Arquivo para 30 de maio de 2020

dcpv – terzo giorno – itália – puglia – piacere, io sono polignano a mare!

30/05/2020 (curtido em 06/05/2019)

Terzo Giorno – Itália – PugliaPiacere, Io sono Polignano a Mare!

Por enquanto, a Puglia não nos decepcionou (tem até 2 sóis).

Ela parece mesmo com uma Toscana roots, só que muito mais exótica.

A mistura bombástica de cidades bacanas com praia e campo, …

…transforma a região pugliesi numa atração sem comparação.

Hoje iniciaremos a parte aquática propriamente dita.

E com gala.

Antes disso, repetimos o café da manhã da Masseria Torre Maizza.

Excelente é uma palavra boa pra definí-lo.

Saímos correndo porque o passeio aquático pré-reservado seria em San Vito, …

… uma cidadezinha litorânea bem pequena (dá uma olhada nestas oliveiras milenares) …

… e próxima da atração maior da região, Polignano a Mare.

Na verdade sairíamos, pois o tempo estava bem ruim e o barqueiro nos avisou que o passeio não seria legal com estas condições climáticas.

Resolvemos transferir pra sábado …

… e fazer um percurso diferente, o famoso plano B.

De carro, óbvio! 😀

Saímos do hotel com uma chuva de pequena intensidade …

… e passamos por perto das ruínas romanas de Egnazia.

São legaizinhas, mas a paisagem de tudo é que encanta.

Fizemos um trecho bem slow e …

… claro que vimos lugares estonteantes.

Seguimos pelo litoral …

… até chegar perto de Monopoli e …

… retornamos ao roteiro original, …

… só que sem o passeio de barco.

Acabamos indo até San Vito.

É um lugar bem pequeno …

… e que tem como atrações, …

… a abadia do proprio San Vito e …

… a Torre Anticorsara.

Com um tempo livre, optamos pro conhecer melhor a …

… maravilhosa Polignano a Mare.

Tudo muito bonito e encantador.

Passamos mais uma vez pela Ponte Monachile, …

… fomos até a estátua do …

… cantor Domenico Modugno, …

… um ídolo por aqui.

Siom, é aquele do Volare, oô (mãozinhas pra cima)!

Descemos até a praia e …

… conseguimos tirar fotos dela …

… e de todo a turistada que se aboletava por lá.

Passamos também pelas ruínas gregas e …

… estávamos prontos pra retornar pra Ponte pra ter aquela visão especial da praia.

E olha que vimos cada um dos belvederes existentes no Centro Storico.

Todos eles apresentavam ângulos totalmente diferentes desta maravilhosa praia.

Demos uma boa passeada pelo centro …

… e nos perdemos a valer (presta atenção no Neruda no espelho da escada).

É assim que se conhece de verdade estes lugares.

Resolvemos voltar pro carro, …

… pois a chuva ameaçava cair.

Ainda tivemos tempo de ver um outro ângulo da cidade (esta é a do famoso restaurante Grotta Palazzese) …

… antes de irmos almoçar …

… no Da Tuccino.

Este restô é tido como um dos melhores quando se fala em frutos do mar.

E é.

Optamos por começar com um delicioso pulpito frito.

A Dé escolheu um gnocchete com sálvia e vôngole…

… e eu, um spaghetti ao vongole veraci.

O da Dé estava bom, mas o meu estava ótimo.

Deu vontade de chorar! Hahaha

Acompanhamos com um biancheto local e com taralli espetaculares.

O resto foi praticar o esporte que os italianos adoram: …

… comer e conversar.

Como o tempo estava meio estranho, optamos por retornar ao hotel …

… e na Itália como os italianos, …

… dar uma descansadinha após o almoço.

Não precisa nem dizer …

… que o tempo abriu completamente e …

… deu pra curtir mais um pouco todo o visual da Masseria.

Demos uma geral e voltamos pra conhecer Monopoli, …

… que é considerada a prima pobre de Polignano.

Ah, se toda prima pobre fosse assim!

Fizemos o mesmo caminho que de manhã.

Tentamos visitar uma atração lado B, o castelo Santo Stefano, que mostrou mesmo ser lado B.

Depois passamos nas praias Porto Rosso, Bianco, Nero e Verde.

E finalmente, chegamos em Monopoli.

Que é mesmo muito bonita.

Tem um centro histórico interessante e …

… vistas do mar de impressionar.

Não são tão dramáticas como as de Polignano a Mare, …

… mas tem muita personalidade.

Ainda mais com o tremendo tramonto que aconteceu.

São estes pores do sol que transmitem aquela sensação de que a viagem realmente está funcionando.

Aproveitamos também pra fazer aquilo que é primordial aqui na Itália.

Escolher um lugar legal pra comer sem compromisso.

E melhor, só porque fomos com a cara dele.

Sentamos, pedimos dois Aperol Spritz …

… e uma tábua de frios e queijos.

Pronto!

O resto foi conversar bastante, dar um monte de risadas, …

… curtir o anoitecer, …

… se embasbacar com o luar …

… e dormir o sono dos justos.

Arrivederci!

Acompanhe os outros dias desta maravilhosa viagem:
Primo giorno – Itália – Puglia – Um sonho.
Secondo giorno – Itália – Puglia – Fasano – Você sabe como se faz burrata? Já foi na Grotte di Castelana?

.

 

 

 

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se aos outros seguidores de 654

Comentários

Blog Stats

  • 1.448.714 hits
maio 2020
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Atualizações Twitter