drobadinha na praia – museu da língua portuguesa e pomodori

21/11/10
happy birthday to me

Drobadinha na praia – Museu da Língua Portuguesa e Pomodori.

Sabe que com toda esta vontade de conhecer tudo, ainda não tínhamos ido ao Museu da Língua da Portuguesa.

Praticamente uma vergonha, mas antes tarde do que …
Domingão. Acordamos cedo e fomos pra região da Luz (o lugar prometia). Pergunta: quando será que esta belíssima localidade será totalmente reurbanizada e se transformará num polo turístico?

Estacionamos tranquilamente na rua, sem nenhum pobrema (nem flanelinha tinha!) e fomos conhecer o tão badalado museu. A entrada é feita através de um elevador. Optamos por subir e fazer a visita descendo.

Vimos no 2º andar a história da formação da nossa língua Pátria. Painéis multi-coloridos e mídia,…

… estações interativas e …

… uma sensacional instalação pra se conhecer o significado das palavras.
Ah! Descobrimos até a origem da palavra cachaça.

A esposição especial (a do 1º andar) denominada Plural como o Universo  é sobre o poeta Fernando Pessoa e seus infindáveis heterônimos.

Mais um espaço totalmente lúdico e com um jeitão poético no ar.

Não somos uns fernandopessoalológos ferrenhos, mas gostamos de absolutamente tudo.

Logo após este banho de cultura e abastecimento da alma, resolvemos nutrir o corpo.
Fomos conhecer (era o dia da descoberta)  um dos restaurantes italianos mais afamados de São Paulo: o  Pomodori.

Chegamos e fomos recebidos pelos própios.

O lugar é muito agradável (foi ampliado recentemente) e tem mesmo um jeitão duma bela trattoria chic.

O chefe Jefferson Rueda conseguiu deixar tudo com uma cara simpática, a começar pelo belíssimo couvert com salames, mussarelas de búfala fresquíssimas e afins. Uma pena que não tinha mortandela.

Pedimos um vinho branco italiano e brindamos a esta data tão importante no calendário mundial.

O picolo chegou rapidamente. Uma massinha com uma saborosa cama de funghi, um belo presentinho do chef.

Estudamos o omenu e escolhemos: a Re foi de ravioli de batata doce com molho de grana padano e cebolas fritas. Ela disse que tomaria um litro daquele néctar, o molho e comeria mais um quilo das cebolas.

A Dé pediu uma massa com nome/corte diferente (stracciatori, scravatori, ??) à matriciana. Adorou e eu aproveitei par comer uma bela parte dela já que o molho também era delicioso. Em tempo: descobri que a massa se chama strascinatti. Viva o santo Google!

Eu fui de frutos do mar na brasa com spaghettini ao pesto. Absolutamente perfeito.

Ainda abusamos um pouquinho e exclusive, experimentamos sobremesas (2×3). Espuma de coco com zabaione 

… e torta de limão siciliano com sorvete de mascarpone.

Competentes, mas não a altura das massas que por serem feitas ali mesmo deram o tom do almoço.
Enfim, o Pomodori é um lugar pra se voltar várias vezes e provar todo o cadárpio.

Voltamos pra casa a tempo de ver um pequeno vexame do Timão que não foi o suficiente pra tirar o nosso entusiamo diante deste pogramaço cultural.

Até a próxima dobradinha.

PS – É claro que eu sei escrever dobradinha, problema, exposição, próprios, menu, mortadela, cardápio, programaço e inclusive, inclusive  corretamente.
Acontece que este foi o jeito que eu encontrei de homenagear a nossa língua e o museu dela.
Além de perceber quem é que está prestando atenção nas minhas mancadas! 🙂

.

11 Responses to “drobadinha na praia – museu da língua portuguesa e pomodori”


  1. 1 eymard dezembro 7, 2010 às 7:45 am

    Edu: muito bem comemorado e bebemorado! Alias, as comemoraçoes começaram bem antes (rs). A drobadinha trupicou na nossa patria. Minha lingua é minha patria. E viva a lingua portuguesa e todas as outras linguas. Eu acho esse museu um show de criatividade e o seu texto, cheio de trupicos, ficou delicioso.

  2. 2 Ameixinha dezembro 7, 2010 às 10:35 am

    Até conseguiste que o Pessoa se deitasse no cabeçalho 🙂 Este é o meu tipo de comida, sem carnes cruas! Viva a língua portuguesa, sem ela não nos entenderíamos a tantos km de distância 🙂

  3. 3 Sueli OVB dezembro 7, 2010 às 12:12 pm

    Ontem à noite, fiquei me perguntado o que Fernando Pessoa estaria fazendo no template, substituindo a escultura sex, que está no Memorial JK.
    Acho que houve mudança de planos, será?
    ADORO esse Museu da Língua Portuguesa! O único museu no mundo com essa característica.
    Vi aí a primeira montagem em homenagem a Guimarães Rosa, da Bia Lessa, que estava fantástica. A da Clarice Lispector vi aqui em Brasília, no CCBB, uma reprodução do que havia sido apresentado aí, também cenografia da Bia.Estava bárbara.
    A homenagem a Machado de Assis, não vi, não sei de quem era a cenografia. Uma pena!
    Ir a Sampa ver essa exposição em homenagem ao meu queridinho Fernando Pessoa, com cenografia de Hélio Eichbauer, é prioridade para os primeiros dias do ano. Vou aproveitar para conhecer o Pomodori.
    Beleza de dia, Edu, pena que o Timão decepcionou!
    Vão-se os títulos, ficam os torcedores apaixonados.

  4. 4 eymard dezembro 7, 2010 às 1:02 pm

    Sueli: e, no caso, os torcedores estavam mais apaixonados do que nunca!!! (rs)

  5. 5 Valéria V. dezembro 7, 2010 às 2:34 pm

    Oi Edu!
    Que beleza de dia!
    Também reparei esta falha há uns 20 dias atrás quando fomos para o show de Paul McCartney. Por sorte podemos ver esta bela homenagem a Fernando Pessoa. Fiquei deslumbrada com o espaço e tudo que ele oferece. Irei com mais calma depois… Até para saborear essas massas deliciosas!

  6. 6 Sabrina Romano dezembro 7, 2010 às 2:49 pm

    Desde pequena aprendi a amar o centro (meu pai é daqueles que acordava cedo no domingo para visitar o pateo do collegio!), mas a revitalização é prá lá de necessária. Abs

  7. 7 eduluz dezembro 9, 2010 às 8:43 pm

    Sócio, se começaram.
    Gracias e que todo mundo vá visitar o Museu (o Pomodori também).

    Ameixa, o meu também! Mas sabe que eu estou com tanta saudade de carne cruda que não consigo passar na frente dum açougue… rsrs
    Boa, viva a língua portuguesa, se bem que em alguns casos os nosso portugueses parecem ser línguas muito distintas (taí um bom tema prum post gastronômico: as diferenças entres os portugueses falados no Brasil e em Portugal).

    Sueli, não houve não.
    O Niemeyer era a continuação do post do ISB. E o Fernando, grande Pessoa, era pra indicar o próximo.
    Quanto ao Timão, já estamos reservando um pacote pro Emirados no final do ano que vem. rs

    Sócio, vamos?

    Valeria V, pode ir ao Pomodori pois a sensação é a mesma que a do Museu. É claro que não é a mesma de ir ao Paul. Gostou do velhinho? rsrs

    Sabrina, bem que poderia accontecer esta tão esperada revitalização no centro, né?

    Abs atomatados pra todos.

  8. 8 Madá dezembro 9, 2010 às 9:47 pm

    Edu, uma combinação perfeita. Quando vi o título, quase não abri o post. Eu ainda não gosto de comer dobradinha… Porém, foi um alívio ver os pomodori.
    Eymard, bem lembrado. Também gosto da homenagem do Caetano ao Pessoa e Camões em Língua! Nessa linha, também acho lindo o Patria Minha, não rima com mãe gentil, do titio Vinicius.
    Porém, a Ameixinha disse tudo ! Que bom que ela voltou ao índice dos três primeiros comentários.
    Sueli, aqui no Rio, o Machado foi revivido nos jardins da ABL com nova passagem interna entre os prédios da sede.

  9. 9 Cláudia dezembro 10, 2010 às 12:12 am

    Estou louca para ver essa mostra do Fernando Pessoa, mas pena que minhas idas a São Paulo estão mais escassas…
    Edu, fui uma única vez no Pomodori há uns 3 ou 4 anos. Na época, um restaurante bem pequenininho e a comida era realmente muito boa, mas o que mais me lembro de lá foi que achei super caro para a proposta que eles ofereciam.Era um dia de sábado e o restaurante só tinha mais uma mesa ocupada. Achei super estranho.Ainda bem que caíram na real. Li na Folha, que após a reforma eles ajustaram os preços para baixo. Melhor assim.

  10. 10 Chopp dezembro 14, 2010 às 8:15 am

    Quanta coisa boa de se ver! E você tem o dom de descrever com perfeição!

  11. 11 eduluz dezembro 14, 2010 às 5:07 pm

    Grato, Chopp. Com pouco colarinho, óbvio! 🙂

    Abs gelados


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.430.837 hits
dezembro 2010
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: