Posts Tagged 'banfi'

dcpv – dia quattordici – itália – toscana – visitando o castello di ama e o piccolo inhotim novamente.

04/08/2016

Dia quattordici – Itália – Toscana Visitando o Castello di Ama e o piccolo Inhotim novamente.

Nós já estivemos no Castello di Ama em 2013.

E nos obrigamos a retornar.

Porque realmente vale a pena.

É uma visita à vinícola totalmente diferenciada e interessantíssima.

Bom, acordamos cedo, tomamos o café da manhã no hotel e …

… rumamos pra Gaiole in Chianti.

É lá que fica o Castello di Ama.

Foi quase 1,5 hs dirigindo …

… mas só o prazer de desfrutar da paisagem toscana (e da companhia), já ameniza tudo.

Chegamos no horário e …

… a nossa guia já estava nos esperando.

O tour vinícola é bacana, mas nada além do esperado (né, Re?).

Já o tour artístico é espetacular.

O dono da vinícola resolver instalar um monte de obras contemporâneas no espaço e …

… você acaba passando por todas elas.

Temos trabalhos do Anish Kapoor, da Louise Borgeaus, do Chen Zhen e de mais um montão de artistas renomados.

Segue o fotoblog com as instalações:

Este do Anish Kapoor não é sobre o eclipse! 🙂

É claro que a degustação final foi especial.

Enfim, uma visita ao Castello di Ama torna-se obrigatória quando se está na Toscana.

E será mais ainda, se você fizer uma reserva no seu restaurante.

A comida é caseira (que beleza!) e com um ótimo preço.

Como entrada, a Lourdes e eu pedimos pappa al pomodoro.

O Eymard escolheu uma torta de pecorino.

A entrada da Dé, a pepperonatta, veio junto com o principal dela, polpetinni.

O Eymard e eu pedimos lasanha.

Já a Lourdes foi de tortelli com ragu bianco.

O vinho foi delicioso; pedimos o Vigneto La Casuccia 2011 da casa que era simplesmente uma beleza.

Dali, fomos pra Greve in Chianti, pois queríamos visitar a Antica Macelleria Falorni.

Este estabelecimento é muito antigo mesmo e …

… é especialista em frios.

É praticamente impossível passar por lá sem comprar …

… ou experimentar várias coisas.

Subimos um pouquinho e fomos conhecer uma cidadezinha pequena (?), pacata e bem bonitinha.

Ela se chama Montefioralle.

A sensação que se tem nesse lugar é que o tempo não passa, ou passa rápido demais! Rs

Aproveitamos a proximidade pra conhecer a Badia a Passignano (e dá-lhe Antinori).

Ela também é muito bonita e …

… certamente, poderia estar no Vale do Loire.

Fizemos o caminho de volta para o Castello Banfi com muita disposição e …

… já pensando no jantar.

Que seria no restaurante do hotel do Ferragamo, o Castiglion del Bosco.

Optamos por comer na Il Canônica que é um pouco menos luxuoso que o restaurante estrelado.

Acontece que tivemos um superproblema com o GPS (a Fiorina) e quase não chegamos a tempo, tamanho o lugar estranho que ele nos enfiou.

Foi uma verdadeira aventura com o piloto Eymard barbarizando ao volante.

De qualquer forma, voamos, chegamos e ficamos felizes pela acolhida.

Como não estávamos com fome, pedimos o básico.

A Lourdes, o Eymard e a Dé foram de bacalhau. E estava muito bom.

A particularidade é que a comida era a mesma, mas os pratos cerâmicos eram diferentes.

Muito diferentes e belos.

Eu inventei um pouco e pedi um purê, quase uma sopa de feijões brancos com polvo e camarão. Também estava muito bom.

Tomamos dois vinhos brancos e pronto.

Estávamos liberados pra dormir o sono dos justos e numa cama mais do que confortável.

Sem contar o tremendo céu estrelado que a Toscana nos mostrou.

Arrivederci…

… e até próxima, Itália.

.

dcpv – dia tredici – itália – toscana – sob o por do sol da mesma.

03/08/2016

Dia tredici – Itália – ToscanaSob o por do sol da mesma.

É, este lado da Toscana, mais perto de Montalcino é muito particular.

A maioria das cidades são muito bonitas e …

… as estradas são demais.

A cada momento e …

… em cada curva, você vê aquelas paisagens de calendário.

Acordamos até que tarde (aqui tudo funciona mais tarde),…

… tomamos uma lauto café da manhã e …

… zarpamos para Montepulciano.

Cerca de uma hora depois, estávamos lá.

E tudo foi muito divertido.

Começa que a cidade é uma verdadeira pirambeira.

Pra você chegar até a Piazza Central …

… tem que andar muito.

E é tudo subida!

Mas vale a pena, …

… já que cada beco é um colírio.

Após nos divertirmos muito e …

… apesar do calor …

… retornamos pra passar numa cidadezinha quase off no circuito Toscano.

Ele se chama San Quirico d’Orcia.

E é, pra variar, lindíssima.

Pequena e charmosa, …

… vale a pena ficar ali tomando um vinho da casa e …

… ver o tempo passar.

Como estava no horário do almoço, resolvemos comer no restaurante duma vinícola próxima.

E a escolhida foi a Fattoria dei Barbi, em Montalcino.

Não poderia ser melhor.

Pedimos bruschettas e Caprese como entrada.

Como principais, a Dé foi de fetuccini ao ragu, …

… o Eymard escolheu frango com ameixas …

… e eu e a Lourdes, sabiamente, experimentamos polpetinni que estavam divinos.

Tudo regado a um vinho branco, o único que a Barbi produz.

Fizemos umas comprinhas na loja e …

… fomos para o hotel, pois tínhamos marcado uma visita pra vinícola do próprio Castello Banfi.

Foi um passeio básico, pra quem está acostumado com este tipo de tour (né, Re? 🙂 ), …

… mas o mais interessante foi ver onde ficam guardadas as preciosidades, …

… os Brunellos Banfi.

Pra terminar o dia passeando, resolvemos tocar pra Montalcino.

Ela não é reconhecidamente uma cidade maravilhosamente bonita, …

… mas tem o seu charme e …

… a iluminação do sol se pondo ….

…. contribuiu muito pra isso.

Além do mais, fomos conhecer a Fortezza, …

…. onde fica uma Vinoteca muito especial.

Aproveitamos a oportunidade e testamos 5 tipos de Brunellos especiais.
Foi um voo e tanto.

Saímos de lá e …

… vimos o mais bonito por do sol Toscano até agora.

Tudo ficou super iluminado …

… e espetacular.

Restou jantar novamente no bom restaurante do hotel, o Castello Banfi, onde pulamos as entradas e …

… a Lourdes e a Dé pediram um risotto especial com cebolas, aceto e amêndoas , …

… o Eymard repetiu o prato de fritos do mar …

… e eu, um risoto de lulas, mexilhões e menta.

Tudo muito bom e acompanhado dum vermentino Banfi excelente.

Foi isso!

O dia foi comprido, muito divertido e …

… extraordinariamente lindo!

Arrivederci.

 

.

dcpv – da cachaça pro vinho – montalcino – castelo banfi – brunellos

prego
out/08

dcpv – Montalcino Castelo BanffiBrunellos

Dia de conhecer Montalcino e seus Brunellos.

dsc03094-2

Antes disso, fazer o check-in Castello Banfi , um hotel dentro duma vinícola sensacional. 

dsc03154-2

O quarto ( se é que podemos chamar “aquilo” tudo de quarto!) é espetacular.

dsc03088-2 dsc03090-2

Com vista pras videiras e encravado no topo da montanha ao lado do Castelo (que o dono utiliza pra moradia!), tivemos a grata surpresa de saber que o vinho que dá o nome à suite, o Summus, nos foi presenteado, além de 1/2 garrafa do Brunello Banfi 2003 e duas garrafas de espumantes ( ranco e rosé) Banfi.
Foi uma verdadeira farra vinícola e a Lei Seca não nos pegaria jamais! hehe

dsc03096-2

De cara, fomos conhecer Montalcino (fica a uns 20 km do hotel) e a famosa Enoteca la Fortezza, onde se diz que se consegue ver o mais lindo por-do-sol de toda a Toscana e melhor, tomando um legítimo Brunello.

dsc03100-2

A Enoteca é linda, pois fica numa fortaleza muito antiga que está localizada no ponto mais alto de Montalcino.

dsc03101-2

O único senão foi que chovia um pouquinho, mas mesmo assim conseguimos cumprir metade do objeto do desejo: se não vimos o por-do-sol, tomamos uns belos Brunellos.

dsc03106-21

Jantamos na cantina do hotel. Comidinha italiana básica:

dsc03119-21 dsc03124-2 dsc03127-2

dsc03131-2  dsc03134-2

No outro dia, saímos pra conhecer a rota dos grandes vinhos.
Começamos por Montepulciano onde imperam os Nobile e acompanhamos um fenômeno bastante interessante já que estava sol, mas víamos uma densa neblina nos pontos mais baixos.

dsc03166-2

De Montepulciano fomos pra Pienza, a cidade que o Papa Pio II imaginou transformar numa super potência, mas não conseguiu!

dsc03197-2

Mesmo assim, mais uma bela cidade medieval.

dsc03170-21

Aproveitamos pra almoçar na Fattoria dei Barbi, que é uma vinícola espetacular com um restaurante antigo e tradicional.

dsc03209-2

Comemos: crostatas, …

dsc03212-2

… Pici …

dsc03219-2

… Fetuccini ao Ragu …

dsc03217-21

… e acompanhados de 2 belas taças do Brunello da Casa, o 2001.
O garçom aprovou quando eu pedi pois este vinho é considerado um ícone!

dsc03208-2

dsc03227-2 dsc03230-2

Ainda passamos pela Biondi Santi (mais um ícone!) e mais uma garrafa pra coleção! Atenção: este tom de azul nas árvores não é nenhum tipo de filtro. Elas são assim mesmo!
Terminamos a tarde, praticando o esporte que nos consagrou nesta viagem: comprando mais alguns vinhos na própria Banfi.

dsc03236-2

Tudo isto e ainda não tínhamos jantado já que reservei no próprio hotel, um estrelado Michelin.

dsc03164-2

E este jantar foi histórico, mas pra que este post não fique muito maior do que já está, deixo pra continuar no próximo post… (que  publicarei  diretamente de Miami, onde nos encontramos agora!)

dsc03151-2

Arrivederci!

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.470.349 hits
outubro 2021
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Atualizações Twitter