Arquivo para 12 de maio de 2008

da cachaça pro vinho – a (o) tailândia é aqui !

número 102                                                                                15/02/06

                                          A (o) Tailândia é aqui !

Introdução Pensemos : as verdadeiras riquezas não são visíveis, tocáveis, percebidas ! Como a ponta de um iceberg, o que pouco parece ser, é em verdade o que conta, o que permanece, o que garante a continuidade da viagem ( sabe-se lá pra onde), quando abandonamos os  “ditos veículos percebíveis” por aqui !
Boas, inesquecíveis, formidáveis, essas quartas-feiras !

Bebida

Cuba a la Mingão – refrescante !

Vinhos

Prossecco NF Nino Franco

Viogner Altas Cumebres 2005

MENU

Entrada – Sopa de bolinhas de frango em aspargos frescos

Principal – Mee krop crisp de macarrão em molho picante

Sobremesa – Pudim de banana ( Larousse da Cozinha – pag 119)

Observações finais

Entrada maravilhosa. O zest ajudou o prato principal. Sobremesa simples e boa ! (Eduardo) 

Entrada perfeita! Graças ao zest   tudo correu bem no prato principal!!! A sobremesa, a Flora não comeu ! (Mingão)

Bão demais ! ( não escrevo mais. Tô molinho!!)  (Déo)

Fotos de um prato simplíssimo de fatias de laranjas ( na verdade lima, lima da Pérsia e Grapefruit) mas que no contexto se tranformou numa belíssimo trio cítrico (rsrsrs) pois foi degustado em pleno Mar Morto num restaurante que parecia que o nosso amigo Starck tinha decorado!
E de salada total de nacionalidades:  jordanianos – os tocadores dos instrumentos; escocesa – gaita de fole  ( sim, eles tocam gaita de fole com ritmo árabe e o resultado é  muito bom) ; italiana – o local, um anfiteatro da época do Imperio Romano com uma acústica perfeita em Jerash na Jordânia,  japoneses (na verdade um monte deles) – invisíveis  na platéia dançando e dando risadas e nós, os brasileiros, tirando as fotos, dançando e também dando risadas. Ah! Faltou uma; israelense – nosso guia, o Omar.  

Explicação – Comida thai ( uma das nossas preferidas, fora todas as outras, rsrsrs) de primeira. O tal zest dos comentários é porque a receita pedia (praticamente obrigava!) que fosse dada uma espremida na casca do limão pra que o resultado fosse saboroso! Foi tão valorizado que sem o zest, o prato não existiria !

A HORA DA ERVA GASTRONÔMICA

Manjericão Roxo – Suas folhas têm as mesmas propriedades do manjericão comum. Mas a cor roxa lhe garante destaque na finalização dos pratos. São também os mais difíceis de manter na horta. Este aqui abaixo, costuma “bater com as dez” quando menos se espera !  

 

.

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.466 hits
maio 2008
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios