Arquivo para 20 de outubro de 2008

histórias e comidas eróticas no dcpv !

ui! ui!                                                                                      18/09/08

                  Histórias e Comidas Eróticas no DCPV !

Legenda pra facilitar a leitura , a censura e o entendimento das histórias eróticas :

xo—- = orgão genital feminino
pi— = orgão genital masculino
sa– = testículos

Obs – Todas as histórias foram escritas baseadas nas minhas anotações e lembranças. É claro que ao vivo, com o Ilan contando e as comidinhas da Carole Crema (da La Vie en Douce) e da Joana além do vinho Periquita ( nenhuma conotação com o tema da noite !), o pacote ( também sem conotação) é muito melhor !

            

1º História

Dois peladões ( um homem e uma mulher) estão passeando. O homem olhou a mulher e achou muito estranho ela ter uma ‘fenda’, uma xo—-  .  Ele resolver passar ‘unguento’ pra ver se a mulher teria um pi— . Passou um montão de vezes, a mulher gostou muito mais nada de aparecer alguma coisa na ‘fenda’. Ele resolveu deixar a mulher descansar.


             O Ilan contando as histórias. E tinha até sonoplastia !

De repente, ele olhou os macacos namorando e aí ele percebeu tudo. A partir daí, os índios brasileiros dizem até hoje que o homem nasceu ‘dos macacos’.

         E terminou a história !

Esta foi a primeira história da Noite Erótica do Projeto degustação de Histórias do Ilan Brenman e da Carole Crema. A idéia  (e a concepção) são geniais: o Ilan conta histórias sobre um tema (Gregas, Italianas, Indianas, Judaicas, 1001 Noites, Africanas, etc) e a Carole e a Joana servem pratos com receitas referentes ao próprio tema !

            

Desta vez a Noite aconteceu na Livraria da Vila do Shopping Cidade Jardim que por sinal, é belíssima!

                   

Como primeiro prato, foi servida uma sopa de pera com alho poró ! Excitante ! 

E, com o patrocínio muito bem escolhido ( não vou falar que foi à dedo porque …), taças de vinho tinto Periquita acompanharam a sopa.

                  

2º História

Dizem que no Tibet, as lanças silvestres ( os pi—- ) viviam pendurados em árvores. Era proibido que as mulheres as pegassem.

Duas irmãs estavam passeando quando uma das lanças caiu da árvore. A irmã mais velha pegou e a lança, que estava murcha e começou a renascer depois de ser alisada. A irmã mais nova resolveu levá-la pra casa e a utilizava pra ‘brincadeiras’. Ela usava a lança e escondia.

                 

A avó delas estava passando pelo quarto, viu a lança escondida e jogou-a na lareira. A irmã mais nova viu a lança queimando e desesperada, percebeu que só tinha sobrado um pedacinho. Começou a alisar, alisar, alisar e … logo depois, além do crescimento da lança, ela sentiu um imenso prazer.

Desde esta época, as lanças silvestres sumiram completamente das árvores do Tibet.

               E terminou a história !

Pra acompanhar, legumes crudités com dip de manjericão, chimichurri defumado e curry. Sexies  !

3º História

Esta é uma história ganesa . Iam andando o pi— , a xo—- e o sa– . O pi— daquele jeitão : ágil e rápído. O sa– já com aquele andar meio um pra lá, um pra cá. E a xo—- , bem a xo—- , devagarzinha, devagarzinha.

Todos viram uma árvore cheia de frutas. O pi— ágil, subiu rapidinho. O sa– , foi atrás do pi— , mais lento mas subiu e a xo—- nem subiu. Ficou lá embaixo pedindo as frutas :
O pi— , joga frutas pra mim ?” E ele jogou ! E pediu também pro sa– .
O sa– , joga frutas pra mim ?” E o sa– , egoísta, não jogou !

                  

De repente, uma tremenda chuva. Relâmpagos, trovões! O pi— desceu correndo. A xo—- abriu e ele entrou. O sa– desceu mais devagar. A xo—- falou :
Não me deu frutas ! Não vai entrar!”

Desde este dia, os ganeses dizem que, faça chuva ou faça sol, o sa– sempre fica de fora !

            E terminou a história !

E pra ‘apimentar a relação’ foi servido um risotto espetacular (al dente, sem conotações) com especiarias (anis estrelado, pimentas) e champanhe !

4º História

Personagens – rei Aqbar, conselheiro Amichi e o advogado Binbar.

O conselheiro Amichi tinha uma fixação: queria lamber os seios da Rainha. Ele falou com Bimbar e este disse que  realizaria o desejo de Amichi. Bastava ele lhe dar 1000 moedas de ouro. Tudo certo !

Certo dia, a Rainha foi tomar banho, Bimbar pegou o sutiã da Rainha e colocou um líquido que causava uma tremenda coceira. Assim que a Rainha o colocou, começou a se coçar. O advogado apareceu e com a lábia dos advogados, disse que era uma epidemia e convenceu o rei Aqbar que somente a saliva de Amichi a curaria. O rei mandou chamá-lo: Amichi !! 

                  
                         A Carole dá informações sobre os pratos

A Rainha exigiu que Amichi lambesse os seus seios e ele realizou o seu desejo.  Como o plano deu certo, Bimbar foi cobrar as moedas mas Amichi se recusou a pagar.

Bimbar pensou: Ele me paga ! E foi rápido: o rei Aqbar foi tomar banho e Bimbar colocou o pó na cueca dele. O rei começou a se coçar demais e gritou : Amichi !!!

Moral da história : deva a qualquer um. Menos prum advogado !

          E terminou a história !

Segundo a Carole, a comida que acompanharia esta história seria a mais excitante da noite.  O marido dela usou o baru e foi tiro e queda ou melhor, tiro e subida ! Pra quem não sabe, baru é uma castanha proveniente do cerrado e tem um gosto, quando torrada, semelhante ao amendoim ( entendi!) e a castanha de caju.

Portanto, a Carole e a Joana, prepararam um Peixe com Molho de Baru e Cogumelos ! Super excitante (pro estômago também !).

5º História

Um bispo convidou um grão rabino pra jantar. Pegou um pedaço de presunto e ofereceu. O grão rabino recusou e disse :
Minha religião não permite!”
E foi assim a noite toda com uma série de alimentos derivados do porco.
Na despedida, o bispo disse ao rabino:
Que religião extravagante, esta sua ! Não se pode comer carne de porco. Carne de porco é muito bom !”


 A Carole, o Ilan, a Joana e o sonoplasta, o Lula

O rabino respondeu :
Um abraço na sua esposa, bispo !”.
No que o bispo respondeu :
Mas eu não tenho esposa !”.
E o rabino emendou :
Que religião extravagante, esta sua, bispo. Mulher é muito bom !”

          E terminou a história !

Pra terminar a nossa noite, serviram uma musse de chocolate com calda de maple e chocolate branco. Mais uma delícia afrodisíaca !

Bela noite ! E a sensação que a junção histórias/gastronomia faz é inebriante !
Entre no site do Ilan,  cadastre-se e você receberá e-mails com os próximos eventos ! E vá ! É imperdível !

E terminou (mesmo) a história !

Bye !

 

.

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.745 hits
outubro 2008
S T Q Q S S D
« set   nov »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios