Arquivo para 8 de julho de 2008

dcpv – da cachaça pro vinho – projeto y – marizé + lpontes + dcpv = wok

experiência 1
02/07/08

dcpv – Projeto Y

Como todo bom projeto, este começou de uma fagulha, de uma ideia a partir dos interblogs (Quer ver como funciona ?).
Todo mundo elogia muito esta iniciativa em tentar transformar este meio (a Internet) numa coisa mais palpável e pela tentativa de integração entre a comunidade bloguística (além do nosso pessoal gostar muito dos menus, hummmmmm!!!)
Deste raciocínio, surgiu o eixo central do projeto Y (calma, não é nenhuma  ficção científica, apesar da participação de pretensos cientistas malucos!): como seria se mais de um blogueiro conseguisse fazer as mesmas receitas no mesmo dia e depois, postassem também num mesmo dia, as suas impressões sobre o menu ?

Acabaram topando este desafio a Marizé, o  LPontes e nós, é claro, após uma troca de e-mails muito divertida. Leia trechos de alguns deles:
Pergunta-chave: vocês tem wok? ” – Edu (euzinho)
Diga-me lá o que é isso de “nam pla”; nunca ouvi falar, mas se é coisa oriental, também se deve encontrar que já vai havendo um certo equilíbrio demográfico entre ….!!! rsrsrsr – LPontes
Eduardo, aqui já são 17:15 e eu acabei de ficar cheia de fome!” – Marizé
Eu proponho que levemos este projeto como aqueles cantores de rock que tem a sua banda de blues”. rsrsrs – Eu
Eu tenho um grande wok em ferro fundido daqueles antigos e pesados” – LPontes
Aceito a sugestão da caipirinha com gengibre, caipiroska não porque eu e a vodka só nos encontramos em noites de ….” – Marizé

Finalmente, chegamos a conclusão que, por nunca ter indicado e só ter reproduzido, eu seria o “projetista” que teria o privilégio de dizer quais receitas seriam feitas.
Viciado que sou em comida asiática, pensei em utilizá-la e daí veio a ideia de fazer tudo, absolutamente tudo na Wok.

Mandei um e-mail perguntando sobre a facilidade de encontrar ingredientes (nam pla, cúrcuma, castanha de caju, manga) e tanto o Luís como a Marizé deram o OK! Estava montado o WOK (Delícia)!
Vamos lá!
Divirtam-se comparando as visões da Marizé , do LPontes e do dcpv. Afinal de contas, nem todo triângulo precisa ser equilátero!

COMEÇOCastanhas de Caju Agridoces.
Couve Flor Picante.
Espaguetini de Soja com Frango e Pimentão

Já vou avisando! Não vou dar as receitas com precisão (se você quiser, eu mando por e-mail ou dê uma olhada no Tachos de Ensaio pois provavelmente a Marizé as descreveu passo a passo!). Mas, a mistura de castanhas de caju, pimentão verde, cebola, coco ralado, sementes de mostarda, cúrcuma, azeite e sal se transformou num aperitivo muito bom e deu uma dimensão diferente à castanha pois com o coco, ela ficou adocicada mas ao paladar, parecia um purê agridoce! Delycyosa!

Ainda mais escoltada por uma belísssima caipirinha de limão upgradeada com gengibre e um toque generoso de anis estrelado. Boa invenção e Yrresystývel. 

Na couve flor vão amêndoas, cebola, pimenta, cúrcuma, suco de limão, migalhas de pão seco, salsinha, sal e pimenta.  Esta receita é muito boa e já entrou na lista das coisas rotineiras daqui de casa . A couve flor fica bastante crocante e o pão adicionado ao molho formam uma massa que dá um bom equilíbrio ao prato. Bestyal.

Quanto ao espaguetini, o único cuidado é cozinhá-lo somente na hora de servir. Os ingredientes foram frango cortado em tiras e empanados em amido de milho (Maizena pros íntimos), legumes cortados em palitos (cenoura, pimentões vermelho e amarelo), verduras (acelga e cebolinha), gengibre ralado, sal e pimenta.

Uma combinação perfeita e que mostrou como a wok pode ser bem utilizada. O frango fica muito crocante e o prato todo mais ainda com a adição dos legumes, além do espaguetini dar uma liga muito boa a eles. Muito saboroso e ynstygante!

Acompanhamos com o belo rosé Club dos Sommeliers Miolo 2007 Brasil que foi “cítrico, inwokado, par perfeito“. Sublyme!

MEIO Carne de Porco com Melão e Manga

Nesta receita entra o nam pla. Pra quem não sabe é um dos temperos thai mais usuais e que normalmente substitui o sal. E além dele, manga e melão cortados em tiras, carne de porco (usei lombo) em cubos, cebolinhas, alho e vinagre de cidra .

  

É só temperar a manga e o melão com sal, pimenta, açúcar e suco de limão. Aquecer bem o wok, colocar óleo de gergelim e fritar a carne de porco até dourar. Retirar e reservar.
Em seguida, coloque um pouco mais de óleo e frite a cebolinha e o alho cortados. Junte o nam pla (não se assuste com cheiro inicial!), vinagre, sal e as pimentas moídas.
Retorne o porco e coloque as frutas (inclusive a marinada). Misture bem, aqueça e sirva bem quente salpicando amendoins e coentro.

Olha! Não é porque fui eu que indicou, mas ficou muito bom. O molho tem um quê de doce mas ao mesmo tempo, o nam pla marca bastante o território. Equylybrado!

E com um belo vinho tinto Pinot Noir Aresti 2007 Chile (viu, Luís) que foi “condimentado, melanga, Hollywood star” segundo os “yntendydos“, nós mesmos!

FIM Docinhos Fritos de laranja com Calda de Especiarias.

Esta receita dá uma “mandrakada” na utilização da Wok. Na verdade, a panela serve somente pra fritar a massa que é feita de farinha de trigo, suco de laranja e azeite em fio. Deixe descansar um pouco, abra a massa e corte no formato que você quiser (eu fiz no formato do Mickey!).
Pra fazer a calda, é só ferver numa panela, mel, açúcar, cravos, canela (detalhe : um pau de 6 cm, super preciso!!) e água .

Frite o Mickey no óleo fervente até dourar e regue com calda de especiarias. Uma bolinha de sorvete, um pouco de maple syhrup e o indefectível rainbow sugar. É um puxa-puxa muito bom! Chycletoso!

Ainda tomamos, conforme a indicação, um belo chá Twinings Jasmin que segundo os ypsilones, nós mesmos, foi “floral, absolutelly fabulous, channel digestivo“.

   

Eis as opiniões os wokistas:
Edu – Muito bom. Ympressyonante. Wokýssymo!
Mingão – Bela noite! Uma grande estréia do projeto Y.
Déo – Infelizmente não estava aqui. Mas, mesmo assim, achei bom demais (sim senhores, o Déo teve que faltar a este banquete).

Triângulos (isósceles ou escaleno); começo, meio e fim; cabeça, corpo e membros; ouro, prata e bronze; trilogia. Seja o que for, o Y (na verdade, um elegante cálice) serviu pra designar este projeto pois representa 3 entidades (nada de baixar o santo, heim?), 3 amigos inter-continentais que tiveram o prazer de dividir esta experiência, que espero e anseio ser a primeira de muitas.

O resultado? Bom, pelo que foi escrito acima e adicionando a opinião da Dé (“adorei tudo, especialmente as entradas (N.R – é claro, já que não tinha carne bovina) e a sobremesa me lembrou do sabor da minha infância !! “) foi completamente satisfatório, na visão dcpviana.

O negócio é esperar pelo próximo (com indicação ou da Marizé ou do Luís) e melhor do que isso, imaginar como seria a evolução do projeto  ou seja, cozinhar e comer com todo mundo presente (quem quiser participar é só avisar!). Ainda chegamos lá!

Até !

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se aos outros seguidores de 656

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.453.411 hits
julho 2008
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Atualizações Twitter