Posts Tagged 'chelsea market'

dcpv – days ten/eleven and last – usa – uma nba gelada em ny!

29/02/2019 (curtido em 20, 21 e 22/01/2019)

Days ten, eleven and last – USAUma NBA gelada em NY!

Iniciamos o domingão dum jeito que ele merecia.

Afinal de contas, estava muito frio mesmo …

… e a Starbucks Reserve Roastery era logo ali pertinho.

Café da manhã tomado …

… demos uma passada na Anthropologie

… pra Dé dar uma abastecida  no guarda roupa …

… e nas velas lá de casa.

Fomos de Uber até a Sacks 5th Avenue, …

… uma loja de deptos …

…  multifacetada …

… e bastante interessante.

Com o frio e a chuva reinantes …

… foi um jeito bom pra passar o tempo.

Nos divertimos por lá, …

… mas não compramos quase nada …

… e fomos almoçar no Armani.

O clima broncolhaço …

… e friozaço pedia um italiano.

Foi o que fizemos.

Pãezinhos supergostosos iniciaram a nossa refeição.

Um polvo cozido à perfeição abriu os trabalhos.

A Dé pediu um tagliatelle à bolonhesa …

… e eu, um espaguete à carbonara.

Tudo ótimo …

… e acompanhado de taças dum também ótimo Vermentino.

Continuamos babando na escada da loja …

… e fomos pra fora, sentir o drama.

Olha, fazia quase -20°C.

Mesmo assim, demos mais uma secada na fachada maravilhosa …

… da Louis Vuitton …

… passamos na Nike novamente (com o mesmo péssimo atendimento) …

… e resolvemos retornar …

… pois o por do sol prometia e foi uma belezura (sim, o tempo mudou muito rapidamente)!

É claro que o vento atrapalhava muito …

… deixando a sensação térmica …

… próxima dos -30ºC, …

… mas foi perfeito.

Simplesmente perfeito!

Terminamos a nossa tarde …

.. tomando uns bons drinks …

… no nosso queridinho …

… o Starbucks.

Aproveitamos pra comprar o nosso jantar: …

… pizzas …

… que seriam degustadas no calorzinho do nosso quarto assistindo às finais de conferência da NFL e muito bem acompanhadas.

Acordamos também um pouco mais tarde na segunda.

O frio continuava.

O café foi tomado no primo pobre, …

… o Starbucks convencional, …

… já que o Reserve estava fechado pra manutenção.

Por sorte, tínhamos comprado ingressos …

… pra ver o jogo da NBA …

… e finalmente, …

… conhecer o Madison Square Garden.

Pra variar, foi muito divertido assistir a um jogo, …

… ainda mais com atletas do tamanho …

… do Russel Westbroock.

Sim, o OKC não negou fogo.

O problema foi o NY Knicks.

Ô timinho ruim, sô!

Deu até vergonha.

Ver os coitados dos torcedores sofrendo …

… pra ver um time que não acerta uma.

Resultado?

Uma lavada do OKC …

… que só não foi maior …

… porque eles se desinteressaram do jogo.

Voltamos pro hotel …

… e engatamos uma visita à Container Store …

… (que loja) …

…e a Bed Bath & Beyond.

Até que não compramos muita coisa desta vez …

… e resolvemos dar mais uma passada estratégica …

… no Chelsea Market …

… pra fugir do frio.

Acabei marcando um jantar bem próximo ao hotel …

… no hyppado asiático Buddakan.

E o lugar é surpreendentemente bonito.

Todo cenográfico …

… e com uma mesona coletiva espetacular.

Pedimos somente coisinhas pra repartir, além de duas flutes duma Louis Roderer.

Dumplings de edamame, …

… bolinhos de couve flor, …

… bolinhos de camarão e frango …

… e rolinhos primavera.

Tudo muito competente, …

… mas realmente o que se sobressaiu, …

… foi o visual.

Atravessamos a rua e estávamos prontos pra dormir.

O último dia foi trivial.

Último café da manhã  …

… na Starbucks Reserve Roastery  (que novidade), …

… com um nascer do sol incrível.

Nos despedimos da nossa queridinha.

Fomos até perto da Union Square …

… e passamos na Body Works …

…. na Whisky …

… e retornamos pra região do hotel.

A intenção era, …

… apesar do frio, …

… dar uma olhada na nova coleção da Story (nota – esta loja não existe mais. Ela foi comprada pela Macy’s)

Só para lembrar, é aquela loja que pretende ser como uma revista …

… ou seja, troca tudo o que está a venda de 3 em 3 meses.

Olha, achei um pouco de enrolação, porque mudou um pouco a decoração, mas os produtos, não.

Pronto!

A nossa viagem/trabalho estava terminando.

A conclusão é que vale muito a pena misturar lazer com negócios …

… desde que você saiba fazer um bom roteiro.

Foi o que fizemos.

Ah, ainda fomos brindados …

… com mais um tremendo por do sol …

… em pleno voo de volta.

See U.

Veja os outros dias desta viagem:
day One – USA – New York, New York.
day Two – USA – Andando muito nas lojas diferenciadas de NY.
days Three and Four – USA – Varejando por NY.
days Five and Six – USA – Supermercadeando por NY, parte I.
day Seven – USA – Supermercadeando por NEY, a vinganca. Já ouviu falar do Vertical Horizon?
dia – Eight – USA – Conhecendo a periferia de NY.
day Nine – USA – Vendo o verdadeiro lado B de NY.

.

 

dcpv – day nine – usa – vendo o verdadeiro (?) lado b de ny.

11/02/20 (obscurecido em 19/01/2019)

Day nine – USAVendo o verdadeiro (?) lado B de NY.

Este dia parecia complicado.

A previsão do tempo informava que haveria uma nevasca, seguida duma tempestade.

Isso seria o suficiente pra amedrontar qualquer um.

Menos os Luz.😁

Acordamos com um pouco de neve (a Starbucks Roastery Reserve estava estranhamente fechada)…

… e fomos tomar o nosso corriqueiro café da manhã no Starbucks também.

Às 10:00 estávamos no lobby do hotel …

… para encontrar o Marcelo, do VPNY, o Vá Para Nova York.

A ideia seria fazer um tour com ele por lugares manjados de NY (Central Park, 5th, Brooklyn, etc) …

… mas tendo uma visão mais lado B destes campeões de audiência …

… que já conhecíamos na sua maioria..

Partimos em direção ao Central Park, …

… mais precisamente ao edifício Dakota, aquele onde John Lennon foi assassinado.

Só não contávamos com uma passeata das mulheres contra o Trump, …

… que paralisou toda aquela área.

Tentamos pegar alguns desvios, mas não deu certo.

Decidimos por descer …

… e curtir a Washington Square …

… onde fica o arco homônimo.

Sábia decisão …

… já que ao chegarmos lá …

… topamos com uma pessoa tocando piano …

… maravilhosamente bem …

… e nos fez pensar em como a vida é maravilhosa.

Agradecemos muito …

… e aproveitamos a “fominha” …

… pra comer uma boa fatia de pizza do Joe’s

… e um cupcake da Molly’s.

Excelentes!

Passamos por Wall Street (touro incluso)…

… e pelo Battery Park …

… pra ter uma visão bacana …

… de toda a área …

… e da Estátua da Liberdade.

Estávamos nos dirigindo pro Brooklyn …

… quando o Marcelo deu a ideia de pararmos …

…pra tirar umas fotos das pontes do Brooklyn …

… e de Manhattan vistas da ilha.

Só não contávamos que estávamos na frente da loja conceito italiana, …

… a 10 Corso Como, aquela mesmo de Milão.

Ela é novinha …

… e o seu design é simplesmente espetacular.

Esta vale o mini fotoblog.

Depois de nos extasiarmos com a loja …

… fomos efetivamente pro Brooklyn, …

… mais específica e novamente, …

… pra DUMBO.

É claro que tirei novamente a famosa foto da ponte de Manhattan …

… mas desta vez, tivemos mais tempo …

… pra nos maravilharmos …

… com vistas magníficas da própria.

Uma mais bonita …

… do que a outra.

Aproveitamos pra tomar um chocolate quente no Jacques Torres …

… e continuamos pelo píer …

… pra ver melhor ainda todo o skyline …

… e conseguir colocar a estátua da Liberdade no seu devido lugar.

Retornamos e o Marcelo nos deixou no Soho (apesar do esforço dele, o passeio foi médio) …

… porque queríamos continuar o nosso tour particular de lojas transadas.

Iniciamos pela 45R

… um estabelecimento cool que vende roupas muito bacanas.

Continuamos pela Kith 

… que é multimarcas …

… e estava simplesmente lotada.

Passeamos pelo Soho todo, …

… um grande prazer …

… e chegamos a LululemonLab.

Que lugar!

Tudo muito moderno ….

… e com roupas feitas com materiais incríveis …

… além de um layout arrebatador.

Mais um pouquinho …

… e chegamos a Allbirds.

Ela é uma loja de sapatos ultra confortáveis (certamente os mais do mundo e atuais queridinhos de todos os Luz) …

… e com um conceito incrível.

Toda a experiência de compra …

… é encantadora …

… e dificilmente você sairá de lá sem comprar ao menos um par de sapatos.

Próxima parada, a Stance, …

… que vende as meias mais confortáveis (esta foi uma descoberta da Re) …

… e bonitas de todos os tempos.

Taí outro lugar imperdível.

Mais um pouquinho e chegamos à Sonos.

Ela é especializada em home theaters e a sua loja tem uma série de cômodos pra você experimentar os incríveis produtos deles.

São sistemas de som da mais alta qualidade …

… e você pode ficar o tempo que quiser numa destas casinhas se deliciando com as alternativas pra deixar a sua sala como um autêntico cinema.

Ainda tivemos duas tentativas frustradas.

Uma na Lip Lab onde se fazem batons personalizados, que não tinha horário disponível …

… e outra, na Dominique Ansel Bakery, …

… onde além de ter uma tremenda fila, os famosos cronuts (mistura de croissant com donuts) tinham acabado (eles sempre acabam).

Só nos restou voltar pro hotel, …

… comer umas coisinhas no Chelsea Market …

… e zarpar pro Lincoln Center …

… onde assistiríamos a um espetáculo de folclore chinês, o Shen Yun.

Tudo bem que era proibido tirar fotos, …

… mas o show foi bem chatinho.😁

A parte visual era bem legal, …

… mas tudo foi muito repetitivo.

Sabe quando dá aquele torpor? Deu até pra dar uma cochiladinha. Hahaha

Saímos de lá com a neve e a chuva de gelo prometida.

Acabamos demorando um pouco pra conseguir um táxi …

… mas, chegamos e …

… tivemos a certeza de que nunca merecemos tanto dormir (na verdade, complementar) o sono dos justos.

See U!

Veja os outros dias desta viagem:
day One – USA – New York, New York.
day Two – USA – Andando muito nas lojas diferenciadas de NY.
days Three and Four – USA – Varejando por NY.
days Five and Six – USA – Supermercadeando por NY, parte I.
day Seven – USA – Supermercadeando por NEY, a vinganca. Já ouviu falar do Vertical Horizon?
dia – Eight – USA – Conhecendo a periferia de NY.

.

 

 

dcpv – days three and four – usa – varejando por ny

29/01/2020 (andado em 13 e 14/01/2019)

Days Three and Four – USAVarejando por NY.

Eu já falei que o propósito desta viagem à Big Apple …

… foi uma feira de varejo, a NRF, né?

Pois, por isto mesmo, estes dias não apresentaram …

… muitas coisas turísticas.

Como tivemos algumas exceções, …

… vou listá-las por aqui.

Acordamos cedo, …

… tomamos um café da manhã no queridinho Starbucks …

… e tivemos o nosso primeiro contato …

… com legítimos flocos de neve.

Por causa deles, pegamos um táxi …

… e fomos pro Jacob Javits Center.

NRF estava lotada.

Passamos a manhã inteira …

… ouvindo palestras sobre inovação …

… e principalmente, no nosso caso, …

… de como o varejo físico não irá acabar.

É claro que não teremos mais supermercados no formato que estamos acostumados, …

… mas os clientes ainda gostam muito de ter contato físico …

… com o que eles estão acostumados.

Aproveitamos a hora do almoço, …

… pra sair da feira e ir conhecer um restô bastante interessante, …

… o Legacy Records.

Como era domingo, aproveitamos pra brunchar!

E foi ótimo.

Iniciamos com uma bella focaccia com mortadela italiana.

Pedimos duas taças dum Sauvignon Blanc francês e chegaram os principais.

A Dé escolheu ovos que mais pareciam nuvens, acompanhados de pancetta.

Eu fui num espaguete básico, mas com um molho vermelho bastante apimentado e totalmente al dente.

Enfim, é um lugar pra voltar.

E por falar em, retornamos pra feira.

Mais uma série de palestras interessantes a tarde …

… e aproveitamos o ótimo clima, …

… pra curtir o High Line.

Que espetáculo!

Ainda mais com um por do sol daqueles.

Apesar do frio, …

… curtimos muito todos os prédios espetaculares …

… que estão sendo construídos, …

… e os que já foram.

NY continua um verdadeiro canteiro de obras …

… e como estava no caminho, …

… fomos conhecer uma estabelecimento que merece a sua visita.

A Story é uma loja conceito (atualização. Aparentemente, ela foi vendida pra Macy’s)..

… e muito divertida.

Ela é montada como se fosse uma revista, ou seja, com várias reportagens ou ambientes, …

… e todo o seu acervo se modifica pelo menos 4 vezes por ano.

Certamente voltaremos, mesmo porque a loja vai mudar totalmente na outra segunda feira.

Voltamos andando, …

… demos mais uma passada pelo Chelsea Market …

… e fomos nos preparar pra ir jantar com dois amigões nova-iorquinos nossos: a Marcie e o Ciro.

E seria num restô toscano da gema, o Pepolino. É um lugar muito divertido e canastrone ao máximo, ou seja, italianaço.

Fomos logo escolhendo várias massas, conversando muito, (nada de “calar” a noite inteira, né, Ciro?) …

… e quando percebemos, já tínhamos que ir embora.

É claro que o papo foi tão bacana que não tiramos nenhuma foto, mas o por do sol e o High Line foram tão legais que preencher estes espaços com suas fotos foi até um prazer.

Já o outro dia, amanheceu também ensolarado.

E frio, como de costume.

Por causa disso, optamos por tomar café da manhã no bar do hotel.

E sabe que até que foi bonzinho?

Fomos pra NRF de Uber …

… e ficamos a manhã inteira …

… enfurnados e recebendo ótimas infos sobre …

… para onde se encaminhava o futuro do varejo.

Além do mais, recebemos altas dicas de lojas diferenciadas …

… que estão vendendo experiências para os seus clientes. Elas proliferam por aqui.

Aproveitamos o horário do almoço pra conhecer o Ivan Ramen.

Pra quem não lembra, ele era o tema de um dos episódios do Chef’s Table.

E a comida é especial.

É claro que pedimos ramen. Hahaha

A Dé, um veggie …

… e eu, um legítimo de Tokyo.

Os sabores são muito marcantes e a visita foi muito auspiciosa.

Voltamos pro Javits Center …

… com um vento gelado cortando as nossas peles.

Mais um período com palestras e visitas à feira …

… e retornamos pro hotel pra dar uma passeada pela próspera região do Meatpacking.

E ela é demais.

Demos mais uma parada na Starbucks Roastery Reserve …

… aproveitando pra tomar cafés, …

… comer um docinho …

… e admirar mais uma vez …

… este fantástico lugar.

Mais um pouquinho e …

… fomos visitar a loja conceito da Samsung, a Samsung 837.

Que é mesmo totalmente diferentona.

Primeiro, que ela não vende nada.

Segundo que lá você tem realmente …

… um monte de experiências,…

… tais como ver uma telona formada por celulares, …

… desenhar sobre uma foto tirada por você mesmo, …

… achar que está descendo uma montanha de neve …

… ver um tremendo telão com imagens do mundo inteiro …

… além de muitas outras coisinhas mais.

E tudo isso de graça.

Passamos também no que seria um pretenso concorrente do Chelsea Market, …

… o Gasenvoort Market mais parecia um “curuca” desta categoria.

Estávamos quase prontos pro jantar.

Que seria no Charlie Bird, um restô indicado pela restaurateur Cris Beltrão.

E que lugar!

Estava lotado em plena segunda a noite (faça reserva).

Pedimos coisas pra compartilhar, tais como excelentes batatas fritas, …

… beterrabas muito bem temperadas com nozes e pistaches crocantes, …

… farro com especiarias e hortelã …

… e uma burrata com abóbora.

Tudo absolutamente perfeito.

Voltamos pra casa pensando em como seria legal misturar o sono real com o sonho virtual.

See U!

Veja os outros dias desta viagem:
day One – USA – New York, New York.
day Two – USA – Andando muito nas lojas diferenciadas de NY.

.

 

dcpv – day one – usa – new york, new york.

22/01/2020 (trabalhado em 11/01/2019)

Day One – USANew York, New York.

E lá fomos nós pra NY.

O motivo principal seria participar da maior feira de varejo do mundo, a NRF, a National Retail Federation  …

… e assim, nos informar sobre tudo o que de mais moderno acontece/acontecerá no nosso ramo.

Mas é claro que aproveitaremos da situação pra dar uma boa passeada pela Big Apple. 🙂

Saímos de SP na quinta à noite …

… e chegamos de madrugada em NY.

Desta vez, ficamos em pleno Meatpacking.

E no hotel Dream Downtown, …

… um lugar hyppado …

… e modernoso.

Gostamos muito do nosso quarto, …

… espaçoso …

… coisa rara por aqui …

… e extremamente bem localizado.

Pelo menos, pro que gostamos.

Tanto, que nem tivemos tempo de dar uma descansada …

… e já zarpamos pra nova, grande e bela …

… Starbucks Reserve Roastery.

Ela é grande mesmo, …

… lindíssima …

… e nos lembrou muito a de Seattle.

Tomamos um ótimo café da manhã por lá…

… e tivemos a certeza que retornaremos inúmeras vezes.

Voltamos pro hotel …

… e já partimos pro Soho, …

… pra dar uma passeada …

… e comprar roupas de inverno …

… porque estava frio demais.

Fomos direto pra Uniqlo, onde adquirimos camisetas, ceroulas, meias e até cuecas térmicas. Hahaha

Passamos em lojas de óculos …

… na Nike Lab …

… e fomos almoçar no La Mercerie.

O lugar é, …

… como diria a Hebe, uma gracinha.

Todo francesinho …

… com floricultura, …

… uma loja transada …

… além do restô, que é marcante …

… e com uma cozinha excelente.

Tomamos duas taças de ótimos vinhos brancos, …

…a Dé pediu uma massa recheada com alcachofras e trufas negras …

… enquanto eu, fui de aliche com torradas e manteiga de baunilha.

Tudo absolutamente perfeito.

Nos deliciamos com toda a cenografia …

… e zarpamos pro World Trade Center.

No caminho vimos uma manifestação dos little Gilets Jaunes. 🙂

E fomos mais precisamente praquela maravilha …

… de obra, o Oculus

… projetada pelo gênio, …

… Santiago Calatrava.

O que é aquilo, …

… minha gente?

Que ideia ,…

… que projeto …

… e que construção!

Lá mesmo, …

… conhecemos o Westfield, …

… com suas lojas …

… e um destaque especial …

… para o Eataly

… imenso ….

… e muito bem cenográfico.

De lá, para o Brookfield Place, …

… um mall bacana …

… é um pulinho.

E vimos o espetacular …

… por do sol …

… com todas as suas cores …

… e possíveis nuances.

Mais outra maravilha, como a Estátua da Liberdade!

Tanto, …

… que não nos cansamos …

… de tirar fotos, …

,.. e melhor, …

… de curtir muito tudo o que as nossas retinas …

… poderiam ver.

Ainda comemos cupcakes da Springle …

… passeamos pelo Eataly francês, …

… o Le District …

… e continuamos adorando o por do sol…

… que a esta hora, …

… já era um tramonto de primeira linha.

Retornamos pro hotel …

… e como estávamos literalmente pregados, …

… optamos por dar uma passada …

… no Chelsea Market, …

… que fica bem em frente …

… e comer algumas coisinhas no Starbucks Reserve Roastery , …

… tais como uma baguete de azeitonas, ….

… um pedaço de pizza de 5 queijos …

… e tomar Aperol Spritz, …

… simplesmente perfeitos.

Retornamos andando pro hotel …

… falando sobre …

… a tremenda sacada da Starbucks.

Isto é uma verdadeira experiência de compra.

See U!

.

dcpv – ny – dia three – linha alta; high line. e fiiiiiiiiiiiiígaro.

15/10/2013

NY – Dia threeLinha alta; High Line. E Fiiiiiiiiiiiiiígaro.

Acordamos meio que não sabendo exatamente o que fazer.

DSC08522

Até que o Eymard indicou pra tomarmos café no hotel Standard.

DSC08514

Ele é bem diferentão, hyppado e fica no Meatpacking (perto do The High Line).

DSC08519

Depois dali, aproveitamos pra andar pela vizinhança e fomos conhecer o Chelsea Market.

DSC08524

Uau, que lugar.

DSC08528

Pode pensar em qualquer coisa excelente na área gastronômica que você encontrará por lá.

DSC08531

Este vale o fotoblog:

DSC08526

DSC08530

DSC08532

DSC08534

DSC08540

DSC08544

DSC08547

DSC08549

DSC08550

Saímos e entramos no High Line.

DSC08557

Pra quem não conhece, é um parque suspenso que foi construído sobre uma linha de trem elevada que estava desativada.

DSC08577

É muito legal, pois você anda por sobre a cidade, …

DSC08581

… cruzando ruas …

DSC08589

… margeando edifícios (ah, o voyerismo)…

DSC08559

… e ao mesmo tempo, tendo uma vegetação exuberante ao seu lado.

DSC08565

Enfim, é uma grande idéia (não, não acredito que dê pra fazer alguma coisa parecida no nosso Minhocão).

DSC08582

Vale mais um mini-fotoblog.

DSC08560

DSC08561

DSC08562

DSC08568

DSC08575

DSC08584

DSC08588

Saímos do The High Line na 32 (como se anda por aqui!) e passamos pela região atacadista de flores:

DSC08598

DSC08599

DSC08603

DSC08604

Mais um pouquinho e …

DSC08596

… chegamos em outra maravilha nova-iorquina, o Eataly (este nome/trocadilho é sensacional, né?).

DSC08616DSC08625

Esta loja italiana de alta gastronomia propicia compras incríveis e melhor, comidas irresistíveis.

DSC08623DSC08624

É claro que sentamos no balcão da seção de frios …

DSC08619

… e pedimos mozzarella di búfala, …

DSC08635

… salumi, …

DSC08638

… saladas, …

DSC08634

… formaggi, …

DSC08637

… e azeitonas, …

DSC08640

… além dum espumante Ferrari Brut bem geladinho.

DSC08627

Pegamos um taxi, voltamos pro hotel e fomos nos concentrar pra Ópera.

DSC08646

Iríamos ao MetOpera pra assistir ao espetáculo Norma.

DSC08651

Olha, a experiência é inesquecível.

DSC08652

Além da arquitetura externa …

DSC08654

… e da interna …

DSC08660

… o MetOpera é especial e borbulhante.

DSC08669

Uma pena não podemos tirar muitas fotos, mas ficou a sensação de que este mundo operístico tem que ser melhor explorado por nós.

DSC08670

E tem mais, a Sondra Radvanovsky, a solista, canta demais.

DSC08682

Dali, aproveitamos pra fazer uma boquinha no Bar Bouloud. Ele fica bem na frente do Met.

DSC08685

E é a casa mais tranquila do conglomerado Boulud.

DSC08699

Devido ao adiantado da hora, fomos frugais nos pedidos. Sopas de abóbora pra Lourdes, …

DSC08694

… de beterraba pra Dé …

DSC08695

… e hambúrgueres gourmets (afinal de contas, tem a grife Boulud) pra mim e pro Eymard, com as batatinhas mais crocantes que eu já comi.

DSC08696

Tudo isso acompanhado por um vinho tinto Côte du Rhône muito bom, o L’Elementaire.

DSC08691DSC08688

Bom, foi isso! Podemos classificar este dia como 5 estrelas. Chelsea Market, …

DSC08538

… High Line, …

DSC08583

… Eataly …

DSC08618

… e Ópera. Todos espetaculares! Bravo!

DSC08664

Bye.

Leia sobre os outros dias desta viagem:
Dia one – New York, niu iorque.
New York – Dia two – Eeeeeéééé touchdown.

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 657 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.441.007 hits
abril 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Atualizações Twitter