Arquivo para novembro \28\-03:00 2020

dcpv – endékati iméra – kefalonia – praias paradisíacas? meu nome é kefa, kefalonia.

28/11/2020 (vivido em 05/10/2019)

Endékati Iméra – Grécia – KefaloniaPraias paradisíacas? Meu nome é Kefa, Kefalonia.

Mais um dia em Kefalonia.

Ou seria Cefalônia?

As duas formas de escrever estão corretas.

Mas acho Kefalonia mais charmoso. Hahaha

Então, vamos lá.

Acordamos no horário costumeiro, …

… o tempo estava bom.

Tomamos o nosso médio (ai que saudades do …) café da manhã …

… no hotel e rumamos pro sul da ilha.

Que por sinal, é imensa.

Demos uma abastecido no possante e …

… pra não perder o costume, …

… a nossa primeira parada seria no …

… photo viewpoint …

… da belíssima Myrtos Beach.

Que estava belíssima e …

… esfuziante …

… como sempre.

Rodamos mais um pouquinho e fomos pro outro viewpoint, …

… o que fica no pós praia, …

… sentido Norte/Sul.

Novamente nos surpreendemos com a beleza desta praia.

É incrível como a cor da sua água …

… muda a cada vez que a vemos.

Acho que podemos compará-la a um por do sol marinho e azul.

Seguimos adiante, …

… mais ao sul e …

… chegamos a Lixouri.

Às vezes, as infos que pegamos na internet não batem com o nosso gosto.

E desta vez, isso aconteceu.

Lixouri pareceu mais uma Caraguatatuba.

Ou seja, meio sem graça e com umas praias mais ou menos.

Uma outra dica, indicava um mosteiro como imperdível.

E lá fomos nós rodar quase meia hora …

… por estradinhas estreitas e cheias de caprinos (divertidíssimos, por sinal) …

… pra chegar no Monastery Kipoureon, …

… verificar que não passava de uma edificação amarela …

… e pior, fechada e sem ninguém! Rsrsrs

As vezes, alguns blogueiros dão a sensação que nunca passaram no lugar que eles indicam.

Next stop? Petani Beach.

A coisa tinha que melhorar …

… porque por enquanto, com exceção de Myrtos, só bola fora!

E melhorou!

Petani é bem bacana, …

… tem uma estrutura muito boa e …

… uma água linda e limpíssima.

Continuamos explorando a parte mais pra baixo de Kefalonia e …

… chegamos a Vouti Beach.

Quer dizer, quase não chegamos.

A estradinha foi afunilando, diminuindo e …

… chegou um momento que parecia não existir nada lá na frente.

Fomos insistentes e chegamos ao horizonte perdido.

A praia é lindíssima …

… e tem um bar/restô, …

… o Alladin, …

… que é a verdadeira porta do paraíso.

Ficamos numa mesa posicionada estrategicamente de frente pro mar (😀😀) e …

… pedimos mais uma salada nacional (9.2 no MicheLuz) …

… além do suprasumo dos ótimos pratos, anchovas fresquíssimas fritas …

… pra serem devoradas como manjubinhas.

Foi o que fizemos literalmente.

Ficamos um bom tempo admirando a paisagem (slow travel, minha gente) …

… tendo certeza de que as coisas simples, …

… são o que mais gostamos atualmente.

Certamente, o conjunto da obra se transformou na melhor refeição desta ótima viagem.

Nos despedimos de lá já com saudades.

Demos mais uma passada em Myrtos

… que é realmente a übermodel daqui.

A sua água é incrivelmente azulada, …

… com vários tons sobre tons …

… além da curiosidade de se pisar em pedregulhos em vez de areia.

É bem legal.

Ah, não se esqueça de levar aquelas benditas sapatilhas de mergulho.

Elas são primordiais pra estas andanças.

Ainda fomos até o canto esquerdo, …

… onde existe uma caverna bem bacana.

Deu pra observar como os cabritinhos são malucos …

… ao chegarem bem na borda do precipício pra se alimentar.

Parecem muito com o Clovinho. Hahaha

Enfim, …

… Myrtos é uma daquelas praias …

… gregaças pra chamar de sua.

Estávamos voltando pro hotel, qdo lembrei duma dica deles mesmo.

Eles disseram que perto de lá existe um praia que é quase um paraíso.

O único senão, é que você precisa caminhar uns 20 min por uma trilha …

… dentro duma vegetação densa pra então, chegar nela.

Fizemos isto tudo e …

… foi bastante divertido.

Então a Kamilla Beach se descortinou pra nós.

Paraíso é um pouco de exagero, …

… mas a praia é bem bonita, …

… quase selvagem, …

… se bem que encontramos algumas pessoas, …

… tanto no caminho, …

… como lá mesmo.

Finalmente retornamos pro hotel (ai que saudades do …).

Tomamos um banho …

… demos uma olhada no que seriam imagens do por do sol …

… que pareceu bem bacana …

… e fomos mais uma vez …

… pra charmosa Fiscardo

… porque além dum jantar reservado, …

… aproveitaríamos pra dar mais uma volta por lá.

E foi muito bom, …

… porque a iluminação estava perfeita …

… pra aumentar ainda mais …

… a beleza do lugar.

 Compramos algumas coisinhas e …

… fomos jantar no Tassia

Ele é quase uma taverna grega daquelas populares e …

… com um menu bem clássico, como esperado.

Como não estávamos com muita fome, …

… a Dé optou por uma quase salada grega com muitos tomatinhos; …

… eu apelei prum hambúrguer com batatas cozidas …

… mais uma indefectível Mythos e pronto!

 Estávamos preparados pra cair nos braços de Hipnos!

Amanhã iremos pra Zakynthos …

… pra conhecer a última perna das ilhas gregas desta trip.

Tá léme e …

… Opa!

Veja os outros dias desta admirável viagem:
Proti iméra – Grécia/Suíça – Vitznau – Que cachoeira e que hotel!
Defteri iméra – Grécia – Suíça – Lucerna e Lauterbrunnen, a dupla Lu-La perfeita.
Tríti iméra – Suíça/Grécia – Vitznau/Santorini – Do primeiro para o terceiro e maravilhoso mundo grego.
Tetarti iméra – Grécia – Santorini – Oia, Oia, Oia e acabamos “fondo”.
Pémpti iméra – Grécia – Santorini – Red Beach, Santo Wines e o legítimo poente em Oia.
Ékti iméra – Grécia – Santorini/Mykonos – A melhor estrada entre estes dois paraisos gregos.
Évdomi iméra – Grécia – Mykonos – A nossa balada foi histórica e em Delos.
Ogdoi iméra – Grécia – Mykonos – Pequenas cidades e a maravilhosa Chora.
Enati iméra – Grécia – Mykonos/Kefalonia – Direto da Grécia mauricinha pra raiz.
Dékati iméra – Grécia – Kefalonia – Depois da tempestade vem a bonança em forma de magnífica caverna.

.

dcpv – dékati iméra – grécia – kefalonia – depois da tempestade vem a bonança em forma de magnífica caverna.

21/11/2020 (vivido em 04/10/2019)

Dékati iméra – Grécia – Kefalonia – Depois da tempestade vem a bonança em forma de magnífica caverna.

Choveu muito; bastante.

Mas estes muito e bastante foram demais.

Relampejou a noite toda, …

… com estrondos de trovões e …

… quando acordamos, estava tudo escuro (eram 8 da matina) …

… e sem energia elétrica (ironia, sem luz!).

Pensamos: hoje será um verdadeiro day off!

Como a água pluvial deu uma parada, …

… fomos tomar o frugal …

… café da manhã.

Quando saímos, surpresa!

Céu quase azul e possibilidade de passeio.

Como a energia ainda não tinha voltado, …

… tomamos um banhozinho rápido (o popular choc choc) e …

… zarpamos pra ver o que seria possível …

… já que havia previsão de mais chuva.

Incrivelmente, o céu abriu de vez e …

…  quando chegamos em Assos, …

… ele estava totalmente azul.

Assos tem um porto pequeno e …

… é literalmente …

… uma gracinha.

É toda florida …

… com umas lojinhas interessantes e …

… com uma tremenda aura …

… daqueles lugares que valeriam a pena …

… ficar um tempão.

Retornamos pra estrada e …

… como o tempo estava firme …

… paramos de novo …

… no belvedere …

… da esplendorosa Myrtos Beach.

Ela estava mais esplendorosa ainda.

E melhorou muito …

… com o aparecimento duma …

… luminescente mancha azul neon …

… em sua lateral.

Incrível!

De lá fomos pra outro lugar igualmente incrível.

A caverna Melissani é inesquecível.

Poderíamos definí-la …

… como uma excelente junção do passeio da Grotta Azzurra …

… com o das gôndolas em Veneza.

Deixa eu explicar melhor.

Ela é uma caverna alagada …

… formada por um rio subterrâneo.

O seu teto caiu …

… formando um buraco …

… onde a luz do sol entra e …

… transforma as suas águas límpidas …

… em imagens espetaculares.

Se vê o fundo dela (são mais de 15m) e …

… todas as pedras que o formam.

Além disso, ela tem várias estalactites …

… e estalagmites …

… que deixam tudo ainda mais incrível.

E pra melhorar, …

… como se isso possível, …

… o barqueiro simpático …

… nos passou muitas infos legais …

… além de arranhar umas musiquinhas gregas bem sentimentais.

Enfim, é ou não é uma mistura bacana e roots da Gruta Azul com Veneza?

Saímos maravilhados de lá e fomos pra Antisamos.

Ela é uma daquelas praias gregas paradisíacas e …

… nos surpreendeu …

… pela incrível estrutura que tem.

Cadeiras e guarda-sóis modernos …

… com caminhos de concreto …

… e um amplo estacionamento.

Tudo o que não vimos em nenhuma praia grega até agora …

… mesmo comparando com lugares como Mykonos e Santorini.

Uma pena que, por não ser temporada, …

… os estabelecimentos que servem comidas e bebidas estavam fechados.

Mas até foi bom, porque fomos pra Sami, que fica ali perto.

Ela é uma cidade maior, claro que à beira mar …

… e com uma orla bem movimentada.

Tanto, que resolvemos almoçar por lá.

E foi no restaurante Mermaid que obviamente fica de frente pro mar.

Pedimos uma salada grega roots (9 no MicheLuz), …

… moussaka pra Dé (definitivamente não é um prato que gostamos) e …

… polvo grelhado pra mim (definitivamente é uma comida que eu gosto).

Tomamos água e cerveja Mitho (também gostei dela) …

… e rumamos pra Agia Effinia.

Tentamos conhecê-la, mas foi impossível devido a chuva pesada de ontem.

O tempo piorou um pouco e começou a chover.

Resolvemos retornar em direção ao hotel e …

… optamos por dar uma esticada até Foki Beach.

Foi mais uma decisão acertada.

Esta pequena praia é totalmente diferente das que vimos até agora, …

… mais parece com um lago suíço.

As águas são transparentes, …

… nenhuma novidade, …

… mas são cercadas por uma vegetação densa …

… e muito verde, …

… o que representa uma grande novidade.

Ainda fomos reconhecer Fiscardo e …

… gostamos muito do que vimos.

Certamente é a cidade mais bacana de Kefalonia …

… com um porto transado, …

… restaurantes bacanas, …

… lojinhas interessantes e …

… e um astral lá pro alto.

Ufa, retornamos enfim pro hotel e …

… fomos nos aprontar pra ver mais um belo por do sol.

Como sabíamos que lá isto não aconteceria, …

… optamos por ir pra Alaties Beach.

Ela fica bem perto e chegamos lá na hora que o sol estava atuando.

Pra melhorar, lá tem um restô pequeno, o Beach, que fica bem na posição correta.

Pedimos dois Aperois Spritz, …

… porções de azeitonas pretas, queijo feta …

… tzatziki e …

… ficamos só observando o espetáculo do Astro Rei.

Que foi tão legal, …

… mas tão legal, que não teve final.

Na hora de entrar na água, uma nuvem apareceu …

… mas o estrago já estava feito.

Estávamos encantados com tudo.

E pra continuar o encantamento,…

… retornamos pruma saideira em Fiscardo.

Constatamos o óbvio.

Ela é mesmo uma cidadezinha imperdível e pra se vir muitas vezes.

Encontramos um daqueles bares bacanas e …

… pedimos duas merecidas flutes de Mumm …

… pra selar o que, devido a expectativa, foi um dos melhores dias …

… desta viagem.

Que continue assim. Opa!

Veja os outros dias desta admirável viagem:
Proti iméra – Grécia/Suíça – Vitznau – Que cachoeira e que hotel!
Defteri iméra – Grécia – Suíça – Lucerna e Lauterbrunnen, a dupla Lu-La perfeita.
Tríti iméra – Suíça/Grécia – Vitznau/Santorini – Do primeiro para o terceiro e maravilhoso mundo grego.
Tetarti iméra – Grécia – Santorini – Oia, Oia, Oia e acabamos “fondo”.
Pémpti iméra – Grécia – Santorini – Red Beach, Santo Wines e o legítimo poente em Oia.
Ékti iméra – Grécia – Santorini/Mykonos – A melhor estrada entre estes dois paraisos gregos.
Évdomi iméra – Grécia – Mykonos – A nossa balada foi histórica e em Delos.
Ogdoi iméra – Grécia – Mykonos – Pequenas cidades e a maravilhosa Chora.
Enati iméra – Grécia – Mykonos/Kefalonia – Direto da Grécia mauricinha pra raiz.

.

 

dcpv – énati iméra – grécia – mykonos/kefalonia – direto da grécia mauricinha pra raiz.

14/11/2022 (vivido em 03/10/2019)

Énati iméra – Mykonos/Kefalonia – Direto da Grécia mauricinha pra raiz.

Hoje seria o dia da máxima, …

… “dia de troca de hotel é dia perdido?”.

Sim, porque pegar dois voos domésticos não é fácil.

Iríamos de Mykonos, …

… que fica nas Ilhas Cíclades …

… para Kefalonia, que fica nas Jônicas.

E para tanto, sairíamos de Mykonos, …

… fazendo uma conexão em Atenas, …

… pra chegar em Kefalonia por volta das 15 horas.

E claro que tudo foi muito divertido.

Afinal de contas, …

… voos curtos entre ilhas …

… tendem a ser muito interessantes, quase panorâmicos.

Além do show de cores …

… existe o de geografia, onde você fica tentando adivinhar o que está vendo?

Com este espírito, embarcamos no aeroporto (??) de Mykonos …

… que é um verdadeiro cubículo.

E chegamos cedo pra caramba.

Foi bom, pois esquecemos algumas coisas no hotel; deu tempo do pessoal do Bill & Coo (ai que saudades) mostrar o nível do seu serviço e nos trazer tudo no próprio aeroporto.

Este hotel é bom demais (ai que saudades de novo)!

O voo de Mykonos pra Atenas foi tranquilo.

Na verdade, não deu nem tempo de curtir …

… porque foi muito rápido, …

… mas também muito bonito.

Ficamos quase duas horas em Atenas numa conexão.

As malas foram direto e …

… aí a coisa melhorou, …

… porque o aeroporto da capital grega é de respeito.

Demos uma boa pesquisada nas lojas, pois passaremos lá na volta.

Quando menos esperávamos, já tínhamos embarcado.

Ah, esqueci de falar sobre o avião.

É daqueles de 4 lugares por fileira e com hélice. Hahaha

O voo foi mais uma vez redundantemente bonito e…

… apesar do tempo estar um pouco nublado …

… a vista das mais variados recortes …

… do litoral foram encantadoras.

Aconteceram algumas turbulências, …

… mas nada excepcional.

Chegamos no aeroporto internacional (???) …

… pegamos o nosso magnífico Fiat 500 e …

… rumamos pro hotel.

Kefalonia é uma ilha bem grande.

Só pra ter uma ideia rodamos quase 1,5 hs do aeroporto (que fica no sul) até o hotel Emelisse (que fica bem no norte).

O trajeto é até bacana, …

… mas não se tem muita visão das praias.

Se bem que a visão mais marcante é a da Myrthos Beach.

Ela é simplesmente maravilhosa.

Aproveitamos que estávamos lá e …

… descemos pra conhecer a praia.

Ela é linda mesmo.

A água é de um azul transparente, …

… inebriante e …

… cultural (seria As Ilíadas?).

Demos uma olhada rápida, pois voltaremos, …

… e retornamos pro nosso caminho.

Lá em cima, ainda existe …

… um belvedere …

… onde se tem a exata dimensão de tudo. É fantástico!

Chegamos ao hotel e …

… percebemos o óbvio.

O downgrade aconteceu.

Emelisse tem resort no nome …

… e no estilo.

O nosso quarto é bacana, …

… mas um pouco datado.

A vista do mar é bonita, …

… mas um pouco encoberta.

O serviço é médio, …

… mas poderia ser bom.

Ou seja, gostamos, …

… mas poderíamos achar muito melhor (ai que saudades).

Mesmo porque tem potencial.

A Emblisi Beach, …

… que é muito bonita, …

… é quase que dentro do hotel.

Ela é pequenininha …

… pero cumpridora.

Já o hotel tem uma bonita piscina …

… de borda infinita …

… onde fica o restô que jantaremos.

Demos uma boa explorada na região.

Os jardins são exuberantes e …

… eles têm alguns locais com cadeiras …

… pra ser observar o possível por do sol.

Possível?

Sim, porque ele se põe atrás das montanhas e …

… não se pode vê-lo até o seu final (gênios, estes arquitetos).

Uma pena!

Curtimos um pouco, mesmo assim e …

… fomos comer.

Estranhamos, pois estava relampejando muito.

O restaurante é frugal e bem grego.

Até a música ambiente é, digamos, um pouco brega.

E a comida não ficou muito atrás.

Pedimos uma entrada com camarões gigantes empanados pra dividir, …

… a Dé, um peito de frango bem úmido …

… e eu, um linguini aos frutos do mar que estavam razoáveis (acho que eu vi o corpo destas cabeças em algum lugar 🙂 ).

Voltamos rapidamente pro quarto, pois estava ameaçando cair o mundo.

E, pra adiantar, só posso dizer que caiu!

Kali nychta e Opa!

Veja os outros dias desta admirável viagem:
Proti iméra – Grécia/Suíça – Vitznau – Que cachoeira e que hotel!
Defteri iméra – Grécia – Suíça – Lucerna e Lauterbrunnen, a dupla Lu-La perfeita.
Tríti iméra – Suíça/Grécia – Vitznau/Santorini – Do primeiro para o terceiro e maravilhoso mundo grego.
Tetarti iméra – Grécia – Santorini – Oia, Oia, Oia e acabamos “fondo”.
Pémpti iméra – Grécia – Santorini – Red Beach, Santo Wines e o legítimo poente em Oia.
Ékti iméra – Grécia – Santorini/Mykonos – A melhor estrada entre estes dois paraisos gregos.
Évdomi iméra – Grécia – Mykonos – A nossa balada foi histórica e em Delos.
Ogdoi iméra – Grécia – Mykonos – Pequenas cidades e a maravilhosa Chora.

.

 

 

 

 

 

dcpv – ógdoi iméra – grécia – mykonos – pequenas cidades e a maravilhosa chora!

07/11/2020 (vivido em 02/10/2019)

Ógdoi iméra – Grécia – Mykonos – Pequenas cidades e a maravilhosa Chora!

Hoje seria dia de conhecer muitas novas praias.

Mas pensamos em mudar os nossos planos, …

… já que achamos que a infra pra chegar nelas meio atrapalhadas e …

… queríamos ver alguma coisa off turismo.

Aproveitaríamos, ou melhor, nos perderíamos …

… na graciosa Mykonos Town.

Iniciamos tudo cultuando o nascer do sol, …

… além do excelente café da manhã …

… do não menos excelente Bill & Coo (ai que saudades do …) e …

… rumamos pro Norte da ilha, …

… onde dizem estar as melhores praias (sim, ainda vamos insistir um pouco) e …

… algumas cidades bacanas.

Primeiro fomos pra Agios Stefanos.

É uma prainha até que bacana e …

… com vistas da água com transparência …

… capaz de derreter qualquer coração.

Como pesquisado, no caminho estava o Farol Armenistis.

Aproveitamos pra dar uma parada por lá e …

… ver a imensidão de tudo.

Lindo!

Atravessamos novamente a ilha e …

… tentamos ir pro que seria uma das praias mais bacanas de Mykonos, …

… Agios Sostis.

Mais uma tentativa em vão.

O lugar fica lá embaixo duma pirambeira e nem tem estacionamento.

Continuamos e fomos conhecer Ano Mera.

É uma microcidade, …

… bem raiz e …

…  bacana.

O que não nos impediu de encontrarmos com uma horda de passageiros dos cruzeiros.

Mas lutamos bravamente e …

… conseguimos entrar no que é uma grande atração de lá.

O Monastério (viu, Riq?) Paleokastro é muito interessante e …

… realmente parece cenográfico.

Este vale o mini fotoblog.

Seguimos adiante pra Kalo Livadi, …

… também tida como uma praia lindíssima.

E esta não decepcionou.

Infra bacana, …

… areia fina e uma água daquelas polinésias.

Ainda passamos na filial do supermercado que vimos ontem, o Flora, …

… que realmente tem uma personalidade imensa.

Aqui também imperam a música eletrônica, …

… uma programação visual impactante …

… ou seja, um ambiente super agradável pra se comprar.

E foi o que fizemos.

Retornamos pro hotel

… só pra dar uma refrescada, …

… já que o calor era intenso e …

… fomos pra Mykonos Town, …

… nos perder.

E cumprimos com a promessa …

… de escolher um lugar pra comer meio que na orelhada.

O La Casa não decepcionou.

Pedimos o de sempre, salada grega pra Dé (8.5 no MicheLuz) …

… e um polvo pra mim.

Comida muito boa, além da posição da nossa mesa, …

… na sombra e no meio do burburinho, …

… ser bem legal.

No restante do tempo, pretendíamos fazer algumas compras, …

… passear, …

… comprar uma pouco mais (alguém lembra da Petistil?), …

… nos perder de novo, …

… comprar um pouquinho mais e …

… apreciar o ambiente agradável de Mikonos Town, …

… também conhecida como Chora.

Resultado?

Não compramos quase nada, …

… só um vestido pra Re usar como fantasia de Carnaval e …

… o restante cumprimos regiamente o planejado.

Nos perdemos muito mais uma vez, …

… (esta cidade é praticamente um labirinto) …

… passeamos muito …

… e enfim, …

… retornamos pro hotel, …

… porque era dia de arrumar as malas (olha a nossa filial helênica aí!) …

… já que amanhã de manhã e …

… bem cedo, rumamos pras ilhas Jônicas.

Mas antes, …

… apreciamos mais um …

… belíssimo …

… por do sol.

Incrível como os pores …

… do sol por aqui, …

… e nesta época do ano, …

… são totalmente diferentes.

Ainda mais quando vistos da belíssima piscina do hotel Bill & Coo (ai que saudades).

Ficamos um tempão curtindo tudo, …

… com a presença dos indefectíveis …

… Aperóis Spritz que …

… nos acompanham pelo mundo todo.

Ainda vimos a lua nascer e …

… aproveitei pra dar …

… uma passeada pelo terreno do hotel …

… com suas vistas estonteantes do mar.

Como teríamos que acordar cedo, …

… resolvemos jantar …

… no restô principal do hotel, …

… o Gastronomy Project.

Não estávamos com muita fome, …

… então optamos por pedir somente principais.

A Dé repetiu o John Dory da outra noite …

… e eu, coerente que sou, pulpeei mais uma vez. E o molusco além de bonito, estava delicioso.

Tomamos um branco advindo do Noroeste da Grécia, …

… muito bom e indicado pela simpaticíssima sommelier Maria.

Só no restou agradecer bastante ao Universo e …

… ver um fenômeno inusitado.

O por da lua ou o moonset.

Sim, a lua se pôs na nossa frente …

… e foi lindo.

Voltamos pro nosso quarto, …

… agradecemos de novo, …

… porque amanhã temos voos bem cedo.

Kefalonia que nos aguarde.

Opa!

Veja os outros dias desta admirável viagem:
Proti iméra – Grécia/Suíça – Vitznau – Que cachoeira e que hotel!
Defteri iméra – Grécia – Suíça – Lucerna e Lauterbrunnen, a dupla Lu-La perfeita.
Tríti iméra – Suíça/Grécia – Vitznau/Santorini – Do primeiro para o terceiro e maravilhoso mundo grego.
Tetarti iméra – Grécia – Santorini – Oia, Oia, Oia e acabamos “fondo”.
Pémpti iméra – Grécia – Santorini – Red Beach, Santo Wines e o legítimo poente em Oia.
Ékti iméra – Grécia – Santorini/Mykonos – A melhor estrada entre estes dois paraisos gregos.
Évdomi iméra – Grécia – Mykonos – A nossa balada foi histórica e em Delos.

.

 

 

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.469.566 hits
novembro 2020
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

mais acessados

  • Nenhum

Atualizações Twitter