Arquivo para 10 de junho de 2010

dcpv – tá todo mundo falando grego!

número 254
11/05/10

Tá todo mundo falando grego.

Grécia sempre esteve na moda. Desde os tempos de Aristóteles (inclusive, o Onassis), Homero, Sócrates, Sófocles , Demis Roussos e quetais.

Só que desta vez e infelizmente, não estão falando dela por causa dos seus filósofos, seus encantos ou até mesmo da sua excelente culinária mediterrânea.

O destaque, se é que podemos falar assim, é devido a péssima administração econômica e o consequente desastre que desencadeou um terremoto financeiro (com poucos graus na escala Richter por enquanto, mas com aparência dum daqueles terríveis).

E justamente pra fazer um desagravo e aproveitando o livro Toque da Grécia, cozinha do Sol (Ali Fakhri), vou ressaltar as qualidades gastronômicas deste belíssimo país (que infelizmente ainda não conhecemos. Está na lista).

” A culinária grega é considerada uma das mais antigas do mundo. Os gregos apreciam comer bem e desenvolveram, através dos tempos, uma culinária característica, encontrada em restaurantes de todo o mundo”

Portanto, não espere ver Arroz à  Grega e churrasquinho por aqui! Teremos Patatosalata, Salata me Avocato, Pastitsio, Moscháraki Me Banies e Samali. Bacana, né?

Bebida – Tequila (???)

Na falta do ouzo, os malucos (Déo e Mingão) tomaram uma tequila com limão e sal.

Salatés – Patatosalata  e Me Avocado

Patatosalata é uma salada de batatas. Viu como grego é muito fácil?
E mais fácil ainda é se fazer esta salada.
Basta ferver um litro de água e colocar batatas pra cozinhar até ficarem macias.

Tire a casca, corte em rodelas e coloque numa tigela grande.
Faça um molho com 1 cebola picada, suco de l limão, salsa picada a gosto, azeite de oliva , sal e pimenta  do reino.

Jogue este molho sobre as batatas enquanto ela estiver soltando vapor pois ao esfriar, o molho penetrará nelas. Um verdadeiro escândalo de gostoso.

Já a Salata Me Avocato é isto mesmo o que você está pensando: uma salada de abacate!

Alface fatiado misturado ao abacate, também em fatias e tomates-cereja.

Azeite, vinagre e suco de limão. Mais um belo representante do sol!

E já que estamos falando nele, um Espumante Salton Brut (sim, senhores. Tenho mais 3 deles) que foi “re-bom, salton, o zorba, honestíssimo, deliciosos” segundo os adoradores de churrasquinho, nós mesmos.

Pites – Pastitsio

Esta não dá pra adivinhar. Pites são tortas e Pastitsio é uma delas de espaguete e carne moída.
Curioso, não? E delicioso também.

Uma montagem, numa forma untada, duma camada de espaguete cozido …

… carne moida bem temperada e refogada na cebola, adicionando-se tomate, louro e manjericão …

… mais uma camada de espaguete e …

… finalizando com um molho bechamel e queijo parmesão.

Daí pro forno até dourar.

Formaram juntas, a pite e as salates, uma entrada daquelas (mais uma!). Fantástica e helênica!

Kreata – Moscharáki Me Bamies

A minha teoria sobre a facilidade de se entender o grego  está indo literalmente pro brejo.
Kreata é carne. E Moscharáki Me Banies é Guisado de carne com quiabo. Acho que pelo tamanho  da palavra, Banies são quiabos. rs
De qualquer jeito, este guisado é um belíssimo cozido que é feito numa base de cebolas douradas e acrescentando-se tomates picadinhos, salsa e temperado com sal e pimenta.

Foi cozinhado por aproximadamente 1,5 horas, quase que numa baixa temperatura.
E adicionado-se quiabos que após serem bem lavados e secos, foram deixados de molho em vinagre.

Servi bem quente com um arroz de salsinha.

Mais uma belezura que nos fez ver aqueles mares azuis das ilhas gregas. E ohe que eram quiabos!!

Acompanhamos com um tinto “político, orzo, zeppelin, delicioso”, o Cabernet Sauvignon Sucre 2007 Chile. 

Glyka – Samali.

Se o nome desta receita fosse uma questão numa prova de grego, dava pra tirar meio-certo.

Samali é um bolo de semolina com calda de limão. E glyka, é doce!!

O bolo é quase um daqueles pudins de pão  de padaria, o famoso mata-fome. Semolina, açúcar, ovos, manteiga, canela em pó e amêndoa picada.
A calda é formada de açúcar, água e limão.

Um com o outro e o doce, razoável, foi servido.

Eis a opinião dos Zorba:

Crise  econômica? Aqui a bolsa subiu! (Edu)
Melhor que um casamento grego, é a culinária grega. (Mingão)
“Crash grego”?? Vi não; delícia zorbística. (Déo)

Durante séculos, a Grécia foi invadida por romanos, bizantinos e turcos. Os conquistadores desembarcaram seus exércitos, mas também trouxeram as ervas e as especiarias de lugares distantes, que são generosamente usadas pra realçar o sabor dos alimentos e estimular o apetite. Graças a esta variedade, os pratos gregos passaram a ter um sabor único, diferente de tudo o que se conhecia”.

O livro está certo. A culinária grega é muito interessante, um tanto quanto primitiva e  te transporta pra lá imediatamente.

Uma verdadeira viagem.

Ya.

.

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 661 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.418.225 hits
junho 2010
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios