31º IB – Margot cosas de la vida no DCPV

número 264
14/09/10

31º IB Margot cosas de la vida no DCPV

As vezes,  a diferença das línguas é uma grande barreira. Nem sempre você consegue assimilar tudo o que esta barreira impõe.
Em outras oportunidades, ela aproxima as pessoas. E foi o que aconteceu neste caso.

A Margot do excelente blog  Margot cosas de la vida, sempre foi uma habituée do DCPV (e isto é recíproco). E ela tem uma condição geográfica excepcional: é espanhola e melhor, mora em Barcelona (todo mundo sabe que a Dé e eu morremos de amores por esta bela cidade!).

Só isto já seria mais do que motivo pra convidá-la pra participar dos Inter Blogs (quer saber o que é?)
Adicione a extrema simpatia e o bom humor dela às receitas multi-coloridas que são exageradamente fotogênicas (a Dé adora!)  e com uma tremenda cara de saborosas e teremos o porque dela estar por aqui.

Voltemos a barreira linguística. Tudo começou em 08/06/09. Eu, entre outras coisas disse pra ela já que você é praticamente um ícone do DCPV, não gostaria de participar dos Inter Blogs?”

Ela respondeu: “Cuentame que es eso de Inter Blogs, muestrame una pagina… pero esas siglas que son? DCPV?”

Após alguns e-mails em que o meu português era entendido por ela; o espanhol dela por mim e uma série de “rsrsrs” da minha parte além de um monte de “jajajajaja” dela, deixamos engatilhado o roteiro do menu. 

Inclusive, acabamos (eu e a Dé) sendo convidados prum concerto dela (ela é soprano) lá em Barcelona e no final de 2009.

Infelizmente não pudemos ir, mas já deixamos marcado um tour catalão pro ano que vem. Certamente passaremos bons momentos e daremos muitas risadas com ela.
O tempo passou e ela, original que é, nos enviou o menu final, a “herencia” culinária.

Poética e premonitória, ela o intitulou Mediterrani Ilum i Color. Consta de 5 tapas livianas y dos mas contundentes, como el atum e las carrilleras. He combinado varios ingredientes como son: carne y pescados, verduras y frutas. Para finalizar, esta locura de cocina en miniatura… Que mejor que este postre de fresas con cava llamado Un toque de Locura?”

Quer coisa mais instigante do que uma descrição destas, pra te deixar animado pra pintar? Como? Pintar?  

Na verdade, estas receitas da Margot são praticamente aquarelas em que cada ingrediente é uma cor e você se sente um verdadeiro artista ao montar estas obras-primas!

Às tapas, então! E não vamos deixar a diferença de línguas atrapalhar, mesmo porque são elas, as nossas línguas, que irão trabalhar bastante!

Bebidita – Aquecemos (literalmente) com uma variação do Whisky Sour, o Jerez Sour.

Tapa Uno – El Jardin de los Pensamientos.

“Es un bocado donde las flores son las protagonistas,  como en los patios de Cordoba  llenos de flores y frescor.”

Corte avocado, pêssegos, marmelada e salmão defumado em pequenos cubos.

Faça um vinagrete com azeite, vinagre, sal e geléia de laranja.

Emulsione e misture ovas de salmão.
Monte colocando por baixo folhas mescladas de hortaliças, logo acima os ingredientes cortados em cubos e tempere com o vinagrete.

Decore com os pensamentos (no nosso caso, pétalas de rosas).
Margot, o nome foi muito bem dado. É um verdadeiro e saboroso jardim. E ficamos pensando o quanto seria bom comermos esta tapita a noite inteira.

Tapa Dos – Pulpo a Sirena.

“Esta tapa nos transporta a dos  lugares maravillosos Prades y Vigo.(Patatas de la comarca de Tarragona y el pulpo de Galicia)”

Espete uma batata com um garfo e cozinhe. Tire a pele e corte em cubos grandes.

Espalhe pimentão em pó num pratinho.

Coloque o cubo de batata no centro, um pedaço de polvo cozido por cima …

…  e cogumelos (usei shitake salteado).

Tempere com Flor de Sal e um fio de azeite.

Esta também é pra comer aos montes e sentir o gosto e o cheiro de maresia da BarcelonetaMargot, bingo!
Servi estas duas tapas conjuntamente. Ficaram bem bonitinhas, né não?

E tomamos um legítimo espumante brasileiro o Salton Demi-Sec que foi “p.q.p., que Boqueria, harmony, perfeito ” segundo a bela e os belos guapos.

Tapa Tres – Passión.

“Esta tapa nos lleva a un Madrid moderno y excitante por la mezcla latina de sus gentes.”

Tire a pele do tamarillo (tomate japonês. Tem no sex shop) e corte em pedaços pequenos.

Dê umas pilonadas em alguns pistaches.

Faça um molho com maracujá, sal, vinagre e mel. Emulsione.

Monte numa colher com o tamarillo, o molho e os pistaches.

“Es una explosión de sabor y cosquilleo que te engancha a comer mas de una…”.
Correcto, Margot. Correcto! E é como comer um belo perfume!

Tapa Cuatro – Alejandria, moun amour.

“Esta mezcla me sublima, funde dos culturas como son Navarra (queso) y Salamanca ( Ibérico). Resultando la combinación… una exquisita belleza y sabor.”

Fatie em lâminas finas um queijo Idiazábal (de cabra da região de Navarra). Procurei no sex shop e não encontrei. Comprei um “similar” bem firme que me permitisse fatiá-lo conforme descrito. Ledo engano! Não consegui e o jeito foi quebrar um galho com uma bela muçarela!! rs

Estire a fatia (como um caneloni) e coloque figo e presunto ibérico.

Enrole e tempere com um molho emulsionado de pistaches, sal, vinagre e azeite.

Decore com pétalas de flores e um ramo de tomilho limão.

Juntei as tapas 3 e 4 e acabou resultando nisso: (a fotógrafa gastronômica oficial do DCPV, a Dé,  agradeceu).

Margot, quem seria esta Alejandria? A cidade?

Tapa Cinco – Caramelo a la Huerta.

“Esta tapa conjuga dos grandes ciudades con sus playas y su maravilloso pescado.Valencia y Alicante.”

Salteie abobrinha, cebola roxa, beringela e pimentão vermelho cortados em cubos. Tempere e deixe esfriar.

Coloque numa forma e no forno por 5 minutos, linguado cortado em tiras com um fio de azeite por cima e temperado com sal.

Corte massa Phyllo com 10 cm de largura e enrole recheando com um pedaço de linguado e os legumes.

Dobre e feche cada lado com ciboulette. Finalize com um pistache (pra dar uma corzinha) e leve ao forno até a massa dourar.

              

Fica extremamente crocante e parece realmente uma bala. Mais mediterrãneo impossível, Margot!

Tapa  Seis –  Takai de atum

” Nos puede llevar tanto a Barcelona o Madrid lugares donde  la fusión oriental esta a la última moda culinaria.”

Corte atum fresco em cubos grandes. Marine-os  por 3 horas com gengibre cortado em cubos pequenos, azeite e shoyo.

Seque-os e doure-os levemente (não se esqueça que o centro deles deve ficar cru!)

Frite camarão com as cabeças e cascas. Descasque e guarde as cabeças.
Coloque azeite numa frigideira com um pouco do marinado do atum e junte cabeças de camarões. Filtre o azeite e reserve.
Num espeto de madeira, coloque um cubo de atum, ervilhas cozidas, cogumelos, camarão frito e finalize com o azeite reservado e gergelim tostado.

Este é de chorar, Margot! A Dé estava quase desistindo e indo dormir, mas não resistiu também. Quanto ao resto do bando, estávamos loucos pra degustar o número 7.

A junção do 5 e do 6 também quedou-se muy hermosa!

Tomamos um tinto leve espanhol, o Bierzo Mencia Tilenus 2005 que foi “ultra-leve, baloon, delicado, dominesco” .

Tapa Siete – Máximo Placer

” Es el que nos provoca Castilla  con sus carnes, son adoradas  desde siempre por ricos y villanos.”

Pegue um músculo de vitela e frite numa panela com azeite por 15 minutos.

Junte alho porró, cenouras em rodelas, cebola em brunoise, louro, tomilho, pimenta, ras al hanout e cozinhe por mais 15 minutos.
Coloque um copo de vinho tinto da Rioja e deixe evaporar. Adicione pistaches, tâmaras e um pouco de água quente.

Deixe cozinhar por mais duas horas. Passado este tempo, retire o louro, o tomilho e triture tudo. Passe o molho no chinois e reserve.
Corte a carne em pedaços pequenos. Monte estes pedaços em aros e compacte muito bem.

Decore com cenouras, pistaches e pedaços de tâmaras. Sirva o molho em pequenas molheiras. 
Mais um nome perfeito pra receita. Máximo prazer!

 Foi exatamente o que tivemos ao comer uma carne tão macia que chegava a derreter na boca!

Tapa Ocho – Un toque de locura.

“Nos produce la mezcla  de las fresas con el cava, fresas de San Pol de Mar (tierra de la gran chef Ruscalleda) y las cavas catalanas.”

Liquidifique 250 g de morangos junto com 3 colheres de açúcar e passe numa peneira resultando num purê fino e sem sementes.
Coloque 500 ml de cava pra ferver e junte agar-agar (vou confessar, usei gelatina sem sabor!), fervendo por 1 minuto.
Retire do fogo,  junte mais 3 colheres de açúcar e misture até dissolver.

Junte a cava com o purê de morangos e segundo a Margot “aqui dejamos volar nuestra imaginación”.

E foi o que eu fiz. Coloquei em copinhos de vodka …

… e em colheres de cerâmica.

Como não achei os Peta Zeta indicados pela Margot, improvisei com palitos de chocolate espanhol e o já famoso açúcar gay.

Um grand finale prum jantar voluptuoso e de personalidade.

Eis a opinião dos adoradores de tapas:

Deliciots espanhols! Que maravilhoso! Tudo! (Edu)
Uma noite em Barcelona! Maravilhosa
! (Mingão)
Perfecto! Hermoso! (Deo)

Margot, grato pela participação que certamente foi marcante ao extremo. Como sempre e desta vez mais ainda, os IB acrescentaram e muito à nossa cultura gastronômica e sentimos sabores jamais experimentados.

Segue, como manda a tradição, as nossas flores virtuais. Com as cores espanholas!

“Hay muchas cosas en la vida que nos dan placer. Una de ellas es la comida. Hoy me he dejado llevar por el contraste de sabores”.

Margot, a tua missão foi mais do que cumprida!

PS – Eu me enganei no último IB quando anunciei que o próximo (este que acabei de postar) seria o da Lu Betenson do Rosmarino e Outros Temperos.  E agora sim, é verdade. Fizemos o tal no último sábado (18/09).
O local foi o mesmo: na praia, com um menu praiano e com a presença da Lu e do Mike, o esposo dela além da Marcie e do Ciro Pellicano e da Regina e do Mingão. Aguardem a publicação do post!

.

Anúncios

10 Responses to “31º IB – Margot cosas de la vida no DCPV”


  1. 1 chopp setembro 20, 2010 às 4:43 pm

    Que experiência hein?!!!

  2. 2 Beth setembro 20, 2010 às 7:17 pm

    Edu
    De tanto ler o seu blog um dia eu tomo vergonha e aprendo a cozinhar alguma coisa, risos.
    Simplesmente delicioso tudo o que vejo aqui.
    Abs.

  3. 3 eymard setembro 20, 2010 às 10:49 pm

    Putz, fico sempre esperando as terças feiras, e nao tinha passado por aqui ainda hoy.
    Que espetaculo!!!!
    Entre tapas e beijos.
    Eu gosto muito de Atum e eete menu é de matar! Barcelonesco, picassesco, gaudiesco e luzistico!

  4. 4 eymard setembro 20, 2010 às 11:05 pm

    Socio, donde descobriste “Margot” e como a escondeu ate agora? O blog dela é muito bonito. Que belas fotos e comidas. Figos com Jamon (o verdadeiro…). Polvo com roma?????? O que é aquilo????

  5. 5 Ameixinha setembro 21, 2010 às 12:59 pm

    E viva a Espanha e a Margot!

  6. 6 margot setembro 21, 2010 às 4:46 pm

    Ohhhhhh!
    Queridos,chopp,beth,eymard,ameixinha.
    Gracias a todos por vuestras palabras,me
    alegro que os guste mi nenú-degustación, que
    Edu a cocinado tan bien.
    Barcelona y Brazil es una buena mezcla.
    Adoro vuestras playas, el ritmo de sus
    gentes, la belleza de sus mujeres,
    y esa maravilla
    de sol.
    No conozco Brazil, solo lo he visto en reportajes…
    espero algún día poder verlas.
    Igualmente si venís a Barcelona,
    me gustaría conoceros, estáis invitados a que
    os haga de “cicerone” (guia) por Barcelona.
    Gracias Edu por estos momentos tan mágicos.
    Un abrazo a todos.
    Margot

  7. 7 Sueli OVB setembro 21, 2010 às 11:55 pm

    Uau, Margot!
    Escandalosamente divino, lindo e o que deve ter ficado bom!
    Máximo prazer não é o nome de uma das receitas, é o que a gente sente só de ver.
    Parabéns! De comer com el alma.

    EDU
    Geléia de laranja? Tinha geléia de laranja?
    Estava tudo tão lindo! Adoro essas coisinhas. Esses são os únicos “tapas” que caem muito bem.
    Já estou morrendo de “inveja” do último sábado na “praia”.
    Beijos, querido, em todos.

  8. 8 eymard setembro 22, 2010 às 9:20 pm

    hum…esse novo template…que delicia!!! E torrone??? Se nao é, parece!! To de olho….(risos).

  9. 9 Bá Conti - www.publicitariaeviajante.blogspot.com setembro 23, 2010 às 9:10 am

    Absolutamente fantásticas as cores dessas fotos!!
    Impossível não ficar com água na boca em cada uma… delícia!
    Vou anotar as receitas 😉
    Um abraço!

  10. 10 eduluz setembro 23, 2010 às 1:47 pm

    Chopp, a Margot nos mandou receitas incríveis.

    Beth, estas receitas são fáceis. É um bom jeito de começar! 🙂

    Sócio, margozesco! Margosíssimo! (de bom, não de amargo!) O blog dela é fantástico.

    Ameixa, Espanha e Margot por favor.

    Margot, não convide muito que nós vamos!
    O sentimento pelas cidades é recíproco. Até hoje, a Re e a Dé lembram da Xocolateria Fargas.
    Gracias pelo IB e esperamos a tua visita por aqui,ao vivo e em muitas cores.

    Sueli, acertou. Tudo bonito, gostoso e barcelonesco.
    E eu tinha certeza que você falaria na geléia de laranja!! rs É, comprei e vou levar o pote pra Brasília.

    Sócio, você está desenvolvendo um novo sentido: o olfato internetesco?? rsrs Seria mais um negócio?

    Bá, anote, faça, fotografe e coma. Exatamente nesta ordem.

    Abs a todos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.423.174 hits
setembro 2010
S T Q Q S S D
« ago   out »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: