Arquivo para março \13\UTC 2009



dcpv – quem quer ser um milionário ?

número 206                                                                         25/02/09          

                             Quem quer ser um milionário?

Quarta-feira de Cinzas pós-Oscar.
Eu estava com um dilema. O que fazer pro jantar ? ( taí o nome dum bom filme ).

dsc06313-2

Resolvi homenagear este nosso grande parceiro: o cinema. Quem é que não gosta de um bom filme? Quem é que não tem “aquele” filme como especial, um refúgio pros bons pensamentos e até, um momento mágico pra viver a dois?

dsc06318-2

Aí lembrei que tinha o livro ” O Cinema vai a Mesa” do Rubens Ewald Filho e da Nilu Lebert ( Melhoramentos) e escolhi alguns pratos além de uma receita avulsa que foi feita pela Catherina Zeta-Jones no filme Sem Reservas ( teve gente que não gostou deste filme, mas nós o achamos espetacular!)

dsc06335-2

Vamos então à sessão pipoca, à quarta cinematográfica do DCPV.

Começamos os trabalhos com um singelo Martini, Dry Martini. Justíssima homenagem a todos os Bond, James Bond !

dsc06305-2

Entradas – Vieiras ao Molho de Açafrão e Batatas Duchesse.

As Batatas Duchesse são simplesmente um belo purê de batatas com manteiga e 1 ovo ligeiramente misturados e batidos que são colocados em forma de biscoitos numa assadeira untada ( use um saco de confeitar).

dsc06315-2

Elas foram feitas no filme ” Idade da Inocência” do Martin Scorcese com o Daniel Day-Lewis, Michele Pfeiffer, Wynona Ryder, etc. Quem assistiu deve se lembrar de um amor impossível com cenário riquíssimo em detalhes. É muito bom ! E as batatas entram como representantes da época do filme, 1870 e mostram a influência da comida francesa nos USA, local onde se passa a história.

Já as vieiras, são de uma receita que eu recortei de alguma revista ( provavelmente alguma Caras do cabelereiro!!). Foram empanadas numa mistura de farinha de trigo, sal, orégano, lemmon pepper e fritas em azeite quente.

 dsc06311-21

O molho é formado por chalotas, vinho branco, creme de leite, manteiga, açafrão, suco de limão, sal e pimenta. 

dsc06310-2

Segundo os críticos, a Catherine Zeta-Jones garantiu que os ensaios e as gravações a transformaram numa grande cozinheira. Também,  o chef e criador das receitas (inclusive a das vieiras) foi simplesmente o Daniel Boulud! Assim, até eu !

dsc06329-2

Tomamos um belo branco, um Marques de Riscal Rueda 2007 Espanha que foi fotogênico e disse : sou “fresco, hollywoodiano, nerudesco, gostei“.

dsc06322-2

Principal – Frango indiano ( Bhuna Chicken)

Esta é uma clara homenagem ao ganhador do Oscar, o bollywoodiano “Quem quer ser um milionário? “.
Confesso ! Ainda não o assistimos (vamos neste final de semana) mas, sendo bom ou não (eu acho que é e também acho que e Dé vai adorar!), o que importa é que a comida ( e a cultura) indiana é muito boa !

dsc06330-2

É um frango cozido super temperado ( curry, cebola, pimentão, tomate, alho, gengibre, cúrcuma, polpa de tomate, iogurte, leite de côco, pápricas doce e picante, coentro em pó, óleo) e finalizado com garam massala e coentro fresco.

dsc06334-2

Foi devidamente coadjuvado por um belo arroz basmati ( o galã da cozinha !) com cardamomo.

dsc06338-2

Esta receita foi retirada do filme “Um casamento à Indiana” com direção de Mira Niar e estrelado ( segundo o Rubens Ewald Filho) por um monte de parentes dela, a diretora e conta a história dos preparativos de um matrimônio arranjado entre uma família indiana, os Verma e um programador de computadores que mora em Houston, o Herman. Daí pra frente, você se envolve com toda a trama e principalmente com a “hinduzice” que acontece através das comidas, cores e da música além da curiosidade de saber se os noivos irão se apaixonar ou não! Como o próprio livro cita é uma orgia de flores, cores, comida permeada por energia, amor e paixão. Em quaquer lugar do mundo, os problemas são iguais. Muda apenas o bufê ! “. Muito boa, essa !

dsc06354-2

Pra tentar harmonizar com a comida indiana, apelei prum espumante rosé, o Malvasia Claudia da Emilia Romagna Itália que foi “perfeccto, per tutto, florida, sette“, segundo os críticos de cinema, nós mesmos.

dsc06349-2

Sobremesa – Savarin

Só poderíamos encerrar com o ícone dos filmes culinários, a Festa de Babette! Este não vale nem a pena resumir pois se alguém que não o assistiu estiver lendo este post, deve parar de ler, ir a locadora (ou baixar pela Net), assistí-lo e voltar a ler o post! Pronto! Vamos continuar !

dsc06366-2

E este doce é como o filme : arrebatador ! Deixa como resultado final a mesma coisa que Babette fez com os seus comensais: depois de comê-lo você nunca mais será o mesmo ( que o digam o Mingão e o Déo que “paparam” 5 e 4 pedaços, respectivamente!).
É um bolo feito da seguinte maneira ( esta receita vale ser passada com exatidão) :

dsc06376-2

Misture 100g de farinha de trigo com 115 ml de leite morno e 15 g de fermento biológico. Deixe descansar até dobrar de volume.
Bata a mistura na batedeira com 130 g de manteiga,  30 g de açúcar, 200 g de farinha de trigo, 1 colher de chá de sal, 4 ovos até obter uma massa homogênea ( ~15 min). Coloque numa forma untada e deixe crescer novamente. Leve para assar a 180 ºC até dourar.

dsc06360-2

Já a calda é feita da seguinte maneira : leve ao fogo 2 xícaras de água com 1 e 1/2 xícaras de açúcar, um pau de canela, cascas raladas de uma laranja e de um limão. Adicione 3 colheres de sopa de rum, 2 colheres de sopa de licor de laranja e deixe atingir o ponto de fio.

dsc06362-2

Derrame a calda morna sobre o Savarin (como na foto) e sirva em seguida.O melhor modo pra degustá-lo é esfregar um dos lados da fatia do bolo na calda. Es-pe-ta-cu-lar!

dsc06382-2

Pra finalizar a noite especial do Oscar, um licorzinho de Anisete da D. Anina  que deveria ganhar o premio de melhor ator coadjuvante !

Veja o que os cinéfilos acharam :

dsc06356-2

Avant-premiére! Tudo perfeitamente enquadrado e com uma direção notável! Um blockbuster. (Edu)
Te!! Tere!! Te! Te! Savarin. (Mingão)
And the Oscars goes to .. us (que comemu!) (Déo)

Chegamos ao fim! Bom enredo com muita emoção no final ( ah! o Savarin!)

The End !

.

Anúncios

13º Inter Blogs – Caos na Cozinha do DCPV

número 207                                                                                        04/03/09

                13º Inter Blogs – Caos na Cozinha do DCPV

Caos = confusão de todos os elementos antes de se formar o mundo, grande desordem, balbúrdia.
Cozinha = compartimento de uma casa onde se preparam os alimentos, arte de cozinhar ou preparar alimentos, preparo de comida.

dsc06490-2

Caos na Cozinha é um blog nem um pouco confuso, mas sim,  de primeira com textos e fotos excelentes  e comandado pela simpática portuguesa Mariana. Como é um dos nosso blogs favoritos, foi convidado a participar deste nosso 13º  Inter Blogs (  Quer saber o que é ?)  e 13º capítulo do livro que será editado sobre os mesmos.

dsc06460-2

Começamos a conversar em 05/05/08 quando eu perguntei se ela queria nos enviar um menu com as receitas de sua predileção e que seria executado em fev/09.  A Mariana respondeu:
Oi, Eduardo. Claro que eu aceito, é uma honra enorme ser convidada! Pensar assim tão longe me confunde um bocadinho, mas não há problema! Afinal, com quase um ano terá de ser de arromba!”

Após várias trocas de e-mails ( mais de 12 páginas!), mudanças de eixo ( marianesco, fusion, herbs-spices) e datas ( fevereiro pra março), ela chegou a um veredito final.

dsc06443-2

Ervas&Nozes. Tudo com muito estilo e com a maior quantidade de receitas jamais feitas por aqui : coquetel, amuse bouche, entrada, primo, secondo e dolci. Ou seja, um verdadeiro “spetacollo” e quase veggie não fosse o magnífico porquinho do secondo.

dsc06482-2

Então, vamos ao 13º ( ainda bem que não somos supersticiosos!) Inter  Blogs com o Caos na Cozinha do DCPV.
(Aviso, as receitas completas poderão ser obtidas com a Mariana)

Coquetel – LIMÃO&ZIMBRO – Indian Summer (do famoso restaurante Slanted Door em SF)

dsc06417-2

Uma mistura bombástica de gin, sumo de grapefruit, licor de zimbro( não achei nem no sex-shop, mas resolvi o problema macerando o zimbro com açúcar ) e  limão.

dsc06435-2

 Tudo isto na proporção que lhe convier. Diferentaço !! 1 x 0 pra Mariana.

dsc06438-2

Amuse Bouche – COENTRO&PINOLIS  (J. OLiver, ele mesmo)

dsc06433-2

É quase um falafel.  Uma mistura de favas sem pele, coentro fresco, piri-piri em pó, cominho em pó, pimenta dedo-de-moça e raspa de limão processados e, pra terminar,  adicione um pouco de farinha de trigo.

dsc06411-2

Aí, modela-se pequenas bolas, achatando-as com o formato de moeda.

dsc06457-2

Frite-as e coloque um pouco dum molho de iogurte, suco de limão e coentro por cima. Finalize com pinolis tostados.

dsc06484-2

Olha, é muito bom e com um sabor marcante  das especiarias e do coentro. Mariana acertou em cheio : 2 x 0.   

Entrada – HORTELÃ&PISTACHES (by Mariana)

dsc06421-2

Esta receita é praticamente uma salada de abobrinhas. Elas são fatiadas em rodelas não muito grossas e grelhadas no Super George Foreman !!  A montagem consiste de : cama de rúcula + abobrinhas grelhadas + pistaches + hortelã chifonada + vinagrete ( 3 partes de azeite, 1 de suco de limão, hortelã chifonada)+ flor de sal.

dsc06477-2

Super-refrescante e combinando com o calor reinante na grande Ferraz de Vasconcelos. Mais um golaço da Mariana : 3 x 0.

dsc06474-2

E um bom rosé,  o Merlot Fausto Pizzato Brasil, acompanhou este caos todo. ” Tropical, vereda, espetacular, faustoso, niveresco” foi o mínimo que poderíamos dizer dele !

Primo – NOZES&SALVIA ( by Mariana)

dsc06447-22

A Dé já tinha feito o tagliatelle em casa no domingo. Prum caos organizado como esse, nada como uma bela pasta feita em casa!

dsc06389-2

O “molho” que acompanha a pasta é formado de cebola cortada “alourada” no azeite com cubos de maçã ácida até ambas caramelizarem e dourarem.

dsc06458-2

Junte nozes a pasta e um pouquinho da água da cozedura !

Ah! Se usar sálvia fresca (como eu), dê uma  chifonada nelas e adicione junto com a maçã. Esta pasta é tão sensacional quanto simples!  Forma sabores tão marcantes que até a nossa especialista, a minha mãe, a D Anina que estava nos visitando, aprovou  e comeu tudinho !!

dsc06498-2

E as fotos da Dé estavam tão boas ( ela também adorou a pasta !!) que fui obrigado a escolher mais do que uma. Ficaram lindas !

dsc06500-2

Este foi um gol, de bicicleta : Mariana 4 x 0.

dsc06492-2

Acompanhamos com um tinto leve, um Malbec Cumbres Andinos 2005 que nos deu a sensação de ser “baunilhesco, castanho, sensacional, papa, niveresco II”.

Secondo – ALECRIM&CASTANHA PORTUGUESA (Fine Cooking + Mariana)

dsc06448-2

Uma paleta de porco de 2 Kg é salgada e cozida lentamente ( 150ºC  a + ou – 4,5 hs). A própria Mariana escreveu : ”   2 kg de carne parecem um exagero para 4 pessoas, mas convém que seja uma peça grande. As sobras são uma delícia e pode usá-las em inúmeros pratos. Antes de guardar no frigorífico o que sobrou, desfie tudo e guarde já desfiado“. Sobras ?? Guardar ?? Eu, heim !! Não sobrou nada !!

dsc06425-2

Após este cozimento, faz-se um molho com a gordura do tabuleiro, cebolas em rodelas grossas, dentes de alho descascados, cenouras cortadas em palitos, castanhas portuguesas, vinho branco, água e ramos de alecrim que também foi colocado na metade do cozimento da peça.

dsc06427-2

Pronto! É só servir o porco com os legumes e o molho que se formou. Substancioso e delicioso com a carne simplesmente desmanchando na boca. Isto sim é um cozimento lento e gradual em baixa temperatura.
É, mais um gol e de cobertura, Mariana 5 x 0.  

dsc06507-2

Sobremesa – MANJERICÃO&CASTANHA DE CAJU ( Dorie Greesnpan + Martha Stewart (diretamente de Alcatraz) + Mariana)

Uma tortona deliciosa !
Frutas são misturadas: manga madura, banana, romã, cardamomo, limão e açúcar.

dsc06403-3

Uma massa é feita de  farinha, açucar, fermento, sal, manteiga, leite integral, castanhas de caju. Esta massa é transformada em bolas.

dsc06406-2

Leve ao forno numa forma untada com a mistura de frutas e a massa por cima.

dsc06539-11

Pra servir, acrescente um creme de manjericão ( creme de leite, manjericão, açúcar e mascarpone).
E esta sobremesa  se transformou num bolo de aniversário pro meu irmão, o Déo, o Papa, que aproveitou esta noite de gala pra comemorar os seus ?? anos ( vocês acreditam que o cara esconde a idade !! rsrs).

dsc06514-2

Mais um tremendo acerto da Mariana que estabeleceu uma goleada histórica, aqui no DCPV : 6 x 0 !!

dsc06527-2

E já que a mãe do aniversariante, a D Anina ( que é a minha também!), estava por aqui, aproveitamos pra tomar mais uma “nesguinha” do Anisete especial que só ela sabe fazer !

 dsc06516-2

Vamos a opinião dos caóticos confrades :

dsc06485-2

Caos ? Um perfeito equilíbrio entre todos os pratos. Perfeito ! (Edu)
O jantar foi maravilhoso ! E o  “Papa” também é demais ! (Mingão)
Je suis “enchanteux”! Tudo delicioso! Até mammy veio !! (Déo) 

Só nos resta agradecer a participação especial da Mariana que nos proporcionou tanto prazer neste menu “quase bicho-grilo ( se bem que eu acho que o porco era “paz e amor”!).

E mandar eletronicamente, o nosso já famoso presente virtual…

dsc06533-2

… que só poderiam ser “matos” comestíveis.

Gratíssimo e vamos aproveitar pra parabenizar a Mariana que está fazendo aniversário  hoje (10/03).
Parabéns pra vocês (Mariana e Déo), nesta data querida ….

dsc06432-2

Até o próximo IB que será neste mês mesmo com a Márcia do blog Idéias a la Carte. Um menu mineirim, sô !

Mariana, como você “estava em pulgas”, vou dizer : foi de arromba !! Até a Lua ajudou !

 dsc06488-2

 

.

dcpv – é isso aí, chefia !

número 205                                                                                04/02/09

                                             É isto aí, chefia ! 

Já faz um tempinho que eu ganhei um livraço da Dé: Chefs, Segredos e Receitas ( Editora Melhoramentos).

dsc05324-21

Com Ferran Adriá (este garoto promete!), Peter Gordon, Pierre Hermé, Charlie Trotter no elenco, ele é um livro extremamente bem feito, com fotos espetaculares, didático e com informações passo a passo que  fazem com que você reproduza as receitas com fidelidade.

                     dsc05331-2

Molhos e temperos, espumas, caldos e sopas, condimentos, culinária latino-americana, ovos e laticínios, peixes, culinária japonesa, aves, carnes, vegetais, massas, cozinha thai, cereais, pães, sobremesas e frutas. Cada um destes temas são capítulos completos onde um chef especializado nos mostra como e porque fazer.

dsc05295-2

Escolhi, dentre todas estas informações, um menu  com receitas de 3 capítulos. Antes de executá-lo, um  Sex-on-the-beach ( o coquetel!!):

dsc05265-2

CALDOS E SOPAS – ( Shaun Hill)

dsc05329-2

” Um caldo bem preparado é a base de um bom molho ou de uma boa sopa, porque sem ele sempre fica faltando sabor e frescura.”

Esta é uma verdade absoluta. Aqui em casa só usamos caldos autênticos ( nada de galinha azul!) há muito tempo. E, além de tudo, o aproveitamento de sobras de legumes é total!

Aproveitando a dica do Shaun, escolhi uma Sopa de Galinha à Tailandesa .

4 talos de capim cidreira cortados em pedaços de 1 cm, 5 folhas de limão taiti, 500 ml de água e uma coxa de frango são fervidos em fogo baixo até o frango cozinhar. Tire-o do caldo, corte a carne e reserve.

Junte 2 pimentas ao caldo e coloque a sopa pra ferver novamente. Acrescente 1 litro de leite de côco e aqueça vagarosamente mas não deixe ferver.

dsc05270-2

Aí é só coar a sopa numa panela, acrescentar 1 colher ( ou um pouco mais) de nam pla, suco de 3 limões, 3 talos de cebolinhas picados,  2 colheres de sopa de coentro  e o frango reservado.

dsc05279-2

Pronto ! Sopa apimentada, doce, salgada e … deliciosa.

CONDIMENTOS – Peter Gordon 

dsc05327-2

“O que é um sabor? Seria algo físico ou intelectual? É definido por regras ou puramente pelo gosto pessoal? Como aprendemos a gostar ou não gostar de um sabor? A que altura da vida de uma criança, o queijo gorgonzola torna-se mais atraente que o purê de maçã ?”

Só pelas perguntas se percebe que o Peter Gordon é fera! Pra quem não está unindo o nome à pessoa, ele é o chef que participou do programa do (mala) Jamie Oliver no episódio sobre cozinha thai.

Pois bem, escolhi uma Lula marinada com manjericão e coentro.

dsc05266-2

Esta entrada é prática e tem que ser feita rapidamente (senão a lula vira estilingue).
Pra marinada :
1 e 1/2 colher de chá de grãos de pimenta do reino branca
1/2 colher de chá de sal
1 dente de alho
1 maço de manjericão
1 punhado de coentro
400 g de lula em anéis
1 colher de chá de nam pla
2 colheres de chá de açúcar

A marinada é feita com a pimenta amassada com sal e alho,manjericão e coentro apiloados até formarem uma massa crocante. Deixe descansar por 15 minutos.

dsc05280-2

Aqueça um wok até fumegar. Adicione o óleo e cozinhe as lulas marinadas em fogo alto por 30  seg. Adicione o nam pla e o açúcar e cozinhe mais 20 seg.

Ah! Esqueci de dizer que tínhamos convidadas ilustres: a Re, a Luma e a Bia, estas, nossas sobrinhas queridas.

dsc05321-2

E esta lula foi uma unanimidade pra elas : não gostaram mesmo! Pra dizer a verdade, nem tocaram no prato! Ainda tivemos mais uma revelação:  o Mingão acrescentou mais um ingrediente pra (minúscula) lista dele de ingredientes repudiados. Ele também não comeu nada !

Resultado : a Dé comeu a dela, eu tive que comer 2,5 pratos ( o meu,o da Re e metade do Mingão) e o Déo, o recordista da noite, comeu 3 ( o dele, o da Luma e o da Bia).

dsc05283-2

Pra quem comeu ( eu, a Dé e o Déo) é um prato marcante, bem temperado e a combinação com pepino cru e gomos de limão foi bem interessante!

Pra salvar um pouquinho, tomamos um vinho branco Chardonnay Domaine Conté 2007 Chile que mandou em nós ( foi chef !) e disse : sou ” verde, olivado, frescoso, cítrico”.

dsc05276-2

Continuando com o Peter Gordon, fiz como principal, um Peixe Branco Marinado com Cominho, Nigella e Pimenta.

É claro que esta nigella não é “aquela” ( a gordinha sexy!). É a especiaria Nigella.

Voltando a marinada, o próprio Peter Gordon diz ” o propósito de uma marinada é adicionar sabor e também amaciar as proteínas do alimento. Se um líquido como iogurte ou óleo for adicionado a uma farofa de especiarias, torna-se uma marinada. No caso do iogurte, a marinada amaciará carnes duras e deixará peixes e carnes de primeira firmes, porém delicados”.

E foi o que aconteceu. A nossa marinada foi feita da seguinte maneira : aqueça 2 colheres de azeite numa frigideira pequena e adicione 1 colher de sopa de sementes de cominho e 1 de pimenta do reino, torrando-as em fogo moderado. Quando soltarem aroma, adicione 1,5 colheres de sopa de nigella e 1 colher de chá de sal. Segredo : conte até 15 ( 1, 2, … 15) e transfira a mistura pruma tigela grande. Adicione 1 colher de sopa de hortelã seca e misture. Deixe esfriar e junte 150 g de iogurte natural.

                dsc05267-21

Pronto! Coloque o peixe na marinada, esfregue e leve a geladeira cobrindo a tigela com filme plástico. Deixe de 4 a 6 horas.

Pré-aqueça o forno a 200ºC e ponha uma forma de cerâmica pra aquecer. Tire o peixe da tigela, limpe e enxugue com toalhas de papel. Coloque uma colher de sopa de azeite na forma e arrume o peixe por cima. Asse por 15 min ou até ficar cozido.

dsc05290-21

Sirva com folhas de hortelã, fatias de melancia (sim, srs !), gomos de limão e iogurte natural.

dsc05292-2

Dá trabalho, mas é bom. Todo mundo comeu, exceto a Re e a Luma que foram de :

dsc05296-2

Pra acompanhar, um tinto, o Merlot Volpi Salton 2003, uma raridade brasileira, que foi, segundo os sobreviventes, ” nacional, chileno + ou -, ronivoniano” ou seja, tão bom quanto os importados ruins !

              dsc05287-2

De quebra, tivemos também uma análise da Coca Light lata, pelas espetaculares Re, Luma e Bia : ” tem buinha, gasosa, pumzosa “.

CEREAIS E LEGUMINOSAS – Paul Gayler

         dsc05328-2

” Os cereais tem sustentado a humanidade por séculos. Nos climas temperados, o trigo, a cevada, o coentro e a aveia são os cereais básicos enquanto o arroz, o milho, o painço crescem nos trópicos e subtrópicos. Apenas nos países mais ricos, a carne suplantou os cereais como alimento básico “.

Aproveitando este capítulo, pesquei na parte sobre o trigo, uma receita dum Tabule de Frutas de Verão.

É um tabule clássico ( com bulgur) onde os legumes são substituídos por frutas ( framboesa, morango, abacaxi, manga e melão).

dsc05261-21

Coloca-se uma calda feita com açúcar cristal, água e maracujá.

dsc05263-2

Na hora de servir, junte suco de limão e folhas inteiras de hortelã. Interessante, refrescante e todo mundo comeu bastante.

dsc05301-2

Leia a opinião dos membros honorários do DCPV :

dsc05285-21

Comida “exquisita” com largo destaque pro peixe, pra salada de frutas e pra lula ( viu, Mingão!). (Edu)
Lula, não! O resto, sim ! (Mingão)
Só esse “lula” me agrada! Deliciosa. Louvor a dessert delicieux! (Déo)

Resumo da ópera: ô livrinho bom ! Super-didático e só com as receitas que estão nele, eu faria diversos menus DCPVianos.
É uma fonte inesgotável e é tão interessante que se lê como se fosse um romance e dos bons !

Até o próximo capítulo !

.

 

   

Santiago – Cevicheria La Mar

Cucurrucucu                                                                                      10/02/09

                                             Cevicheria La Mar

Pronto! Estamos em Santiago do Chile. Voo perfeito com a LAN (apesar da “malice” com as nossas malas) e chegada correta . Rememoramos como é bom o Gran Hyatt e sua arquitetura (ainda) super-moderna.

dsc05359-2

Passeio básico pela nossa praia, o shopping ( Parque Arauco).

dsc05355-2

Estávamos prontos pra nossa primeira incursão gastronômica ( e porque não dizer, exploratória) : a Cebicheria La Mar, que deve abrir uma filial em São Paulo ( rua Tabapuã, 1410) no final de março e que é uma franquia do grande chef peruano, o Gaston Acurio.

dsc05398-2

A primeira grande dúvida surgiu assim que estávamos a caminho: Cebicheria ? Só tem peixe !

A Renata não come peixe ( um salmãozinho de vez em quando). Continuei pensando e a Dé emendou : restaurante de renome ? Tem sempre uma alternativa !

dsc05399-2

Pronto! Chegamos! Ambiente moderno com uma arquitetura idem,  em plena Nueva Costanera, os Jardins deles. 

dsc05402-2

Cheio  ( ainda bem que fizemos reserva) e com uma cara que vai “bombar” em São Paulo!

dsc05380-2

Sentamos e estudamos o cardápio ! Enquanto isso, serviram um couvert bastante curioso ( e gostoso): batatas chips pra serem molhadas em 3 tipos de salsas ( apimentada, aji e alho) e um milho “laqueado” que mais parecia um piruá macio e saboroso. Impossível comer um só !

dsc05375-2

Pra Renata, o garçon trouxe um pequeno menu denominado underground (lembre-se do Zeca Baleiro: o cara mais underground que eu conheço é o diabo …). Ela escolheu uma pasta lima-thai, um  fideo de arroz com curry amarillo, pollo, amêndoas, leite de coco e erva-cidreira. Bastante thai, mas serviram um prato imenso e que, mesmo com a ajuda de toda a família, voltou praticamente do mesmo jeito que veio. Parece que o negócio da cebicheria é frutos do mar, mesmo !

dsc05383-21

Eu pedi uma entrada também. E é claro que foi um ceviche mixto com leite de tigre. Afinal de contas, estávamos numa cevicheria !!

dsc05385-2

Saboroso e a Dé aproveitou pra tirar umas casquinhas do meu ceviche.

Como principal, a  Dé foi de Sudado Norteño. É praticamente uma moqueca feita com peixe de rocha, cebola, tomate, algas e muito aji.

dsc05381-2

E o meu principal foi Aji de Frutos do Mar, que é como um aji de galinha  mas com todos os mariscos do Chile. É peruaníssimo.

dsc05390-2

Ah! Tomamos um branco Chardonnay Morandés 2007 que estava “rico, riquíssimo”.

Como a Re ainda estava com fome, pedimos uma sobremesa, um  Tris de cremes que pensamos ser alguma coisa parecida com creme brulée mas que na verdade, eram …. pudins. Muito gostosos, mas pudins !   

dsc05395-21    

Terminamos, pegamos o taxi não sem antes prestar atenção na bela loja de vinhos, a Wain, que ficava extamente na frente do La Mar.

dsc05400-2

Gastamos 54700 pesos chilenos ( ~R$ 220,00). Preço justo pela badalação do lugar.

E vamos lá, que a Ilha de Páscoa nos espera ! 

dsc05499-2

Maururuu !!

.

 

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.466 hits
março 2009
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios