Arquivo para 16 de novembro de 2010

piemonte – primo giorno – ô dia agitado, sô: turim, combal.zero, eataly…

29/10/10

Piemonte – Primo Giorno  – Ô dia agitado, sô: Turim, Combal.Zero, Eataly…

Este foi um daqueles primeiros dias de viagem pra não esquecer.

Encontramos com o sócio e a esposa, a Lourdes em Cumbica e seguimos pro nosso destino.

Vôo sossegado da TAM e chegamos tranquilamente a Milão. Pegamos os carros (grato Europcar pelos upgrades) e rumamos diretamente pra Turim.

Na verdade, aproveitamos pra dar uma parada em Vercelli, uma cidade muito conhecida pelos apreciadores de risotto já que é lá que a maioria dos grãos são cultivados.

O caminho todo foi uma sucessão de “olha aquilo” e “veja isso”.

Afinal de contas, estamos em pleno outono o que significa folhas nos mais variados tons.

Chegamos  por volta das 14:30 hs e consequentemente, encontramos a maioria dos restaurantes fechados.

Só nos restou apelar e almoçar no único café aberto, o Leòn.
Dois risottos, duas cotolettas (acho que da Sadia) e quatro arrependimentos depois, estávamos rumando definitivamente pra  Turim.

Chegamos ao hotel Le Méridien Turin Art+Tech (um achado do Eymard), fizemos o check-in e  confirmamos que a área em que o hotel se localiza (Lingotto) é uma verdadeira maravilha pois além dum montão de atrações, ela tem a mãe dos sex shops, o Eataly.

 

                                             

Trata-se dum estabelecimento espetacular com o máximo de ingredientes  fantásticos  que você possa imaginar e melhor, com aquele clima que só a tutela do Slow Food poderia  chancelar.

Vimos a loja muito rapidamente (é claro que voltaremos) e fomos nos trocar pra primeira grande refeição da viagem.

Seria no Combal.Zero do genial chef  Davide Scabin , uma figuraça da cozinha italiana. O restaurante fica em Rivoli e numa região lindíssima.

Dá pra imaginar o seguinte cenário: um castelo no topo da montanha que é um museu de arte contemporânea?

               

Chegamos atrasados por culpa duma obstrução de trânsito e percebemos  a organização que um estabelecimento deste nível tem que ter.

Ele é surpreendentemente grande e absolutamente espetacular.

Olhamos tudo e nos encaminhamos pra nossa mesa que era a mais central de todo o restaurante.

Demos uma bela passeada pelo menu tomando um champagne (nada como brindar ao início duma viagem) e partimos pro “sacrifício”.

A Dé e a Lourdes escolheram à la carte. Eu e o Eymard fomos diretamente no degustação, o que significava 10 pratos.

Como sempre, amuses foram servidos e estes além de bonitos e plásticos eram deliciosos. Constavam de várias versões de salumi imperdíveis.

Conversamos e rimos muito. Enquanto isso, os pratos começaram a chegar. Albese di merluzzo com pomodoro cuore di bue alla birra. Isto mesmo, cerveja das encorpadas compunha o molho e nos foi servida pra acompanhar.

Seguiu-se ostriche al lemongrass e peperoncino, ananás marinato, uma epopéia de frutos do mar em que parecia que se estava ingerindo um pouco de água salgada. Perfeito!

Mais um das profundezas: impettata de seppie, capesante e polpo alla Luciana ou seja, lula, viera e o polvo mais crocante e com sabor diferente que já comi na vida.

Seguiram-se, matrioska di tropea, uma cebola roxa desconstruída onde entre cada camada foi colocada uma especiaria e ela foi remontada logo após cozida, …

macedônia di pasta alle cinque espécie e bisque d`astice (uma mistura de massas dos mais variados tipos e cozidas al dente em caldos de especiarias),…

foie gras d`oca poché, shitake, pak choi, dashi, língua, emulsione di olio extravergine di oliva (uma mistura asiática intrigante e instigante), …

maialino ao caffe (um porquinho gordo com um molho e uma crosta de café), …

… e a o que seria a consagração da noite: a patata horizontale. 🙂

Só o teaser do prato já valeria a visita.

São 6 formas de apresentação do vegetal adorado por todos (e especialmente pela família). Creme parmantier, carbone, gnocchi, cruda, buccia fritta e “casey”purê. Tudo muito saboroso e ficamos, eu e o Eymard, passando pedaços  das iguarias pras nossas mulheres.

Enquanto isso elas já tinham comido os pratos delas: ambas pediram um gazpacho que estava sublime, …

…, a Dé foi de maccheroni, quase um suflê de queijo parmeggiano 16 anos que mais parecia literalmente uma obra de arte (mesmo porque foi servido num quadro) …

… e a Lourdes experimentou um legítimo risotto ao limone com farofa de noz pecan.

Ufa! E ainda tínhamos as sobremesas: fusiones a freddo, uma salada de frutas com um sorbet na sua base que reagiria quimicamente com a adição de água com gás e …

… um microparfait di cioccolato bianco, salsa al cioccolato fondente 70% guanaja.

A Dé pediu um maccheroni souflé, zuppa di gelato alle noci pecan caramellate, arancio.

E a Lourdes um parfait au grand marnier, coulis di cachi.

Acrescentando-se uma torre de trufas (as de chocolate) foi covardia.

Tudo absolutamente perfeito.

Conseguiu ficar mais ainda quando fomos convidados a conhecer toda a cozinha do Combal e melhor, conversar com o chef e a simpática Manuela.

Sentamos numa mesa lá dentro, tomamos um drinque que nos foi oferecido (vodka, água tônica e rodelas de limão) e a surpresa maior foi perceber que o chef estava interessado em saber não somente como foi o nosso jantar além de nos perguntar quais os dois pratos do menu não seriam servidos se nós fôssemos os chefes!
Também perguntou quais os dois pratos que faríamos em qualquer hipótese. Ou seja, quais foram imperdíveis na nossa opinião.
Muito interessante e difícil de se ver uma atitude dessas por aí!

Ainda ganhamos um brinde, uma lata personalizada de molho de tomate com a assinatura do Davide e relativa ao melhor prato da noite.

Não é por acaso que o Combal está entre os 50 melhores restaurantes do mundo.

Ah! A Dé e o Eymard tomaram uma xícara daquele café, o Kopi Luwak, o que passa pela digestão do animal. Resultado?
15 Euros a menos em cada uma das nossas carteiras e risadas aos montes.

                

Era quase 3:00 hs. Frio, caminho de volta pro hotel e uma boa noite de sono.

Prum primeiro meio-dia de viagem estava mais do que satisfatório.

Arrivederci. Amanhã passearemos por Turim.

 .

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 661 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.415.846 hits
novembro 2010
S T Q Q S S D
« out   dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios