Arquivo de outubro \29\UTC 2016

dcpv – D.O.C.P. – denominação de origem controlada do paladar

número 316
05/05/2015

D.O.C.P. – Denominação de Origem Controlada do Paladar.

Volto a insistir com o Paladar. Que nada mais é do que o excelente suplemento de gastronomia que vem encartado no Estadão todas as quintas-feiras.

dsc09967

E quando li uma matéria da Patricia Ferraz (não é corporativismo! rs) sobre pratos com indicação de origem, não resisti.

dsc09966

Tive que, por obrigação, refazer todas as receitas que ela indicou.
Como mote, todas elas são clássicas e estão ou deveriam estar num livro imperdível, Genius Recipes, da Kristen Miglore, que acaba de ser lançado nos Estados Unidos.

dsc09974

Vamos lá então, ao D.O.C.P.

Entrada – Molho de tomate, cebola e manteiga da Marcella Hazan.

Eu sempre quis fazer um macarrão com molho como entrada. E esta receita revolucionária (você que gosta de molhos vermelhos, tem que fazê-la) me propiciou esta feito.

dsc09996

A Dé providenciou a massa feita em casa.

dsc09979

O molho é feito da seguinte maneira:
1 – Ponha 70g de manteiga sem sal numa panela.

dsc09970

2 – Adicione 2 latas de tomates pelados italianos, 1 cebola média descascada e cortada ao meio e sal a gosto.

dsc09971

3 – Cozinhe por 45 minutos em fogo baixo.

dsc09991

É só isso e fica uma delícia.

dsc09992

Bastou juntar o macarrão, finalizar com parmesão e correr para o “abbraccio”!!

dsc09997

Acompanhamos esta maravilha com o tinto Pinotage False Bay 2012 que foi “verdadeiro, true, verité, vero”.

dsc09999

Principal – Gratin de Arroz com abobrinha da Julia Child.

Como a Patricia escreveu, é um arroz de forno. Metido, diferente, mas um arroz de forno.
Ainda mais com a grife Julia Child (lembram do filme Julie&Julia?).

dsc00009

Comece ralando 900g de abobrinhas no ralo grosso. Transfira-as para uma peneira, com uma vasilha embaixo, ponha 2 colheres de chá de sal e deixe escorrer por alguns minutos para drenar. Importante: reserve o líquido.

dsc09969

Misture o líquido reservado da abobrinha com leite até completar 590ml e reserve. Faça 90g de arroz branco (eu fiz um Basmati).

dsc09972

Refogue 160g de cebola bem picada numa frigideira no azeite até começar a dourar. Adicione 2 dentes de alho grandes picados finamente e a abobrinha. Mexa por 5 minutos.

dsc09973

Polvilhe 2 colheres de sopa de farinha de trigo, deixe cozinhar por mais 2 minutos e tire do fogo. Aqueça o suco de abobrinha e adicione aos poucos, a panela com as abobrinhas refogadas.
Tire a panela do fogo, junte o arroz cozido e 60g de queijo parmesão ralado.

dsc09976

Unte um refratário, espalhe nele o arroz com as abobrinhas, polvilhe duas colheres de queijo parmesão e leve ao forno por meia hora.

dsc09983

Segui o conselho da Julia e servi este magnífico arroz de forno com costeletas de vitela.

dsc09985

“Una meraviglia”!

dsc00011

Tomamos mais um tinto, o Garnacha GG 2013 que achamos “consuelo, jeitoso, jeitoso, bündchen, long dong“.

dsc00014

Sobremesa – Bolo de Chocolate da Nigella Lawson.

“Esqueça as caras e bocas que a Nigella faz enquanto cozinha, com grandes decotes e ar sensual, já pronta para receber as visitas. E dê uma chance a este bolo de chocolate dela: é um escândalo – no melhor sentido”.

Patrícia, concordo com você. Este bolo é escandaloso (e foi a Dé que fez). Comece untando uma forma retangular e forre com papel manteiga.

dsc09960

Bata 225g de manteiga com 375g de açúcar na batedeira, adicione 2 ovos grandes batidos e uma colher de chá de baunilha e bata apenas para misturar.

dsc09958

Derreta 100g de chocolate meio amargo em banho-maria, espere amornar e adicione à mistura de manteiga.

dsc09953

Ponha 250ml de água para ferver. Misture 200g de farinha de trigo com 1 colher de chá de fermento químico e adicione delicadamente a manteiga e a água, uma colherada a cada vez, alternando.

dsc09959

Despeje a massa na forma.

dsc09962

Asse o bolo por meia hora em fogo médio. O bolo deve estar com a superfície firme, mas com o interior macio, ainda esponjoso.

dsc09963

Desenforme quando estiver frio e coma o mais rapidamente possível. É um verdadeiro escândalo (comemos muuuuuuito!).

dsc09965

Eis a opinião dos clássicos:
Clássico é clássico. Tudo gg! (Edu)
Special one. (Mingão)
A longdong dinner! Marvellous! (Deo)

dsc00001dsc00015

Como vocês já sabem, sou um verdadeiro fão do Paladar. E a cada dia, a surpresa positiva é maior.

dsc09952

Acreditem que parei de assinar o Estadão, mas praticamente obrigo a Flora a passar na banca de jornais toda quinta, só pra ver (e ler e degustar) todas as maravilhas que lá aparecem.

dsc09994

Vida longa ao Paladar (e que nunca se transforme naquele arremedo de suplemento de gastronomia de uma página que é o Comida da Folha).

dsc00006

Auguri.

.

 

 

dcpv – dia sieben – berlim – kadewe e bundestag, verdadeiros sex shops alemães.

22/03/2016

Dia Sieben – Berlim – KaDeWe e Bundestag, verdadeiros sex shops alemães.

O dia amanheceu frio, nublado e chuvoso.

dsc03464

O que não nos impediu de tomar um bom café da manhã ao lado do hotel (esta vizinhança é bem bacana) …

dsc03460

… e zarpar pra conhecer alguns museus.

dsc03474

Andamos um pouco e chegamos a Tachelles, uma instalação toda grafitada…

dsc03472

… e que, infelizmente, estava fechada para visitação.

dsc03468

Deu pra ver alguma coisa …

dsc03471

… e imaginar como tudo seria muito interessante.

dsc03469

Andamos em direção à Ilha dos Museus e chegamos ao Museu dos Ramones.

dsc03473

Bom, chamar esta instalação de museu é quase que um exagero.

dsc03476

Na verdade, ele é um café que tem como tema este prestigiado conjunto (hey, ho, let’s go, como diria o amigão Álvaro) …

dsc03493

… com uma sala com muitas memorabilias sobre CJ, Dee Dee e Mark Ramone.

dsc03483

É tudo muito interessante (vimos até que eles fizeram um show em Mogi das Cruzes) …

dsc03486

… e, é claro, que o som ambiente é muito bom!

dsc03477

Seguimos em diante e tentamos visitar o espetacular Museu Pergamon.

dsc03495

Não tínhamos reservado os tickets pela internet e, com o tempo reinante, a fila era imensa.

dsc03497

Optamos pelo plano B, pegamos um táxi e zarpamos pra KaDeWe.

dsc03498

Pra quem não sabe, KaDeWe vem de Kaufhaus des Westerns que significa loja de departamentos do oeste.

dsc03499

É claro que ela é uma destas lojonas com tudo o que existe numa legítima loja de departamentos.

dsc03548

Mas o que a diferencia é o sexto andar.

dsc03535

Lá você encontra tudo o que se imagina em gastronomia e na melhor qualidade.

dsc03540

É um verdadeiro sex shop alemão.

dsc03513

Ainda tomamos flutes de champanhe em um dos vários pontos de degustação das borbulhas …

dsc03502

… e comemos alguns dos melhores hambúrgueres de nossas vidas.

dsc03516

Cada um na sua especialidade: a Re pediu um de frango, …

dsc03522

… a Dé um veggie ..

dsc03523

… e eu, um clássico de red angus.

dsc03524

Tudo isso acompanhado das melhores batatas fritas que comemos até hoje.

dsc03526

Deu pra sentir o calibre das coisas, né?

dsc03528

Ainda deu tempo de comprar o nosso jantar que, provavelmente, será feito no quarto do hotel.

dsc03505

Nos despedimos rapidamente deste paraíso, …

dsc03537

… pegamos um táxi …

dsc03551

… e passamos rapidamente no hotel pra somente pegar a nossa reserva pra visita a cúpula do Bundestag (esse nome é bem engraçado, né?).

dsc03558

Pra quem não sabe, o Bundestag é o parlamento alemão …

dsc03560

… e esta cúpula foi projetada pelo Norman Foster, famoso arquiteto inglês.

dsc03566

Esta visita é gratuita e caso você não queira perdê-la, reserve pela Internet, pois é obrigatório.

dsc03562

Faça isso com uma boa antecedência, pois a procura é grande.

dsc03563

Chegamos no horário e debaixo de chuva.

dsc03567

É, tudo impressiona.

dsc03565

O prédio, …

dsc03575

… a cúpula vista de longe …

dsc03579

… e a subida dela propriamente dita.

dsc03591

Não se esqueça de pegar o vídeo-guia e aproveitar todas as vistas da cidade …

dsc03588

… além da arquitetura da cúpula.

dsc03597

É mesmo uma visita obrigatória.

dsc03592

Terminado a visita (ela é rápida, não dura mais que uma hora), …

dsc03596

… ainda passamos pelo Portão de Brandenburgo …

dsc03606

… pra dar uma olhada mais apurada na sua iluminação.

dsc03607

E como o tempo não melhorava, optamos mesmo por fazer um jantarzinho, quase um picnic, no quarto do hotel.

dsc03459

Embutidos, …

dsc03611

… queijos, …

dsc03612

… pães …

dsc03614

… e um ótimo champagne.

dsc03613

Não precisa mais nada, né?

dsc03609

Bis baldi!

Veja os outros dias desta viagem:

.

dcpv – comida eatalyana e ferrazense.

28/04/2015
número 415

Comida eatalyana e ferrazense.

Acabamos de voltar de Nova York.

dsc08117

E, certamente, uma visita a esta grande metrópole nunca será completa se não incluir ao menos uma incursão pelo maior sex shop do mundo, o Eataly.

dsc09904

Trocadilhos a parte (este do nome com o da Itália é sensacional), este lugar é realmente um espetáculo.

dsc07942

Lá você encontra alimentos italianos legítimos e ainda pode fazer uma grande refeição tanto nos seus inúmeros restaurantes, como simplesmente comendo burratas, tábuas de frios e tomando espumantes Ferrari.

dsc07924

Foi o que fizemos ao menos seis vezes (né, Lourdes e Eymard?). E é claro que não voltaríamos de lá sem fazer umas boas comprinhas que nos rendesse uma grande noite aqui na grande FV.

dsc09905

Vamos lá, então, a noite eatalyana (e ferrazense) aqui no dcpv.

Entrada – Salumi, Formaggio & Bruschettas.

Este prato é tão simples quanto a maioria dos que experimentamos por lá.

dsc09916

Foi só desembalar os frios, …

dsc09903

… cortar o parmeggiano, …

dsc09902

… esquentar o molho siciliano especial para bruschettas, …

dsc09898

… assim como as fatias do pão italiano que as formariam …

dsc09911

… e montar tudo num prato. Taí a belezura!

dsc09917

Como não poderia deixar de ser, tomamos um tinto italiano, o Schola Sarmenti Rosso 2011, que foi “abac, morais, cyrus, rosenesco“.

dsc09922

Principal – Pasta ao pesto de Finnochio.

Pasta ao pesto? Muito bom foneticamente.

dsc09933

E melhor ainda ao paladar. Feito como?

dsc09899

Simplesmente cozinhando uma massa bastante interessante (já que era formada por muitos tipos de macarrão) …

dsc09928

… e misturando com um pesto de finnochio (erva-doce), …

dsc09926

… além de pimenta malagueta seca e moída, …

dsc09932

… que deu um toque especial ao prato.

dsc09938

Complementamos com um vinhaço italiano, o tinto Barbera D’Asti Pomorosso Coppo 2011, que foi “quivinho, copporosso, pomodoso, v.q.c“.

dsc09936

Sobremesa – Cantuccini al Pistachio e Baci di Dona.

Esta foi fácil de fazer. Bastou abrir os dois pacotes dos biscoitos e estava pronta.

dsc09941

Não precisa nem dizer que tanto os cantuccini (biscoitos feitos com farinha de amêndoa), como os baci de dona (recheados com nutella) estavam excepcionais.

dsc09943

E melhoraram quando acompanhados pelo famoso anisete da D Anina.

dsc09948

Eis a opinião dos verdadeiros italianos:
Eatalyano ao extremo. Quero ver fazer um negócio desse parecido por aqui. rs (Edu)
Que venha a Itália. (Mingão)
Depende é “probremático”, mas a comida é boa demais! (Deo)

dsc09925dsc09939

Pronto! É claro que não consegui reproduzir fielmente o conjunto que é formado pela comida e pelo ambiente deste magnífico estabelecimento que é o Eataly novaiorquino.

dsc09937

Mas certamente a nossa união, amizade, conversa fiada e risadas colaboraram muito pra que tudo estivesse bem próximo.

dsc09920

Viva o Eataly! Dizem que um Eataly será inaugurado brevemente em SP. Torço pra que tudo dê certo, mas duvido que conseguirão manter o equilíbrio entre qualidade e preço dos similares pelo mundo. (Em tempo, já visitamos o Eataly praiano e apesar de alguns contratempos, gostamos muito).

dsc09913

Arrivederci.

.

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 633 outros seguidores

Blog Stats

  • 1,322,533 hits
outubro 2016
S T Q Q S S D
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Atualizações Twitter