Arquivo para 30 de junho de 2008

dcpv – da cachaça pro vinho – carlota – gastro pop – etapa 4

lá vamos nós de novo
26 e 27/06

Gastro Pop
Etapa 4
Cozinha Caiçara
Studio 768 e Carla Pernambuco
27 de junho de 2008
Chef convidada : Ana Bueno

Pequeno preâmbulo: eu não sou muito de chegar cedo nos lugares. Por incrível que pareça, nos Gastro Pop anteriores (o Persa, o Brasileiro e o Thai), nós, eu e a Dé, chegamos sempre cedo. Pra você ter uma ideia, no Thai (por desencontro de informações) chegamos 1:15 hs adiantados. O Marcos Sodré não estava nem preparado ainda … rsrsrs.

Pois bem, nesse, nós exageramos. Por minha única e exclusiva culpa, chegamos 24 hs adiantados. Não sei daonde eu tirei que o evento seria no dia 26/06!
A sorte é que o Carlota é bem na frente e duas taças de vinho (tá, ficamos mais de duas horas lá !), um mix de entradas brasileiras e um mix de rolinhos depois, voltamos pra casa felizes e pensando como seria este Gastro Pop Caiçara.

 

E como sempre, foi muito bom. Começou pelo belo texto do Eduardo Logullo no lindo encarte sobre a cozinha Caiçara: “os caiçaras se espalharam por todo o litoral de SP e região sul do Rio, deixando marcas em IlhaBela, Caraguá, Ubatuba, Mongaguá, Itanhaém, Ilha Comprida, Peruíbe e Paraty. Esta última cidade hoje é o ponto mais importante da reinvenção das tradições culinárias da cozinha caiçara. Graças à inventividade dos chefs de Paraty, voltaram à mesa receitas como peixe azul marinho, peixe na areia, camarão casadinho, manuê de bacia, massapão, paspalhão, café com caldo de cana e até o inevitável pé-de-moleque.”

Historicamente a agricultura regional complementa a alimentação diária dos pescadores, sendo que a principal componente é a santa farinha de mandioca (né, Neide !), onipresente nas refeições“.

A Ana Bueno é chefe e proprietária do Banana da Terra (e autora do livro acima), um belo restaurante de cozinha brasileira localizado em Paraty e considerado pela revista Prazeres da Mesa, um dos 50 melhores do Brasil. Nós já fomos lá em 2002 mas segundo a própria Ana, foi feita uma grande reforma depois disso e o restô está muito mais bonito, além de participar também da Associação da Boa Lembrança. Taí um bom programa: ir a Paraty e comer no Banana da Terra!
Por sinal, a Ana é simpaticíssima e respondeu galhardamente a todas as perguntas que eu fiz além de contar todos os segredos das suas receitas. Se alguém quiser alguma delas (ou todas) é só avisar!

Bom, vamos aos pratos servidos no 4º Gastro Pop, a cozinha caiçara da Ana Bueno .

Entradas

Cestinha crocante ao curry com milho, camarão marinado, cebola e pimenta.

Praticamente um ceviche caiçara. Muito bom.

Bolinho de carne seca com paçoca de banana e geléia de frutas.

Delicioso ainda mais com o contraste agridoce.

Mouffins de aipim com creme de siri gratinado.

Gostoso e parece uma queIjadinha salgada caiçara.

Terrine de linguiça caseira e cogumelos da serra.

Um bolo salgado e muito bem temperado.
Esta foi a fase em que ficamos na cozinha observando a Ana, a Carolina Brandão e as auxiliares trabalharem. Aí fomos pra mesa (ela é única) onde os pratos principais seriam servidos.

Começamos com Capuccino de palmito pupunha

Sopinha leve e com mussarela desfiada no fundo.

Serviram um bom vinho branco (chileno ou argentino) e também não me lembro do produtor.

Lombo de robalo com manteiga de ervas e banana da terra.

Este robalo anda nos perseguindo. E ainda bem pois é gostoso demais!

Polenta de farinha de Paraty , frutos do mar e caldinho de camarão com folhinhas de caruru.

 

Polenta de fubá com frutos do mar (lula, camarão, polvo) al dente. Pra mim, um dos melhores da noite!

Ah! Serviram também um vinho tinto com as mesmas características do branco: não sei nada sobre ele, mas era bom.

Como sobremesas:

Massapão

Parece realmente uma massa de pão doce assado ou melhor, um bolo muito gostoso com textura de “encruado”. E uma bela calda de maracujá pra acompanhar.

Sonho de aipim recheado de goiabada e catupiry e sorvete de goiaba.

Gostoso e uma versão caiçara do suflê do Carlota !

Resumo: Mais um acerto da Carla na escolha do tema pois a comida caiçara da Ana é simples, gostosa e resgata bastante a genuína comida brasileira.

Pra terminar, fique com mais um belo trecho do texto :
E na hora da sobremesa, quem comanda é dona batata doce. Ela se junta, toda feliz e bonachona, com outros dois colegas de tacho : o coco e a jaca. O capítulo doce não se encerra aí. Na roda dos caiçaras aparecem broas de milho e pés-de-moleque (sem amendoim, com melado de cana, farinha de mandioca e gengibre ralado, receita do tempo dos escravos). Os termos “light” e “diet” são palavrões cabeludos na cozinha deles. Por isso o caldo de cana e o melado circulam muito à vontade, combinados com traiçoeiras e sedutoras cachaças. Embarque nessa canoa. E vida longa ao povo caiçara.”

Vida longa pra todos nós! Que venham outros Gastro Pop!

Até!

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se aos outros seguidores de 656

Comentários

Blog Stats

  • 1.451.321 hits
junho 2008
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

Atualizações Twitter