Arquivo para 9 de novembro de 2012

dcpv – itália e a venetoscana.

número 330
25/09/2012

Itália e a Venetoscana.

Continuamos com a nossa lição de casa.

Portanto, a pesquisa (especialmente a gastronômica) impera na grande FV e a intenção (até parece!) é fazer uma verdadeira imersão na cultura das regiões que visitaremos brevemente.

Tudo bem que já conhecemos suficientemente bem, (ai, que saudade!!) a Toscana rural, mas ainda estamos devendo para nós mesmos um aprofundamento na meca do Renascimento, Florença.

E inédito mesmo é viajar pelo Vêneto, onde se encontram tanto Verona, como a apaixonante Veneza (continuo insistindo, a Recife italiana).

É claro que estou abusando de buscar informações (esta é a melhor fase duma viagem), mas foi dando uma olhada nos livros de cada uma das regiões (Toscana e Vêneto) da Coleção Folha Cozinhas da Itália  que deu pra aprofundar um pouco mais na cultura destes locais.

E aí, escolher o menu é praticamente um sofrimento, já que tudo parece absolutamente maravilhoso.

Vamos lá, ao jantar Venetoscano.

Entradas – Salada de pão (Toscana) e Arroz e ervilha (Vêneto)

Esta salada de pão, a famosa Panzanella, é um ícone toscano.

É uma mistura de pão italiano amanhecido, cortado em cubinhos e ligeiramente úmidos, …

… tomates grandes e maduros fatiados em gomos fininhos, …

… cebolas-roxas pequenas e picadas, …

… pepino japonês picado, …

… folhas de manjericão e temperados com aceto balsâmico, azeite, sal e alho amassado.

Sirva esta maravilha montada em aros untados com azeite.

Já o arroz com ervilha, o Risi e bisi, é mais uma marca registrada da culinária do Vêneto.

Escolhi-o como entrada pra seguir a norma de restaurantes italianos, que servem um risotto como primo piatto.

Frite 1 xícara de bacon picado.

Acrescente 1/2 cebola grande picada e mexa até ficar bem macia.

Junte 200g de ervilha fresca, 300g de arroz arbóreo e refogue por alguns minutos.

Regue com 1/4 de xícara de vinho branco, espere evaporar um pouco e acrescente caldo de legumes, il vero.

Vá acrescentando caldo a medida que ele evapore e experimente se o risoto está al dente.

Corrija o sal, retire do fogo, incorpore manteiga e parmesão.

Prontíssimo! Panzanella e Risi e bisi.

Mais italiano, impossível!

Tomamos uma Cava (o meu estoque de Proseccos tinha zerado) espanhola, a magnífica Pinot Noir Rosé Codorniu que foi “fundo, gondoleira, te amo espanhola”.

Principal – Radicchio vermelho a moda de Treviso e Linguiça ensopada com feijão branco.

Todos estamos cansados de saber que a verdadeira comida italiana é baseada em bons ingredientes e receitas simples.

Este Radicchio rosso all’uso trevisano, nada mais é do que cabeças de radicchio cortadas em quatro …

… temperadas com azeite, pimenta e sal, …

… e grelhadas. Só isso!

Por sorte, eu tinha plantado algumas sementes italianas legítimas de radicchio que geraram estas belezuras nos meus vasos.

Já a Salsicce all uccelletto, é formada por linguiças refogadas com azeite, alho socado e algumas folhas de sálvia, …

… e quando estiverem coradas, …

… misture 500 de tomate maduro picado, tempere (sal e pimenta) e cozinhe por 10 minutos.

Junte o feijão branco (usei um italiano em lata direto do sex shop) e aqueça bem.

Olha, o amargor do radicchio …

… com a doçura do tomate formaram um “piatto perfecto”!

Ainda mais, tomando o vinho tinto italiano Sponsa 2009, um verdadeirro “ameixa, vinho di, responsa”.

Sobremesa – Creme Vêneto.

Esta Rosada Veneta é quase que um creme brulée. Veja se não?

Bata 2 ovos, 2 gemas, gotas de essência de baunilha e 60 g de açúcar na batedeira, até formar uma mistura volumosa e aerada.
Acrescente delicadamente 400 ml de leite e raspas dum limão.

Despeje o creme em refratários e cozinhe em banho-maria até ficar bem firme (forno a 220ºC).

Espere esfriar e mantenha na geladeira. Antes de servir, polvilhe açúcar e maçarique.

Mais uma “meraviglia” italiana.

Eis o que os oriundi acharam dos pratos:
Va´ fa´ un … (piiii)! Que comida! (Edu)
Qui popolo felice (Mingão)
In memoriam … Deo.

“Quando eu cheguei a Veneza, descobri que meu sonho havia se tornado inacreditavelmente, mas simplesmente, meu endereço.” Marcel Proust.

É, este garotinho, o Proust, só podia estar certo!

Ciao.

.

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 659 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.420.045 hits
novembro 2012
S T Q Q S S D
« out   dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios