Arquivo para 17 de agosto de 2009

twitter e henrique fogaça no dcpv

número 225
04/08/09

Twitter e Henrique Fogaça no DCPV

ATM CTRC – 100 g atm fco em cub/gmo lrj/az/ervs(mjc,dll,hrtl,cblt)/50g ovcpln/s Mldn. Mrne atm az+s. Srv + lrj + ervs

DSC00352-2

Você entendeu alguma coisa? Você conhece o Twitter ? 

DSC00437-2

Pois segundo o Paladar (30/04/09), “os inventores do tal Twitter não imaginavam que o aplicativo (na verdade um mini-mini-mini-blog onde no máximo, você pode teclar 140 caracteres ), criado por eles em 2006 para que as pessoas contassem na Internet o que estavam fazendo, fosse virar mania entre foodies, chefs e gourmets“.

DSC00364-2

Eles fizeram uma matéria com o Benny Novak (Tappo Trattoria), a Andrea Kaufmann ( AK Delicatessen), o Raphael Despirite (Marcel) e o Henrique Fogaça (Sal Gastronomia) onde os desafiaram a passar uma receita pelo Twitter pra que qualquer pessoa entendesse e executasse. 

DSC00380-2

Esta acima, a do ATM CTRC, é do Fogaça e foi o ponto de partida pra que eu o procurasse por e-mail (através da Fernanda, a esposa dele) e propusesse um DCPV x Chef Cibernético. Ou seja, ele me mandaria um menu com receitas que facilmente caberiam num Twitter qualquer. 

DSC00388-2

Foi assim que nasceu a noite do DCPV x Chef do Henrique Fogaça, o chef revelação 2009 da Vejinha e que gosta de se comunicar pelo Twitter.
Vms lá!

DSC00391-2

Bbdñs

Caipiroska de Morcoti e Dill… 

DSC00382-2

… e Saquerinha de Kiwi com Ameixa. O Mingão está pegando a manha. Stvã ótms.

DSC00376-2

Ñtrds

Sem dúvida, uma das melhores, senão a melhor que experimentamos até hoje. O ATM CTRC é um atum cítrico.

DSC00350-2

100 g de atum fresco em cubos são marinados em azeite e sal.

DSC00370-2

Sirva da melhor maneira que lhe convier, com gomos de laranja ( usei morcoti)… 

DSC00372-2

… ervas (manjericão, dill, hortelã, cibolette)…

DSC00355-2

… ovas de capelim e sal Maldon.

DSC00374-2

Era isto que estava escrito na receita lá de cima, a twiceita.  Uma pintura e saborosa!

DSC00392-2

A outra, a que completou a super-entrada, era um ceviche de peixe-prego (usei linguado, autorizado pelo Henrique). 

200 g de peixe cortado em fatias…

DSC00368-2

… misturados à meia cebola roxa fatiada …

DSC00358-2

… pimentões (verde, vermelho, amarelo) em cubinhos…

DSC00357-2

… folhas de manjericão e hortelã picadas, gengibre, tomate vermelho em cubos, salsa picada, azeite, sal e limão a gosto. 

DSC00369-2

Dica do Henrique : coloque o limão no final pra dar aquela equilibrada no sabor.

DSC00371-2

Junte-se a pintura do Atum e teremos uma verdadeira obra de arte. Sptklr !

DSC00395-2

                              DSC00400-2

Vño – Um branco Torrontés Bianchi 2008 Argentina. Opnã – “Festivo, “harmony cats”, MPB-4, frutal”.

DSC00399-2

Prnçpl

Recebi a receita do Henrique e tive que conter a minha surpresa. Cupim ?
Isto mesmo, cupim

DSC00346-2

Aproveitei a nossa passada pelo sex shop e compramos “o”cupim. E o Henrique recomendou fazê-lo da seguinte maneira : “Coloque o cupim no papel alumínio e deixe em fogo de 180º C por ~3 horas até que ele fique desmanchando. Vá virando a peça ao longo do cozimento. Corte em lâminas e frite”.

DSC00404-2

Mas como ? Sem temperar, eu perguntei?
É, sem tempero, respondeu o Henrique. O tempero  (sal e pimenta) só entra na hora em que você tostar as lâminas do cupim numa frigideira com manteiga de garrafa.

DSC00408-2

Pra acompanhar, mandiocas cozidas e colocadas no forno a 200º C por 10 minutos de cada lado com um fio de manteiga de garrafa.

DSC00403-2

E uma farofa com base de alho e cebola, refogada em manteiga de garrafa (ela de novo!), farinha de mandioca, banana nanica em rodelas, salsa e pimenta dedo de moça em anéis.

DSC00386-2

Um prataço!!

DSC00420-2

E vou tentar descrever como ficou o cupim: crocante em toda a superfície e simplesmente macio e suculento no centro. A cada mordida, a casquinha se misturava a maciez e a fluidez da gordurinha que ainda restava em cada lâmina. Que me desculpe o twitter, mas é impossível descrever este cupim em meros 140 caracteres.

DSC00413-2

Vño –  A primeira tentativa  foi com um brasileiro, o Dal Pizzol Assemblage, que se mostrou bonitinho, mas ordinário.
Na segunda tentativa, um outro brasileiro quase tão ordinário quanto o primeiro, o Cabernet Sauvignon Millésime Aurora 2004 que foi bebível e o achamos “nacional, kononora kido, from cascadura, nota 5″.

                                             DSC00412-2

DSC00425-2

ÇBrMZ

Henrique indicou um creme brulée. Até aí, nenhuma novidade. Só que este é de milho verde.

DSC00349-2

E fácil de fazer (ê, twitter!). É só bater 400 ml de creme de leite com 50 g de açúcar e 1 lata de milho verde ou 3 espigas. Reserve.  

DSC00428-2

Bata 4 gemas com 100 g de açúcar e misture o creme de leite com milho aos poucos.
Coloque em tigelas refratárias e cozinhe em banho maria (180º C) no forno. 

DSC00430-2

Maçarico no acúcar de confeiteiro e… pronto!

DSC00433-2

Só pra não perder a viagem, um cálice dum Undurraga Late Harvest.

DSC00429-2

Eis a opinião dos twitteiros sobre esta noite onde nos sentimos no Sal Gastronomia:
140 caracteres ? Dá pra definir :excelente ! Tudo ! (Edu)
Minimalista! Twittista!!! Maravilhoso! (Mingão)
Gostei demais; surpreendentemente delicioso! (Déo)

 DSC00402-2

Grato ao Henrique ( e a Fernanda) pela indicação e pela simpatia. Com twitter ou sem twitter, todas as receitas são saborosíssimas e formam um conjunto harmonioso e extremamente delicioso.

Ci U !

.

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 659 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.420.422 hits
agosto 2009
S T Q Q S S D
« jul   set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios