dcpv – dia jun-ni/thirteen – Japão -Tokyo/EAU – Dubai – Choque de culturas, o jardim milagroso no deserto e o Van Gogh

15 e 16/04/2018

Dia jun-ni/thirteen – Japão – Tokyo/EAU – Dubai – Choque de culturas, o jardim milagroso no deserto e o Van Gogh!

Acordamos no domingo com chuva, muita chuva.

E como não tínhamos programado quase nada, …

… além de passear e fazer algumas compras, …

… aproveitamos pra tomar o ótimo café da manhã no Palace calmamente …

… e sem stress.

Quando menos esperávamos, a chuva já tinha parado …

.. e resolvemos sair, pra curtir Tokyo.

Fomos para Shibuya.

Dar uma olhada especialmente em papelaria, …

… coisa que os japoneses são mestres.

Fomos direto para a Tokyo Hands.

A loja é imensa …

… e muito cool.

Você passeia por ela toda e continua se impressionando com tudo o que o mercado oferece ao seu cliente.

Especialmente, o atendimento que é pessoal e muito envolvente.

De lá, andamos até a Loft, outra loja especial.

São muitos andares de coisas sensacionais.

Ainda visitamos lojas de tênis japas, …

… e algumas muito loucas de moda.

Tokyo é realmente simpática e malucona.

Voltamos pro hotel pra comer alguma coisa e …

… dar uma última olhada na região.

Daí pra frente, foi pegar o transfer …

… e nos despedirmos dum país que certamente marcou as nossas vidas.

A cultura japonesa é demais e você certamente jamais será o mesmo depois de ter contato com ela.

Pegamos o voo (11 hs) para Dubai…

… e entramos num outro mundo.

O hotel Taj é bem legal …

… e a vista do quarto, impressionante.

A grande figura do momento, o prédio mais alto do mundo, o Burj Khalifa, está cada vez mais presente.

Você o vê e admira o tempo todo.

Como chegamos muito cedo (por volta das 4:30), resolvemos dar uma descansadinha ….

… e depois de tomar um bom banho e o bom café da manhã indiano do hotel …

…. optamos por fazer alguma coisa diferente.

O resultado foi surpreendente.

Dubai Miracle Gardens como o próprio nome diz, é um verdadeiro milagre.

Imagine você ver algo muito impactante?

Pois é o que ele é.

Um jardim no meio do deserto e muito, mas muito exuberante.

São diversas formas de mostrar o que um bom projeto e bastante dinheiro podem conseguir.

Tudo é cativante e pra onde você olha, você diz: caramba!

Este certamente vale o fotoblog.

Esta sacada de utilizar personagens (Mickey, Ursinho, avião da Emirates, etc) também é demais.

Como se não bastasse, logo ali, fica o Dubai Butterfly Garden.

E é isto mesmo o que você está pensando.

O lugar é muito bacana e …

… além de você conhecer um montão de tipos de borboletas …

… ainda tem a oportunidade de que elas pousem em você.

Olha, é muito emocionante.

Segue a overdose de fotoblog.

Saímos correndo de lá, pois tínhamos um almoço reservado num restaurante especializado num fruto do mar que adoramos: o caranguejo.

Crab Market é relativamente novo, …

… mas é bem bonito …

… e tem uma vista matadora.

Afinal de contas, não é sempre que se almoça olhando para aquela belezura do Burj (e o não tão belo Anelka).

Escolhemos algumas coisas, mas a finalidade seria mesmo comer as “galinhas do mangue”.

Então, iniciamos com uma ótima salada de quinoa com avocado, coentro e pepino. Bicho grilo e bastante boa.

Eu não deixei de experimentar ostras francesas e portuguesas. Fresquissimas.

É claro que iniciamos os trabalhos com duas flutes dum bom champagne.

Como principais, as patas dos bichinhos.

Uma cozida com molho de Champagne pra Dé …

… e as outras duas assadas com molho de pimenta preta pra mim.

Ambas inesquecíveis…

… e ainda mais acompanhadas dum ótimo vinho francês.

Foi tão bom, que só nos restou voltar e táxi pro hotel (o calor estava pesado) …

… e dar uma boa dormidinha pôs voo.

Continuando com passeios diferentões, fiquei sabendo duma exposição interativa sobre a obra do Van Gogh.

Me pareceu muito bacana e interessante.

Pegamos um táxi pro Dubai Design District …

… e mais uma vez nos surpreendemos com a infra do lugar.

Ele é lindo, moderno …

… e tem mesmo um jeitão de lugar com design correndo nas veias.

Quanto a exposição, ela é mais do que demais.

Você entra, …

… vê uma breve amostra sobre a história do Van Gogh …

… e aí aparece uma sala escura com puffs pra dar uma deitada.

Aí, começa a passar um filme …

… em varias telas, com 360 graus …

… acompanhado duma trilha sonora especial …

… e você começa a delirar.

Porque a coisa toda é mesmo um delírio.

E a ideia é muito boa.

Afinal de contas, …

… em cerca de trinta minutos, …

… você vê passar na sua frente …

… toda história do gênio …

… com as suas adaptações …

… até chegar à última fase da sua brilhante carreira.

É demais mesmo e muito emocionante.

Tomara que esta exposição venha para São Paulo.

Pra completar o negócio todo, ainda tivemos um daqueles pores do sol de gibi.

Ufa, só restava o jantar.

Que seria no Thiptara, um thai bem bacana …

… e que tem como particularidade, ter uma vista fantástica do show das águas de Dubai, …

… uma vez que ele fica na beira do lago artificial, …

… praticamente um pé na areia.

Conseguimos uma mesa de frente “pro mar” …

… e ficamos observando todo o entorno, que é uma beleza.

Como não estávamos com muita fome (jet leg de 5 horas, viagem de 10 hs e andada do dia inteiro), …

… optamos por pedir 4 entradas pra compartilharmos …

Chegaram então Thom Maan Poo, crab cakes fritos com molho de pepino e amendoim, …

… Satay, espetinhos de frango marinados com curry amarelo e servidos com molho de amendoim, …

… Steamed Dimsun de vegetais com molho de vinagre negro …

… e Poh Piah, spring rolls de pato e castanhas com molho de pimenta doce.

Olha, estávamos sem fome, mas estava tão bom …

… e o ambiente também, que comemos tudo.

No restante da noite, foi observar o belo skyline da cidade (incrível como ainda existem obras magníficas sendo feitas por aqui) …

… e dormir o sono dos justos viajantes.

See U!

Veja os outros dias desta viagem:
dia um/ichi – Dubai/Tóquio – As coisas maravilhosas que o homem, mais conhecido como sheik, faz. E o Japão.
dia Ni – Japão – Tóquio – A primeira sakura a gente nunca esquece.
dia San – Japão – Tóquio – Hakone e o Inhotim nipônico.
dia Shi – Japão – Tóquio – Shibuya e Meijin Jigu, multidões japonesas.
dia Go – Japão – Kanazawa – Os primeiros Shinkansen e Ryokan, a gente nunca esquece.
dia Roku – Japão – Yamashiro Onsen – Gueixas, samurais e cerejeiras, tudo a ver.
dia Shichi – Japão – Kyoto – Uma flor japonesa desabrochando só pra nós.
dia Hachi – Japão – Kyoto – Um dos dias mais sensacionais de todos os tempos.
dia Kyu – Japão – Kyoto – Estatuas diferentes, templos diferentes: mesma emoção!
dia Jyu – Japão – Kyoto – Fushimi dos 1000 tori ao saquê.
dia Juyiti – Japão – Tóquio – Conhecendo o original l’Atelier du Jöel Robuchon.

.

 

Anúncios

0 Responses to “dcpv – dia jun-ni/thirteen – Japão -Tokyo/EAU – Dubai – Choque de culturas, o jardim milagroso no deserto e o Van Gogh”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.740 hits
julho 2019
S T Q Q S S D
« jun   ago »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: