Posts Tagged 'africa do sul'

dcpv – dia seve – cidade do cabo – fazendo ótimas e completas degustações nas vinícolas.

17/03/2013

Dia seve – Cidade do Cabo – Fazendo ótimas e completas degustações nas vinícolas.

Você conhece ou já ouviu falar de FranschhoekPaarl e Stellenbosch?

DSC02245

Deixa eu reformular a pergunta: você já tomou algum vinho Sul-africano?

DSC02235

Porque a se a sua resposta for sim, você, ao menos indiretamente, conhece as cidades citadas no primeiro parágrafo.

DSC02277

E era justamente pra lá que iríamos hoje, num passeio de dia inteiro.

DSC02315

Fizemos todo a rotina (acordar, café e quetais) e as 9:00 hs a nossa guia, a Lúcia, estava no saguão do hotel nos aguardando.

DSC02177

Antes de ir pra região vinícola, fizemos mais uma tentativa de subir na Table Mountain.

DSC01948

Tentativa que se mostrou infrutífera, já que a fila de espera as 9:30hs de la matina, era de 3 horas! Rumamos pra Paarl.

DSC02184

A cidade é pequena e fica a quase uma hora de Cape Town.

DSC02187

Chegamos lá e fomos pra conhecida e premiada vinícola Fairview.

SONY DSC

O tasting por lá consistia em experimentar 8 tipos de queijo (uma das especialidades da vinícola) com os respectivos 8 vinhos.

SONY DSC

E foi sensacional.

SONY DSC

A correspondência entre todas as duplas era perfeita (só pra exemplificar, experimentamos Sauvignon Blanc com feta, …

SONY DSC

… Chardonnay com chevin tradicional, …

SONY DSCSONY DSC

… Barbera com cream cheese with onion, …

SONY DSCSONY DSC

… Shyraz com chevin with black pepper with paprika …

SONY DSC

… e por aí vai).

SONY DSC

Aproveitamos pra visitar a área de produção dos vinhos …

SONY DSC

… e provar as uvas varietais no próprio pé.

SONY DSC

Rodamos mais um pouco e chegamos a Franschhoek.

SONY DSC

É também uma cidadezinha bonita e tido como um dos melhores centros gastronômicos sul-africanos.

DSC02220

Demos uma entrada na vinícola La Motte, …

SONY DSC

… só pra verificar a beleza de tudo, …

SONY DSC

… e fazer umas compras na excelente lojinha, …

DSC02234

… já que eles não abrem pra degustação aos domingos.

SONY DSC

Ah! Conhecemos também o museu que conta a história do seu fundador, Dr Anton Rupert.

DSC02242

Estava na hora do almoço e partimos pra La Petite Ferme.

DSC02249

Ela é outra vinícola boutique e o seu restaurante tem uma vista  incrível de todo o vale.

DSC02250

Aproveitamos a pouca fome pra pedir somente os pratos principais.

DSC02253

A D. Vera e o Sr Antonio cansaram do mar, ou seja, dos camarões e foram pra terra, pro prosaico e muito bom filé com fritas.

DSC02260

A Dé experimentou (mais uma vez) um risoto de tomates secos, azeitonas e queijo e, pra variar um pouco, se decepcionou com o ponto do arroz. Modéstia a parte, faço melhor.

DSC02258

Já eu, pedi lulas cozidas no molho de tomate, cuscus marroquino e salada de pepino com molho de iogurte. Delicioso.

DSC02263

A nossa guia almoçou conosco e escolheu frango com abacaxi, um bom prato.

DSC02266

Acompanhamos tudo com mais um bom vinho branco da casa, o Sauvignon Blanc 2012, muito frutado e pasmem, custando R$ 20,00. Uma beleza!

DSC02256

Nem precisamos pagar a conta (o almoço estava incluído no pacote) e rumamos pra Stellenbosch.

DSC02274

Iríamos saborear a nossa sobremesa num formato diferente.

DSC02283

Seria através duma degustação de 5 chocolates com os respectivos vinhos, na vinícola Lanzerac.

DSC02284

E como detalhe, ela é a mais antiga da África do Sul.

DSC02312

Chegamos lá e a nossa mesa já estava montada. A primeira dupla experimentada era composta de um Chardonnay com um chocolate branco saborizado com erva cidreira.

DSC02289

Deixa eu explicar um pouco melhor como funciona, porque sabemos que é muito difícil harmonizar vinho com qualquer chocolate.

DSC02288

Na verdade, a ideia principal deste tour é fazer com que vinho e chocolate mostrem que os seus sabores são praticamente os mesmos.

DSC02302

Por exemplo, a erva cidreira do chocolate era sentida no vinho. Continuamos com um outro chocolate saborizado com água de rosas, outro com gosto de framboesas e assim por diante.

DSC02294DSC02296

Três outras duplas depois e conseguimos um PHD em degustações malucas e interessantes.

DSC02300

Fomos embora (a temperatura estava por volta de 40°C) …

DSC02309

… e no caminho, verificamos onde estão escondidas as imensas favelas sul-africanas.

DSC02326

Aproveitei também pra trocar a reserva do restaurante e jantamos no outro restaurante do hotel, o Reubens.

DSC02349

O chefe dele é o Reubens Riffel’s, um tipo de Jamie Oliver daqui.

DSC02346

E a comida não fica longe do original (seja isso uma qualidade ou um defeito).

DSC02345

Os meus sogros encontraram o que procuravam há um tempinho, ou seja, pizza! A D. Vera pediu uma havaiana (aquela com abacaxi e presunto), …

DSC02353

… enquanto o Sr Antônio foi duma tradicional Margherita.
Eles adoraram!

DSC02355

Como o coisa estava tradicional, a Dé pediu uma Caprese e eu, um “buoníssimo” hambúrguer com os seus devidos acompanhamentos.

DSC02351

Todos estavam excelentes.

DSC02356

Harmonizamos tudo com mais um vinho branco de ótima qualidade (precisamos comprar muitos no free shop), o Sauvignon Blanc Constantia Uitsig 2012.

DSC02347

Ainda bem que estávamos no hotel, portanto, foi só pegar o elevador e dormir aos cuidados da Table Mountain.

DSC02336

Acordamos na manhã seguinte, plena segunda-feira, pensando em fazer a última tentativa de subir.

DSC02338

E quando abrimos a janela do quarto, tivemos uma big surpresa: nuvens e mais nuvens. É, o tempo muda muito rapidamente por aqui.

DSC02364

Portanto,o conselho pra quem vem passear na Cidade do Cabo e quer subir de bondinho é: quando estiver aberto, vá (e aguente as filas)! rs

DSC02373

Daí pra frente foi pegarmos o vôo pra Johannesburgo, …

DSC02394

… agradecer a South African Airways pelo upgrade pra executiva (nada como ser Gold na Star Aliance), …

DSC02391

… curtir mais um pouco do ótimo Hotel Saxon, …

DSC02458

… e jantar pela última vez em solo sul-africano num restaurante transado e tipicíssimo, o Moyo que fica num shopping idem, o Melrose Arch

DSC02410

Começa que o shopping é uma maravilha com muitas lojas ao ar livre. E o restaurante é uma verdadeira experiência africana.

DSC02447

Sentamos na nossa mesa reservada e aguardamos.
Primeiramente, lavamos as mãos com água de malva e logo após, uma colaboradora veio nos pintar o rosto pra entrarmos no clima.

DSC02428DSC02425DSC02417DSC02423

E quando a garçonete nos trouxe o pesado cardápio (ele é feito de aço), realmente iniciamos a nossa aventura.

DSC02412

Optamos por pedir um super entrada composta de samosas de queijo, lagostas, camarões empanados, lulas apimentadas, salada de molho de jalapeño e bolinhos de peixe, …

DSC02432

… que eram de bacalhau e estavam tão bons, que pedimos mais uma porção.

DSC02441

Como a entrada era muito grande, optamos por comer tudo e pular pras sobremesas. Antes demos uma passada na lojinha e compramos algumas traquitanas africanas.

DSC02442

Deu pra perceber que a experiência é completa no Moyo.

DSC02443

Voltando as sobremesas, os meus sogros pediram um sorvete de amêndoas tostadas …

DSC02446

… e nós dividimos um bolo de laranja muito louco.

DSC02445

Tudo perfeito e se transformou num grand finale pra esta nossa aventura africana.

DSC02450

É claro que continuamos fãs deste país e acreditamos que uma pessoa que goste de viajar, tem a “obrigação” de fazer um safari fotográfico pelo menos uma vez na vida.

DSC02461

Famba kahle.

DSC01656

Leia sobre os outros dias desta viagem:
Dia een – África do Sul – Johannesburgo, a terra do ouro. E da saída pela direita …
Dia twee – África do Sul – Dando uma de Noé no Kruger Park
Dia drie – África do Sul – Kruger park – Acho que vimos uns gatinhos… e outros bichos.
Dia vier – Kruger/Cape Town – África do Sul – Parecia ser mais um dia Seinfeld. Mas não foi.
Dia vyf – Cidade do Cabo – Fazendo o próprio city tour.
Dia ses – Cidade do Cabo – Dobrando o Cabo da Boa Esperança.

.

dcpv – dia ses – cidade do cabo – dobrando o cabo da boa esperança

16/03/2013

Dia Ses – Cidade do Cabo  – Dobrando o Cabo da Boa Esperança.

Hoje faríamos mais uma tentativa de subir de bondinho até a Table Mountain.

DSC02133

E a coisa prometia já que o tempo estava excelente e praticamente não tinha vento.

DSC02010

Tomamos um café básico e rápido, aguardamos a nossa guia, a Lúcia, chegar e rumamos pro nosso objetivo inicial.

DSC01948

Estranhamos quando vimos a quantidade de carros se dirigindo pra lá e constatamos que a fila existente era enorme. Coisa de umas três horas. Abortamos novamente a subida e fomos fazer o tour do dia.

DSC01950

A idéia seria visitarmos dois oceanos num dia só.

DSC02050

Começamos pelo Atlântico. E com a praia de Camps Bay, …

DSC01955

… que nos traz uma boa recordação desde as nossas outras viagens pra cá.

DSC01953

Continuamos o caminho, com a intenção de ver a ilha das focas em Hout Bay.

DSC01991

Nos contentamos com estas que estavam no Porto, ….

DSC01970

… dada a quantidade absurda de turistas querendo fazer a mesma coisa (é, a Cidade do Cabo está bombando!).

DSC01971

De qualquer forma, no caminho pro Cabo da Boa Esperança, andamos pela Chapman’s Peak Drive, …

SONY DSC

… com razão considerada uma das estradas mais bonitas do mundo.

DSC01984

São muitos penhascos, …

SONY DSC

… vistas impressionantes, …

SONY DSC

… e a sensação de que a natureza, com a ajuda significativa do homem, é pródiga e bela.

SONY DSC

Continuamos um pouco mais pelo Atlântico e finalmente chegamos ao Cabo da Boa Esperança.

DSC01996

O parque por si só é muito bonito e organizado (incrível como aparentemente sobraram muitas melhorias com o advento da Copa do Mundo).

DSC02024

E a vista que se tem daquelas praias bravias e maravilhosas são estonteantes.

SONY DSC

Chegamos primeiro ao famoso marco do encontro dos dois oceanos …

DSC02036

… e é claro que fizemos aquela foto clássica.

DSC02032

O lugar tem realmente um magnetismo diferente …

SONY DSC

… e saber de tudo o que aconteceu por lá na época dos descobrimentos, cria um certo fascínio.

DSC02038

Tudo bem que há uma discussão sobre em que ponto os oceanos realmente se encontram (dizem que a cerca de 70 km dali), …

DSC02011

… mas a mística do local permanece.

DSC02051

Demos a volta, ainda pelo Atlântico, pra pegar o funicular e subir até o Cape Point.

SONY DSC

A fila estava imensa, mas agüentamos bravamente.

SONY DSC

E após um curto passeio, chegamos a mais um local mítico.

DSC02063

Ventava muito (daí se percebe como era duro os descobridores atravessarem este ponto no caminho pras Índias).

SONY DSCDSC02053

E a aura de tudo  permanecia.

SONY DSC

Continuamos o nosso trajeto, agora pelo oceano Índico.

DSC02082

Iríamos conhecer a curiosa colônia dos pingüins em Boulders Beach.

SONY DSC

E aproveitamos pra almoçar lá mesmo, no restaurante Seaforth.

DSC02103

Como esta refeição estava incluída no pacote, desconfiamos.

DSC02100

E com razão, já que tudo foi muito razoável, …

DSC02089

… com exceção do vinho branco Chardonnay (sem Carvalho) De Wetshof 2012 que não decepcionou.

DSC02087

A D Vera e o Sr Antonio pediram razoáveis camarões empanados, …

DSC02093

… enquanto a Dé continuou o seu périplo marinho através dos peixes

DSC02090

… e eu, chafurdei num imenso prato de frutos do mar, onde a melhor coisa foram as lulas e as batatas fritas (como se percebe, todos foram variações do mesmo tema).

DSC02097

Enfim, já comemos melhor.

DSC02096

Continuamos o passeio, indo, finalmente, visitar os pingüins.

DSC02118

Ninguém conseguiu explicar o porque deste bichinhos estabelecerem uma colônia bem neste lugar?

SONY DSC

Teoricamente, a temperatura da água não ajuda, o local é mais quente do que eles necessitam, mas mesmo assim eles continuam lá …

DSC02120

…e aos montes.

DSC02116

E é muito engraçado ficar observando os hábitos destes pequenos garçons.

DSC02127

Retornamos ao hotel, já que estava próximo da hora de jantar.

DSC01740

E desta vez acabei acatando uma sugestâo do pessoal do próprio hotel. Acontece que o restaurante que queríamos experimentar, o The Test Kitchen não tinha reserva pros próximos 3 meses. Então nos sugeriram o Pigalle.

DSC02170DSC02169

Chegamos lá e assustamos. O lugar é certamente um dos mais cafonas que vimos até hoje. E com música ao vivo (pode colocar I Will Survive como trilha sonora do relato).

DSC02173

Nos sentimos como participantes do programa Almoço com as Estrelas (remember Lolita e Ayrton Rodrigues).
Fomos levados à nossa mesa que era bem longe da pista de dança (é isto mesmo). E escolhemos o que nos cabia: a Dé foi numa salada Grega; eu, num Salmão Teryaki e os meus sogros inovaram pedindo camarão King com fritas.

DSC02167

Todos corretos e imensos. No final, até que gostamos bastante de tudo, mesmo porque (e pra variar) o serviço foi fantástico. Mas o lugar … 🙂

DSC02178

SeeU.

Leia sobre os outros dias desta viagem:
Dia een – África do Sul – Johannesburgo, a terra do ouro. E da saída pela direita …
Dia twee – África do Sul – Dando uma de Noé no Kruger Park
Dia drie – África do Sul – Kruger park – Acho que vimos uns gatinhos… e outros bichos.
Dia vier – Kruger/Cape Town – África do Sul – Parecia ser mais um dia Seinfeld. Mas não foi.
Dia vyf – Cidade do Cabo – Fazendo o próprio city tour.

.

dcpv – dia vyf – cidade do cabo – fazendo o próprio city tour.

15/03/2013

Dia Vyf – Cidade do Cabo – Fazendo o próprio city tour.

Como vocês já devem saber, estamos fazendo esta viagem à Africa do Sul na agradável companhia dos meus sogros, os pais da Dé.

DSC01739

E é claro que eu não iria arriscar muito.

DSC01742

Portanto, planejei a viagem toda com a maioria dos tours sendo feitos por agências locais especializadas.

DSC01743

Sendo assim, nesta nossa primeira manhã na linda Cape Town, optamos por fazer um city tour particular.

DSC01744

Éramos somente nos 4 e um guia muito louca, a Lúcia, a Luci. Começa que ela fala português lusitano, mais precisamente da Ilha da Madeira, e é uma figuraça.

DSC01755

Em pouco tempo, já sabíamos tudo sobre a sua vida particular.

DSC01761

Mas o melhor de tudo é que ela fez exatamente o que pedimos. Ou seja, o city tour aconteceu do jeito que planejamos.

DSC01763

Iniciamos pela (vã) tentativa de subirmos até a Table Mountain. Apesar do dia estar uma beleza, ventava demais e quando isso acontece, o bondinho não sobe.

DSC01778

Eis um grande conselho pra quem pensa em fazer este passeio: planeje bem e tente subir o mais rápido possível. Se não, você pode correr o risco de ir embora sem ver a cidade lá de cima.

DSC01747

No nosso caso, o passeio foi adiado pra amanhã e a Lúcia nos levou até a Signal Hill onde as vistas também são demais.

DSC01749

De lá se vê a Robben Island (lugar onde o Mandela ficou preso um tempão), …

DSC01751

… o bonito estádio super faturado feito especialmente pra Copa/10 e que se tornou praticamente um elefante branco (qualquer semelhança com a nossa organização da Copa não é mera coincidência) …

DSC01769

… e os recortes do lindíssimo litoral.

DSC01760

Passamos também pelo Parlamento, …

DSC01820

… pelo Company’s Garden …

DSC01776

… com suas roseiras floridas, …

DSC01785

… e, fato inédito, vimos uma árvore de babosa, aquela, …

DSC01783

… além do Castelo da Boa Esperança, …

DSC01800

… onde observamos todo o mobiliário daquela época, …

DSC01807

… com, inclusive, o enorme salão de recepção …

DSC01809

… e a famosa sala de torturas.

DSC01813

Enfim, tudo muito curioso.

DSC01805

É claro que uma lojinha estava incluída no roteiro.

DSC01797

Só que neste caso o passeio foi muito bom, pois nos foi mostrado como acontece todo o processo para se executar jóias, …

DSC01796

… com a utilização da Tanzanite, uma pedra azul muito marcante.

DSC01794

Optamos por terminar o tour almoçando no V&A Waterfront, o lugar mais bacana da Cidade do Cabo.

DSC01822

Ele é um centro enorme e muito bem acabado de entretenimento, feito exatamente onde existia uma área degradada e decadente, um porto.

DSC01824

E hoje é o point de Cape Town, onde tudo acontece.

DSC01880

Escolhemos (com a ajuda da nossa guia) o restaurante italiano San Marco.

DSC01830

O lugar é bacana (de frente pro mar), …

DSC01825

… mas com uma comida apenas competente.

DSC01832

Pedimos duas saladas, uma de frango e outra de queijo empanado; e dois pratos principais, um que “fusionou” frango com camarão e outro, um Penne com frutos do mar.

DSC01829

Todos corretos, mas não entusiasmantes, ao contrário do Chenin Blanc Boschendal que era uma belezura.

DSC01828

Retornamos ao hotel One&Only pra dar uma breve descansada.

DSC01839

Quer dizer, os meus sogros descansaram enquanto nós fomos bater pernas pelo Waterfront, que é mesmo muito bacana.

DSC01846

Lá pelo final da tarde, aproveitamos a proximidade pra ir conhecer o Aquário Two Oceans, …

DSC01879

…que nos mostra a diferença dos ecossistemas dos dois oceanos que banham a Áfricafo Sul, o Atlântico e o Índico.

DSC01853

Este tour vale o mini fotoblog:

DSC01854

DSC01855

DSC01857

DSC01860

DSC01865

DSC01874

Deu pra se ter uma breve demonstração da toalha de nuvens sobre a mesa.

DSC01876

Pronto, estávamos preparados pro jantar, que seria no típico restaurante africano, o África Café.

DSC01940

Tomamos um taxi (os motoristas de taxi sulafricanos são invariavelmente muito bem humorados) e chegamos no horário da reserva.

DSC01886

A concepção do lugar é fazer com que você se sinta fazendo um tour gastronômico por toda a África.

DSC01889

E ele cumpre o seu objetivo. Tudo lá é muito interessante.

DSC01890

As louças, …

DSC01898

… a  decoração despojada, …

DSC01935

… o pessoal simpático da brigada, …

DSC01919

… e especialmente a comida. Os pratos são servidos igualmente pra todos os clientes (como num rodízio) e você come o que quiser.

DSC01912

Nós pedimos um Sauvignon Blanc Klein Constantia 2012 e deixamos tudo rolar.

DSC01894

Nos serviram: Channa Fish, um peixe empanado; Malawi batata balls (doce de batata e bolas de queijo com sementes de gergelim); …

DSC01905

… Sticky Chicken wings (asas grelhadas com mel e ervas marinadas); …

DSC01908

… Tanzânia Mango Chicken (tiras de filé de frango cozidas com gengibre e manga); …

DSC01915

… Ethiopian Sik Wik Wat (carneiro cozido em tradicional molho bérbere); …

DSC01913

… Veg kebabs prato, butternut and sweet potato (um espeto de batata, batata doce e cenoura); …

DSC01906

… Basmati Rice (dispensa apresentações); …

DSC01917

… Congolese espinach (espinafre cozido com pimenta doce e tomate); Congo salad (uma salada verde com um instigante molho de óleo de palma e laranja); …

DSC01901

… Moroccan herb salad (uma salada de pepino, tomate cebola e menta); Umifino (xhosa espinafre com galete de farinha), …

DSC01910

… Spiced lentil dip (um mistura de lentilha marrom e cominho); Cassava Bread (um tipo de pão de tapioca misturada com queijo e iogurte); …

DSC01902

… e, ufa, finalizando com Tzaneen orange (um bolo de nozes e laranja junto com uma bola de sorvete de abacaxi).

DSC01932

Tudo espetacular.

DSC01918

E melhorou mais ainda quando todos os atendentes se juntaram e fizeram um show com músicas e danças africanas.

DSC01921

Enfim, o África Café é um lugar imperdível.

DSC01936

Bom, fomos dormir, pois além de termos que ir ao famoso Cabo das Tormentas amanhã cedo, hoje tivemos um alarme falso de incêndio no hotel.

DSC02051

E em plenas 6:30 hs de la matina.

DSC02136

See U.

Leia sobre os outros dias desta viagem:
Dia een – África do Sul – Johannesburgo, a terra do ouro. E da saída pela direita …
Dia twee – África do Sul – Dando uma de Noé no Kruger Park
Dia drie – África do Sul – Kruger park – Acho que vimos uns gatinhos… e outros bichos.
Dia vier – Kruger/Cape Town – África do Sul – Parecia ser mais um dia Seinfeld. Mas não foi.

.

dcpv – dia vier – Kruger/Cape Town – África do Sul – Parecia ser mais um dia Seinfeld. Mas não foi.

14/03/2013

Dia vier – Kruger/Cape TownÁfrica do Sul – Parecia ser um dia Seinfeld. Mas não foi.

Dia de troca de cidade e de hotel é perdido, certo?

DSC01687

Pois o nosso não foi.

DSC01661

Encaixamos logo cedo (as 6:00hs) um mini-safari, já que tínhamos que sair do hotel as 10:00 hs.

DSC01633

Zarpamos com a clara intenção de ver o último dos big five.

DSC01658

E como funciona isso? Como todos sabem, esses safaris são fotográficos.

DSC01483

Para ver os big five, você precisa fotografar o búfalo, …

DSC01295

… o rinoceronte (vimos praticamente um desfile deles), …

DSC01364

… o elefante (estes quase nos agrediram), …

DSC01462

… o leão (esta história foi engraçada) …

DSC01558

… e o que ainda não tínhamos visto, o leopardo.

SONY DSC

Este felino tem a imagem de ser muito arredio e é muito difícil avistá-lo.

SONY DSC

Portanto, saímos já com a idéia de que seria difícil vê-lo. E foi mesmo.

DSC01649

Andamos umas duas horas (e próximos do limite do nosso tempo) e nada.

DSC01626

Na verdade, vimos pouquíssimos animais.

DSC01631

E quando estávamos voltando pro hotel, aconteceu um alvoroço em plena savana.

DSC01637

Apareceram sinais de dois leopardos, um casal. Como eles estavam longe das trilhas, os jipes se embrenharam na mata até que finalmente os vimos.

DSC01642

E foi sensacional.

DSC01647

Vê-los bem de perto e ouví-los brigando, quando não pulando um sobre o outro, foi indescritível (na verdade, foi quase uma DR animalesca).

DSC01654

E o melhor foi que parecia que eles estavam se exibindo pra nós.

DSC01655

Foi o que podemos chamar de um grand finale safarístico.

DSC01657

Só nos restou voltar pro lodge, …

DSC01634

… tomar o ótimo café da manhã, …

DSC01664DSC01663

… comemorar o dia dos Namorados daqui, o Valentine’s Day …

DSC01662

… e utilizar o transfer até o aeroporto de Nelspruit (umas 2 horas de van).

DSC01671

Aí foi pegar o avião pra Cape Town, mais conhecida como Cidade do Cabo …

DSC01673

… e iniciar o contato com a Rio de Janeiro da África do Sul.

DSC01686

É claro que o almoço foi a gloriosa comida servida pela South African Airways nos seus vôos domésticos.

DSC01677

O nosso hotel seria o One&Only, considerado o único 6 estrelas da cidade.

DSC01740

Eu não sei daonde saiu esta definição, mas dando uma olhada nos quartos …

DSC01681

… e na vista, do cartão-postal da cidade, a Table Mountain , …

DSC01839

… você só pode concordar.

DSC02135

Como estávamos cansados (viagem de avião), aproveitamos pra curtir o quarto …

DSC01684

… e aguardamos a chegada do horário do jantar, 20:00hs, no estrelado restaurante pan-asiático Nobu, do premiado chef Nobuyuki Matsuhisa.

DSC01691

Aproveitamos o embalo (e a fome) e pedimos menus-degustação criados especialmente pra data especial de hoje, o Valentine’s Day.

DSC01692

Além do mais, as queridas Dé e D. Vera ganhariam um botão de rosa dos seus Valentinos, nós mesmos.

DSC01700

Todos iniciamos com uma saborosa saquerinha de frutas vermelhas.

DSC01698

E como optamos por 2 menus de cada das opções, a coisa ficou fácil de explicar. Os primeiros pratos foram ostras tiraditas …

DSC01702

… e atum com vieiras num molho de jalapeño. Perfeitos!

DSC01701

A seguir, sashimi de salmão com azeite de trufas …

DSC01706

… e sashimi de atum com molho de missô.

DSC01707

Saborosos!

DSC01708

As saladas foram Baby espinafres com camarão …

DSC01712

… e Seared Yellowtail com molho Matsuhisa.

DSC01714

Por enquanto, tudo estava funcionando muito bem. Os pratos quentes foram King Crab com risotto de buckweath …

DSC01717

… e Black Cod com missô. Tudo perfeito!

DSC01719

O exagero começou com as carnes. Beef Toban Yaki com molho de anticucho …

DSC01724

… e as apimentadas costeletas de cordeiro, que passaram um pouco da medida do que aguentávamos.

DSC01720

Assim como o assortimento dos ótimos sushis do Nobu.

DSC01729

Quando estávamos pensando em abortar a sobremesa, elas chegaram e pra surpresa geral, as comemos. A torta surpresa de chocolate do Nobu

DSC01731DSC01733

… e o petit gateau agradaram em cheio (meio exorcista, mas bom).

DSC01735

O resultado final foi um jantar muito bom, com o pecado do chef ter pesado a sua mão quanto a quantidade de comida.

DSC01722

De qualquer forma, pra quem pensou que o dia seria perdido, ou ao menos um Seinfeld, ou seja, não aconteceria nada, o engano foi total.

SONY DSC

Que venha a Cidade do Cabo.

DSC01752

See U.

Leia sobre os outros dias desta viagem:
Dia een – África do Sul – Johannesburgo, a terra do ouro. E da saída pela direita …
Dia twee – África do Sul – Dando uma de Noé no Kruger Park
Dia drie – África do Sul – Kruger park – Acho que vimos uns gatinhos… e outros bichos.

.

dcpv – dia drie – áfrica do sul – kruger park – acho que vimos uns gatinhos… e outros bichos.

13/03/2013

Dia drie – África do Sul – Kruger Park – Acho que  vimos uns gatinhos … e outros bichos.

O dia amanheceu lindamente.

DSC01339

O céu estava colorido e extremamente azul.

DSC01336

O único incidente foi que a nossa ranger, a Michell, ligou exatamente as 5:30 hs de la matina pra nos acordar.

DSC01341

O nosso safari matinal começaria as 6:00 hs. E porque esta hora ?

DSC01345

Porque é o momento em que os bichos estão acordados e prontos pra serem observados.

DSC01348

Saímos no nosso Land Rover …

DSC01353

… e próximo ao hotel tivemos a visão de um kudu (um espécime que experimentamos no jantar de ontem a noite) …

DSC01356

… e, surpresa, dois belíssimos rinocerontes sentados na estrada.

DSC01362

Ficamos um tempão observando a formosura dos rinos e …

DSC01365

… aguardando a boa vontade deles para nos abrir o caminho.

DSC01363

Quase meia hora depois, a nossa ranger resolveu desafiá-los e acelerou o carro.

DSC01366

Rapidamente eles se locomoveram e nós aproveitamos pra correr e sair logo dali (eles são considerados um dos animais mais perigosos do parque).

DSC01367

Continuamos andando sem parar e observando algumas particularidades que não percebemos das vezes anteriores que estivemos por aqui.

SONY DSC

Estes safaris são mais autênticos e além de bem informativos. Ficamos conhecendo sobre plantas que esfregadas na mão e juntadas a água viram sabonetes, …

SONY DSC

…de outras que se transformam em artesanato (a Dé ganhou uma pulseira), …

SONY DSCSONY DSC

… e até experimentamos ótimas amarulas, as frutas que se transformam naquele licor famoso (sim, elas são muito gostosas) … ,

SONY DSC

… além de perceber que eles respeitam bastante os hábitos dos animais.

DSC01375

Tanto que os únicos dois leões que vimos até agora estavam dormindo tranqüilamente …

DSC01378

… e só conseguimos observá-los quando acordavam, balançavam a cabeça e voltavam a dormir.

DSC01380

O restante do trajeto foi andar bastante de jipe …

DSC01394

… e ser informados sobre outros hábitos bastantes interessantes dos habitantes deste lugar.

DSC01383

Até aranhas e suas poderosas teias nós admiramos.

DSC01374

Voltamos ao lodge para tomar café.

DSC01396

Ele é servido fartamente logo após o safari matutino.

DSC01397

O restante do dia foi aproveitar a piscina privativa, …

DSC01398

… almoçar com os pés molhados, …

DSC01400

… as mais diferentes saladas, …

DSC01408DSC01409DSC01410

… peixes …

DSC01417

… sobremesas …

DSC01422DSC01420

… e mais piscina até aguardarmos o safari vespertino.

DSC01425

Partimos exatamente as 16:30 hs.

DSC01431

Logo na saída do hotel, vimos magníficos exemplares de kudus.

DSC01355

A nossa ranger continuou nos informando sobre muitas coisas do dia-a-dia da selva (tais como demonstrar que estas pilhas de cocôs dos rinos demarcam os seus territórios) .

DSC01450

E chegamos a uma verdadeira manada de elefantes com todos os seus maneirismos.

DSC01459

Foram minutos preciosos de puro exibicionismo, …

DSC01460

… de força (o elefante chegou a destruir uma árvore na nossa frente), …

DSC01462

…  e de até um pouco de stress gerado pelo líder que não perdeu a oportunidade de aparecer para os convidados, no caso, nós.

DSC01464

Continuamos avistando muita coisa legal, entre elas, …

DSC01446

… pumbas, …

DSC01441

… devils, …

DSC01440

… pássaros, …

DSC01482

… alguns muito coloridos e raros, …

DSC01486

… e girafas.

DSC01497

Paramos pra fazer uma excelente boquinha …

DSC01517

… com direito a comidinhas, vinho branco e amarula, na terra deles, …

DSC01513

… e quando pensamos que não tínhamos mais nada pra ver, aconteceu um alvoroço na savana.

DSC01481

Vários jipes se encontraram no escuro e avistamos dois leões machos.

DSC01521

Foi um frisson total já que eles, os leões, fizeram questão de andar justamente pela trilha …

DSC01539

… e até simularam o que parecia ser uma pseudo relação sexual meio esquisita em se tratando de reino animal.

DSC01572

A ranger nos explicou que era uma simples demonstração de força, mas que foi inusitado e inesperado, ah, isso foi.

DSC01558

Ainda seguimos os tais leões por quase meia hora e em plena escuridão.

DSC01578

Voltamos atrasadões pro lodge, com tempo de avistar um camaleão e pegar o interessante bichinho na mão.

DSC01586

Como estávamos praticamente sozinhos no hotel, nos colocaram pra jantar na adega.

DSC01593

Que lugar!

DSC01596

Totalmente encravado na terra e com um jeitão bem particular de selva.

DSC01595

O nosso garçom, o Eric, nos aguardava e ansiava pelas nossa escolhas.

DSC01600

Seriam 5 cursos com algumas opções .

DSC01605

Como primeira entrada, todos escolheram Gnocchi com molho de tomate e redução de balsâmico, …

DSC01610

… enquanto eu, fui de Lulas marinadas, purê de pimentão vermelho e molho de papaia.

DSC01611

Como segunda entrada, todos foram de sopa de manteiga de nozes e eu, de carpaccio de Impala (aquele veadinho que tem aos montes por aqui) com confit de cebola vermelha.

DSC01615

Pra limpar o palato, serviram um smoothie de frutas vermelhas.

DSC01616

Já como principal, os meus sogros escolheram codorna recheada de cogumelos com polenta e vegetais, …

DSC01618

… enquanto a Dé, optou por linguado com risotto, aspargos e zabaione  de champagne, …

DSC01621

…  e eu, costeleta de cordeiro, purê de batata e vegetais.

DSC01620

Sim, tudo estava muito bom e sim também, não agüentamos comer tudo, ainda mais com o complemento da sobremesa, um creme brulée de chocolate branco, com torta de abacaxi e sirup de anis estrelado.

DSC01623

Ah, escolhemos um vinho branco sulafricano, o Sauvignon Blanc Eight Rows que se comportou muito bem com tudo.

DSC01609

Bom, este foi um dia muito interessante e cheio de casos safarísticos.

DSC01526

Espero que você tenha gostado, já que nós adoramos.

DSC01507

SeeU.

DSC01624

Leia sobre os outros dias desta viagem:
Dia een – África do Sul – Johannesburgo, a terra do ouro. E da saída pela direita …
Dia twee – África do Sul – Dando uma de Noé no Kruger Park

.

dcpv – dia twee – áfrica do sul – dando uma de noé no kruger park

02/02/2013

Dia Twee – África do Sul – Dando uma de Noé no Kruger Park.

Hoje seria dia de safari.

DSC01277

Só que antes disso nos teríamos que ir de J’Burg para o Kruger Park, mais precisamente na reserva Sabi Sands.

DSC01220

Acordamos cedíssimo; 6:00 de la matina. Tínhamos que estar no aeroporto as 8:00hs.

DSC01190

O nosso curto vôo para Heidspruit sairia as 9:00.

DSC01195

Tomamos o excelente café da manhã do Saxon Hotel e voilá!

DSC01187

Após 50 minutos e  num aviãzinho minúsculo, …

DSC01200

… o nosso contato nos esperava na chegada.

DSC01199

De lá até a reserva, seriam mais duas horas de puro “calamento” com o nosso motorista …

DSC01199

… e com condições de tempo muito instáveis (choveu, saiu sol, choveu de novo, saiu sol de novo).

DSC01202

Chegamos ao Sabi Sabi Earth Lodge e entendemos o porque dele ser considerado uma obra de arte.

DSC01204

Toda a construção é integrada ao meio …

DSC01205DSC01206

… e os quartos são espetaculares.

DSC01211

Ele é o que podemos definir de rústico-chic.

DSC01215

Não tivemos muito tempo pra curtir a nossa moradia nos próximos dois dias e fomos almoçar.

DSC01218

Escolhemos (a pensão é completa) legumes assados, …

DSC01233

salada asiática de frango, …

DSC01234

mariscos com salada de queijo de cabra, …

DSC01236

  peixe cozido com legumes, …

DSC01238

mini-hambúrguer com batatas, …

DSC01244

… mais legumes grelhados com polenta, …

DSC01242

… além da sobremsa, mousse de coco com gengibre.

DSC01252

Tomamos um vinho branco da casa …

DSC01229

… e a chuva deu o ar da graça pela primeira vez.

DSC01247

Ela caiu pesada, mas como tinha jeito de passageira, não nos preocupamos, já que um safari estava marcado pras 16:00hs.

DSC01250

A área comum do hotel também é cinematográfica.

DSC01255

Por via das dúvidas, pegamos as nossas capas de chuva …

DSC01263

…e embarcamos no nosso Land Rover.

DSC01269

Vimos os primeiros impalas (figuras fáceis por aqui), …

DSC01272

… junto com as primeiras gotas de chuva…

SONY DSC

… e até o bicho mais terrível da savana, a tartaruga. 🙂

SONY DSC

E os elefantes (os primeiros do grupo dos big-five) praticamente encerraram a estação seca.

DSC01289

Daí pra frente, foram quase 3 horas de dilúvio, onde nos intervalos conseguimos ver búfalos (outro dos big-five), …

SONY DSC

… girafas …

DSC01299

… e sentir o esqueleto gelado, já que a própria capa estava absorvendo a umidade.

DSC01300

Louve-se o altruísmo da D. Vera e do Sr Antônio que não arrefeceram o ânimo e não pediram pra voltar ao hotel em nenhum momento.

SONY DSC

Retornamos na escuridão e com a tentativa vã dos nossos guias (o rastreador e o ranger) de focarem algum animal com a sua possante lanterna.

DSC01302

Ficou a expectativa pro sucesso do nosso próximo safari matutino.

DSC01311

Nos preparamos rapidamente pro jantar…

DSC01317

… que seria no restaurante principal e no formato degustação (5 pratos com algumas escolhas).

DSC01332

Detalhe: pra criar um certo clima, o ranger vem te buscar devidamente armado e depois, ao final,  te leva até o quarto. Segundo eles, é pra evitar que ocorra algum acidente devido a escuridão e também com a possibilidade de aparecer algum animal feroz (quem sabe um vaga-lume mal intencionado).

DSC01335

Sentamos na nossa mesa e o chef veio nos apresentar as alternativas.

DSC01333

Como primeiro prato, optamos por experimentar tanto a salada caprese, …

DSC01319

… como o ceviche de camarão.

DSC01320

Aconteceu o mesmo com o segundo que foi sopa de pêra com gorgonzola para as damas …

DSC01321

… e tartar de avestruz com beterraba pros cavalheiros.

DSC01323

Pra dar uma limpada no palato, serviram um sorbet de maçã verde antes do principal, que veio na forma de bacalhau fresco com salada e arroz basmati pra Dé …

DSC01330

… e filé de Kudu (um tipo de Impala) com batata doce rosti pros outros, inclusive eu.

DSC01328

Todos os pratos estavam muito bons e bem temperados, assim como o vinho branco sul africano Chardonnay Meerlust 2009 que bebemos.

DSC01316

Quando a sobremesa chegou, uma panacotta de coco com gelatina de maracujá, todos estávamos cansados e sedentos por uma boa noite de sono.

DSC01331

Amanhã acordaremos muito cedo (as 5:30hs), pois este é o horário indicado pra se ver os animais em ação.

DSC01362

Tomara que consigamos e melhor, sem chuvas!

DSC01340

Até.

Leia sobre o primeiro dia desta viagem:
Dia een – África do Sul – Johannesburgo, a terra do ouro. E da saída pela direita …

.

dcpv – dia een – áfrica do sul – johannesburgo, a terra do ouro. e da saída pela direita …

11/02/13

Johannesburgo, a terra do ouro. E da saída pela direita …

Aproveitamos este tour pela África do Sul (na nossa história, esta é a terceira vez) pra conhecer as coisas de um melhor jeito.

DSC01799

Caprichamos nos hotéis e nos passeios (tudo reservado pela Kangaroo Tours. Gracias Akemi e Amanda) pois os meus sogros, os pais da Dé, a D Vera e o Sr Antônio estariam juntos.

DSC01398

Devido a falta de opções de datas para passagens, tivemos que sair na noite do domingo de carnaval. O vôo noturno pela South African foi tranqüilíssimo.

DSC01535

Chegamos em J’Burg pela manhã e o nosso transfer estava nos esperando (e melhor, com a possibilidade de “furar” oficialmente a imensa fila da alfândega).

DSC01348

Optamos por passar uma noite nesta cidade afim de evitar uma conexão pro Kruger Park.

DSC01188

E foi uma medida acertada, já que o Hotel Saxon é um daqueles que realmente merecem a classificação boutique.

DSC01074

Os quartos são imensos, confortáveis  …

DSC01064

… e cheios do mais puro artesanato africano.

DSC01072DSC01073

Não foi a toa que o presidente Mandela ficou por aqui quando escreveu o livro dele.

DSC01080

Almoçamos levemente no próprio hotel. Dividimos uma salada César, …

DSC01079

… um sanduíche de filé na baguete acompanhado duma salada grega, e um wrap de frango com batatas fritas.

DSC01077

Tudo bom, light e rápido, já que tínhamos marcado um passeio ao Lion Park, o nosso primeiro contato com animais “selvagens”.

DSC01078

O parque fica a uns 30 km do hotel e fizemos um tour privativo.

DSC01081

Éramos somente nós 4 na van.

DSC01083

Fazendo um paralelo, o Lion Park é quase que um Simba Safari sul-africano.

DSC01101

Com a vantagem de ter vários upgrades.

DSC01086

Um deles é que o passeio é bastante tranquilo.

DSC01110

O outro é que a área dos leões (são 5) te fazem realmente “ver” como os bichanos se comportam.

DSC01102

Esta vale o fotoblog:

DSC01103

DSC01134

DSC01099

DSC01105

DSC01109

DSC01111

DSC01114

DSC01115

DSC01119

SONY DSC

SONY DSC

Ainda vimos os impalas (de vários tipos, inclusive o MacDonalds), …

DSC01090

… os terríveis cachorros do mato, …

DSC01124

… a hiena (cadê a simpatia do Hardy Har-Har?? rs), …

DSC01151

… os leopardos, …

DSC01143

… a girafa, …

DSC01145

… a cheetah (que não é a macaca, mas sim, o felino mais rápido de todos os tempos), …

DSC01126

… e até os simpáticos lêmures.

DSC01141

Ao final do tour, você ainda entra num cercado (mais um upgrade) onde interage com bebês leões (inclusive, os raros brancos), …

DSC01136

… onde além de vê-los de pertinho, …

DSC01133

… tem a oportunidade de tocá-los.

SONY DSCSONY DSC

É fantástico!

DSC01137

Tínhamos também a oportunidade de alimentar as girafas, mas um grupo de japoneses passou antes de nós e as bichinhas ficaram enfastiadas.

DSC01146

Voltamos para o hotel (são 4 horas de fuso e o jetlag estava pegando), pensando que por lógica, o ideal seria jantar no próprio.

DSC02397

Foi o que fizemos. E foi uma escolha acertada.

DSC01158

O restaurante do hotel, o Qunu é muito bom.

DSC01182

E bem decorado (com todos os exageros que os sul-africanos somam neste contexto).

DSC01156

O cardápio surpreendentemente era o mesmo do almoço. E com os nossos olhos críticos, adequava-se perfeitamente.

DSC01157

Pedimos um Sauvignon Blanc (seriam duas garrafas) Klein Constantia 2012 que tinha um sabor bem cítrico e nos dedicamos a estudá-lo.

DSC01164

Todos escolhemos na seção de veggies e peixes. A D. Vera gostou do Risotto de legumes onde predominavam os próprios.

DSC01169

Ea Dé, viciada em Polenta que é, escolheu a mesma acompanhada duma lasanha de berinjelas (que normalmente, ela não gosta).

DSC01166

Não precisa nem dizer que elas trocaram!
O seu Antônio, um camarólogo, foi de Six King Prawns acompanhados duma mini-paella. Sublime!

DSC01171

Eu, que cada vez mais me transformo num atumnólogo (né, sócios?), optei pelo mesmo mal passado, acompanhado de anchovas empanadas com vários legumes. Uma belezura.

DSC01172

Com tudo perfeito, escolhemos sobremesas.

DSC01179

Sorvetes e sorbets de frutas vermelhas pros meus sogros, …

DSC01174

Suflê de baunilha com sorvete de camomila pra nós.

DSC01175

Pronto!  Uma refeição muito boa prum dia quase perfeito (só faltou ter 24 horas de viagem! rs).

DSC01126

E vamos dormir, porque amanhã começam os safaris (ainda bem que fotográficos) de verdade.

DSC01135

Como diria o Leão da Montanha, saída pela direita ….

SONY DSC

Bye.

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 640 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1,336,399 hits
junho 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Atualizações Twitter