dcpv – 3º isbh – conexão xaparis, a vingança final

15/03/11

3º ISBH – Conexão Xaparis, a vingança final.

Último dia em Belô (que me desculpem os mineiros, mas eu tinha que dizer isso).
Último dia dum encontro duma turma bacana, divertida, harmoniosa e muito, mas muito entrosada. Volto a dizer que parece mesmo que fomos muito íntimos em algum lugar do passado (uau, isto ainda vai dar um bom filme e do Woody).

Acordamos até que cedo depois daquela esbórnia butequística e fomos tomar café no hotel contando com a presença ilustre da nossa coordenadora turística, a Drix. Louve-se que ela se esforçou ao máximo pra que tudo acontecesse da melhor maneira possível.
E nós aproveitamos pra ficar “garradim” a ela, sô!

Esta manhã seria corrida, pois iríamos fazer um big citytour terminando com almoço de despedida com convidado ilustre e tudo o mais.

A van chegou no horário (eu tô falando que o trem era organizado) e zarpamos pro Belvedere.

Tudo pra ter uma vista imperdível de toda BH e …

… tirarmos mais uma foto oficial do nosso grupo.

E não é que um urubu que escolheu a cabeça da Regina, a mão da Lourdes e o meu braço pra fazer o “serviço” deixou tudo mais engraçado ainda? Dizem que dá sorte, né?

Passamos rapidamente pela famosa rua que quando sobe, desce; quando desce, sobe …

… e  pelo centro da cidade com direito a devaneio pela Praça da Liberdade, …

… a obervação de obras do grande (e redondinho) Niemeyer  e …

… rumamos pra região da Pampulha, onde além de vermos rapidamente o quão bacana é o entorno, …

… visitamos a Igreja São Francisco de Assis projetada pelo (oh, que novidade) Niemeyer.

Estávamos atrasados pro almoço no sensacional Restaurante Xapuri, …

…. um representante legítimo da genuína comida mineira.

É claro que fizemos questão de conhecer pessoalmenten a D. Nelsa, a grande dama da culinária mineirim e proprietária deste lugar tão aconchegante.

E no nosso caso especificamente, vimos pela primeira vez pessoalmente, a Lina do Conexão Paris, aquele blog maravilhoso que tanto ajuda a todos os que queiram saber tudo sobre a nossa cidade, a cidade-luz (as dicas e os guias dela foram preponderantes pro sucesso de todas as nossas viagens pra lá).

Com toda esta turma fantástica iniciamos o que seria um verdadeiro tour pela gastronomia mineira, aquela que você espera saborear quando está por lá.

Torresmos em profusão, …

… couves e ora-pro-nobis refogadas…

… carnes de porco que mais pareciam estar dançando can-can (alguma coisa a ver com Paris?), …

… pratos bonitos e saborosos. Era a representação do verdadeiro Espírito de Minas.

Era de verdade,  uma reencarnação dos banquetes coloniais e por incrível que pareça, o melhor ainda estava por vir: as sobremesas.

Todas oferecidas com grande variedade e num ambiente separado com direito a escolha individual. São doces e mais doces.

Cocadas, pés-de-moleque, brevidades, compotas de tudo o que é tipo, …

… enfim, um verdadeiro (doce) deleite.

Chegamos ao final da nossa maratona mineira. Despedidas, promessas e daí pra frente, seria ir direto pro aeroporto, embarcar e voar enquanto o Timão tomava na cabeça no campeonato paulista (oh! que novidade).

No mais é agradecer a Drix pela recepção fantástica e deixar em aberto aquilo tudo que ela, mineira orgulhosa que é, queria nos mostrar.
Por sinal, nos mostrou todos os graus da mineiridade.

Certamente ficamos encantados com tudo e aproveitaremos a próxima pra conhecermos intimamente os outros “trocentos” botecos que não vimos desta vez.

Quem sabe com o time completo, né Sueli e Jorge?

.

Anúncios

10 Responses to “dcpv – 3º isbh – conexão xaparis, a vingança final”


  1. 1 eymard julho 9, 2011 às 9:39 am

    Nananinanao!!!!! Nao será o ultimo post deste encontro! O encontro permanece agora nas infovias. Na nossa memória afetiva, visual, olfativa, gustativa.
    Realmente nada teria sido possivel nao fosse a gentileza e “desdobramento” da Adriana. Obrigado é pouco para a nossa anfitria (tudo bem, passou 20 dias de cama depois do encontro, para recuperar-se – rs).
    O Xapuri é perfeito e as fotos mostram o quao imperdível é o lugar. O reencontro com Lina foi muito prazeroso. Sempre uma delícia reve-la, ainda que em “pequenos goles”.
    Adrix, o que será de nós conduzidos por teus olhos e tua sensibilidade em Ouro Preto. Já estou querendo encaixar uma data o quanto antes…

  2. 2 Adriana (Drix) julho 9, 2011 às 2:54 pm

    Edu, não imagina o prazer que foi recebê-los aqui. Não imagina como fiquei feliz ao ouvir os comentários de como gostaram de Beagá (sim, Edu, são muitas as formas carinhosas de se referir à cidade: Beagá e Belô são duas delas).

    Cada post nos fez reviver aqueles momentos de forma diferente. Sueli só fez aumentar a saudade do não vivido, Mingão conseguiu trazer a alegria do encontro para seu texto, Eymard assumiu seu olhar mineiro e trouxe a alma de Minas para seu relato, e Edu, com o humor e a experiência de tantos anos relatando encontros, fez um retrato perfeito de nossos dias. Apenas uma correção: o bairro de onde se avista a cidade de um lado e o parque do outro chama-se Mangabeiras e não Belvedere. O termo poderia ser usado baseado na sua etimologia – lugar elevado do qual se descortina amplo panorama – (afinal é justamente isso que representa o mirante das Mangabeiras), se não fosse a existência de um bairro chamado Belvedere. Aliás, o que não falta por aqui é “belvedere”.

    Edu, a foto da tríplice mineiridade publicada no post com meu relato e “reprisada” aqui fez o maior sucesso entre a família e os amigos.

    Eymard, realmente vou ter que me conter quando chegar a vez de Ouro Preto.Aquela cidade mexe com meus sentimentos. Aliás, sugiro que o próximo encontro nas montanhas não seja um ISB BH, mas um ISB MG. Afinal, como disse Guimaraes Rosa, “Minas, são muitas”. É chegada a hora de conhecê-las!

    Beijos!

  3. 3 Maria Lina julho 10, 2011 às 9:58 am

    Como disse o Eymard, o encontro é perene. Ele continua via blogs e mels (como dizem os franceses). Abraços.

  4. 4 Sueli OVB julho 10, 2011 às 10:21 am

    Edu,
    Muito feliz o título do post! Tudo a ver e ainda rende uma homenagem à Lina, que no fundo é a responsável por tudo isso.
    Esse urubu foi muito malandro, selou um visitante de cada família e deixou a prata da casa ilesa. Seria isso boas vindas ou chega pra lá, invasor?
    Amo essa foto de vocês no Mirante das Mangabeiras.
    Vocês estavam atrasados para o almoço? Não acredito!!!!!!!!!!!!!!!!
    Falta a Lina ter chegado primeiro…
    Edu, sua pretensão não tem limite. Paris agora virou “Cidade dos Luz”!
    Está tudo nos trinques para o próximo encontro. Espero que dessa vez ninguém fique na reserva e o time entre completo em campo.
    Adriana foi impecável na organização, recepção e comando dessa turma. Irretocável!
    Ouro Preto nós já conhecemos, mas tenho certeza que com os olhos da Adriana,com o seu entusiasmo e paixão, a cidade ficará ainda mais linda.
    Que venham todas as Gerais!
    Beijos a todos.

  5. 5 Ameixinha julho 11, 2011 às 12:00 pm

    Ha ha, até os céus vos abençoam 🙂 Demais!

  6. 6 eduluz julho 19, 2011 às 7:26 pm

    Sócio, feito. Vamos primeiro pro Ouro Puro (mais conhecido como FV) e depois pra Ouro Preto!

    Drix, proposta aceita. Ao ISBOP, então! (caramba, parece a sigla dum instituto de pesquisa).
    Será que lá em Ouro Preto tem belvedere?? rs

    Lina, é isto mesmo. Todos estamos nos encontrando todos os dias. Grato pela passada por aqui.

    Sueli, que é isso? O urubu era super gente boa. Até tomamos uma cervejinha juntos!!
    Você tem dúvida que a Lina chegou primeiro?? E vou contar mais uma novidade: nós não fomos os culpados pelo atraso e sim a Drix que estava desesperada pra nos mostrar toda BH em meia hora!! rs

    Ameixa, os céus e mais uma coisinha preta abaixo dele!! rsrs

    Abs petrolíferos pra todos

  7. 7 Naide Guedes junho 5, 2012 às 4:40 pm

    Não sei como vim parar aqui… acho que foi por causa da foto da Praça da Liberdade,… mas o que importa é que adorei ter parado aqui. seu blog é muito interessante e acho que vou ficar assídua nas visitas, se não se importar, é claro rsrsrs. Vocês são pessoas bonitas e inteligentes!
    Sejam sempre bem vindas às nossas Minas Gerais!!!

    Naíde

  8. 8 eduluz junho 6, 2012 às 12:33 pm

    Naide, volte sempre e comente muito.
    Agradeço, especialmente, pelas “pessoas bonitas e inteligentes”. rs

    Abs “mineirins” pra você

  9. 9 christiane março 31, 2014 às 12:04 am

    boa noite gostaria de saber qual e este lugar maravilhoso que foram juntos??? onde se encontra varias placas de metais em cobre gostaria muito de saber onde esta localizada estas placas pois e um lugar exato onde gostari de fazer as fotos da minha colecao de moda.
    obrigada
    meu nome e christiane tavares
    meu email e chrisnuinlau2008@hotmail.com
    obrigada
    chris

  10. 10 eduluz abril 29, 2014 às 1:50 pm

    Christiane, eu já te enviei um email, mas este lugar é nada mais que o famoso museu a céu aberto, o Inhotim.

    Abs mineirins pra você.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 643 outros seguidores

Blog Stats

  • 1,350,488 hits
julho 2011
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: