edu)

Inigualável efeméride centesimal . (Mingão)

Excelente início de estação! Duca! (Déo)

Fotos com uma bela explicação. Foi na chegada ao Mar Morto na Jordânia. Tempo horrível, muita chuva! Chegamos ao hotel Kiempisnki (por sinal um resort espetacular com diárias a U$ 100!) e o céu estava completamente encoberto. Fomos ao bar comer um tartar de salmão e tomar um vinhozinho (foto acima) e de repente o céu começou a abrir. Veja que na janela já começou a aparecer uma “nesga” de sol. Daí pra frente aconteceu o que chamamos (eu  e a Dé) de um verdadeiro milagre: o céu se abriu somente onde o sol estava e fomos correndo pra piscina. E aí surgiu a foto lá de cima! Praticamente 3 sóis. É demais!
Pra mim este fato tem a ver com a vizinhança. Afinal de contas, além de estarmos no vale do Rio Jordão, no outro lado do Mar Morto fica Israel!

Explicação – Edição número 100 do dcpv.  Número cabalístico e cá pra nós, são 100 reuniões desde 27/08/03 o que dá um porcentual de comparecimento de 88.75 % segundo o matemático Oswald de Souza. Puxa, é um tremendo resultado! Rumo a número 200!

A HORA DA ESPECIARIA

Cravo da Índia – Por aqui seu uso é mais frequente em pratos doces, um costume herdado dos Portugueses ( né Marizé, Lídia, Migas, Scalabis, LPontes, Elvira, etc). Já na Europa, ele condimenta carnes e salames. Por sua ação bactericida preserva compotas e conservas. Experimente em massas, marinados, ensopados e carnes.
Tem um tio da Dé, o Joãozinho P.M. (ele não é policial ! Ele fala o palavrão constantemente !) que vive mascando cravo. Ele diz que deixa um hálito extremamente agradável. 

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se aos outros seguidores de 654

Comentários

Blog Stats

  • 1.448.714 hits
abril 2008
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos

Atualizações Twitter