dcpv – tag sechs – suíça – zurich/andermatt – bondinhos de todos os tipos: circulares, teleféricos, regulares e até conversíveis.

03/08/2020 (bondeado em 31/07/2019)

Tag Sechs – Suíça – Zurich/AndermattBondinhos de todos os tipos: circulares, teleféricos, regulares e até conversíveis.

Hoje conheceríamos o que acredito ser a Suíça mais roots.

Tomamos o nosso café da manhã de primeiro mundo no The Dolder, …

… demos um até logo pra ele (certamente retornaremos em breve) …

… e rumamos pra Stanserhorn.

Ah, a Pink literalmente deu bolo! Hahaha

O caminho natural seria passando pela querida Lucerna.

Desfrutamos bastante, apesar do tempo voltar a ser instável.

Incrível como a coisa toda muda rapidamente aqui na Suíça.

Chegamos em Stanz, …

… estacionamos, …

… pagamos os nossos tickets prereservados, …

… subimos a primeira parte do trecho no formato mais tradicional possível, …

… no bom e velho bondinho …

… que anda devagar pra caramba …

… e que te faz obrigatoriamente curtir bastante a paisagem.

Note que tudo estava muito nublado.

Já depois da primeira parada, trocamos de bondinho.

E aí entrou em ação um teleférico com uma característica bem curiosa: …

… ele é conversível.

Como conversível?

É isto mesmo.

Ele tem uma parte convencional coberta, …

… a térrea, …

… mas também tem o segundo andar conversível …

… onde você sobe através de uma escada (é, estava ventando. Hahaha) e …

… curte a paisagem ao ar livre.

Demais!

Tudo bem que não tem muito o que fazer lá em cima (ainda mais com tudo nublado), …

… além de tomar um bom café e …

… tentar ver alguma coisa.

Demos uma olhada na boa lojinha e …

… descemos.

Mais uma vez, passear na parte aberta do bondinho conversível,…

… faz de Stanserhorn um passeio imperdível.

Tudo bem que terminar no bondinho caquético …

… te faz refletir se este não representaria o Brasil …

… e o conversível, a Suíça.

De lá, …

…partimos para Engelberg.

Fomos direto para o Monastério, …

… conhecer a lojinha, …

… famosa por produzir e vender produtos de alta qualidade, …

… especialmente queijos.

Compramos algumas coisas e …

… aproveitamos pra curtir a segunda experiência com bondinhos no Monte Titlis.

Este passeio é muito famoso e …

… normalmente está lotado de turistas.

Foi o que aconteceu, …

… mas como tinha comprado pela Internet, …

… não tivemos nenhum problema.

O trecho também é dividido em duas partes.

Só que neste caso, a primeira é muito mais interessante que a segunda.

Na primeira, o trecho é feito naqueles teleféricos convencionais, …

… só que fechados com vidro, …

… que além de te dar uma maior liberdade, …

… ainda te proporcionam fazer o trecho individualmente.

A paisagem é estonteante e …

… a pequena abertura do tempo colaborava para isso.

Já na segunda parte, uma multidão entra no trenzinho giratório e …

… você tem a sensação de estar na hora do rush na Central do Brasil. Hahaha

É claro que o fato de estar tudo muito nublado colaborou para esta reação.

Os passeios lá em cima até são interessantes, …

… tais como o Cliff Walk, …

… uma ponte que liga duas montanhas …

… além do contato com a neve mesmo.

O restante foram lojinhas bem ruins, …

… um restaurante que cheirava forte a temperos indianos e …

… a vontade que tivemos de sair de lá o mais rápido possível.

Na volta, descemos do teleférico no primeiro nível, …

… pra observar o belíssimo lago Trubsee, …

… com recantos incríveis e …

… paisagens de tipicamente suíças, …

… daquelas de tirar o fôlego.

Até vaquinhas dançantes com os seus …

… sininhos sonoros nós vimos (e ouvimos).

Descemos definitivamente e …

… rumamos pra Andermatt.

Chegamos ao hotel The Chedi e ficamos de queixo caído (thanks, Marcello Britto, Que bela dica).

O hotel é fenomenal.

Todo muito bem decorado, …

… com soluções incríveis para os espaços …

… e quartos imensos, …

… muito, …

… mas muito bonitos.

Estávamos mais do que satisfeitos com tudo, inclusive com a vista do quarto.

Como o tempo urge, …

… decidimos dar uma saída pra conhecer …

… o que ainda não tínhamos visto por aqui.

Dentre os locais, o passo de São Gotardo era um deles.

Só pra lembrar, passo ou Pass são aqueles serpenteios das estradas …

… pra resolver o problema de desníveis grandes existentes por aqui.

E a referência pra ver este Passo, seria o Chiosco Panorama, …

… uma lanchonete italiana, …

… sim, já estávamos na Suíça italiana, …

… onde tomamos um café com paisagem …

… e descobrimos, quase que sem querer, …

… que o Passo Primola, próximo ao São Gothardo, …

… parecia ser o ideal pra se explorar.

E foi mesmo.

Ele é todo feito de paralelepípedos, …

… com curvas de 180 graus, uma após a outra.

Vibramos muito com tudo, …

… mesmo porque ele estava totalmente vazio, …

… o que nos permitiu curtir muito o visual, …

… parar a hora que queríamos e …

… em qualquer lugar da estradinha.

Foi realmente incrível, …

… com cachoeiras …

… e lagos que também fizeram parte do tour, …

… junto com as indefectíveis vaquinhas dançantes (acho que esta bonitona cantava também)

Retornamos pro hotel, …

… mas antes passamos em Teufelsbrucke, …

… mais conhecida como a Ponte do Diabo.

Existe uma lenda neste local, …

… que diz que pra fazer a ponte, foi feito um pacto com o Diabo, …

… que assim que ela estivesse pronta, a primeira pessoa que passasse na ponte teria a sua alma confiscada pelo Danado.

Tentaram enganar o Diabo, colocando uma cabra pra atravessar …

… mas ele ficou nervoso e o negócio foi colocar cruzes pra afugentá-lo.

Sem contar que as paisagens, tais como cachoeiras, …

… rios translúcidos …

… e pontes executadas …

… nas mais diferentes épocas, …

… transformaram tudo numa grande experiência.

Como sempre, em dias de troca de hotel, …

… optamos por jantar lá mesmo.

Antes, tomamos duas flutes de Taittinger Rosé …

… no transado bar.

Note que até um Hall off Fame de esqui …

… foi montado no ambiente.

E no The Restaurant, …

… um interessante lugar …

… onde o tema é mostrar pra cada um dos ingredientes principais, …

… dois formatos de cozinha, …

… uma, a tradicional Suíça …

… e outra, a asiática.

Escolhemos iniciar com Dim Suns …

… rolinhos primavera …

… excelentes, por sinal, …

… e a Dé pediu uma truta confitada que estava dos deuses.

Eu pedi um Monkfish saboroso, temperado e …

… ambos harmonizaram muito bem com branco Rossj Bass do Gaja (de novo).

Pronto!

Estávamos preparados pra dormir o sono dos justos …

… e com a certeza, sem parcialidade, de que a parte italiana da Suíça é a mais bacana de todas! Hahaha

Arrivederci!

Veja os outros dias desta estupenda viagem:
Tag ein – Suíça/Liechtenstein – Zurich/Vaduz – Museu de árvore? Adega do Príncipe?
Tag zwei – Liechtenstein/Alemanha/Suíça – Visitando 3 países num dia só e de carro.
Tag drei – Suíça – Zurich/Basel – City tour guiado e museu Vitra Design combinam? Sim e muito.
Tag vier – Suíca – Zurich – Furka Passs and my name is Luz, Eduluz e com licença pra jantarmos com a Pink.
Tag fünf – Suíça – Zurich – Lucerna e Pink: duas superstars.

.

0 Responses to “dcpv – tag sechs – suíça – zurich/andermatt – bondinhos de todos os tipos: circulares, teleféricos, regulares e até conversíveis.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.470.283 hits
agosto 2020
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: