Archive for the 'comida' Category

dcpv – desta campanha nós gostamos

número 409
27/01/2015

Desta Campanha nós gostamos.

“Uma Itália quente, festiva, colorida e agraciada pela natureza. O interior de vales e montanhas contrasta com a linda Costa Amalfitana e com a ilha de Capri.

DSC08829

Em Nápoles, capital da Campanha com vista para o Vesúvio, nasceram dois dos principais símbolos da cozinha italiana: a pizza e o espaguete à Puttanesca”.

DSC08847

É assim a apresentação do livro da coleção Cozinhas da Itália referente a região da Campanha.

DSC08866

Mais uma vez (já nem sei contar quantas) apelei pra estas receitas simples e saborosas da gastronomia italiana.

DSC08825

Vamos então, ver o que que a Itália tem.

Entrada – Insalata Caprese e Mozzarella in carrozza.

Bom, a Caprese eu nem preciso explicar, tamanha a facilidade que a encontramos nas cantinas italianas de SP.

DSC08836

Segue o minifotoblog:

DSC08827

DSC08832

DSC08838

Já a Muçarela (é estranho escrever com cedilha) “na carruagem” é quase que um minisanduba. E é delicioso.

DSC08839

Pra fazê-los, basta cortar fatias de pão de forma em discos de 8 cm.

DSC08820

Cubra metade deles com muçarela de búfala ralada e salpique sal.

DSC08822

Feche com os discos restantes e empane com farinha e ovos batidos.

DSC08828

Frite em óleo bem quente, dourando os dois lados. Sirva quente.

DSC08841

No nosso caso, o azeite da Caprese deixou a Mozzarella mais gostosa ainda.

DSC08843

Acompanhamos estas entradas com um vinho espanhol, o Garnacha Punto y Coma 2009 que foi “basta, punto final, manquinho, como y punto“.

DSC08848

Principal – Spaghetti alla Puttanesca.

Esta receita também é manjada por aqui, mas não menos saborosa.

DSC08860

Pra prepará-la, refogue um dente de alho picado e uma pimenta dedo-de-moça também picada em azeite.

DSC08814

Junte 100g de filés de anchova e desfaça-os com um garfo.

DSC08812

Adicione duas latas de tomate italiano (de preferência San Marzano), 100g de azeitonas pretas, 100g de alcaparras.

DSC08818

Misture bem e deixe apurar, em fogo baixo, por cerca de 20 minutos.

DSC08852

Enquanto isso, cozinhe a massa conforme as especificações.

DSC08851

Sirva com o molho devidamente agregado.

DSC08862

Olha, ficou espetacular.

DSC08871

Harmonizamos, por incrível que pareça, com um vinho da Georgia (ideia do Mingão), o Saperavi Teliani Valley 2011 que não se sobrepôs ao espaguete e foi “sopa de letrinhas, pereira, gomide, sandresco”.

DSC08875

Sobremesa – Tarallucci di liquore.

Estes biscoitinhos foram feitos pela Dé.

DSC08809

Misture 2 ovos com 2 colheres de sobremesa de açúcar e 1 cálice de licor de laranja (Grand Manier) e acrescente essência de baunilha e canela a gosto.

DSC08801

Vá juntando cerca de 300g de farinha de trigo aos poucos, enquanto amassa, até ficar consistente, como uma massa de pão.

DSC08803

Divida esta massa em 30 porções, modele os rolinhos e una as pontas pra formar anéis.

DSC08805

Frite-os submersos em abundante óleo quente e deixe-os escorrer em papel absorvente.

DSC08807

Ficaram um pouco sem graça e o jeito foi colocar açúcar e canela, além de principalmente serví-los com uma boa dose do anisete da D Anina, minha mamãe.

DSC08877

Eis o que os adoradores de Campanha (não política!!) acharam:
Que bela campanha. Viva a Itália! (Edu)
A melhor campanha do ano, Clio Awards (Mingão)
Ora dirias comer delícias! Foi isso! (Deo)

DSC08850DSC08872

Me diz se um lugar que prima por ter anchova, avelã, castanha, cogumelo, espaguete, figo, flor di latte, limão, muçarela de búfala, nhoque, presunto, tomate, ricota, vôngole como ingredientes representativos não tem tudo pra formar menus inesquecíveis?

DSC08867

Pois foi o que a região italiana de Campanha nos deixou.

DSC08870

E melhor, ficou também a extrema vontade de conhecer esta região toda e provar estas delícias in loco. Huuuuuuuuummmmm!

DSC08811

Arrivederci.

.

 

dcpv – um dia especial e ferrarista em milão.

29/11/14

Um dia especial e ferrarista em Milão.

Tudo começou, pra variar, através do dcpv.

DSC08242

O Kleber Ricardo, um engenheiro (olha o corporativismo) brasileiro que mora em Milão com a esposa, a também brasileira, Vanessa, deu uma comentada informando que gostaria de entrar em contato com a Maria.

DSC08283

Incrível como através deste post, muita gente confundiu a Maria como sendo uma guia brasileira na cidade.

DSC08345

Depois que eu esclareci que na verdade ela é somente uma amiga, o Ricardo apresentou a empresa dele, a Scuderia Moro Milano.

DSC08280

E veja só que coincidência!

DSC08335

Eles montaram uma empresa e fazem tours pra você dar uma volta de Ferrari (o automóvel é deles).

DSC08289

Daí até marcarmos um passeio no sábado que estaríamos em Milão foi um pulo.

DSC08284

Portanto, dia 29/11/14 às 10:30 estávamos lá, no local indicado e a espera de ouvir os roncos que só o motor de uma Ferrari sabe proporcionar.

DSC08294

Pra começar, o lugar marcado é bem bacana. Fica num café distante do centro de Milão (quase meia hora) o Caffé Le Delizie, mas convenientemente próximo duma autopista.

DSC08298

A empatia entre todos foi imediata. É claro que ficamos sabendo toda história deles (que é bem bacana) e logo depois iniciei o que seria propriamente o test drive.

DSC08293

O Ricardo começa explicando os princípios básicos pra se dirigir um bólido deste, uma Ferrari F430 …

DSC08300

… e logo depois você se vê comandando esta máquina.

DSC08295

Olha, é uma sensaçào única.

DSC08301

E a melhor de todas é quando você está na autoestrada, dá uma tremenda arrancada e sente os cavalinhos rompantes.

DSC08288

Taí uma outra Disney feita especialmente para adultos.

DSC08291

O passeio é mais do que recomendado e não exite em mandar um email pra eles pra perguntar o que quiser e terminar marcando o tal tour.

DSC08292

Você não se arrependerá.

DSC08285

Mesmo porque, você está em Milão!

DSC08302

PS – Fiz questão de pagar o tour, portanto, esta é uma opinião totalmente isenta. O passeio realmente vale a pena.

DSC08299

Este foi o gran finale da nossa aventura piemontesa. Espero que todos tenham gostado, porque nós estamos marcando a próxima.:)
Arrivederci.

Veja os outros dias desta viagem:
dia uno – Chegando e reconhecendo o Piemonte
Dia due – Barolo, a cidade.
dia tre – Piemonte – Olha que nome legal de cidade: La Morra.
Dia cuatro – Uma trinca quase perfeita: Coppo, Piazza Duomo e Vietti.
dia cinque – Vendo as borbulhas de Asti e sexshopeando no Eataly.
Dia sei – Fomos pra Ne-i-ve.

.

 

 

 

dcpv – food network – rachael ray – 30 minutos.

número 408
20/01/2015

Food Network – Rachael Ray – 30 minutos.

Toda vez que viajamos para o exterior, ficamos vidrados nos canais de culinária/gastronomia que existem nas tvs de lá.

DSC08732

Dentre eles, o Food Network, um dos melhores.

DSC08731

E não é que zapeando por aqui, descobri que ele está na grade da SKY e melhor, em HD (canal 92-1).

DSC08786

Pronto! Rapidamente ele se transformou numa das referências daqui de casa e a qualquer hora estamos vendo programas muito bem editados e bastantes interessantes.

DSC08751

Dentre eles (e na atual filosofia do dcpv) está o Cozinhando em 30 minutos com Rachael Ray, que como o próprio nome indica, apresenta receitas boas feitas em meia hora.

DSC08743

Vamos, então, ao menu feito em 30 minutos.

Entrada – Salada “Fora do Sírio”.

O trocadilho até que é bom. Mas a salada certamente é muito melhor. Ela é quase uma Fatuche (quem já comeu no Almanara, vai saber).

DSC08761

Inicie preparando os pães sírios separadamente. Preaqueça o forno a 180°C. Coloque pedaços de pão sírio numa assadeira grande e pulverize com spray de azeite para cozinha (eu não tinha, então passei azeite com um pincel).

DSC08758

Misture temperos (1 colher de chá de cada: cominho em pó, sementes de coentro em pó, flocos de pimenta calabresa, óregano seco e páprica). Polvilhe sobre o pão e asse por cerca de 10 minutos, ou até dourar.

DSC08734

Enquanto isso, misture 1 dente de alho ralado, suco de 2 limões sicilianos, 1/3 de xícara de azeite, sal e pimenta numa saladeira. Adicione 1 pímentão verde e 1 vermelho, sem sementes e picados, 1 tomate picado, 1 cebola roxa picada, 1/2 xícara de salsinha picada e 1/2 xícara de hortelã picada.

DSC08739

Junte os pedaços de pão sírio e mexa.

DSC08755

Taí mais uma daquelas receitas que combinam perfeitamente com este calorão, além de ser muito saborosa e crocante.

DSC08763

Tomamos um bianchetto italiano, o Vernaccia de San Gimignano 2013 que foi “perfecto, otelo zelloni, edu e dé, cotcha seca“.

DSC08765

Principal – Massa com frutos do mar e molho cremoso de jerez e tomate.

Para fazer o molho, aqueça uma frigideira grande em fogo médio com um pouco de azeite.

DSC08744

Adicione 400g de shitake (sem os caules e fatiados), 1 cebola grande picada, 3 dentes de alho picados finamente e flocos de pimenta-calabresa seca a vontade.

DSC08745

Refogue por 5 minutos, deglace com 1/2 xícara de jerez, junte 1/2 xícara de caldo de peixe e 1 lata de tomate pelado e espere ferver.

DSC08749

Coloque então os frutos do mar da sua predileção (eu usei uma daquelas misturas feitas para paella, compradas no sex shop) e cozinhe até eles ficarem al dente.

DSC08746

Finalize com um punhado de salsinha picada.

DSC08754

Enquanto isso, cozinhe 500g de penne conforme as instruções do fabricante.

DSC08771

Misture o macarrão ao molho e aproveite a oportunidade.

DSC08779

Fica realmente delicioso.

DSC08791

Pra melhorar, fizemos uma harmonização muito boa com um tinto da California, um Zinfandel Niles 2012 que achamos “seinfeld, newmann!!!, constanza, cellullation“.

DSC08790

Sobremesa – Sorvete de Abacaxi.

Mais um sorvete (é claro que as temperaturas saáricas estão colaborando). E este foi uma tentativa de homenagear a minha querida sogrinha, a D Vera, que adora sorvete, especialmente de abacaxi.

DSC08730

Belo e pampeiro, pedi pra Flora fazer o suco de um abacaxi maduro, juntei uma lata de leite condensado e as mesmas quantidades de creme de leite e leite.

DSC08728

Misturei tudo num liquidicador e coloquei esta mistura na minha máquina de sorvete, a Ferrari.

DSC08729

Olha, ficou bom, mas não maravilhoso. Acredito que o suco natural de abacaxi tenha dado esta sensação de amargor (acho que eu deveria ter usado uma garrafa de suco industrializado).

DSC08797

Eis a opinião dos maníacos por culinária na TV:
Hot! Hot! Hot! (Edu)
Eu voltei, agora pra ficar (Deo). (Mingão)
Daqui não saio, daqui ninguém me tira!! (Deo)

DSC08768DSC08796

Pronto! Com o aparecimento de astros com Rachael Ray, Giada di Laurentis, Bobby Flay, Guy Fieri e outros menos votados, as nossas noites contam com uma opção bacana pra se assistir TV.

DSC08782

Quando será que as tvs abertas embarcarão nesse trem gastronômico, heim? (vide o sucesso estrondoso que o Masterchef obteve!).

DSC08764

Até.

.

 

 

 

 

dcpv – piemonte – dia sei – fomos pra ne-i-ve.

27/11/14

PiemonteDia sei – Fomos pra Ne-i-ve.

O dia amanheceu nebuloso.

DSC08001

E úmido.

DSC08004

Estávamos um pouco livres, pois o nosso roteiro indicava apenas que conheceríamos Neive, uma cidade bem pequena e muito bonita.

DSC08099

Como mudança de planos, optamos por ir pra Alba antes do almoço.

DSC08022

E não nos arrependemos, já que Alba é bem bacana também.

DSC08024

Andamos pelo centro histórico todo, …

DSC08017

… passamos pelo Duomo …

DSC08006

… e por várias igrejas, …

DSC08009

… além de toparmos com muitas construções antigas …

DSC08018

… e interessantes.

DSC08019

Incrível como a história passou por aqui …

DSC08012

… e se instalou tão naturalmente.

DSC08011

Como tínhamos um pouco de tempo antes da reserva pro almoço, …

DSC08025

… decidimos conhecer a filial do melhor sex shop do mundo, o Eataly, que fica ao lado cidade, em Monticello D’Alba.

DSC08026

A loja é bastante modernosa, …

DSC08027

… muito menor que a de Turim, ..

DSC08029

… mas também muito interessante.

DSC08030

Ali você também encontra tudo o que precisa pra fazer a sua vida mais feliz.

DSC08031

Pronto, era hora do almoço.

DSC08058

E resolvemos retornar ao restaurante La Luna nel Pozzo, em Neive, cujo proprietário é o Dr Césare.

DSC08052

Da outra vez, ficamos entusiasmados com a eloquência e a capacidade que ele tem de elevar a sua cidade e os produtos que compõe as suas refeições. E desta vez não foi diferente.

DSC08049

Chegamos ao restaurante e lá estava o Dr Césare a postos, pronto a nos mostrar tudo o que é feito em Ne-i-ve (é deste jeito e falando separadamente que ele se refere a sua cidade).

DSC08075

Demos uma boa olhada no menu e no lugar, …

DSC08050

… enquanto o Dr Césare nos oferecia flutes dum espumante feito em Ne-i-ve.

DSC08046

Fomos frugais nos pedidos: as mulheres pediram simples polentas com muita trufa branca …

DSC08063

… enquanto nós, fomos de Tonato, non tonato uma mistura interessante de coelho com vitela.

DSC08065

Tudo muito bem feito e melhor ainda acompanhado por vinhos de Ne-i-ve.

DSC08056

Como principais, todos pediram um risotto com fondutta de queijo e trufas brancas, muitas trufas brancas.

DSC08078

Pra harmonizar um vinho tinto indicado pelo próprio Dr Césare. Só poderia ser de Ne-i-ve.

DSC08070

Pra não deixar passar batido, o Eymard pediu uma sobremesa, um bolo de chocolate com sorvete de baunilha …

DSC08084

… e nós 3 (exceto a Lourdes) mais três cafés expressos servidos nestas charmosas xícaras.

DSC08085

Pronto! Tínhamos repetido um dos melhores programas da nossa outra viagem ao Piemonte, e melhor, com o nível de tudo sendo mantido a todo momento.

DSC08082

Aproveitamos que estávamos lá e desta vez fomos conhecer melhor Neive (Ne-i-ve).

DSC08091

E a cidade é mesmo tão bonitinha e aconchegante que vale a pena mostrar um pequeno fotoblog com os melhores momentos.

DSC08098

DSC08100

DSC08103

DSC08105

DSC08109

DSC08107

DSC08111

DSC08115

Ainda tentamos passear por Mango, mais uma cidade pequena da região, com o seu museu a céu aberto, mas a única coisa que conseguimos foi ver muuuuuita neblina.

DSC08118

Voltamos ao hotel pra dar uma descansada e retornar pra Ne-i-ve, pois jantaríamos lá.

DSC08125

Não, não repetiríamos a casa do Dr Césare, mas sim iríamos a um restaurante desconhecido, o La Contea.

DSC08142

Antes disso, aproveitamos todo o mistério noturno do lugar e fomos fazer uma happy hour numa enoteca (não marquei o nome) …

DSC08135

Tomamos um bianchetto, o Arneis Roeiro e rumamos pro restaurante.

DSC08137

Que é velho, muito velho!

DSC08140

E bastante charmoso.

DSC08141

Não preciso nem dizer que só nos quatro estávamos lá.

DSC08178

E que foi uma das melhores e mais divertidas refeições de toda a viagem.

DSC08155

O atendimento, feito pelo JeanLuca e pela Daniela foi espetacular.

DSC08181

Como estávamos sem muita fome, escolhemos degustar o melhor grissini da viagem …

DSC08147

… e optar por pratos principais com trufas.

DSC08016

As damas escolheram gnocchi …

DSC08152

… e nós, tagliatelle.

DSC08154

Todos impecavelmente bem feitos.

DSC08143

Acompanhamos com um Barbaresco orgânico da casa, por sinal, muito bom.

DSC08151

Num arroubo, pedimos uma degustação de queijos pra cada casal.

DSC08162

E emendamos um outro Barbaresco da casa.

DSC08168

Três expressos depois, nos foi oferecido um passeio pelos porões da casa.

DSC08166

Mais um espetáculo…

DSC08170

… onde não nos furtamos em acompanhar a quantidade de história …

DSC08173

… e de tradição que estes lugares te proporcionam.

DSC08176

É realmente uma viagem no tempo.

DSC08183

Estávamos voltando pro hotel, quando cruzamos com um lugar, que imaginávamos ser uma enoteca e que parecia uma igreja.

DSC08197

Na verdade, era um bar local onde tinha um montão de velhinhos jogando baralho e que parecia mais uma filial da igreja católica local.

DSC08193

Pedimos mais um Barbaresco e descobrimos mais um segredo crucial piemontês: …

DSC08189

… Barbaresco vai muito bem com cheetos!:)

DSC08195

Depois de todo este divertimento e como estávamos perto do hotel, só nos restou voltar e dormir o sono dos justos.

DSC07617

Não, juro que ninguém pensou em tomar uma saideira!

DSC08149

Uau, que dia espetacular em Ne-i-ve!

DSC08113

Arrivederci.

Veja os outros dias desta viagem:
dia uno – Chegando e reconhecendo o Piemonte
Dia due – Barolo, a cidade.
dia tre – Piemonte – Olha que nome legal de cidade: La Morra.
Dia cuatro – Uma trinca quase perfeita: Coppo, Piazza Duomo e Vietti.
dia cinque – Vendo as borbulhas de Asti e sexshopeando no Eataly.

.

dcpv – mingão e rita lobo – tudo a ver

Número 407
13/01/2015

Mingão e Rita Lobo – Tudo a ver.

O Mingão apareceu por aqui numa destas terças da vida dizendo que tinha feito uma receita incrível de peixe no final de semana.

DSC08707

Eu fiquei com isto na cabeça e por conta de falta de ideia do que fazer, resolvi perguntar pra ele, através do whatsapp, como se fazia?
Resultado? Teremos por aqui a primeira receita feita através desta tecnologia.

DSC08667

E pra complementar, dei uma pesquisada no site Cozinha Prática, da Rita Lobo, até encontrar alguns pratos que se encaixariam com este calor saárico reinante nestes dias (e noites).

DSC08698

Vamos lá, então, a este encontro inusual e bacana!

Entrada – Gaspacho

Esta receita é da Rita Lobo. E é tão fácil de fazer, quanto se encaixa neste clima veranesco.

DSC08693

Para fazer, basta liquidificar 200ml de suco de tomate e 1 fatia de pão amanhecido.

DSC08656

Enquanto isso, corte em pedaços meio pepino japonês e 1 rodela de pimentão vermelho. Coloque no liquidificador.

DSC08662

Adicione um dente de alho descascado, ½ colher de sopa de vinagre de vinho tinto, ½ colher de sopa de azeite e bata por 2 minutos, até formar uma sopa lisa. Tempere com sal e pimenta do reino.

DSC08692

Deixe gelar e sirva. Ficou realmente delicioso e combinando muito com a temperatura vigente.

DSC08697

Pra melhorar, tomamos um bom espumante, o Prosecco Fantinel Extra Dry, que achamos “fresco, uvanel, balde“.

DSC08689

Principal – Peixe no forno com farofa.

Como eu já citei lá em cima, esta eu peguei com o Mingão e através do watsapp:
Mandei a seguinte mensagem pra ele: fala, Dr. Estou procurando receitas e lembrei do seu peixe. Como é mesmo?
Ele respondeu: é só misturar farinha de rosca, mais ou menos 200g com 100g de queijo parmesão ralado e raspas de limão.

DSC08708

O peixe é temperado antes (com sal e pimenta).

DSC08664

É só passar em manteiga líquida e empanar bem na farinha e levar ao forno.

DSC08675

Colocar bastante farofa na parte de cima porque fica uma delícia.

DSC08679

Ah! Servi com um bom arroz basmati feito conforme manda a tradição, ou seja, somente com água fervente e finalizado com couve refogada.

DSC08705

É simplesinho e gostosinho.

DSC08709

Tá certo, Dr. Em ambas definições.

DSC08712

Tomamos um bianchetto muito bom, o Sauvignon Blanc Santa Carolina 2014 que foi “éclair, sorvetoso, ferraz”.

DSC08716

Sobremesa – Crocante de pêssego.

Mais uma da Rita Lobo (aquele programa dela, o Cozinha Prática do GNT é muito bom).

DSC08722

Preaqueça o forno a 200°C. Passe os pêssegos em calda duma lata por uma peneira, lave bem em água corrente.

DSC08671

Enquanto isso, numa tigela junte 50g de manteiga gelada, ½ xícara de chá de farinha de trigo e 3 colheres de sopa de açúcar demerara. Misture com a ponta dos dedos até formar uma farofa grossa.

DSC08681

Transfira os pêssegos com a cavidade pra cima para um refratário e preencha com a farofa, levando pra assar por cerca de 20 minutos, até dourar.

DSC08682

Sirva quente com sorvete de baunilha (feito em casa e de preferência, na Ferrari).

DSC08725

Eis a opinião dos improvisadores:
Um luxo. O peixe estava sublime! (Edu)
Beleza, tudo ótimo! (Mingão)

DSC08701DSC08726

Pronto!

DSC08663

Ficou provado mais uma vez que não é necessário ter um fio condutor pra que surja um menu inesquecível.

DSC08721

Bastam boas receitas (e um pouco de química entre elas).

DSC08688

Bye.

.

dcpv – piemonte – dia cinque – vendo as borbulhas de asti e sexshopeando no Eataly.

26/11/14

Piemonte – dia Cinque Vendo as borbulhas de Asti e sexshopeando no Eataly.

Acordamos junto com o dia mais broncolhão de todos. Tudo muito nublado e chuvoso.

DSC07829

Tomamos o nosso café da manhã no hotel

DSC07832

… e zarpamos pra Asti

DSC07836

Que não é uma cidade usualmente utilizada como referência piemontesa.

DSC07841

Mas que é bem bacana, ah, isso é.

DSC07840

Dirigimos bastante (quase uma hora) até chegarmos lá.

DSC07838

A neblina continuava pesada.

DSC07833

Chegamos e andamos muito.

DSC07850

Estacionamos próximos a uma feira livre.

DSC07863

Ver produtos de qualidade é sempre muito bom.

DSC07865

Asti é conhecida além dos espumantes que produz, pelas sua Torres antigas …

DSC07839

… e por ter um Pálio que concorre com o de Siena.

DSC07857

Vimos várias destas torres.

DSC07856

Também passamos pela igreja de San Secondo …

DSC07853

… e pelo Duomo.

DSC07861

Sabe que foi legal nos perder por uma cidade totalmente desconhecida …

DSC07848

… e praticamente sem referências?

DSC07854

Até tomamos um sorvetinho na GROM.

DSC07847

Como já estávamos perto do horário do almoço, rumamos pro restaurante que havíamos reservado, o Angolo del Beato.

DSC07900

Em tempo, o livreto Itália – Para Comer e Beber Bem, do Juscelino Piselli e do Gerardo Landulfo é imperdível pras situações de escolha de bons restaurantes em toda a Bota.

DSC07866

E foi mais uma refeição memorável.

DSC07898

O lugar é pequeno e bastante aconchegante.

DSC07899

E como estávamos na terra do espumante, fomos logo chamando um Ruinart.

DSC07879

Acatamos a sugestão do proprietário, e pedimos um misto de entradas típicas da região. Alcachofras cruas com parmeggiano, …

DSC07878

… coniglio tonato, …

DSC07874

… salsiccia (mais conhecida como lingüiça) cruda de Bra …

DSC07876

… e uma tremenda e típica salada russa.:)

DSC07873

Tudo muito bem temperado e em quantidade suficiente pra nos saciar.

DSC07872

Tomamos um Barbera D’Asti (um vinho da casa) …

DSC07881

… e até exageramos um pouco, ao pedir talharim na manteiga com trufas brancas pra todos.

DSC07890

Mas estava tão bom que ninguém reclamou e todos comeram tudo.

DSC07889

Com tudo tão agradável, ainda sobrou um espacinho pra experimentarmos (especialmente a Lourdes) ótimas pêras a Belle Helene.

DSC07895

Pronto!

DSC07902

E num clima de forte emoção, resolvemos dar um pulo em Turim (mais meia hora de carro) pra visitarmos novamente o nosso queridinho, o Eataly, a matriz.

DSC07904

Taí um loja que merece a alcunha de sex shop.

DSC07913

Tudo lá é tão perfeito que a toda hora você fica se perguntando o porque de ainda não ter alguma coisa parecida em SP (em tempo, já temos o nosso Eataly!).

DSC07915

Iniciamos tudo pela enorme …

DSC07923

… e diferenciada seção de vinhos.

DSC07919

Logo após passeamos pela mercearia, …

DSC07942

… pelos queijos, …

DSC07928

… pelos presuntos de Parma, …

DSC07924

… pelos hortifruti (segue o necessário fotoblog)…

DSC07931

DSC07932

DSC07933

DSC07934

DSC07935

DSC07945

DSC07959

… e finalizamos o tour com um obrigatório pitstop no balcão …

DSC07954

… onde tomamos um espumante Ferrari …

DSC07950

… e comemos duas tábuas de frios: uma de queijos e salames …

DSC07955

… e outra de presunto e mozzarela de búfala.

DSC07958

Enfim, certamente podemos comparar a Eataly com o que seria uma Disney gastronômica, só que onde tudo é de verdade.

DSC07949

Retornamos ao hotel com um pouco de chuva e bastante neblina.

DSC07965

O negócio foi optarmos por ficar por lá mesmo.

DSC07977

Como não estávamos com muita fome, quebramos o galho tomando um vinhozinho tinto da casa, um Dolcetto …

DSC07989

… e comendo saladas …

DSC07992

… cardos com trufas …

DSC07996

… e uma carne especial ..

DSC07995

… no próprio restaurante do hotel.

DSC07986

Uau! Que dia mais maluco!

DSC07910

Passamos por Asti, …

DSC07844

… por Turim …

DSC07908

… pelo Eataly …

DSC07947

… e finalizamos onde começamos.

DSC07983

Só no Piemonte mesmo!

DSC07864

Arrivederci.

Veja os outros dias desta viagem:
dia uno – Chegando e reconhecendo o Piemonte
Dia due – Barolo, a cidade.
dia tre – Piemonte – Olha que nome legal de cidade: La Morra.
Dia cuatro – Uma trinca quase perfeita: Coppo, Piazza Duomo e Vietti.

 

.

 

dcpv – feliz ano novo.

número 406
06/01/2015

Feliz Ano Novo

Desejar Feliz Ano Novo (ainda mais depois de mais de um ano!) é um lugar bastante comum.

DSC08652

E espero que 2015 tenha dado pistas de que a afirmativa acima seja verdadeira.

DSC08608

Mas este menu que fiz esta noite, aproveita a oportunidade pra registrar uma receita muito boa (e simples) que fiz justamente no nosso tradicional almoço familiar do dia 01/01/2015, que contou com a ilustre presença do casal botucatuense, a Regina e o Mingão.

DSC08647

Trata-se de um camarão na manteiga de alho e mostarda, um verdadeiro coringa, que pode ser degustado como prato principal, com arroz ou no formato que mostrarei hoje, como molho duma verdadeira pasta feito em casa.

DSC08632

Vamos lá, então, à esta verdadeira obra-prima.

Entrada – Sopa fria de tomates e abacate.

Com o calor reinante, nada melhor do que uma boa sopa fria pra refrescar tudo.

DSC08624

E esta é bem simples de fazer.

DSC08602

Inicie fazendo um suco de 4 tomates grandes.

DSC08603

Numa vasilha de tamanho médio, misture o suco, 1 abacate pequeno cortado em cubos, 2 tomates cortados em cubos, ¼ de xícara de coentro picado e 1 colher de sopa de suco de limão siciliano.

DSC08600

Tempere com sal e pimenta a gosto e processe (sem nenhum advogado, please!).

DSC08605

Sirva com um fio dum bom azeite. Ficou muito boa e certamente combinou com a temperatura nesta noite.

DSC08625

Harmonizamos com um branco também muito bom, o Sauvignon Blanc Mt Hector 2013 que foi “babenco, madurga, martinez“.

DSC08627

Principal – Camarão na manteiga de alho e mostarda.

Prepare-se para o choque, porque esta receita é mesmo demais.

DSC08593

E é feita em 4 etapas.
1 – Preaqueça o forno a 230°C.

DSC08596

2 – Numa panela, usando fogo baixo, derreta 225g de manteiga junto com 2 colheres de sopa de mostarda Dijon, 1 colher de sopa de suco de limão, 1 colher de sopa de alho picado e 1 colher de sopa de salsa fresca picada.

DSC08598

3 – Coloque 500g de camarões numa assadeira rasa. Regue com a manteiga derretida.

DSC08620

4 – Leve pra assar em forno preaquecido por 12 minutos ou até os camarões ficarem rosados.

DSC08636

Eu usei estas belezuras como molho pro camarão cabelo-de-anjo feito em casa e pela Dé, óbvio.

DSC08578DSC08590

Ficou um verdadeiro espetáculo.

DSC08644

Ainda mais com a harmonização do espumante Chandon e da cava Mumm que foram “celebração, espummmmante, brutiiiiiiiíssimo“.

DSC08648

Sobremesa – Sorvete de doce de leite.

Este é da minha lavra (mais uma opção devido ao calor). Pra fazê-lo, basta misturar uma caixinha de creme de leite, a mesma medida de doce de leite e de leite.

DSC08579

Bata tudo num liquidificador e coloque na sorveteira, no meu caso, a Ferrari.

DSC08580

Pronto! Um refrescante e saboroso sorvete apareceu por aqui.

DSC08650

Eis a opinião dos adoradores de Anos Novos:
Espetacular. Um dos top one. (Edu)
Obra-prima (pena que o Deozinho não está aqui). (Mingão).

DSC08628

Ano Novo, vida nova.

DSC08618

Nós levamos este lema a sério por aqui.

DSC08640

E esperamos que todos tenham curtindo muito 2015.

DSC08584

Feliz Ano Novo para todos.

DSC08651

Bye!

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 593 outros seguidores

Blog Stats

  • 1,263,453 hits
maio 2016
S T Q Q S S D
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Atualizações Twitter


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 593 outros seguidores