Arquivo para setembro \26\UTC 2015

dcpv – parabéns para nós (nada como um número redondo).

Número 400
04/11/2014

Parabéns para nós (nada como um número redondo).

Graças a reforma (especialmente da cozinha) aqui em casa, ficamos adiando esta reunião.

DSC06904

Isto porque ela é a de número 400. Pois é isto mesmo. Estamos comemorando a nossa quatrocentésima reunião!!

DSC06922

É muito tempo e mesmo assim, continuamos nos divertindo como nunca. Pra melhorar um pouco mais, escolhi fazer receitas do livro que a Drix nos presenteou quando da nossa última visita a BH.

DSC06932

Este “Minas Gerais Fazendas & Sabores do Leite” é interessante demais e além de contar histórias das grandes propriedades de Minas Gerais, ainda nos brinda com receitas pra lá de especiais.

DSC06917

Vamos lá então ao menu de número 400 (podemos considerar que nos encontramos há mais de oito anos ininterruptos).

DSC06908

Entrada – Salada de abacate, maçã e queijo.

Receita mineira tem que ter queijo, certo? Mas esta salada não é o que necessariamente poderíamos chamar de comida mineirim da gema, sô!

DSC06903

Para fazê-la basta cortar um abacate ao meio no sentido do comprimento, tirar o caroço, a polpa e reservar a casca.

DSC06870

Pique a polpa em cubinhos.

DSC06877

Numa tigela, disponha o abacate picado, uma maçã verde também cortada em cubinhos, ½ xícara de chá de queijo fresco cortado em cubos, ½ copo americano de iogurte, ½ colher de sopa de aceto balsâmico, ½ colher de sopa de mel, ½ colher de sopa de suco de limão, 2 colheres de sopa de azeite e sal a gosto.

DSC06881

Coloque a salada nas cascas do abacate e leve à geladeira.

DSC06885

Sirva. Ficou uma delícia; refrescante, saborosa e porque não dizer, uma beleza, uai!

DSC06905

Acompanhamos (até pra comemorar) com um legítimo champagne Moet&Chandon que caiu como uma luva e foi “elegante, quatrocentona, artética, p.b.u.e“.

DSC06892

Principal – Tagliatelle ao molho de champanhe com camarão.

Esta receita nem queijo tem. Mas é mineira e quatrocentona, afinal de contas, camarão é uma das especialidades deste estado marítimo. 🙂

DSC06872

E é claro que pra comemorar com efusão, faríamos a massa aqui em casa.

DSC06873

A Dé caprichou e o Tagliatelle fresco ficou uma maravilha.

DSC06894

Enquanto isso, pegue camarões (os maiores possíveis) e tempere com sal e pimenta do reino. Reserve.

DSC06913

Pique uma cebola pequena e refogue-a numa panela com um pouco de manteiga. Adicione 150ml de champanhe e deixe evaporar.

DSC06893

Acrescente 500ml de creme de leite fresco, deixe ferver um pouco e desligue o fogo.

DSC06911

Cozinhe o macarrão e grelhe os camarões numa frigideira com manteiga e azeite.

DSC06919

Sirva o tagliatelle no meio do prato…

DSC06924

… com uma concha, derrame o molho de champanhe sobre o macarrão.

DSC06925

Disponha os camarões grelhados em volta da massa.

DSC06928

Comemoramos as 400 reuniões tomando um vinho branco de estirpe, o Chardonnay Cefiro 2012, que foi “justo, onânico, catecismo, fascinante”.

DSC06937

Sobremesa – Bolo de Churros

Bom, todo aniversário, tem que ter um bolo, né?

DSC06896

E por aqui não seria diferente. A D Vera (mãe da Dé e minha sogra) foi a nossa patisseur neste período de reformas e justamente, fez este acepipe.

DSC06899

Como não tenho fotos (o bolo foi feito na casa dela) vou dar a receita num fôlego só: bata, numa batedeira, 375g de açúcar com 200g de margarina. Acrescente 5 ovos e bata muito bem novamente. Acrescente 250ml de leite intercalando com 420g de farinha de trigo junto com 15g de fermento em pó. Leve pra assar em forno pré-aquecido (180°C). Coloque o papel manteiga somente no fundo da assadeira, não unte as laterais, essa receita é para uma forma de aprox 25cm. Após o bolo esfriar totalmente, corte em 3 partes e recheie com doce de leite (leite condensado cozido). Decore com doce de leite e polvilhe açúcar e canela a gosto.

DSC06940

Prontíssimo. E deliciosíssimo!

DSC06938

Eis a opinião dos aniversariantes:
Que venham as próximas 400. E buonas! (Edu)
Double, double … o céu é o limite. (Mingão)
Concordo! De uma em uma! (Deo)

DSC06909DSC06934

Caramba! E não é que se passaram 400 reuniões do dcpv?

DSC06943

Iniciamos as quartas e depois passamos pras terças.

DSC06888

E quer saber? Criamos um novo final de semana para todos nós e nos divertimos muito.

DSC06895

Que venham mais 400!

DSC06945

Bye.

.

Anúncios

dcpv – família, ê. família, a. família.

13 a 14/09/2014

Família, ê. Família, a. Família.

Se fosse definir a mim mesma com três palavras, certamente seriam família, amigos e Minas. Por isso estava tão feliz no sábado. Reuni família e amigos em torno da comida mineira.
Na família eles eram conhecidos como os amigos de São Paulo e Brasília. Ou os amigos do blog de gastronomia. Difícil, nesse caso, era explicar como cheguei a um blog de gastronomia. Eles conheciam minha família pelos casos que contava em nossos encontros ou nos textos que postava no blog.

DSC05308

Este é o início de um depoimento que a Adriana, a Drix, deu no facebook pra explicar o que ela sentia quanto ao mais novo encontro desta nossa eclética turma.
E desta vez seria num final de semana em BH, iniciando num ótimo almoço mineiro e familiar.

DSC05292

Chegamos todos juntos (a Dé, eu, a Regina e o Mingão de SP e a Lourdes e o Eymard de Brasília. Infelizmente, nem a Sueli e o Jorge e nem o Deo puderam comparecer).
Nos aboletamos nos nossos bons quartos no hotel Promenade Toscanini e fomos direto pro almoço.

DSC05241

Chegamos e naturalmente nos enturmamos com a família da Drix.
E vimos os que pareciam personagens, tamanha a quantidade de informações e causos que tínhamos deles, irem aparecendo na nossa frente.

DSC05288

O que falar da D. Cecília, a simpaticíssima mãe da Drix?
E da famosa tia Querida, que em alguns casos é justamente chamada de Tia Deliciosa?
E a Tia Celinha, uma figuraça daquelas carimbadas e que só carregam bom humor pra onde vão?

DSC05314

Foi um verdadeiro desfilar de grandes pessoas e que fizeram com que tudo fosse mais do que especial, inesquecível.
É claro que a comida foi um dos elos de todo o encantamento.

DSC05289

As moelas (ou seriam moelás?) que quase nenhum dos nossos previamente gostavam (com exceção deste que vos escreve), mas que todos comeram muito.
Até a Dé arriscou um pouquinho de pão com o encorpado molho que as acompanhava.

DSC05253

E o saboroso pão de queijo? As linguicinhas?

DSC05268

As mandiocas fritinhas, crocantes por fora e macias no seu interior?
Tudo estava absolutamente sensacional!

DSC05265

Ainda mais acompanhados por uma boa invenção do nosso sommelier brasiliense que indicou um espumante rosé Luis Pato que sorvemos com muito prazer.

DSC05260

A esta altura, todos éramos somente ouvidos para as histórias que a D. Cecília e a Tia Celinha contavam alternadamente e que nos davam tanto prazer, quanto a quantidade de risadas que dávamos.

DSC05270

Parecia brincadeira, mas elas eram ainda melhores do que tudo aquilo que a Drix nos descrevia.
Em algum momento, teríamos que almoçar. E que almoço!

DSC05245

Feijão tropeiro, lombinho, …

DSC05293

Mais um montão de reminiscências deliciosas (assim como a comida) e estávamos prontos pra encarar a mesa de doces. Queijo da Serra da Canastra, doces de leite e de goiaba. Hummmmmm!

DSC05300

Olha, foi difícil nos tirar de lá. Mesmo porque a esta hora já éramos da família, éramos os “mesmos” que vão sempre a estes encontros que realmente podemos chamar de familiares.

DSC05302

O que sobrou no restante deste dia, quase noite?

DSC05244

Irmos a Taberna Baltazar tomar litros e mais litros de água, além de comer bolinhos de bacalhau e uma batata frita.

DSC05321

No domingo pela manhã, tomamos café com a presença ilustre do Riq e do Nick (VnV) e com exatamente um dos ídolos das matriarcas da família da Drix, o Giovanne do vôlei (vou pedir pra Drix contar a história do mundial da Argentina. Esta também é muito boa).

DSC05331

Logo depois, demos uma inevitável passada no sex shop mineiro, o Verdemar

DSC05340

… e fomos conhecer o Mercado Central de BH.

DSC05353

Aproveitamos pra experimentar (e não aprovar, com exceção do Mingão) o prato típico dos bares de lá: fígado acebolado com jiló.

DSC05356

Dali, rumamos pro almoço, que foi no restaurante A Favorita. Ainda estávamos com a festa de sábado nos nossos cérebros (e estômagos) e resolvemos experimentar somente o couvert e pratos principais.

DSC05363

Risotto de cogumelos frescos, azeite trufado e queijo pecorino, …

DSC05372

… Lombo de bacalhau com cebolada, tomates e azeite picual, …

DSC05377

… Spaghetti com frutos do mar, …

DSC05370

… Linguado ao molho cremoso de ostras com alho poró  …

DSC05373

… e Ravioli com mozzarella de búfala, tomate e manjericão.

DSC05376

Estes foram os pratos corretos que pedimos, além dum vinho branco argentino, o Torrontés Colomés.

DSC05368

Pra adocicar tudo, duas sobremesas e sete colheres. Um canudo de mascarpone com sorvete de baunilha e calda de frutas vermelhas…

DSC05380

… e uma Mousse de chocolate com tudo de chocolate.

DSC05382

Daí pra frente, só a correria de chegar em tempo no aeroporto e embarcar de volta pros nossos lugares de origem.

DSC05332

Sábado, em volta da mesa mineira, estávamos todos: família e amigos. “Os mesmos” dessa vida, acrescidos “dos mesmos” de vidas passadas, como disse Débora. Não comi moela, mandioca frita ou o feijão tropeiro. Mas alimentei minh’alma de alegria.

DSC05284

É Drix, nós nos alimentamos de todas as formas.

DSC05367

E espero que não demoremos tanto tempo pra ter estas recargas de felicidade.

DSC05243

Inté o próximo ISB.

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 643 outros seguidores

Blog Stats

  • 1,350,251 hits
setembro 2015
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos

Atualizações Twitter