Posts Tagged 'bar'

quimet & quimet e os enlatados no dcpv.

número 345
12/03/2013

Quimet & Quimet e os enlatados no dcpv.

Faz um bom tempo que estou querendo fazer uma noite “quimetiana” aqui no dcpv.

DSC02883

E o que seria exatamente isso?

DSC02918

Pra quem não sabe, o Quimet & Quimet é um bar localizado em Barcelona (que estava no nosso roteiro, mas que infelizmente, não conhecemos) que tem por princípio, utilizar ingredientes enlatados pra fazer os seus tapas, seus petiscos.

DSC02886

E dizem que todos são absolutamente imperdíveis.

DSC02940

Pois como tenho a mania de comprar enlatados nos mais diferentes lugares e das mais variadas procedências, só me restou escolhê-los aqui na minha despensa.

DSC02892

Machas, sardinhas, salmão defumado, pulpo, torrone, foie gras; enfim, foi uma verdadeira limpa e o resultado foi formidável.

DSC02895

Acompanhe a nossa noite enlatada/envasada.

DSC02958

Vamos lá.

Entrada – Tapitas variados.

Percebam que não teremos muitas receitas. A maioria dos petiscos foram criados a partir de bons ingredientes.

DSC02907

Iniciamos com um simples pão italiano torrado, …

DSC02909

… patê de foie gras e ciboulette picada.

DSC02889

Continuamos com uma fritada de sardinhas.

DSC02902

Simples ovos misturados, temperados e fritos junto com sardinhas em lata.

DSC02903

Mais um? Pedaços cortados dum salmão defumado chileno, com cream cheese e dill.

DSC02890

Finalmente, machas (moluscos chilenos) à parmegiana.

DSC02893

Comprei um pacote que além dos frutos do mar, continha o molho de parmesão e as conchas.

DSC02898

Aí foi só gratinar no forno e comer.

DSC02905

A entrada ficou muito simétrica …

DSC02924

…  convidativa…

DSC02934

… e saborosa.

DSC02939

É claro que pra acompanhar e permanecer no clima espanhol, tomamos um tinto de verano (H2O, gotas de conhaque, limão, muito gelo e vinho tinto de procedência, ou seja, o português e alentejano Mariana Herdade Rocim 2010 ).

DSC02913

O achamos “saco, quasímodo, merravilhoso, fresquíssimo”.

DSC02922

Principal – Risoto de polvo.

Risotólogos que somos, não pensamos duas vezes (eu e a Dé) em fazer um arroz arbóreo cremoso acompanhado do nosso polvo carnudo.

DSC02911

O processo foi o mesmo de todos os risotos.

DSC02945

A única diferença foi colocar o polvo já ao final e um pouco das folhas de erva doce.

DSC02947

Desde já, podemos chamar este prato de antológico.

DSC02960

Cremoso, saboroso, marítimo, al dente; é o mínimo que podemos dizer pra descrever esta verdadeira maravilha culinária.

DSC02965

Pra dar um toque de brasilidade, tomamos um vinho branco Chardonnay Da’divas Lídio Carraro 2011 que foi “divino, pulpolesco, marinheiro, cicoso“, segundo os homens de lata, nós mesmos.

DSC02966

Sobremesa – Sorvete de Torrone.

Este é mais um daqueles da série misture um sorvete de creme com alguma coisa gostosa e obterá uma coisa mais gostosa ainda.

DSC02894

Neste caso, simplesmente bati o sorvete de creme com um torrone espanhol com muitas amêndoas tostadas.

DSC02896

É chover no molhado, mas ficou muito bom.

DSC02975

Eis a opinião dos robôs:
Rondando a cidade, …, de bar em bar! (Edu)
Petiscos fabulosos! (Deo)
É da lata! (Mingão)

DSC02917DSC02967

Resumo da ópera: só por esta amostra, ficou a certeza de que o Quimet & Quimet deve ser realmente imperdível.

DSC02928

Afinal de contas, se algum produto foi enlatado, certamente deve significar que ele tem uma qualidade superior, certo?

DSC02931

Xiii, teremos que voltar pra Barcelona!
Hasta.

.

Anúncios

boa vizinhança – oliva e veríssimo

ó bugui ugui
06/06/09

Boa Vizinhança – Oliva e Veríssimo

A nova sede do DCPV, a paulistana, tem uma excelente vizinhança.

DSC09016-2

Fomos ( eu, a Dé, o Mingão, a Regina e o Lucas. A Re estava fazendo o famigerado PGE) conhecê-la. O primeiro vizinho visitado foi o restaurante Oliva.

 DSC09027-2

Veio recomendado pelo Diogão, o Destemperado já que lá é um posto de distribuição do novíssimo Guia Destemperados da Serra Gaúcha.

DSC09058-2

O lugar é muito bonito, tranquilo e passa aquele ar mediterrâneo.

DSC09034-2

O chef/proprietário Julio Medeiros faz uma cozinha saborosa, com bons ingredientes  e num ambiente extremamente relaxante e confortável. Até uma fonte (com barulhinho de água e tudo mais) tem por lá!
Parece um daqueles lugares que você entra sem conhecer quando se está viajando ( vocês me entendem, né?)

DSC09055-2

Começamos com um belo couvert formado por tzatiziki (uma pasta grega), pasta italiana de beringelas, manteiga com gergelim e, claro, azeitonas temperadas além de pães feitos na própria casa.

DSC09020-2 DSC09036-2

A Dé e o Lucas pediram um Tagliatelle com Linguiça. Um molho apimentado e com um toque adocicado deixaram este prato irresistível.

DSC09043-2

Eu fui de Pernil de Cordeiro com “arroz a la huerta azafranado”. O cordeiro é cozido lentamente em panela de barro e o arroz é ao açafrão com legumes bastantes crocantes além da coalhada seca, bem sequinha . Pra quem é um cordeirólogo como eu, foi mais do que aprovado.

DSC09047-2

A Regina pediu Gnochi de Mandioquinha, extremamente leve como todo bom gnochi deve ser e com uma carninha, quase um raguzinho pra acompanhar.

 DSC09046-2

Já o Mingão foi de Medalhão ao Molho de Mostarda Dijon. Foi o prato menos brilhante (se é que podemos falar isso) de toda a refeição, mas isto vale como referência pois normalmente o Mingão ega o menu e pensa, pensa, pensa e … sempre escolhe um deles!

DSC09044-2

E com o friozinho reinante, nada como um Alamos Malbec  2008 Argentina. Tanicozinho e bastante quente.

DSC09030-2

Tudo mostra que o Oliva, apesar de não ser muito badalado e estar fora do eixo “gastronômico”da cidade, promete o que cumpre: entregar uma comida honesta, muito bem feita e com um ambiente excelente pra se conversar e contemplar.

DSC09052-2

 Certamente esta foi a primeira de muitas refeições/visitas que faremos por aqui.

DSC09041-2

Encerramos o dia visitando mais um vizinho: o bar Verissimo (neste extao momento, está em reforma), que como o nome sugere é todo decorado com memorabilia sobre o grande escritor gaúcho Luiz Fernando Veríssimo.

DSC09060-2

Um boteco/restô caprichado, com música decente ao vivo e  cervejas de várias raças!

DSC09068-2

Além de comidinhas de deixar qualquer um ( inclusive o Mingão) satisfeito. Caldinhos, pastéis, tacos, escondidinhos, risottos, massas, pizzas, etc. E, todos com os nomes das (hilárias) obras do grande saxofonista ( olha o corporativismo!) Luiz Fernando Veríssimo.

DSC09064-2 DSC09065-2

É, pela vizinhança, a nova sede promete!

DSC09066-2

Até!

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.148 hits
outubro 2019
S T Q Q S S D
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios