Arquivo de abril \18\UTC 2015

dcpv – dia elf – Frankfurt – alalaô, ô, ô, ôôô.

07/06/2014

Dia elf – Frankfurt – Alalaô, ô, ô, ôôô.

Frankfurt se abrasileirou.

DSC04046

Afinal de contas, marcar 33°C em plena primavera não é mole, não.

DSC04027

Iniciamos o dia acordando um pouco mais tarde e indo tomar o ótimo (talvez o melhor da viagem) café da manhã do hotel.

DSC04006

Resolvemos seguir as dicas do concierge e dar uma passeada pela região.

DSC04013

Primeiramente fomos conhecer a Unterman-Schweizer Str.

DSC04014

Ela é uma rua cheia de restaurantes, …

DSC04016

… mercados de rua …

DSC04022

… e lojas bacanas.

DSC04018

Tão bacanas que a Dé se entusiasmou e comprou algumas peças de roupa na LEMLI.

DSC04017

Depois de lá, passamos novamente pelo centro pra comer mais duas salsichas e tomar uma caneca de chopp numa daquelas barracas de rua.

DSC04044

Aproveitamos a proximidade pra conhecer o Kleinmarkthalle, um mercado bem ao estilo do nosso Mercadão, só que muito melhor!

DSC04054

Segue o minifotoblog do lugar:

DSC04031

DSC04032

DSC04036

DSC04038

DSC04040

E como diziam que lá é servido o melhor curryworsth de Frankfurt, aproveitamos pra comer uma outra salsicha, só que desta vez acompanhada por uma taça de Riesling.

DSC04050

Olha, quem falou que a salsicha de lá é a melhor, acertou. Ainda passamos pela catedral, a Dom que é imensa e muito bonita.

DSC04057

Depois de fazermos os três desejos, …

DSC04061

… resolvemos que era hora de voltar pro hotel e fazer uma happy hour.

DSC04066

E tome duas flutes de Louis Roderer rosé pra apaziguar o calor que, a esta hora, era insuportável.

DSC04065

Incrível, já era hora de jantar. E pra encerrar o nosso tour, seguimos novamente o concierge do hotel que nos indicou um lugar tipicamente alemão e (segundo ele) romântico.

DSC04067

Era tudo o que precisávamos. O Gerbermühle é bem antigo e muito alemão.

DSC04068

E pior, chegamos com uma má impressão já que o lugar era estranho, a beira do rio e com areia no chão. Parecia um pouco um daqueles pega-turistas desavisados.

DSC04073

Mas como tinha um montão de famílias alemãs acreditamos nas possibilidades e não erramos. A comida é muito boa.

DSC04079

A Dé pediu uma salada de aspargos com camarões, salmão defumado e uma tortilla de batatas. Tudo espetacular.

DSC04081

Eu fui no popular schnitzel com batatas ao forno e bacon. Mais uma delícia!

DSC04085

Acompanhamos tudo com champagne e vinhos alemães.

DSC04076

E ainda tivemos a oportunidade de ver o belíssimo cair da noite …

DSC04087

… com o skyline de Frankfurt ao fundo.

DSC04088

Claro que pra finalizar realmente a viagem, ainda teríamos uma manhã na cidade.

DSC04095

Como estava um calor danado, aproveitamos pra pegar o ônibus de turismo e dar uma volta pelos principais pontos.

DSC04102

Descobrimos o óbvio; que Frankfurt não é uma cidade muito turística.

DSC04105

Mas aproveitamos pra conhecer a parte nevrálgica da cidade, o distrito financeiro, a Ópera e a Estação Central.

DSC04103

Resumo da viagem: qual é a diferença entre Viena, Budapeste e Praga?

DSC03861

Viena nos pareceu bem clássica, com atrações distantes uma das outras e extremamente plana; em Budapeste, as atrações são mais próximas e uma parte da cidade é plana e outra, não e em Praga, todas as atrações são bem próximas com o terreno sendo um pouco irregular.

DSC03534

O que isso significa? Significa que realmente o ideal é o que todo mundo faz: visitar as três na mesma viagem e assim tirar as suas próprias conclusões, pois as três são espetaculares.

DSC03026

Até a próxima.

Acompanhe os outros dias desta viagem:
Dia eins – Viena – Conhecendo a terra da Sissi.
Dia zwei – Viena – Sississiricando.
Dia Negy – Buda cabra da peste.
Dia ot – Budapeste –Ô cidadezinha bacana. Egêszségédre!
Dia sest – É uma Praga!
Dia sedm – Praga – Isto sim é que é uma cidade.
Dia osm – Andando de Segwen, ops, Segway em Praga.
Dia devét – Praga – Vsechno nejlepsi, má lasko.
Dia zehn – Frankfurt – A terra da salsicha.

 

.

 

dcpv – toscana e copa: tudo (ou nada) a ver!

número 392
15/07/2014

Toscana e Copa: tudo (ou nada) a ver!

Finda a saudosa Copa do Mundo (parabéns Alemanha) e já sofrendo de depressão pós bons jogos de futebol, fica sempre uma dúvida sobre o que fazer numa fria terça a noite?

DSC04321

Comida alemã? Nananinaná. Teria que ser alguma coisa bem prazerosa.

DSC04344

Aí caímos numa categoria que não tem erro: cozinha italiana. E pra ter menos erro ainda, culinária da Toscana.

DSC04323

Vamos lá, então aos prazeres das terças.

Entrada – Acquacotta.

Numa tradução meio livre, poderíamos chamar esta receita de água cozida. Na verdade, esta Sopa de Vegetais à Toscana é muito interessante.

DSC04359

Para fazê-la, basta lavar e cortar um pé de chicória em tiras.

DSC04326

Pique dois dentes de alho e corte 300g de tomates italianos grosseiramente.

DSC04328

Ferva 1,5 litros de água e junte a chicória, o tomate, o alho e tempere com sal e pimenta a gosto. Cozinhe em fogo médio com a panela destampada por um pouco menos de 2 horas.

DSC04330

Minutos antes de retirar do fogo, acrescente 4 ovos batidos.

DSC04351

Enquanto isso, doure fatias de pão italiano no forno e disponha-as em cumbucas.

DSC04354

Despeje o caldo por cima e sirva com parmesão ralado.

DSC04357

Isto é o que podemos chamar de uma água cozida deliciosa.

DSC04361

Ainda mais acompanhada dum tinto , o Bonarda Las Perdices que foi “rota 66, torelo, james dean, consciente”.

DSC04363

Principal – Risotto al Chianti.

É claro que se falando em cozinha italiana e especialmente a toscana, teríamos que fatalmente cair num risotto. E este é bem característico.

DSC04372

Pra fazê-lo, refogue levemente em fogo médio, 4 gomos de lingüiça sem a pele e 2 cebolas-roxas médias picadas.

DSC04335

Quando o refogado estiver dourado e macio, acrescente 400g de arroz arbório.

DSC04368

Toste o arroz por 2 minutos, acrescente 1 taça de vinho Chianti e deixe evaporar. Vá acrescentando caldo de carne fervente aos poucos, sem parar de mexer, até os grãos ficarem al dente.

DSC04371

Pra dar um gosto especial, acrescentei sementes de erva-doce e erva-doce in natura cortada com o descascador de vegetais. Olha, ficou muito bom mesmo.

DSC04375

Harmonizamos com um vinho tinto L’Apparita Castelo di Ama Itália 2008 que achamos “herbáceo, poveríssimo, causesco, arlequim”.

DSC04377

Sobremesa – Schiacciata alla Fiorentina.

Este bolo à moda Florentina é tradicional e especial.
Dilua 15g de fermento biológico fresco em ½ copo de água morna e misture à 250g de farinha de trigo, mexendo até ficar homogêneo. Cubra a vasilha com um pano de prato e deixe fermentar por cerca de 1 hora.

DSC04381

Acrescente 1 ovo, 150g de açúcar, suco e raspas de 1 laranja, 3 gotas de essência de baunilha, 4 colheres de sopa de azeite e sove energicamente por alguns minutos.

DSC04341

Disponha numa assadeira retangular (30×35 cm) untada e enfarinhada (a massa deve ficar com dois cm de altura) e deixe em repouso por mais 1 hora.

DSC04320

Asse em forno preaquecido a 180°C por uns 20 minutos, até que a superfície fique dourada.

DSC04383

Espere esfriar e polvilhe açúcar de confeiteiro (dei uma enfrescalhada e coloquei o Giglio, o símbolo de Florença.)

DSC04348

Eis a opinião dos italianinhos:
Perfeita = noite de hoje. (Edu)
Voltamos a perfeição. (Mingão)
Estupenda simples luxuriosa noite !!! (Deo)

DSC04366DSC04379

Pronto! Pra variar, gostamos demais destes exemplos da chamada culinária povera (pobre???) desta região italiana.

DSC04327

Eles, os italianos, podem não ser mais tão bons no futebol, mas em questão de culinária, eles são os maiores.

DSC04386

Ai que saudades da Toscana.

DSC04387

Arrivederci.

.

dcpv – dia zehn – frankfurt – a terra da salsicha.

06/06/2014
Dia Zehn – Frankfurt – A terra da salsicha.

Dia de troca de país é um dia perdido, certo? Quase.

DSC03932

Acordamos cedo, porque as 9:00 hs o nosso transfer nos pegaria pra nos levar ao aeroporto de Praga.

DSC03908

O voo seria as 12:00 hs …

DSC03917

… e somente uma hora depois chegaríamos em Frankfurt.

DSC03940

O que a princípio seria somente uma conexão do nosso vôo para o Brasil, se transformou numa escala de duas noites.

DSC03920

Isto está se transformando em regra.

DSC03919

Cada vez que temos uma passagem aérea com conexão, procuramos ficar pelo menos uma noite neste lugar a fim de conhecê-lo melhor, e quem sabe, retornar. Vamos ver se isso acontece com Frankfurt?

DSC03942

Chegamos e fomos direto para o hotel Rocco Forte Villa Kennedy.

DSC03930

Ele fica num casarão antigo e é muito bonito.

DSC03926

Os quartos são muito confortáveis …

DSC03925

… e, com a ajuda da Teresa Perez, continuamos comemorando o níver da Dé.

DSC03924

Pra nos situarmos, e como era cedo, saímos pra bater pernas e conhecer o centro da cidade e …

DSC03951

… consequentemente, o Rio Main.

DSC03946

Andamos bastante.

DSC03948

Passamos pela rua dos museus, …

DSC03939

… vimos cenas muito bonitas …

DSC03943

… tendo o rio Main como participante …

DSC03947

… conhecemos a praça principal

DSC03950

… e terminamos na rua Zeil, a famosa zona comercial da cidade (a estrutura deste shopping, o MyZeil é demais).

DSC03968

Ainda compramos vários condimentos numa loja incrível, a Schuhbeck.

DSC03954

É claro que demos uma sentada pra aproveitar da salsicha e da cerveja local!

DSC03958

Como andamos muito, voltamos de taxi pro hotel.

DSC03970

E continuamos com a regra desta viagem para os jantares na primeira noite: seria feito no restaurante do próprio hotel, o Gusto.

DSC03982

É um ítalo-germânico perfeito/perfecto!

DSC03974

Pra melhorar, ainda tinha um show de música ao vivo de primeira qualidade.

DSC03978

Começamos os trabalhos com duas flutes de Louis Roderer (germânicas, off course).

DSC03976

Como entradas, a Dé escolheu aspargos com batatas, além de queijo parmesão.

DSC03983

Eu fui no meu preferido, um polvo alemão com batatas. Ambos perfeitos!

DSC03985

Louve-se que comer neste horário e com o sol praticamente a pino, favorece e muito as fotos, né?

DSC03994

Pedimos um vinho branco Gavi di Gavi DOCG e os principais chegaram.

DSC03987DSC03988

Pra Dé, um gnocchi de manjericão com molho de burrata e berinjela.

DSC03989

E pra mim, Penne all’a Matriciana com guanciale, tomate, chili e pecorino. Ambos muito bons novamente.

DSC03991

Ainda tomamos dois expressos cortos, ouvimos mais algumas músicas e só nos restou dormir o sono dos justos.

DSC03993

Olha, Frankfurt está caindo nas nossas graças (mesmo porque ela se parece mais com uma boa cidade grande como São Paulo, Milão e Madri).

DSC03963

Wo ist mein Zimmert?

Acompanhe os outros dias desta viagem:
Dia eins – Viena – Conhecendo a terra da Sissi.
Dia zwei – Viena – Sississiricando.
Dia Negy – Buda cabra da peste.
Dia ot – Budapeste –Ô cidadezinha bacana. Egêszségédre!
Dia sest – É uma Praga!
Dia sedm – Praga – Isto sim é que é uma cidade.
Dia osm – Andando de Segwen, ops, Segway em Praga.
Dia devét – Praga – Vsechno nejlepsi, má lasko.

 

.

 

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 640 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1,336,364 hits
abril 2015
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Atualizações Twitter