Arquivo para 16 de outubro de 2008

dcpv na lei seca

número 194                                                                           01/10/08

                                       DCPV na Lei Seca

Esta Lei Seca (apesar do controle, pra variar, não ser lá estas coisas) está dando o que falar. Alguns (como eu) criticam. Dizem que foi utilizado um critério, no mínimo, rígido demais (compare com a legislação de outros países). Outros já a defendem veementemente dizendo que só com uma lei rigorosa se consegue controlar os excessos.

Uma coisa é certa! Eu diminuí bastante a minha dose quando estou fora de casa e em alguns momentos/lugares a comida parece que não desce bem sem o acompanhamento do nosso querido vinho !

Bom, aproveitei o mote e resolvi fazer uma noite da Lei Seca. Noite da Lei Seca ? Quer dizer que não haverá álcool aqui no DCPV ? Não, é exatamente o contrário!
Como não temos problemas de locomoção ( no nosso caso, uma escada; no do Déo, alguns quarteirões ermos), vou fazer receitas que tenham obrigatoriamente bebidas alcoólicas como ingredientes.

                    

Pesquisei e consegui uma no Paladar ( que também fez uma excelente edição chamada “Em casa não tem bafômetro), outras no livro Molhos com Azeite de Oliva Espanhol e a sobremesa, eu desconstruí !

Vamos lá, a noite da Lei Seca ou no nosso caso, a noite da Lei Molhada :

1 – Bebidinhas

Uma legítima caipirinha com um leve toque de sal. Limão, Absolut Vanilia (deu pra perceber que esta legítima só funciona pra nós!), açúcar e flor de sal. Olha ! É pra burlar o bafômetro !

2 – Entradas

Como ia ser difícil achar alguma verdura alcoolizada, achei mais simples ( e bem mais fácil) fazer um vinagrete quente de mostarda pra servir numa saladinha de verdes (colhidas na minha horta) e queijo de cabra.

                  

 Este vinagrete ( do livro Molhos com Azeite Espanhol) é feito de azeite, cebolas picadas, vinho branco (eis o nosso álcool), vinagre, alho, mostarda em grãos e Dijon. É só levar tudo ao fogo, juntando as mostardas no final.  

E pra acompanhar um prato terra/mar (morcela e chouriço/carpaccio de surubim) com um molho de endro fresco, vinho branco ( dá-lhe % GL ), cebola ralada, creme de leite fresco e sal. Uma delícia além do prato ser bem refrescante e muito bonito.

Aproveitando que a Lei Seca foi abolida aqui no DCPV, fiz uma experiência : tomamos simultaneamente 2 vinhos tintos, um o Chateau Toutigeac Bordeaux 2006 e o outro um Cruise 6eme Generation Bordeaux 2006, e fizemos uma comparação deles com os pratos.

Como primeira experiência, harmonizamos com a entrada e o resultado foi 17 x 10 pro Chateau ( cada um de nós 4 deu notas de 1 a 5 pra cada vinho). Portanto, ponto pro Chateau Toutigeac que combinou bem mais com  a leveza dos molhos. E ponto pra nós que bebemos 2 vinhos em vez de somente 1.
Os Ébrios, os Vicentes Celestinos do DCPV agradecem!

                      

3 – Principal

Uma verdadeira comfort food (and alcooholic, too !). É o que podemos dizer do Cupim ao Molho de Cabernet Sauvignon e purê de avocado já que o cupim é cozido na panela de pressão junto com caldo de carne, alho inteiro, pimenta do reino, tomilho, alecrim e o vinho, óbvio! E o purê é formado de abacate amassado, sal, pimenta e cebolinha francesa.

Olha, não sei se é por causa do álcool mas esta tudo “delichioso” ! Possas crer ! E as fotos que a Dé tirou  do prato ficaram tão bonitas que eu fui obrigado a escolher duas !

Ainda servi picles de quiabo e de pimenta além de uma bela farofosa!

Continuando a experiência dos vinhos, desta vez o placar foi 18 x 8 pro Cruse 6eme que com a sua leveza casou espetacularmente com o molho pesado e delicioso do cupim.

                  

Os Zeca Pagodinhos aqui, apesar de não serem fãs de pagode, agradecem !

4 – Sobremesa

Eu tinha algumas opções : baba ao rhum, crepe suzette ou zabaiane. Resolvi dar uma inventada e fazer um sorvete de creme de cassis com espuma de papaia

                

Um sorvetinho básico ( viva a máquina!) com a colocação do cassis quando ele estiver quase pronto. E suco de papaia, creme de leite e açúcar no sifão levado a geladeira. Muito bom, levinho e com um teor alcoólico bem baixinho!

                   

E pra terminar com a esbórnia, um Late Harvest Tarapacá 2006 Chile que foi “goiaboso” ao extremo ! Alguém se lembra da Laurinha Heleninha (obrigado Adriana) filha da Odete Roithman? Poi bem, ela se juntou a nós pra fazer um protesto contra a Lei Seca !

Eis a opinião dos primos da Laurinha Heleninha, nós mesmos :

Lei Seca ? Aqui, ela funciona perfeitamente ! (Eduardo)
Real experience! O vinho mudou pra melhor ! (Mingão)
Non sense ! Nes pas possible ! But is real ! Changes are marvelleus ! (Déo)

Falando sério, e como foi escrito no Paladar, você não vai ser parado pela polícia se fizer crepe suzette na sua cozinha. E mesmo no restaurante, não precisa evitar pratos que levem bebida : fervido ou flambado, o álcool evapora quase completamente ! Cerrrrto!

 

Pra terminar a noite, somente cantando uma bela música de Rinaldo Calheiros e Silvana : A Noiva ! E foi o que o Déo e o Mingão fizeram já que a Dé estava dormindo e eu, bem, sinceramente, esta música não é do meu tempo ! Cuidado, veja o que  o excesso de  bebida faz !

Até ! Hic !

O DCPV informa – Se for beber, não dirija! Volte andando ou, de táxi !

.

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.745 hits
outubro 2008
S T Q Q S S D
« set   nov »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios