Posts Tagged 'antinori'

dcpv – giorno ventisetti – itália – toscana – greve, castellina e antinori. é muito chianti, minha gente!

12/06/2019 (vivido em 25/10/2017)

Giorno ventisette – Itália – Toscana – Greve, Castellina e Antinori. É muito Chianti, minha gente!

É chover no molhado dizer que repetir algumas cidades na Toscana é uma maravilha.

Mas queríamos apresentar o verdadeiro espírito Toscano pra todos, especialmente pra Re.

Então, só nos restou passar pelos lugares mais bacanas novamente.

Que chato, né?

Partimos logo cedo pra Greve in Chianti.

Esta cidade é bem bonita e charmosa.

É claro que a visita pra lá não seria completa se não fôssemos até a Macelleria Falorni.

O lugar é de deixar qualquer um maluco, especialmente se gosta de frios e queijos.

O Deo literalmente pirou.

Ainda compramos alguns ótimos azeites e prestigiamos a Forno, uma pequena padaria inesquecível.

Corremos para Castellina in Chianti, onde pretendíamos ver a feira livre local.

Chegamos tão em cima da hora que não deu tempo de fazer nada!

O negócio foi dar uma passeada pela cidade, muito bacana também,…

… especialmente pela parte que fica junto da muralha.

Ainda compramos especiarias e açafrão dum produtor muito simpático.

Como estávamos atrasados (que novidade), corremos pra almoçar no Albergaccio di Castellina.

O Francisco, mais conhecido como Bilbo, reconheceu a Lourdes e o Eymard, que são habituées de lá.

Fomos recebidos com uma flute de Prosecco e experimentamos o excelente azeite novo que eles produzem.

Pedimos tudo expressamente: …

… tagliarini com trufas, …

… fetuccini com cogumelos, …

… risoto …

… tortellini …

… e um ótimo vinho Rosso da região. Enfim, tudo perfeito!

Continuamos correndo (sabe como é, slow travel), pois tínhamos um tour marcado na vinícola Antinori nel Chianti Classico.

Eu já falei que o Antinori é o nosso queridinho, né?

Não preciso nem dizer que todos ficaram maravilhados com a organização …

… e especialmente com a construção.

É um prédio marcante e dificilmente se consegue esquecer dele.

Verificamos todo o processo de vinificação, …

… além de perceber a magnitude do lugar onde os barris descansam com este néctar precioso em seu interior.

Mais uma vez, a arquitetura se sobressaiu.

Só nos restou fazer a degustação e numa sala mais do que especial, …

… já que ela é de vidro …

… e fica literalmente em cima dos barris.

É de cinema.

Experimentamos quatro bons vinhos do Pierinho e tivemos uma boa aula sobre como eles conseguem este ótimo resultado final.

Enfim, se você estiver na Toscana, vá visitar a Antinori.

Você não se arrependerá.

Ainda tivemos tempo de passar em Impruneta …

… e comer bomboloni, que são praticamente sonhos, só que levíssimos e com um creme muito saboroso como recheio. Huuuuuuummmmm!

Como jantar, acabei fazendo um ótimo ragu com carne moída (todo mundo ajudou) ..

… que foi devidamente acompanhado por uma macia polenta, …

… e uma Magnum de Champanhe Rosé Collard-Picard, vindo diretamente da famosa região homônima e trazido pela Lourdes e pelo Eymard.

Foi um dia corrido, mas foi perfeito.

Ah, Toscana, você deixará saudades …

… (atualizando, estamos parecendo o Jordão, aquele calouro do SS, lembram? Chorando muuuito. Hahaha)

Ainda deu tempo de fazer até um comercial dos melhores shorts do mundo, os da Relaxed.

Arrivederci.

Veja os outros dias desta epopéia:
giorno uno – itália – toscana, amore mio ou o inicio duma bela jornada!
giorno due – itália – toscana – um simples domingo.
giorno tre – itália – toscana – antinori, o visionário.
giorno quattro – itália – florença – lindíssima, como sempre!
giorno cinque – itália – san gimignano, a verdadeira manhattan toscana e porque não dizer, uma über model
 giorno sei – itália – toscana – siena e monteriggioni, a maior e menor, são belíssimas.
giorno sette – itália – toscana – eu prefiro as curvas das estradas de chianti.
Itália – Toscana – Giorno otto – Em Impruneta, como os imprunetanos!
Itália – Toscana – Giorno nove – Certaldo, uma cidade pra se conhecer em camadas.
giorno diece – Itália – Toscana – Comida pantragruélica com o maior açougueiro do mundo!
giorno undici – Itália – Toscana – Retornando à Florença, que continua mais bela do que nunca!
giorno dodici – itália – prada na toscana? e lucignano, você conhece?
giorno tredici – Itália – Toscana – My name is … (by Suzanne Vega)
giorno quattordici – Itália – Toscana – San Gimignano e Monteriggioni, a vingança!
giorno Quindici – Toscana – Impruneta – Nunca foi tão bom ficar em casa.
giorno Sedici – Itália – Toscana – Fiesole, vicino a Firenze.
giorno Diciotto – Itália – Toscana – Repetido mas bom demais.
giorno Diciannove – Italia – Toscana – Colle di Volterra.
giorno Venti – Itália – Toscana – Jogo de Siena.
giorno Ventuno – Itália – Toscana – Estas top models toscanas San Gmignano e Monterriggioni são demais.
giorno Ventidue – Italia – Firenze – É sempre um prazer revê-la.
giorno Ventiquattro – Italia – Toscana será que deveríamos retornar pra Pisa e Luca?
giorno Venticinque – Itália – Toscana – San Gimignano/Monteriggioni – Esta dobradinha é demais!
giorno Ventisei – Itália – Toscana – Pienza e Lucignano –  Duas pérolas toscanas.

.

dcpv – giorno diciotto – itália – toscana – repetido, mas bom demais (ainda mais com a Madá e o Álvaro).

17/10/17

Giorno diciotto – ItáliaToscana – Repetido, mas bom demais (ainda mais com a Madá e o Álvaro). 

Aproveitamos que o Mingão foi buscar a Helena e o Lucas em Firenze, …

… e como estávamos somente com a Madá e o Álvaro, …

… para repetir alguns programas toscanos legais.

Iniciamos o dia voltando ao Antico Frantoio Doglia pra mostrar pra eles como é o ciclo de formação do azeite.

E com uma trilha sonora …

… de responsa. Hey, ho, let’s go!🤟🤟

Chegamos lá e a Ughetta, a guia, já nos esperava.

Iniciou mostrando como era feito o azeite antigamente, …

… com moagem na pedra, …

… utilização de filtros …

… e outros quetais.

Hoje o processo é quase todo mecanizado e asséptico …

… resultando num produto menos romântico, mas muito melhor.

O passeio todo nos trouxe informações curiosas e muito interessantes.

Finalizamos com uma degustação de uma taça de vinho …

… e um prato contendo uma bruschetta com azeite, legumes crus e minicapreses.

Tudo muito fresco e toscano, especialmente o azeite que tinha sido feito no dia anterior.

Voltamos pra casa e resolvemos ir até o centro de Impruneta.

Lá estava acontecendo a festa milenar do padroeiro da cidade, San Lucca.

E isto deixou a cidade bastante movimentada.

Passeamos pelas ruas,…

… chegamos à praça onde um montão de barracas expunham os seus produtos.

Sabe que era muito interessante?

Chegamos a ir até a parte de comidas, onde visualizamos uma grelha com muitos frangos e costelas. Pareciam deliciosos!

Como tínhamos planos pro almoço, deixamos pra vir a noite com o grupo do Mingão e, talvez, com a Márcia e o Deo, que chegariam também.

Seguimos direto pra vinícola Antinori nel Chianti Classico.

A verdade é a seguinte: quantas vezes formos lá, tantas vezes ficaremos entusiasmados.

A obra toda é espetaculosa (foram gastos 130 milhões de euros) …

… e te deixa de boca aberta.

Não foi diferente com a Madá e o Álvaro.

Subimos direto para o teto, …

… sim, este lugar com parreiras é o teto do edifício, …

… onde fica o restaurante, pra conseguir um lugar na parte externa.

Demos sorte, pois não tínhamos feito reserva, …

… e nos sentamos numa mesa com vista pras parreiras.

Pedimos um tremendo vinho tinto, o Bramasole 2014 do próprio Antinori, …

… e escolhemos pratos muito interessantes.

A Dé foi de bacalhau …

… eu, de hambúrguer de Chianina, …

… a Madá, de ravioli …

… e o Álvaro, de tagliata.

Tudo muito bom, tão bom que resolvemos pedir duas sobremesas.

Sorvete de creme com farofa de amêndoas e …

… cheesecake de pêssego.

Foi um grand finale de um dia muito especial com estes amigos tão queridos.

Voltamos pra casa, tomamos um bom Champagne e eles voltaram pra Paris (coitados! 😁) …

… enquanto, nós (coitados 😀), ficamos na Toscana…

… tentando captar os melhores ângulos …

… deste lugarzinho modesto! 😉

A noite, aproveitamos pra comemorar o aniversário do Fon, o genro da Regina e do Mingão …

… e comendo pizza no restô I Tre Pini.

Desta vez, todos chegaram no horário (Márcia e Deo já estavam integrados ao grupo) …

… e pedimos muitas margheritas, …

… especiais de prosciutto e mozzarella de búfala …

… e um Chianti DOCG muito bom.

Enfim, foi a comemoração perfeita …

… no lugar perfeito …

… e melhor, na Toscana.

A perfeita!

Valeu, Madá e Álvaro. One, two, three, four …

Arrivederci.

Veja os outros dias desta epopéia:
giorno uno – itália – toscana, amore mio ou o inicio duma bela jornada!
giorno due – itália – toscana – um simples domingo.
giorno tre – itália – toscana – antinori, o visionário.
giorno quattro – itália – florença – lindíssima, como sempre!
giorno cinque – itália – san gimignano, a verdadeira manhattan toscana e porque não dizer, uma über model
 giorno sei – itália – toscana – siena e monteriggioni, a maior e menor, são belíssimas.
giorno sette – itália – toscana – eu prefiro as curvas das estradas de chianti.
Itália – Toscana – Giorno otto – Em Impruneta, como os imprunetanos!
Itália – Toscana – Giorno nove – Certaldo, uma cidade pra se conhecer em camadas.
giorno diece – Itália – Toscana – Comida pantragruélica com o maior açougueiro do mundo!
giorno undici – Itália – Toscana – Retornando à Florença, que continua mais bela do que nunca!
giorno dodici – itália – prada na toscana? e lucignano, você conhece?
giorno tredici – Itália – Toscana – My name is … (by Suzanne Vega)
giorno quattordici – Itália – Toscana – San Gimignano e Monteriggioni, a vingança!
giorno Quindici – Toscana – Impruneta – Nunca foi tão bom ficar em casa.
giorno Sedici – Itália – Toscana – Fiesole, vicino a Firenze.
giorno Diciassette – Italia – Toscana – Em busca das trufas brancas toscanas.

.

 

 

dcpv – giorno quattordici – Itália – Toscana – San Gimignano e Monteriggioni, a vingança!

13/10/2017

Giorno quattordici – ItáliaToscana –  San Gimignano e Monteriggioni, a vingança!

Mais um dia puxado.

Depois da esbórnia de ontem à noite, …

… e mesmo com todo mundo com sono, …

… teríamos que cumprir com o programado (que chato, né?). 🙂

Iniciamos num vizinho nosso, o Antico Frantoio Doglia.

Para quem não sabe, frantoio é um lugar onde azeitonas são transformadas em azeite. E nós fomos justamente descobrir como isso é feito.

Uma pena que desta vez, as azeitonas ainda não tinham sido colhidas.

Mas a nossa guia, a Ugheta, nos explicou tudo claramente (em italiano) …

… e pudemos perceber como o sistema hoje em dia, …

… é completamente mecanizado…

… e isso aumenta em muito …

… a qualidade do produto final.

Ainda tivemos uma pequena degustação de azeite em três formatos de comida: numa salada Caprese, em fagioli bianco e numa bruschetta simples.

Estava perfeito, ainda mais acompanhado dum bom Chianti rosso.

Resumindo, este passeio é super recomendável.

Por ser perto, passamos na vinícola Antinori nel Chianti Classico.

É um lugar pra se ir tantas vezes quantas forem possíveis.

Mesmo que não se faça um tour (altamente recomendável) …

… só a arquitetura já vale a visita.

Fuçamos em tudo o que era possível …

… e visível …

… e ainda consegui com que passassem o filme da história dos Antinori só para o nosso grupo.

Taí outro lugar que certamente retornaremos com os outros hóspedes.

Em seguida, rumamos para a belíssima San Gimignano.

Tudo bem que ela é muito turística …

… mas, ali, cada vista é uma obra prima.

Ainda mais com esta luz toscana.

Andamos bastante …

… curtimos muito …

… almoçamos num lugar bacana, a Locanda de Sto Agostinho, …

… onde comemos vários especialidades locais …

… tais como capreses, …

… pici, …

… lasanha de alho poró …

… gnocchi com trufas negras …

…e tomamos alguns Vernaccias.

Aproveitamos pra recarregar nossas energias tomando um sorvete campeão do mundo, o Dondoli.

Pronto, o dia perfeito estava terminando.

Mas resolvemos dar um up, passando na pequena jóia Monterriggioni.

E mais uma vez ela não nos decepcionou.

Esta minúscula e encantadora cidade …

… é sedutora …

… e o seu por do sol …

… é matador.

Pra terminar a noite, …

… pedimos uma tábua de frios e queijos …

… e tomamos mais um bianco Vernaccia DOCG.

Pronto, estávamos no estágio perfeito …

… em que só faltava emitir um ooooooooommmmm …

… e agradecer por este dia Toscano maravilhoso com a família.

Arrivederci.

 

 

 

dcpv – dia drei – viena – rosas, rosas, rosas …

30/05/2014

Dia Drei – Viena – Rosas, rosas, rosas …

Sol não tinha…

DSC02565

… mas como não estava chovendo, nós demos por satisfeitos.

DSC02567

Tomamos o café da manhã no hotel (acordamos um pouco mais tarde) …

DSC02562

… e fomos bater pernas.

DSC02568

Saímos pela esquerda do hotel. A primeira parada foi de reconhecimento.

DSC02564

E foi no prédio da Ópera (lugar onde iremos hoje a noite).

DSC02569

Logo depois, demos uma breve entrada no Weltmuseum Burggarten pra tirar uma foto do prodígio Mozart.

DSC02574

Continuamos pro que seria o nosso objetivo matutino: o Volksgarten com as suas 6000 rosas.

DSC02579

Isto mesmo! São 6000 tipos diferentes de roseiras do mundo todo e melhor, floridas!

DSC02597

Segue o fotoblog deste inenarrável momento:

DSC02583

DSC02584

DSC02585

DSC02588

DSC02589

DSC02593

DSC02596

DSC02605

DSC02607

DSC02611

DSC02620

Dali, passamos novamente pela região do palácio Hofburg.

DSC02623

Nós encantamos again com o tamanho e a beleza de tudo.

DSC02625

Atravessamos o centro e acabamos descobrindo um lugar que só vende champanhes, a Le Cru.

DSC02661

É claro que aproveitamos pra tomar duas flutes dum legítimo antes do almoço.

DSC02648

Que seria na filial dum tremendo restaurante original de Florença, a Cantinetta Antinori.

DSC02665

Ainda me lembro que quando estávamos na de Florença, conversamos sobre conhecer a de Viena. Pois bem; foi o que aconteceu.

DSC02666

E o lugar não decepciona. Parece mesmo um canto italiano dentro de Viena.

DSC02669

Pedimos um antepasto misto pra iniciar os trabalhos.

DSC02677

A Dé escolheu um Pappardelle com lingüiça e cogumelos …

DSC02684

… e eu, Spaghetti alle vongole veraci e pomodorini.

DSC02683

Ambos maravilhosos e harmonizados, respectivamente, com um vinho tinto Cont’Ugo Bolgheri e um branco Vermentino Bolgheri.

DSC02679DSC02678

Curtimos muito o lugar e decidimos que faríamos um programa turisticão, mas com cara de imperdível: andar de carruagem.

DSC02689

E a escolha foi acertada (ainda mais depois dos vinhos).

DSC02686

Fizemos o Grand tour (cerca de 40 minutos) e nos divertimos muito.

DSC02704

Eis o fotoblog do passeio:

DSC02688

DSC02698

DSC02697

DSC02695

DSC02699

DSC02702

DSC02706

DSC02709

Voltamos a pé pela rua (lotada) do centro de Viena, a Karntner Str.

DSC02687

Lugar onde existe uma loja da Swarowisk muito bacana.

DSC02713

Retornamos ao hotel (parece que o Bill Clinton e a Sharon Stone estão lá) pra nos preparar para encarar uma ópera de Wagner.

DSC02715

Dizem que ele é um autor hermético e cheio de manhas, mas nós adoramos tudo (viu, sócios!).

DSC02735

Tudo bem que só o lugar já valeria a visita.

DSC02728

A Ópera realmente tem classe …

DSC02720

… e só de pensar na quantidade de História que aconteceu por aqui, dá até um arrepio.

DSC02726

Terminado o espetáculo, fomos experimentar outro.

DSC02737

A famosa Sacher Tarte do hotel homônimo.

DSC02739

Antes pedimos salsichas (mais um desejo da Dé) …

DSC02747

… e um sanduba de cream cheese, presunto e queijo na baguete.

DSC02746

Tudo regado a duas flutes de Louis Roderer.

DSC02745

Pra finalizar, ela. A torta Sacher que a grosso modo é um daqueles bolos de cenoura com cobertura de chocolate, só que mais leve e gostoso.

DSC02749

Voltamos caminhando felizes pro hotel e aguardando pela nova cidade que conheceremos amanhã: Budapeste.

DSC02755

Ich spreche kein Deutsch.

Acompanhe os outros dias desta viagem:
Dia eins – Viena – Conhecendo a terra da Sissi.
Dia zwei – Viena – Sississiricando.

.

Dia X – Florença – Itália – Entrando na moda pela porta da frente.

29/11/2012

Dia X – FlorençaItália – Entrando na moda pela porta da frente.

Mais um dia de chuva.

DSC08887

Incrível, mas a chuva persistiu durante toda a nossa estada (pelo menos, até agora) em Florença.

DSC08883

Incrível também como a viagem ficou mais divertida por causa dela.

DSC08885

Tomamos o ótimo café da manhã no outro lado da rua (eu já expliquei o porquê) …

DSC08882

… e rumamos pro nosso passeio mais do que especial.

DSC08898

Iríamos fazer um tour específico sobre a moda florentina.

DSC08899

A nossa guia, a Marise já  estava nos esperando na frente do Museu Ferragamo.

DSC08894

Este visita é essencial neste quesito, especialmente pra quem é interessado em moda e mais ainda em sapatos (a Dé adorou).

DSC08892

Nos apresentamos, entramos no museu e pudemos observar o quão visionário era o idealizador de tudo.

DSC08896

São vários modelos nos informando que há 60 anos atras, Ferragamo já formatava sapatos muito mais atuais do que se imagina.

DSC08893

O ambiente é perfeito (a única mancada é não poder tirar fotos, mas … ) …

DSC08890

… e além de toda a técnica, pudemos ver uma mostra especial sobre a vida (e morte) do ícone Marilyn Monroe.

DSC08895

Finda a visita, atravessamos o Rio Arno, pela Ponte Santa Trinita, …

DSC08901

… com direito a uma vista incrível da Ponte Vecchio.

DSC08897

A intenção seria visitar tanto o Museo degli Argenti (o da Prata) como a Galeria del Costume (do Traje).

DSC08906

Todos estes complementavam o nosso passeio que era baseado no que era moda no período dos grandes Duques.

DSC08902

Pra variar, fotos não são possíveis, mas… 🙂
O Museu da Prata é muito interessante porque é possível se imaginar o dia-a-dia da nobreza naquela época.

DSC08919

O Palazzo Pitti foi um local onde a história dos Medici se passou.

DSC08905

E lá é possível se imaginar tudo o que acontecia, especialmente através dos comentários em português da Marise.

DSC08916

Já o Museu dos Trajes é também interessante, mas um pouco mais fraco, já que nele existem registros de vestuários dum período bem mais recente (depois de 1850).

DSC08925

Se bem que alguns trajes dos corpos exumados de nobres são muito informativos.

DSC08928

Aproveitamos pra conhecer o bonito Giardino di Boboli.

DSC08932DSC08933

Pra variar, estava chovendo e muito.

DSC08935

A solução foi comprar um guarda-chuvas dum daqueles imigrantes (10€) …

DSC08934

…e zarparmos prum almoço aprazível.

DSC08945

Seguindo uma linha agradável, escolhemos mais uma vinoteca de um ótimo produtor de vinhos, o Antinori.

DSC08937

E esta escolha se mostrou mais do que acertada.

DSC08936

Chegamos e a nossa mesa reservada (e no mezanino) era muito bem localizada.

DSC08943

Pedimos um assortimento de salumi e aproveitamos tudo, junto com os pães …

DSC08948

… e o azeite recém espremido, que estava demais.

DSC08939

Tomamos taças de vinho, um bianco pra Dé, o Cervaro della Sala 2010 …

DSC08946

… e um tinto pra mim.

DSC08950

Na verdade, “o”tinto” já que era um Tignanello espetacular.

DSC08964

Como principais, a Dé foi de Maltagliatti com peixe

DSC08953

… e eu, num Tagliarini com Molho a Bolonhesa.

DSC08951

Ambos simplesmente irrepreensíveis.

DSC08956DSC08957

Pedimos mais um ótimo expresso, …

DSC08960

… e seguimos o conselho dos florentinos: …

DSC08967

… a sobremesa foi um sorvete cremoso e inesquecível da Gelateria Santa Trinita (nota 10 no MicheLuz e com louvor).

DSC08979

Sem contar os próximos, foi o melhor que tomamos em nossas vidas.

DSC08978

Como a chuva apertou (sempre ela), voltamos ao hotel pra dar uma descansada e programar algumas comprinhas.

DSC08981

E até nesse quesito, Florença é divertida.

DSC08973

Você entra uma loja de relógios e encontra gente bem-humorada.

DSC08974

Vai a uma loja de grifes e o teto dela é cheio de afrescos.

DSC09005DSC09006

Passa numa loja de departamentos e no último andar, tem um bar onde a vista prum brinde de espumantes é esta.

DSC09013

Melhor, resolve conhecer uma das farmácias mais antigas do mundo, a Officina Profumo Farmaceutica di Santa Maria Novella (desde 1612) e se diverte ao extremo, vendo um ambiente tão lindo e com receitas de cosméticos seculares espetaculares.

DSC08994

A compra por lá e irresistível e o foto blog também:

DSC08989DSC08990

DSC08993

DSC08995

DSC08996

DSC08999

DSC09002

Pronto; estávamos novamente com fome e preparados pra mais um excelente jantar.

DSC09014

Que aconteceu no Oliviero, um ristorante competente e muito bacana.

DSC09048

Pra variar, a nossa mesa reservada era muito boa.

DSC09020

Não pensamos duas vezes ao ver o menu: pediríamos, cada um, dois pratos.

DSC09017

O vinho foi um Gaja Branco, o Ca’Marcanda  e …

DSC09031

… o chefe nos mandou um agrado inicial, algo parecido com um suflê de ovos e azeitonas. Uma delícia.

DSC09028

Como primo, a Dé foi de sopa de cebola com vieiras

DSC09039

… e eu, um nhoque com mariscos e pesto de salsinha.

DSC09037

Um prato lindo, saboroso e ao mesmo tempo, muito fotogênico.

DSC09040

Como secondo, a Dé pediu um Rombo com presunto cozido 

DSC09042

… e eu, um bacalhau fresco com espuma de tomates e grâo-de-bicos al dente.

DSC09043

Tudo absolutamente perfeito, e melhorou ainda, com o charmoso expresso corto (estes cafés se tornaram um vício da família em todas as refeições).

DSC09045

Enfim, o Oliviero é um lugar que certamente não está na moda, mas que os Medici freqüentariam, assim como os Luci fizeram.

DSC09025DSC09026

Voltamos pro hotel com uma lua que prometia: amanhã deve chover! rs

DSC09054

Arrivederci.

Acompanhe os dias anteriores desta viagem:
Dia I – Verona – Itália – A terra da goiabada com queijo, ops, de Romeu e Julieta.
Dia II – Verona – Itália – Seguindo os passos dos amantes.
Dia III – Verona – Itália – Conhecendo o lago Garda.
Dia IV – Veneza – Itália – Quem vê o Canal Grande pela primeira vez e em grande estilo, jamais esquece.
Dia V – Veneza – Itália – O dia (e a noite) do misterioso fog.
Dia VI – Veneza – Itália – Tremenda dobradinha: Palácio dos Doges (e seu Itinerário Secreto) e passeio de gôndola.
Dia VII – Veneza – Itália – Aqui não tem nenhuma sonífera ilha (Murano, Burano e Torcello
Dia VII – Itália – Veneza/Florença – Uma luz no fim do túnel, ops, sobre viagem de trem
Dia IX – Itália – Florença – Piove, pananananananam, piove.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 655 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.430.113 hits
dezembro 2019
S T Q Q S S D
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos

Atualizações Twitter