Arquivo para 27 de julho de 2009

18º inter blogs – páprika na feijoada do dcpv

aos baratóms
número 223
23/07/09

18º Inter Blogs –Páprika na Feijoada do DCPV

Szia ! (Olá)

Você conhece a Hungria, neguinho?

85px-Coat_of_Arms_of_Hungary_svg           200px-Flag_of_Hungary_svg

Sabe alguma coisa sobre Halászlé, Gulyás, Libamá, Kobaz, Strudel, Borscht, Shanks, Galuska, Linzentorte, Odete  e George ?

mapa-da-hungria-3

Ôpa, Odete e George você conhece !

DSC00064-2

George é o esposo húngaro da brasileira Odete, a barát (amiga) do blog Páprika na Feijoada e convidados especiais deste nosso 18º Inter Blogs ( quer saber o que é e como funciona?), onde apresentarão um menu húngaro completo.

DSC00109-2

Como a própria Odete escreveu num dos primeiros e-mails que trocamos “ contei pro George sobre o convite e ele ficou super feliz -teve um rompante de nacionalismo- e já começou a ter um monte de idéias. Você sabe que é muito engraçado porque apesar da Hungria ser um país bem pequeno ( 93 Km2 e população de 11 milhões), impressionam as diferenças culturais e gastronômicas de uma região pra outra, com uma culinária bastante diferenciada “.

DSC00111-2

Isto foi há quase um ano. O menu hibernou e voltamos a conversar no início de junho. A Odete disse “ o tempo passa voando, né? E que bom que o evento vai ser ainda durante o inverno de vocês aí no Brasil ( eles moram em San Jose, Califórnia), afinal a cozinha húngara é mais apropriada ao frio. Estou a disposição e vou te mandar uma idéia do menu. E, claro, tem os pitacos do George. Afinal, húngaro original por aqui é ele, hehe!”.

DSC00125-2

Pronto! A Odete e o George me enviaram as receitas e confesso que fiquei surpreso com a quantidade de detalhes que elas continham. Tanto que vamos firmar um compromisso: caso você se interesse e queira a versão completa (se eu fosse colocar todas aqui, bateria o recorde do post mais longo da história do DCPV), entre em contato comigo ou com a Odete através dos comentários dos nossos blogs e você receberá a versão integral e em húngaro ! rsrs
E tem mais, a Dé caprichou na produção pra que a nossa mesa representasse uma verdadeira cozinha Magyar.

 DSC00068-2

A surpresa também foi grande com a riqueza das receitas e com a quantidade de informações sobre a Hungria. Por aqui só falávamos de Goulash, Ferenc Puskas (cracaço de futebol, quase um Ronaldo de lá!!), Budapeste, Tokaji, Magyar e olhe lá!
Continue lendo e você saberá bem mais sobre a cultura húngara.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<
A Hungria se tornou a nação dos Magyars que foram nômades que se estabeleceram nas planícies de terras férteis na Europa central, área conhecida então por Carpathian Basin.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Então, vamos lá ao grande menu Húngaro do Páprika na Feijoada da Odete e do consultor Magyar, o George, o Geo !
Egészségünkre ! ( o equivalente a um brinde coletivo)

Egy (1) – Italok ( Bebida)

Pra aquecer, as já famosas caipirinhas. O Mingão fez uma de kiwi.

DSC00086-2

E outra de limão cravo e kinkã. Magiares !!

 DSC00096-2

Kettö (2) – Elöétel (Entrada)

Gombás rétes (Mushroon strudel)

Rolos de massa phyllo com um recheio de cogumelos.
Esta era uma especialidade da D. Maria Ször, a mãe do George. E é muito bom !  
Faça um refogado de cogumelos porcini hidratados (guarde o líquido) e Paris, finamente picados ( não moídos) num salteado de echalotas.

DSC00081-2

Junte o líquido reservado do porcini, um pouco de vinho branco, sal, pimenta e cozinhe até evaporar. Adicione salsinha, deixe esfriar e faça rolinhos com duas folhas de massa phyllo em forma de triângulo. Leve ao forno até dourar. Corte pela metade.

DSC00100-2

Agora entendemos porque a D. Maria gostava de fazer este prato em ocasiões especiais.
É muito especial mesmo, ainda mais com um fio de azeite de trufas.

DSC00110-2

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Unanimidade nacional, a páprika, chegou à Hungria em 1526, através dos turcos quando estes ocuparam o país. Além da páprika, eles também introduziram a massa phyllo e os vegetais recheados.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

A outra entrada seria Cékla Kocsonya (Terrine de beterraba e raiz forte).

Esta receita é praticamente uma novela húngara. Pra ter uma idéia, eu ( euzinho) demorei umas 3 horas pra fazê-la e na noite anterior. Ainda bem que foi ao lado da Dé já que ela também estava no batente, executando a sobremesa. Pra confirmar, nos alimentamos com este belíssimo sanduba, que eu fiz e é  uma das minhas especialidades.

DSC00047-2

Ela, a terrine,  é uma versão atualizada e modernosa de um prato típico da Hungria que mistura gelatina e carne. Vou fazer um fotolog ( na verdade, uma fotonovela) dele.

1º capítulo – Creme de raiz forte (sour cream, raiz forte)

DSC00029-2

2º capítulo – Caldo (caldo de carne, louro, alho esmagado, pimenta vermelha seca, cravo, suco de limão)

DSC00055-2

3º capítulo – Caldo de carne com pepino em conserva picado e presunto defumado em tiras

                              DSC00056-2

4º  capítulo – Sopa de beterraba 

 DSC00057-2

Todas estas camadas são colocadas, uma sobre as outras, num intervalo de tempo suficiente pra que a gelatina sem sabor ( que está em todos os capítulos) consiga  agir e se solidificar.

DSC00082-2

E, enfim, a nossa Borscht Horseradish Terrine ( o capítulo final da novela) está pronta. E é tão saborosa quanto trabalhosa e fotogênica.

DSC00102-2

Odete e George, esta é mais uma entrada pra figurar no livro das Mais Mais do DCPV!

DSC00106-2

Tomamos um vinho branco, o Chateau Los Boldos Chardonnay 2007 Chile que foi ” refrescante, papricoso, jovial,simplinho ” e um excelente coadjuvante ( pelos comentários dos confrades estava mais pra aquoso).

DSC00098-2

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Antes, os ingredientes mais comuns usados na cozinha húngara eram : dill, horseradish (raiz forte), manjerona, alecrim, sálvia, cogumelos selvagens e caraway seed (família do anis). Foram acrescentados ao longo do tempo,  banha de porco, cebola, alho, sour cream, queijo cottage, nozes e sementes de papoula.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

Három (3) – Fö fogás ( principal)

Fizemos um Tejfölös marhapör költ. É claro que você sabe o que é, né?

DSC00058-2

Este prato foi indicado especialmente pela Odete, pois “é um corte italiano de carne ( o ossobuco) e ganha um sabor tão húngaro por causa do Lecsó ( o sofrito de cebola, alho, tomates, páprika e pimentas)”.

 DSC00060-2

Também é uma receita grande  e é quase um cozimento à baixa temperatura, pois o ossobuco (o Shanks) cozinha por 3 horas e lentamente.

DSC00062-2

O molho é especial! Chega a parecer um roti húngaro com a sua densidade e o sabor muito marcantes.

DSC00061-2

Muito bom e o blog poderia facilmente se chamar Páprika no Ossobuco.

 DSC00119-2

Como acompanhamento, um Kapor Galuska, um Spaztle com dill.

DSC00069-2

Uma massa simples (farinha, endro, ovos e água) que é forçada através de uma peneira a cair na água salgada fervente. A nossa especialista em massas, a Dé, se encarregou de fazer este prato.

DSC00079-2

Fica pronto rapidamente e harmoniza perfeitamente com o ossobuco e o molho (ah! o molho).

DSC00125-2

Sensacional!

DSC00126-2

Tomamos um tinto português, o Loios Alentejano 2007 Portugal que foi “pessegoso, puskoso, groselhesco, rosso”.
Desculpe a nossa falha por não termos vinhos húngaros, mas eeles estavam muito caros em todas as importadoras que eu pesquisei. (Apelo:  precisamos arranjar um patrocinador urgentemente. Aceitamos oferta em garrafas. rs)

DSC00133-2

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Os pratos mais tradicionais da Hungria são : Halászlé (sopa de peixe de água fresca), Gulyás ( o famoso Goulash), Libamá ( fígado de ganso. A Hungria é um dos maiores produtores do mundo), Kobasz ( linguiça típica com páprika).
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

Négy (4) – Desszert ( esta não precisa traduzir!)

Zárdabarack Torta, ou seja, uma Apricot Almond Linzertorte ou melhor ainda, uma Torta de Damasco com Amêndoas que tem origem na Aústria e que o Geo é maluco por ela ( além de ser pela Odete também, é claro!).

DSC00020-2 DSC00031-2

Esta receita também é extensa ( que novidade)  e a Dé a fez inteirinha. Vamos a mais um fotolog:

DSC00039-2 DSC00040-2

DSC00044-2 DSC00051-2

DSC00150-2

Tomamos e harmonizamos com o Sherry Barbadillo Fino ( o mesmo que entrou no recheio de damasco) e ficou bom demais. Só faltou entrar um banda húngara e tocar o hino nacional pra encerrar a nossa noite com chave de ouro.

DSC00155-2

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
As bebidas mais famosas na Hungria são : unicum (licor de ervas), pálinka ( destilado de frutas), vinhos ( o famoso de sobremesa, Tokaji). E era bastante comum as famílias terem as suas vinherias. O sr István, pai do George também teve a sua.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<  

Bom, gratíssimo à Odete e ao George pela simpatia, pelo acréscimo de cultura que nos proporcionaram e pela possibilidade de nos fazer experimentar uma comida tão diferente, com cara de pesadona, mas ao mesmo tempo tão leve e saborosa.

DSC00128-2

Segue o nosso presente virtual,  as nossas já famosas flores e que representam toda a nossa satisfação pelo banquete húngaro.

DSC00071-2DSC00074-2DSC00073-2

Eis a opinião dos Magyares Ferrazenses:

DSC00117-2

Ferenc Puskás aprovaria o menu! Ronaldo também! Köszönön szépen, Odete e Geo. (Edu)
Kocsis, Hidegutti, Magyar dream! Espetacular.
(Mingão)
Nem só de goulash vive a cozinha húngara ! (Déo)

DSC00131-2

Odete, fica o nosso último apelo ao George,  já que você citou num e-mail: By the way, George torce  pelo São Paulo – influenciado por mim, é claro – mas anda ultimamente com tendências corinthianas por conta do Ronaldo… e de tabela agrada o sogro e a cunhada!
Portanto, George, junte-se a nós já que você é um confrade (Odete, ainda dá tempo) e seja um Fiel corinthiano! Abriremos a primeira filial da Gaviões na Hungria!

Viszlát. (Tchau)

PS – O próximo IB ( o 19º) será com a Fabrícia do blog mais ao norte do mundo, o Sopa Vermelha ( desta vez, o tunisiano e confrade Mohamed vai só ver) que nos apresentará um menu Quebecoise. Aguarde. 

Au Revoir !

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.428.262 hits
julho 2009
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Atualizações Twitter