Arquivo para abril \24\-03:00 2021

dcpv – first day – usa – boston – sem piadinhas, por favor!

24/04/2021 (viajado em 09/01/2020)

First Day – USA – Boston – Sem piadinhas, por favor!

E lá vamos nós pra nossa segunda NRF.

Mais conhecida como National Retail Federation.

Ela é simplesmente a feira de varejo mais importante do mundo.

Ou seja, seria uma viagem puramente de trabalho. 🙂

E desta vez, faríamos de um jeito diferente.

Os preços das passagens foram determinantes pra que escolhêssemos Boston como nossa primeira parada.

E melhor, nunca tínhamos ido pra esta cidade, …

… uma verdadeira fonte de piadinhas com o seu singular nome.

A ideia inicial seria fazer uma conexão rápida e conhecer a cidade na volta de NY.

Mas como não conseguimos um voo legal com conexão, resolvemos passar a primeira noite bostoniana.

E como chegaríamos às 8 da matina, até que daria pra dar uns bons passeios.

Fizemos um voo noturno muito tranquilo e …

… aterrissamos com um céu de brigadeiro.

A primeira impressão é de uma cidade bastante compacta …

… tanto que o aeroporto fica muito perto do Centro.

Foram só uns 15 minutos de transfer com o mineiro e brasileiro Kennedy (sempre que possível, prestigiamos brazucas que trabalham nas cidades que visitamos) e …

… chegamos ao XV Beacon, …

… um hotel boutique pequeno, charmoso e …

… que fica, obviamente, na Beacon St, no número 15.

Perto de absolutamente tudo.

Tomamos um belo banho (são ótimas as amenidades Labottega) e …

… pernas pra que te quero.

Dá-lhe Boston!

O frio estava intenso, …

… mas com sol a pino, era facilmente absorvido.

Demos uma reconhecida no que eles chamam do Central Park de lá, o Boston Common.

Fica mais bonito nesta época do ano e …

… ainda mais com a sua pista de patinação no gelo bombando.

Ah, a vista do Palácio do governo, …

… que é parte da Freedon Trail é belíssima também.

Como estávamos bem perto, …

… passamos em Beacon Hill, …

… um bairro com construções típicas, …

… aquelas casas geminadas feitas com tijolinhos vermelhos …

… onde fica a Acorn Street, …

… considerada a rua mais bonita da cidade.

E é mesmo, pois ela é bem estreita e com um piso de pedra muito curioso.

Continuamos passando pelo Public Garden …

… que fica ao lado do Boston Common e …

…fomos pra Newbury Street, …

… considerada a principal rua comercial de Boston.

Lá estão as grandes marcas, …

… as lojas típicas e muitos cafés.

Foi o suficiente pra pararmos num, …

… tomar belos capuccinos, dando uma boa fugida do frio.

Como era bem perto, …

… (Boston toda é muito fácil de circular), conhecemos os dois principais shoppings da cidade, …

… o Prudential Center e o Copley Place …

… que são conectados por uma passarela coberta.

Curioso, né?

Era hora do almoço.

Aproveitamos pra ir num velho conhecido nosso, o Eataly.

Que neste caso é novo (acabou de abrir) e …

… tem o estilo do Eataly dos velhos tempos.

Nada a ver com aquele fantasma paulistano.

Como é um Eataly roots, …

… tem uma Piazza , …

… onde comemos uma ótima mozzarella de búfala, salame, mortadela e …

… tomamos duas taças dum excelente branco Gavi de Gavi.

Simplesmente excelente.

Demos mais uma passeada por lá, …

… vimos um montão de coisas que prometemos comprar quando da nossa volta e …

… continuamos o tour.

A próxima parada seria na Mary Baker Eddy Library.

É lá que fica o Mapparium, onde você faz um tour guiado por dentro dum globo terrestre …

… com a curiosidade dele ter a divisão dos países como vigorava em 1935 e …

… com uma acústica muito interessante.

Sensacional e uma pena que não se pode tirar fotos livremente.

Ainda bem que …

… existe o maravilhoso Santo Google.

Bem ao lado, fica uma loja de moda extremamente curiosa.

Bodega é realmente uma bodega, visto que a sua entrada é uma lojinha de alimentos.

Só que quando você ultrapassa a porta, lá dentro tem um montão de roupas malucas sendo vendidas.

Interessante demais.

Como já estava escurecendo e …

… o sol estava se pondo maravilhosamente …

… com o não menos nascer da lua …

… resolvemos andar só mais um pouquinho, …

… passar na linha de chegada da Maratona de Boston e …

… onde aconteceu aquele atentado há uns anos atrás.

Triste, mas curioso também.

Devido ao frio reinante, …

… ao cansaço, …

… não se esqueçam que chegamos hoje de manhã, …

… optamos por pegar um Uber, …

… retornar pro hotel pra dar uma descansada e …

… sair pra comer alguma coisa.

Optamos por ir num wine bar bem próximo.

haley.henry é um lugar bem charmoso, quase que uma pocilga chic.

Acredita que eles trabalham com ótimas sardinhas em lata especiais e super tenras? Foi o que pedimos…

… além de uma tábua de frios e …

… tostada de aliche com manteiga abaunilhada.

Tudo acompanhado de um ótimo vinho branco francês.

Isto é o que podemos chamar de comfort food e uma refeição perfeita.

Só nos restou retornar pro hotel debaixo dum puta frio e …

… dormir o sono dos que viajaram naquele dia.

See U.

.

 

dcpv – dia tredicésimo – itália – milão – che bella cidade!

10/04/2021 (vivido em 22/1/2019)

Dia Tredicesimo – ItáliaMilão – Che bella cidade.

Dia de dizer até breve à nossa querida Itália.

E nada mais representativo do que fazer o Dolce Far Niente aqui em Milão.

Tudo bem que esta cidade, …

… contemporânea que é, …

… não seria bem um lugar pra não se fazer nada.

Mas optamos por fazer isso à nossa maneira.

Como cabe bem ao clima milanês, …

… estava chovendo.

Mas isto não nos abateu.

Tomamos o nosso café da manhã e …

… fomos bater pernas, …

… aproveitando pra fazer as últimas compras.

E seriam muito especiais.

Zarpamos direto pra Peck.

Pra quem não sabe, …

… ela é um super sex shop.

Lá você encontra o fino da gastronomia italiana, …

… que convenhamos, não é pouca coisa.

Extrapolamos um pouquinho e fizemos uma boa feira.

Tomates, cebola, alho, erva doce e …

… carne (pra fazer uma legítima carne cruda) foram providenciados.

Além da visita obrigatória à adega deles …

… que é um verdadeiro santuário.

Passamos também na Princi, …

… aquela padoca de respeito …

… onde compramos pães e …

… focaccias de primeira.

Também demos uma boa volta pelo famoso centro, …

… Duomo e Galleria incluídos.

Resolvemos beliscar no bar do próprio hotel.

Caprese pra Dé, …

… hambúrguer de fassona pra mim e …

… pinots pra nós (Grigio pra Dé e Noir pra mim).

Pronto!

Daí foi só dividir o peso de tudo o que compramos nas malas (trabalho árduo), …

… pegarmos o nosso transfer, …

… nos divertindo muito com a italianice do driver Marco e …

… Latam diretamente e sem escalas pra Nova Toscana.

É, esta viagem foi muito legal e …

… nos deixou muitas boas experiências.

1 – Passear pelo Piemonte com os olhos do chef Giuseppe Gerundino foi incrível.

Não imaginávamos, a esta altura do campeonato, que uma viagem em grupo seria tão legal.

Tudo bem que o grupo também ajudou muito, mas a liderança inconteste e o charme do GG uniram tudo.

2 – Estamos nos devendo um tour solo pelo Piemonte pra curtir mais as cidades e comer um pouco menos.

Acho que esta viagem deveria acontecer fora do período dos tartufos biancos. 🙂

3 – A Suíça é mesmo uma maravilha.

A parte italiana estava faltando no nosso currículo e não foi surpresa alguma descobrir que ela é incrível.

Ah, Lugano é uma cidade maravilhosa.

4 – Já marcamos uma viagem só pra região dos Lagos italianos (em tempo, mal sabíamos o que aconteceria).

Lagos Maggiore, d’Orta, Como e Garda merecem exclusividade.

5 – Milão é charmosa demais.

Arrivederci.

Veja os outros desta viagem espetacular:
Dia primo – Itália – Milao/Piemonte – Em busca da trufa branca,o fungo perfeita!
Dia secondo – Itália – Piemonte – O verdadeiro giro com Giuseppe.
Dia terzo – Itália – Piemonte – Barolo, a terra dos Barolos.
Dia quarto – Itália – Piemonte – Em busca da trufa perdida. Ou melhor, do tartufo achado.
Dia quinto – Itália – Piemonte – Visitando uma vinícola e uma grapperia piemontesas. Ah, já viu como se abre uma forma de parmigiano?
Dia sexto – Itália – Piemonte – Dá pra comer caracol, ops, escargots?
Dia settimo – Itália – Piemonte – Cerveja piemontesa. Tudo a ver.
Dia ottavo – Itália/Suíca – Piemonte/Lugano – Do primeiro pro primeiríssimo mundo.
Dia nono – Suíça – Lugano – Orta San Giulio, Stresa, Bellinzona: cidades ítalo-suíças ou seriam suíço-italianas?
Dia decimo – Suíça/Itália – Lugano – Onde, quando, como? Sim, o lago.
Dia undicesimo – Suíça/Itália – Lugano/Milão – Cidades maravilhosas com ugares tanto quanto (LAC, Parco Ciani, La Rinascente, Starbucks Reserve 
Dia dodicesimo – Itália – Milao – Seguindo os passos do leozinho, o Da Vinci.

.

 

 

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se aos outros seguidores de 655

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.467.143 hits
abril 2021
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Atualizações Twitter