dcpv – dia quinto – itália – piemonte – visitando uma vinícola e uma grapperia piemontesas. ah, já viu como se abre uma forma de parmigiano?

06/02/2021 (vivido em 14/11/2019)

Dia quinto – ItáliaPiemonte – Visitando uma vinícola e uma grapperia piemontesas. Ah, já viu como se abre uma forma de parmigiano?

Acordamos e vimos que o tempo tinha mudado.

Depois de dois dias inesperados de muito sol …

… ele prometia ser bem broncolhão.

E não é que era verdade?

Giuseppe marcou a saída do passeio pras 10:45.

Ou seja, tomamos o café um pouco mais tarde e …

… no horário previsto estávamos no ônibus …

… pra sair pra conhecer a vinícola Ascheri.

Ela fica em Bra e …

… é uma daquelas que se destacam …

… por, além de fazer um vinho de qualidade, …

… cuidar bastante do seu visual e …

… das suas instalações.

Ficamos muito surpresos.

Mesmo porque, se arquitetonicamente eles não são exatamente um primor …

… tudo é muito bonito e …

… com um jeitão mais cosmopolita do que a média.

Chegamos lá e pra variar, um dos herdeiros (o da esquerda) …

… também chamado Giuseppe, nos recebeu.

O circuito era mais ou menos aquele de sempre (como diria a nossa filha).

Vimos o local de recepção das uvas, …

… os tanques onde o mosto é formado, …

… os barris de carvalho, …

… o repouso dos vinhos de acordo com o estabelecido pelas normas e …

… a cave onde eles ficam já dentro das garrafas.

Note o esmero com que tudo foi construído, …

… com, inclusive, uma sala de projeção onde assistimos à história …

… do lugar (o Barrichello trabalhou lá? 🙂 ).

Encontramos também o dono do pedaço!

Finalmente, chegamos à degustação …

… que fica justamente na lojinha.

Experimentamos pelo menos uns 5 tipos diferentes de vinhos, …

… compramos alguns muito bons e fomos almoçar no próprio restô deles.

Nos serviram uma comida muito simples (como toda boa italiana) …

… num ambiente pra lá de agradável (esta turma é ótima) e com um resultado surpreendente.

Iniciamos os trabalhos com queijos e salames da melhor qualidade.

Louve-se a gostosura da linguiça de Bra que é servida crua e é muito saborosa (a Dé não gostou muito! Hahaha).

Tomamos vinhos branco e tinto da casa que acompanharam também um spaghetti bem al dente.

Tudo estava ótimo e …

… uma parte do grupo optou por dar uma olhada no hotel deles.

Foi muito divertido e …

… percebemos mais uma vez que a Ascheri está entrando com tudo …

… no ramo do turismo enogastronômico.

Ainda tínhamos marcado uma visita a Marolo, uma destilaria de grappa..

O processo todo de fabricação é muito interessante, …

… pois se assemelha muito ao da nossa cachaça …

… só que com o produto final muito mais nobre.

Toda a linha de produção é muito antiga.

A matéria prima utilizada é justamente o bagaço das uvas que são usadas pra se fazer os vinhos.

É um tal de destilação daqui, …

… destilação dali, …

… ao final se chega a um produto com quase 80% de álcool …

… que será devidamente misturado à água desmineralizada e …

… terá que ter entre 38 e 60% de graduação alcoólica.

Aí é só colocar em barris de carvalho e …

… aguardar o tempo necessário para a sua comercialização.

Demos uma passada na boa lojinha, mas não compramos nada …

… porque não nos damos bem com este tipo de bebida.

Começou a chover e …

… aproveitamos a proximidade pra dar uma passada …

… numa excelente loja de queijos, a Giolito.

A ideia deles é transformar queijos de qualidade …

… em varietais melhores ainda e …

… com personalidade.

E eles conseguem.

A visita foi muito interessante.

Além de obtermos muitas informações curiosas, …

… tivemos o prazer de ver o proprietário abrir …

… uma daquelas belíssimas formas de Parmigiano Reggiano (elas pesam em torno de 35kg).

Esta sequência merece o fotoblog (vejam a técnica dele):

Compramos um montão de queijos (especialmente pedaços deste “fresquinho”), …

… retornamos pro hotel, …

… porque havia previsão de neve, …

… a primeira do ano na região.

Tomamos mais umas taças de vinho com a Lourdes e o Eymard e …

… fomos nos preparar pro jantar.

Surpresa das surpresas, a neve começou a cair e tudo ficou absolutamente lindo.

O jantar todo foi muito bom, …

… mas o assunto neve predominou.

Comemos uma salada de picles com atum, …

…. gnocchi com molho de queijo, …

… coelho com ratatouille e …

… bavaroise de albicoca.

Tudo muito bom, …

… inclusive, pegamos as nossas maravilhosas colaturas di alici (influência do Giuseppe), …

… mas queríamos ver a neve ao vivo e molhada!

Encantador é a verdadeira palavra pra descrever o acontecimento.

Até amanhã, quando esperamos acordar e ver tudo nevado.

Oxalá!

Veja os outros desta viagem glutona:
Dia primo – Itália – Milao/Piemonte – Em busca da trufa branca,o fungo perfeita!
Dia secondo – Itália – Piemonte – O verdadeiro giro com Giuseppe.
Dia terzo – Itália – Piemonte – Barolo, a terra dos Barolos.
Dia quarto – Itália – Piemonte – Em busca da trufa perdida. Ou melhor, do tartufo achado.

.

0 Responses to “dcpv – dia quinto – itália – piemonte – visitando uma vinícola e uma grapperia piemontesas. ah, já viu como se abre uma forma de parmigiano?”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.




É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.469.567 hits
fevereiro 2021
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Arquivos

mais acessados

  • Nenhum

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: