dcpv – quarto giorno – itália – puglia – locorotondo e cisternino. que nomes bonitos de bonitas cidades.

03/06/2020 (ensolarado em 17/05/2019)

Quarto Giorno – Itália – PugliaLocorotondo e Cisternino. Que nomes bonitos de bonitas cidades!

Acordamos até que cedo, …

… tomamos o nosso ótimo café da manhã …

… e rumamos pra Locorotondo.

Tínhamos reservado um tour pra conhecer a cidade …

… e saber sobre a sua história.

Locorotondo significa o que parece.

É um lugar redondo, …

… ou seja, uma cidade circular, …

… toda branca …

… com ruazinhas irregulares e …

… muito bonitas.

Chegamos no horário, após nos deleitarmos com o trajeto cheio de trulli (aguarde os próximos capítulos) e …

… a nossa guia, a simpática e comedida Carmela, estava nos esperando.

Ultimamente tenho incluído o máximo possível de passeios guiados nas nossas viagens.

É um jeito de apoiar esta profissão tão bacana e …

… também de aumentar a nossa cultura.

E aprendemos muito.

Não preciso nem dizer que a cidade é uma gracinha (como diria Hebe).

Tem muitos cantinhos …

… fotogênicos e …

… aprazíveis.

Além de tudo isso, a Carmela acrescentou muito a esta beleza, …

… ao discorrer sobre como foi a evolução de Locorotondo desde a sua fundação, …

… que aconteceu próximo de 800DC.

Ficamos sabendo de todos as tramoias que ocorreram e …

… visitamos algumas igrejas, …

… locais onde acontecia tudo naquela época.

Pra sorte nossa, estava acontecendo uma feira livre e …

… das grandes, neste dia.

A mistura do tour com o mercado …

… tornou tudo mais legal ainda.

Demos uma volta por fora da cidade …

… pra ver a arquitetura das casinhas …

… e ter uma tremenda visão …

… de todo o Vale d’Itria.

Incrível, descobrimos que uma das famílias mais importantes da época, …

… era a dos Morelli, …

… justamente o sobrenome da minha mãe.

Vou pesquisar a nossa árvore genealógica e verificar se não temos direito a alguma herança por aqui? Hahaha

Podem me pagar em azeite e vinho que eu topo! Rsrs

Nos despedimos da Carmela e …

… aproveitamos pra passear pela feira.

Incrível a quantidade de bons ingredientes que vimos por aqui.

Segue o obrigatório maxifotoblog:

Como estávamos adiantados pro almoço, …

… optamos em dar uma passada no I Giardini di Pomona, …

… que é uma espécie de Jardim Botânico, mas daqueles bem roots.

Roots porque tudo o que você vê por lá …

… é um montão de árvores plantadas e convivendo …

…. harmoniosamente uma com a outra e todas com a mãe maior, a Natureza.

Retornamos pra Locorotondo porque era hora do almoço.

Escolhemos o restaurante U Curdunn, que é um dos melhores de toda a Puglia.

Demos uma pequena mancada, porque optamos por menus degustação e a comida acabou demorando um pouco.

Mas mesmo assim, foi muito bom.

A Dé pediu um menu vegetariano …

… e eu, um convencional.

Chegaram inicialmente vários tipos de entradinhas …

… saborosas e …

… o primo prato chegou: Spaghettoni Senatori Capelli …

… pra nós dois.

Eu continuei com um coelho muito bem feito, mas que, confesso, …

… foi um pouco a mais.

É claro que todos os ingredientes (veja o “orgogliosamente” do rótulo) …

… tinham a melhor procedência e …

… tomamos taças de vinho tinto e branco.

Continuamos o nosso tour.

A missão seria conhecer Cisternino, …

… outra daquelas cidades bacanas e brancas.

Tudo bem que tudo estava fechado (só reabrem as 5:00), …

…. mas ter uma cidade só pra você ajuda muito.

E foi o que fizemos.

Andamos de um lado pro outro …

… e gostamos muito do que vimos.

Foi super divertido e como estávamos com tempo sobrando, …

… optamos por dar uma esticada até Grottaglie …

… que é tida como a cidade da cerâmica.

O lugar até que é bacana, mas não tem quase nada lá que te atraia, ..

… a não ser as cerâmicas mesmo.

Compramos algumas bem legais e …

… aproevitamos pra conhecer a Forneria Lenti (dica do grande Luiz Horta) pra nos abastecermos de vários doces e biscoitos …

… e retornamos pro hotel.

Com direito a um fim de tarde daqueles especiais e multi coloridos.

É claro que o tremendo tramonto viria logo depois.

Segue o fotoblog multicolorido (percebam a idade e o formato das oliveiras):

Foi o tempo de tomar um relaxante banho e …

… irmos jantar.

Confesso que não esperava muito coisa, já que iríamos no restaurante gourmet do Borgo Egnazia, o Due Camini.

Mesmo porque, gourmet não combina muito com a Puglia.

Chegamos lá e o local além de requintado, …

… é muito bonito.

Optamos por pedir a la  carte …

… e foi uma sábia decisão.

A quantidade de pré pratos é impressionante, assim como a qualidade deles.

Iniciamos oficialmente com uma entrada com pratos típicos de cada uma das regiões da Puglia.

Detalhe, o prato entalhado em madeira formava o mapa da Puglia; sensacional.

Também vieram pães e focaccias feitas na casa, …

… assim como o azeite especial da Maison.

Ah, pra começar os trabalhos fomos de taças de espumante Ferrari.

Como principais, a Dé pediu um peixe do dia com diferentes molhos.

Eu, um spaghetti Senatore Cappelli com cebola e atum.

Tomamos um dos nossos bianchettos preferidos.

As sobremesas foram um capítulo a parte. Eles te levam caixinhas com ingredientes, onde você escolhe três e o chefe cria um doce com eles.

A Dé optou por frutas cítricas, morango e azeite; eu escolhi cereja, leite e ervas aromáticas.

Eis o resultado da Dé …

… e o meu.

Criativo, né?

Quando pensávamos que este devaneio estava terminando, fomos convidados pra tomar café dentro da cozinha.

E que cozinha! Parecia um laboratório da NASA italiana (seria o Naso?) …

… e lá dentro tinha dois banquinhos com uma mesa posta …

… pra tomarmos um café e conhecermos os chefes e os ajudantes que fizeram tudo.

Olha, foi uma das melhores experiências gastronômicas que tivemos nos últimos tempos. Simplesmente imperdível!

Voltamos felizes pra nossa masseria

… e pensando como alguém teve a ousadia de dar um upgrade numa refeição pugliese?

Arrivederci, com lua cheia e tudo o mais.

Acompanhe os outros dias desta maravilhosa viagem:
Primo giorno – Itália – Puglia – Um sonho.
Secondo giorno – Itália – Puglia – Fasano – Você sabe como se faz burrata? Já foi na Grotte di Castelana?
Terzo giorno – Itália – Puglia -Piacere, io sono polignano a mare!

.

 

0 Responses to “dcpv – quarto giorno – itália – puglia – locorotondo e cisternino. que nomes bonitos de bonitas cidades.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se aos outros seguidores de 654

Comentários

Blog Stats

  • 1.448.714 hits
junho 2020
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: