dcpv – sob o sol da toscana

número 189                                                               03/09/08

                              Sob o Sol da Toscana 

Ciao !

É claro que estou legislando em causa própria !
Veja só : estamos ( eu e a Dé) com viagem marcada pra Toscana no final de outubro. Comemoração de aniversário de casamento ( 25 anos de satisfação, meu amor !). E entre as pesquisas óbvias, estou relendo Sob o Sol da Toscana da Frances Mayes ( e a Bella Toscana também).

O filme é bem legal mas o livro (pra variar) é infinitamente melhor. Acompanhar tudo o que ela tenta passar sobre viver na Toscana com a perspectiva de morar lá é maravilhoso. Você lê e passa a se teletransportar pro lugar. E como além da excelente narrativa, ela ainda nos brinda com receitas toscanas da gema, aproveitei e escolhi algumas pra “confortar” a nossa quarta-feira. Então, vamos ao Menu Toscano ! Avanti, ragazzi !

Antipasto
Pimentões vermelhos (pag 139)

Começamos a noite tomando uma bela dose de Absolut Vanilia congelada devidamente colorida por uma misturinha de manjericão com hortelã . Mas a Polônia não é a Itália e muito menos a Toscana, você diria ? E eu respondo que a Vodka mais ítalo-toscana do mundo é justamente a Vanilia ( opinião imparcial de todo o DCPV!)

                   

Já os pimentões deram aquele toque toscano pois foram cozidos com azeite e  aceto, a grande dupla biodinâmica! Agora, imagine-os com belas fatias de pão italiano grelhadas com azeite e alho cru passado sobre elas. Toscaníssimo !

Leia o que o Frances escreveu sobre eles : “Os pimentões imensos, lustrosos e espiralados nos tons primários de vermelho, verde e amarelo são meu legume preferido no verão porque dão vida a muitos pratos“.

Primo Piatto
Sopa de Alho (pag 140)

Com a palavra a Frances : ” Como no frango com 40 dentes de alho (lembra ?), a quantidade de alho não é nenhum motivo de alarme. O processo de cozimento atenua o ardor mas mantém o sabor.”

           

Uma sopa básica: refogue uma cebola pequena picada no azeite. Acrescente duas cabeças (isto mesmo, 2) de alho descascadas até ele ficar macio, sem dourar. Adicione cubos cozidos de duas batatas médias e 1 xícara de caldo de galinha. Deixe abrir fervura e cozinhe por 2 minutos em fogo brando. Passe tudo no processador, coloque de novo na panela e acrescente mais 4 xícaras de caldo de galinha e uma colher de sopa de tomilho. Acrescente 1/2 xícara de creme de leite, tempere com sal, pimenta e resfrie. Antes de servir, acrescente tomilho ou cebolinha picada. Eu coloquei os dois !

Esta sopa merece um comentário : eu a servi completamente fria e ela é de-li-ci-o-sa. Esta eu vou mandar pra Luna !

E acompanhamos com um vinho branco Albariño Mar de Frades Rias Baixas 2007 Espanha ( e garrafa azul!) que foi ” , segundo os brunellos, nós mesmos, ” delicado, limoncello, solar, garboso”.

                   

Mezzopasto
Sorbet de hortelã e manjericão (pag 139)

Leia mais um trechinho do Sob o Sol da Toscana :”Provei este sorbet incomum mas fascinante na antiga fattoria-que-virou-restaurante Locanda dell’Amorosa, aqui perto em Sinalunga “.

            

E como todo bom sorbet, este serviu pra dar uma bela limpada no paladar além de refrescar bastante. Simplesinho, ela nada mais é do que uma calda de água e açucar  fervida ( 1 xícara de cada), batida no liquidificador com hortelã e manjericão na mesma proporção. Acrescente um pouco mais de água e uma colher de sopa de limão. Daí, pra máquina de sorvete e pronto! Fresquíssimo !

 

Secondo Piatto
Coelho com tomate (pag 246)
Flan de alho (pag 248)

Um belo coelhinho em pedaços, passado na farinha de trigo e dourado no azeite de oliva. Basta colocá-lo numa assadeira e cobrí-lo com um molho de tomate com balsâmico, cebola, alho cúrcuma, sal, pimenta e sementes de funcho torradas. Esta é a típica receita onde vale a máxima da cozinha Toscana :faça utilizando os ingredientes na proporção que você mais gostar. O importante é ter uma boa taça de vinho pra te acompanhar ! 

Ainda fiz um flan de alho pra acompanhar (purê de alho, creme de leite, noz moscada, sal, pimenta e gemas de ovo). Delícia pura e depois deste jantar, vampiro na Toscana, jamais !

             

O nosso vinho tinto foi um Cabernet Sauvignon Volpi Salton 2000 (uma raridade) que se não era uma maravilha, serviu de “chuchu” (bom coadjuvante) pro grande “coniglio”. Nós o achamos ” H2O, coniglioso, harmonicetônico, não compremetedor”.

                        

Eu acho que eu vi um “conigliozinho”! E não sobrou nada !

            

Dolci
Peras em creme de requeijão cremoso (pag 152)

Esta é uma versão italiana das tortas rústicas de frutas que eu devo ter provado pela primeira vez aos seis meses de idade no sul dos USA, onde quase sempre são feitas com pêssegos ou amoras.
Ôpa, tudo bem que eu gosto bastante de comida mas não sou tão precoce assim. Na verdade, este é mais um trecho do livro onde a Frances explica qual é a origem desta torta.

São 6 peras médias descascadas, fatiadas e arrumadas no fundo de uma forma untada. Aí é só salpicar uma colher de açúcar, colocar por cima um creme formado por 4 colheres de sopa de manteiga e 1/2 xícara de açúcar batidos até ficar fofo  e adicionar um ovo e 2/3 de xícara de requeijão cremoso finalizando com 2 colheres de farinha de trigo. Leve ao forno a 175°C por cerca de 20 minutos.
Olha, não é porque foi a Frances que passou a receita e muito menos porque é totalmente toscana mas ficou muito bom !

                    

E ainda acompanhamos com um legítimo limoncello Pellegrino que não é da região mas o foi o mais perto que eu consegui, já que não tinha nenhum vin santo ! 

Veja  a opinião dos Ninos, os italianinhos :

Bramasole baixou por aqui! Alho, balsâmico e sabores toscânicos ! (Eduardo)
Viagem à Toscana em 5 piattos. (Mingão)
Belíssimo! Estupendo! (Déo)

Bom, obrigado a Frances Mayes por escrever e descrever tão bem e por transformar a frase que Goethe imortalizou no livro Viagem à Itália que relata a sua estréia no país no século 18, em realidade : ” Tudo é como eu imaginava, e tudo é novo !”.

Auguri !

 

.

Anúncios

4 Responses to “dcpv – sob o sol da toscana”


  1. 1 Odete setembro 11, 2008 às 2:48 pm

    Nossa viagei de novo pela Toscana atraves do post, e revi tambem o filme. Que banquete maravilhoso. Eu so excluiria o coelho.
    Well done!
    bjs

  2. 2 Odete setembro 11, 2008 às 2:51 pm

    Sorry meu portugues me trai as vezes: quis dizer viajei…com J.rsrsr

  3. 3 Debora setembro 11, 2008 às 10:01 pm

    Hummmm, esse sorbet muito me atraiu…

  4. 4 eduluz setembro 12, 2008 às 12:43 pm

    Odete, não esquente a cabeça, não. Confundir viaje com viagem é normal. E salutar pois afinal de contas, as duas palavras são relacionadas a passear e se divertir !
    E eu sou suspeito pra falar da e da comida Toscana ! Prego !

    Débora, este sorbet é o que chamamos de simples e surpreendente ! Faça, pois é fácil e muito bom !

    Abs.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 643 outros seguidores

Blog Stats

  • 1,350,096 hits
setembro 2008
S T Q Q S S D
« ago   out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: