dcpv – D.O.C.P. – denominação de origem controlada do paladar

número 316
05/05/2015

D.O.C.P. – Denominação de Origem Controlada do Paladar.

Volto a insistir com o Paladar. Que nada mais é do que o excelente suplemento de gastronomia que vem encartado no Estadão todas as quintas-feiras.

dsc09967

E quando li uma matéria da Patricia Ferraz (não é corporativismo! rs) sobre pratos com indicação de origem, não resisti.

dsc09966

Tive que, por obrigação, refazer todas as receitas que ela indicou.
Como mote, todas elas são clássicas e estão ou deveriam estar num livro imperdível, Genius Recipes, da Kristen Miglore, que acaba de ser lançado nos Estados Unidos.

dsc09974

Vamos lá então, ao D.O.C.P.

Entrada – Molho de tomate, cebola e manteiga da Marcella Hazan.

Eu sempre quis fazer um macarrão com molho como entrada. E esta receita revolucionária (você que gosta de molhos vermelhos, tem que fazê-la) me propiciou esta feito.

dsc09996

A Dé providenciou a massa feita em casa.

dsc09979

O molho é feito da seguinte maneira:
1 – Ponha 70g de manteiga sem sal numa panela.

dsc09970

2 – Adicione 2 latas de tomates pelados italianos, 1 cebola média descascada e cortada ao meio e sal a gosto.

dsc09971

3 – Cozinhe por 45 minutos em fogo baixo.

dsc09991

É só isso e fica uma delícia.

dsc09992

Bastou juntar o macarrão, finalizar com parmesão e correr para o “abbraccio”!!

dsc09997

Acompanhamos esta maravilha com o tinto Pinotage False Bay 2012 que foi “verdadeiro, true, verité, vero”.

dsc09999

Principal – Gratin de Arroz com abobrinha da Julia Child.

Como a Patricia escreveu, é um arroz de forno. Metido, diferente, mas um arroz de forno.
Ainda mais com a grife Julia Child (lembram do filme Julie&Julia?).

dsc00009

Comece ralando 900g de abobrinhas no ralo grosso. Transfira-as para uma peneira, com uma vasilha embaixo, ponha 2 colheres de chá de sal e deixe escorrer por alguns minutos para drenar. Importante: reserve o líquido.

dsc09969

Misture o líquido reservado da abobrinha com leite até completar 590ml e reserve. Faça 90g de arroz branco (eu fiz um Basmati).

dsc09972

Refogue 160g de cebola bem picada numa frigideira no azeite até começar a dourar. Adicione 2 dentes de alho grandes picados finamente e a abobrinha. Mexa por 5 minutos.

dsc09973

Polvilhe 2 colheres de sopa de farinha de trigo, deixe cozinhar por mais 2 minutos e tire do fogo. Aqueça o suco de abobrinha e adicione aos poucos, a panela com as abobrinhas refogadas.
Tire a panela do fogo, junte o arroz cozido e 60g de queijo parmesão ralado.

dsc09976

Unte um refratário, espalhe nele o arroz com as abobrinhas, polvilhe duas colheres de queijo parmesão e leve ao forno por meia hora.

dsc09983

Segui o conselho da Julia e servi este magnífico arroz de forno com costeletas de vitela.

dsc09985

“Una meraviglia”!

dsc00011

Tomamos mais um tinto, o Garnacha GG 2013 que achamos “consuelo, jeitoso, jeitoso, bündchen, long dong“.

dsc00014

Sobremesa – Bolo de Chocolate da Nigella Lawson.

“Esqueça as caras e bocas que a Nigella faz enquanto cozinha, com grandes decotes e ar sensual, já pronta para receber as visitas. E dê uma chance a este bolo de chocolate dela: é um escândalo – no melhor sentido”.

Patrícia, concordo com você. Este bolo é escandaloso (e foi a Dé que fez). Comece untando uma forma retangular e forre com papel manteiga.

dsc09960

Bata 225g de manteiga com 375g de açúcar na batedeira, adicione 2 ovos grandes batidos e uma colher de chá de baunilha e bata apenas para misturar.

dsc09958

Derreta 100g de chocolate meio amargo em banho-maria, espere amornar e adicione à mistura de manteiga.

dsc09953

Ponha 250ml de água para ferver. Misture 200g de farinha de trigo com 1 colher de chá de fermento químico e adicione delicadamente a manteiga e a água, uma colherada a cada vez, alternando.

dsc09959

Despeje a massa na forma.

dsc09962

Asse o bolo por meia hora em fogo médio. O bolo deve estar com a superfície firme, mas com o interior macio, ainda esponjoso.

dsc09963

Desenforme quando estiver frio e coma o mais rapidamente possível. É um verdadeiro escândalo (comemos muuuuuuito!).

dsc09965

Eis a opinião dos clássicos:
Clássico é clássico. Tudo gg! (Edu)
Special one. (Mingão)
A longdong dinner! Marvellous! (Deo)

dsc00001dsc00015

Como vocês já sabem, sou um verdadeiro fão do Paladar. E a cada dia, a surpresa positiva é maior.

dsc09952

Acreditem que parei de assinar o Estadão, mas praticamente obrigo a Flora a passar na banca de jornais toda quinta, só pra ver (e ler e degustar) todas as maravilhas que lá aparecem.

dsc09994

Vida longa ao Paladar (e que nunca se transforme naquele arremedo de suplemento de gastronomia de uma página que é o Comida da Folha).

dsc00006

Auguri.

.

 

 

2 Responses to “dcpv – D.O.C.P. – denominação de origem controlada do paladar”


  1. 1 marcialube outubro 29, 2016 às 9:04 am

    Fiquei pensando, qual foi o vinho de sobremesa que acompanhou o bolo de chocolate ?

  2. 2 eduluz novembro 9, 2016 às 12:17 pm

    Márcia, pensamos em abrir um “famoso” Tokaji, mas deixamos pruma ocasião mais nobre.

    Abs “lateharvestianos” pra vcs.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 625 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1,306,308 hits
outubro 2016
S T Q Q S S D
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: