Arquivo para 1 de agosto de 2011

42º IB – Menu à Trois no dcpv

número
26/07/11

42º IB – Menu à Trois no dcpv.

Lá vamos nós pra mais um IB ( quer saber o que é?).  E não é um simples IB. É o 42º com a indicação dum menu predominantemente italiano (quiçá, mediterrâneo) que de antemão, afirmarei ser uma verdadeira delícia.

Assim como o texto que a Sabrina do execelente blog Menu à Trois nos enviou (por sinal, tudo que está grafado em azul):

Edu, quando trocamos o primeiro e-mail sobre o IB, eu estava na Itália e lembro-me de ter dito a você que faria algo italiano por total influência local, mas a verdade é que a divina simplicidade dessa culinária, que traz conforto e muita conversa à mesa, regada a vinho, azeite e pão limpando o molho do prato, sempre foi a minha paixão! NR – Azeite, vinho e pão limpando o molho: seguimos à risca a indicação da Sabrina  e do Ebraim.

Bolei um menu tendencioso a essa atmosfera, mas não necessariamente com uma denominação de origem controlada… NR – O menu é D.O.C.G. Garantido!

E italianíssimo. Mais do que o Záccaro!

Fizemos tudo e inclusive, o pessoal (diga-se Déo e Mingão) chegou mais cedo pra ajudar a Dé na produção da massa.

Não bebemos nada antes do jantar, justamente pra não estragar o apetite.

Para começar, uma conserva de shitake deliciosa, que pode ser servida sobre um pão torrado, temperar uma salada ou se transformar em molho rápido para macarrão, com a adição de uma concha da água em que a massa foi cozida e acrescido de belas lascas de um bom parmegiano, o qual, ao lado do vinho e dos pães, provavelmente não abandonará a sua mesa durante à noite… NR – Já está anotada a sugestão!

O único porém é que precisa ser preparada com, no mínimo, duas semanas de antecedência, pois antes disso seu sabor estará superficial, mas garanto que não irá se arrepender, e que, se conseguir guardar um pote para o mês seguinte, me mandará um e-mail para contar sobre o imenso bem que o tempo lhe fez! NR – Fiz precisamente com 2 semanas de antecedência. Este email será enviado já que ainda tenho mais dois vidros do néctar shitakiano!

Outro vício tradicional é o caldo; então proponho tortellini all’arrabbiata in brodo, feito com um purê de pimenta dedo-de-moça acrescido à massa, que lhe confere um tom rosado e uma picância pontual, recheado da forma mais simples, com um pouco de parmegiano ralado fino …

 e cozido em um delicado e abundante caldo de legumes. NR – façam em casa. Dá trabalho, mas é uma delícia!

Para o purê, usei duas pimentas queimadas sobre a chama do fogão, …

… sem a pele e as sementes,  …

para a proporção de 100g de farinha de trigo para um ovo, com as eventuais correções.

Para servir, apenas um fio de azeite, uma pitada de flor de sal e folhas de orégano fresco. NR – Resultou numa entrada memorável.

O silêncio pairou sobre a sala de jantar. Estávamos todos concentrados em absorver os sabores, os odores, enfim, a poesia da comida.

E acompanhando com um vinho brasileiro da Lidio Carraro, o Merlot Cabernet Sauvignon Da’Divas que achamos “framboesa, herbáceo, frutas vermelhas, 171“.

 Ou seja, foi uma ótima harmonização com a delicadeza do brodo e com sabor punjante do shitake. Perfecto!

 O prato principal, que norteou a escolha dos demais, me marcou muito tanto por seu sabor e apresentação quanto por sua história; o cacciucco, assim como tantos outros, é um prato do mar que tem como origem as simples cozinhas dos pescadores repletas de peixes frescos e caldos saborosos e ele realmente traz essa essência de simplicidade e potência consigo. NR – Bota potência nisso.

A casa inteira ficou cheirando a esta maravilha gastronômica.

O cacciucco era o prato principal de um delicioso menu degustação e qual não foi a minha surpresa ao ser surpreendida por uma enorme frigideira rústica, linda e fumegante, coberta por diversos peixes e frutos do mar emoldurados por torradas de alho que tinham a parte de cima crocante e a parte de baixo em contato com o molho, úmida e suculenta.

Apesar de ser descrito como uma tradicional sopa livornesa, o prato que comi e que reproduzo em casa trazia uma quantidade de caldo suficiente para cobrir as torradas do fundo e parte dos peixes e frutos do mar; de sopa delicada, como se vê em muitos sites, não tinha nada! NR – Nós achamos tudo muito delicado. E surpreendentemente potente!

Por isso preparo-o da forma mais instintiva e natural possível; cebola e alho refogados em azeite,…

… um bom molho caseiro de tomates, …

…um belo gole de vinho branco seco e as carnes, que entram na seqüência necessária, tendo em vista o tempo de cozimento de cada uma.

Finalizo com salsinha fresca, azeite italiano e torrada de alho. Há receitas com e sem pimenta seca; umas levam vinho branco seco, outras tinto, mas uma coisa é certa, por ser grafado com cinco letras “c”, este deve ser o número de peixes e frutos do mar dentro da panela; melhor não contrariar essa tradição! NR – Missão cumprida e não vamos contradizer nenhuma tradição. Ainda mais italiana!

Usei: 1 – Linguado; 2 – Lula; 3 – Vôngole; 4 – Vieira; 5 – Marisco. Alguns inusuais, mas ficaram absolutamente perfeitos. 

Além do fato de cozinhar apenas para dois e de, assim como vocês, gostar de montar os pratos que vão à mesa, preparo o cacciucco na panela e alguns minutos antes de ficar pronto para servir, disponho-o em cumbucas individuais forradas com uma torrada e levo-os ao forno bem quente para que as patinhas de lula e os pedaços de peixe que ficarem para fora possam adquirir aquela apetitosa coloração dourada. NR – A sopa estava tão bonita que eu não tive como escondê-la sobre torradas. O jeito foi serví-la com alguma decoração e com uma torrada sobre a superfície. Sabrina, que acerto!

O que eu comi era feito em um forno a lenha, então podemos usar o truque do grill do forno. Antes de servir, finalizo o prato com as torradas, salsinha e azeite; após algumas experiências, conclui que é melhor colocar as torradas no prato apenas na hora em que serão servidas, do contrário não será possível aproveitar cada momento da sua transformação em contato com o molho quente. NR – Este contraste da torrada é impagável. Faça em casa e não se arrepenederá! (Nota – Dê um pulo lá no Menu à Trois e peçam as receitas mais detalhadas com a Sabrina)

Faço essa torrada da forma mais terrível possível com uma quantidade pecaminosa de manteiga salgada derretida, uma pitada de orégano seco e um toque de alho espremido; adoro alho, mas não o coloco em excesso, nesse caso, para não chamar mais atenção do que deve. Um dente médio para seis torradas está para lá de bom e bastam alguns minutos no forno já aquecido para que fiquem douradas. NR -É, foi terrível demais!

E o prato ficou denso, cheiroso, bonito. Todos comemos (Dé inclusa) bem devagar (slow food?) pra aproveitar o momento. Formidabile!

Desta vez acompanhamos com um branco Sauvigon Blanc Fleur du Cap 2008 que nos disse, sou “sallus, sappore a cuatro, floral du capal, apimentado“.

O Bolo de nozes me parece ser a decisão mais acertada, pois uma pequena fatia, de tão potente, cumpre a função de sobremesa. 

 Pode ser acompanhado de creme de leite fresco ligeiramente batido com um pouco de açúcar e degustado com uma tacinha de vin santo…

NR – Não tomamos o Vin Santo, mesmo porque não tinha nenhum na adega… 🙂

Eu não consigo terminar uma refeição sem café; se também for o caso de vocês, corrijam o querido expresso com uma dose de grappa.


NR – E saibam que esta foi a primeira vez (e já são quase 300 reuniões) que tomamos um café pra terminar a noite.

Puxa, só nos resta agradecer a esta preciosa participação da Sabrina com este menu tão equilibrado, tão gratificante, tão saboroso, tão … italiano!!

Seguem as nossas já tradicionais flores virtuais pra coroar esta grandíssima noite. 

Grazie per l’invito e buon appetito!

Grazie pela partecipazione e buon appetito, Sabrina.

Ah! Eis a opinião dos pseudo-habitantes da Bota quanto a este regabofe memorável:
Spetaccolo! Foi uma verdadeira luxúria gastronômica! (Edu)
Nel blu, di pinto di blu (spetacullare). (Mingão)
Esplendorosa!!! Espetacular!!! (Deo)

Ciao.

PS – E os IB continuam em agosto com a participação da Clau Alaminos. O menu? Ainda não sei! 🙂

.

 

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.504 hits
agosto 2011
S T Q Q S S D
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios