Posts Tagged 'coelção folha'

dcpv – da cachaça pro vinho – vem vêneto.

número 383
22/04/14

dcpv – Vem Vêneto.

“Na capital, o legado do passado mercante dos venezianos se revela no perfume e no sabor dos temperos e também no método de preparo dos pratos”.

E lá vamos nós apelar mais uma vez pra  Coleção Folha Cozinhas da Itália.
Desta vez a região escolhida foi a do Vêneto, que fica no nordeste da Bota.

DSC01991

Não bastasse a existência da culinária veneziana, ainda vemos um apreço enorme por legumes e pelo arroz.

DSC02004

Portanto, falar da cozinha do Vêneto e não fazer um risotto é quase que uma verdadeira heresia.

DSC01984

Vamos lá, então, curtir o carnaval de sabores.

Entrada – Risi e bisi.

Este é o famoso arroz com ervilhas. E bacon.
Portanto, é uma receita que não tem como dar errado.

DSC02005

Inicie fritando o bacon na própria gordura. Acrescente cebola picada, salsinha e mexa até ficar macia.

DSC01994

Junte a ervilha e o arroz arbóreo e refogue por alguns minutos.

DSC01995

Regue com vinho branco e espere evaporar um pouco, antes de acrescentar o caldo de legumes. Vá juntando caldo aos poucos até que o arroz fique al dente.

DSC01997

Finalize com manteiga e parmesão ralado e sirva imediatamente.
Ficou bom (ficaria melhor se eu tivesse encontrado ervilhas frescas ou mesmo congeladas, em vez de em lata).

DSC02006

Acompanhamos com um bom tinto, o Caballo Loco Number Six que foi “semedo, estrebaria doida, crazy horse, joinha“.

DSC02001

Principal – Baccalà alla vicentina.

“Trazido da Noruéga pelos navegadores, o bacalhau seco conquistou o paladar dos moradores da região e inspirou a criação de pratos, sobretudo em províncias do interior como Vicenza, onde o acesso a peixes frescos era difícil”.

Aqui em FV também é assim! rs
Então o negócio foi fazer este bacalhau, mesmo considerando que a sexta–feira Santa foi na semana passada!

DSC01981

Pra fazer, dessalgue o bacalhau e corte as postas em pedaços de 5 cm de largura. Empane as postas levemente na farinha, aqueça um pouco de azeite e refogue cebola e salsinha cortadas e dois dentes de alho.

DSC01996

Disponha as postas sobre o refogado. Junte um pouco mais de azeite e deixe dourar um pouco.

DSC01998

Cubra com leite e cozinhe em fogo baixo por cerca de 20 minutos, até que o bacalhau fique bem tenro.

DSC02009

Descarte os dentes de alho e acrescente alcaparras. Sirva e se delicie.

DSC02013

Ainda mais tomando um rosé básico, o Regaleali Sicilia Tasca D’Almeida que foi “tosco, osê, pré-sal, limapersesco”.

DSC02014

Sobremesa – Rosada veneta.

Esta é mais uma daquelas receitas que tem vários nomes (Crema Catalana, Creme Brulée, etc) e é uma variação do mesmo tema.

DSC02019

Bata 2 ovos, 2 gemas, gotas de essência de baunilha e 60g de açúcar na batedeira até formar uma mistura volumosa e aerada.

DSC01975

Com a batedeira na velocidade mínima (para manter o volume) acrescente delicadamente 400ml de leite e raspas de 1 limão siciliano.

DSC01977

Despeje o creme em refratários e cozinhe em banho-maria, em forno pré-aquecido a 220°C, até ficar bem firme.

DSC01979

Quando for servir, polvilhe açúcar e finalize com um maçarico de cozinha para obter uma casquinha crocante.

DSC01988

Ficou uma delícia.

DSC02021

Eis a opinião dos navegadores:

DSC02018

Comida boa. Salgada, mas boa. (Edu)
Delícias salgadas. (Mingão)
Sapore di sale, mas gostoso pra car…amba! (Deo)

“Destino quase obrigatório dos turistas que desembarcam na Itália, o Vêneto exibe uma culinária tão sedutora quanto os canais e as famosas gôndolas da capital.

DSC02007

É a terra do carpaccio, do bacalhau à vicentina e, garantem os vênetos, do tiramisu”.

DSC02011

Ah, Veneza!!!

.

 

dcpv – da cachaça pro vinho – a índia fui novamente em férias passear …

número 361
20/08/2013

dcpv – A Índia fui novamente em férias passear …

Lá vamos nós redescobrir os sabores indianos.

DSC07775

Sabe aquela vontade que dá, de vez em quando, de sentir uma comida bem temperada, com alma e ainda por cima, saudável?

DSC07642

Pois foi a que deu quando estava folheando o livreto da Abril – Cozinha do Mundo – Índia.
Eu já contei este fato, mas relembrando, comprei estes livrinhos num destes Carrefours da vida e pagando por cada um a bagatela de R$ 1,99!!!!

DSC07671

E esta coleção é bem instrutiva, pois além de trazer receitas do país (neste caso, indianas), ainda contém textos elucidativos sobre a cultura, os principais ingredientes, bebidas e criações de chefs renomados. Inclusive, o prefácio é do Mukesh Chandra, dono do saudoso restaurante Govinda (que infelizmente, acabou de fechar), uma lenda da culinária indiana na capital paulistana.

DSC07632

Vamos lá, então, aos sabores coloridos e aromáticos da verdadeira comida indiana.

Bebida – Caipiroska de Limão.

Uma singela homenagem dos brazucas aos compadres hindus.

DSC07665

Entrada – Sopa de Legumes.

Esta receita é uma verdadeira introdução à comida indiana, já que trata-se duma sopa essencialmente veggie (não precisa nem dizer que a Dé adorou!).

DSC07669

Pra preparar esta sopa, basta levar uma caçarola ao fogo médio com 2 e ½ litros de água, 400g de lentilha amarela e 200g de grão-de-bico.

DSC07602

Quando levantar fervura, acrescente 1 cebola picada, 2 dentes de alho picados e 1 abobrinha cortada em cubos.

DSC07598

Adicione 1 colher de café de cúrcuma, ½ colher de café de páprica, ½ colher de café de coentro em pó e um punhado de sal.

DSC07607

Cozinhe em fogo baixo por uma hora.

DSC07638

Enquanto isso, prepare a masala: aqueça 3 colheres de sopa de azeite numa frigideira e adicione 1 colher de café de cominho, 1 colher de café de mostarda, 5 g de gengibre picado e 1 colher de café de 5 especiarias.

DSC07645

Quando os ingredientes começarem a chiar no óleo, despeje esta mistura na caçarola, mexendo bem.

DSC07647

Sirva a sopa bem quente.

DSC07670

Ficou uma delícia.

DSC07674

E acompanhamos com um rosé muito bom, o Malbec Alta Vista 2011 que foi “arrrrentino, bello antonio, curuca, majestoso“.

DSC07676

Principal – Curry de frango cremoso com arroz ao forno.

Este Curry é bem curioso e temperado.

DSC07682

Numa panela com 2 colheres de óleo, refogue 3 cebolas cortadas em Julienne por 2 minutos.

DSC07629

Em seguida acrescente 4 filés de peito de frango cortados em pedaços, 2 dentes de alho picados e 5g de gengibre picado e refogue por mais 3 minutos.

DSC07634

Junte 2 tomates sem sementes picados, 1 pimentão verde picado e 1 xícara de chá de caldo de frango. Mexa bem e cozinhe em fogo médio por 5 minutos.

DSC07624

Acrescente ½ colher de café de cominho em pó, ½ colher de café de coentro em pó, ½ colher de café de cúrcuma, um pouco de pimenta dedo-de-moça  e pimenta do reino.

DSC07637

Acerte o sal e deixe o molho encorpar por mais 10 a 15 minutos. Sirva em seguida e com o acompanhamento dum arroz basmati ao forno.

DSC07653

Que foi feito da maneira usual (somente colocando em água fervente), frito em manteiga, disposto numa travessa refratária e levado ao forno por 5 minutos.

DSC07661

Taí mais uma belezura indiana que foi devidamente degustada por nós.

DSC07684

Ainda mais com o acompanhamento dum vinho branco chileno, o Sauvignon Blanc Cousiño Macul 2012 que foi “art wandeley, ma che, não sei se eu lavo, maculoso”.

DSC07685

Sobremesa – Pudim de Semolina

Normalmente, não dou muita sorte com sobremesas indianas. E esta, mesmo com a Dé fazendo, continuou com a escrita.

DSC07691

Este pudim foi feito da seguinte maneira: leve uma panela ao fogo baixo com 100g de manteiga e doure uniformemente 200g de semolina.

DSC07611

Acrescente 80 de uva-passa, 80g de abacaxi cortado em cubos pequenos, 50g de açúcar e ½ litro de leite.

DSC07618

Mexa bem até o líquido encorpar, formando uma espécie de massa.

DSC07623

Retire a panela do fogo, deixe amornar e modele quenelles com a massa. Olha, ficou bem sem graça! rs

DSC07687

Eis a opinião dos meditativos:
Como diria Nilton Cesar, um “índio” me flechou sem eu sentir. (Edu)
Como diria Nilton Cesar, a Índia fui em férias passear. (Mingão)
Como diria Nilton Cesar, a namorada que eu sonhei. (Deo)

DSC07678

“A culinária da Índia é um convite aos sentidos. Como em nenhuma outra gastronomia, a indiana abusa da sabedoria das especiarias. O resultado são pratos coloridos, aromáticos e sobretudo, saborosos.

DSC07693

Outra particularidade é o papel que a religião desempenha a mesa. O hinduísmo é praticado por 80% da população. E para os hinduístas, a comida é um dos caminhos para alcançar a pureza do corpo e da mente”.

DSC07692

Sendo assim, e muito mais puros, desejamos a todos a uma boa noite.

अलविदा

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.470.300 hits
outubro 2021
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Atualizações Twitter