Posts Tagged 'colchágua'

dcpv – dia tres – chile – vinícolas lapostolle e viu manent e copa do mundo: tudo a ver.

30/06/2018

Dia três – Chile Vinícolas Lapostolle e Viu Manent e Copa do Mundo: tudo a ver.

Hoje o dia seria muito diferente.

Afinal de contas não é sempre que se está viajando com uma Copa do Mundo acontecendo paralelamente.

Ainda mais com a abertura da fase de oitavas de final e com esta turma tão legal.

Bom, vamos começar do início.

O dia amanheceu broncolhaço …

… o que foi bom pra tomarmos o nosso café da manhã (e pras videiras) …

… e nos prepararmos pro jogaço França e Argentina.

Casa Lapostolle montou um telao numa sala, deixou um rosé da casa bem gelado e lá estávamos nós pra assistir ao grande embate.

E foi um jogão mesmo.

Torcemos muito (né, Dé e Álvaro?) e no final, os 4×3 pra França foi mais do que merecido.

Ainda deu tempo de acompanharmos o final do tour na Lapostolle.

E tudo por aqui é muito impressionante.

Desde a construção com 6 andares …

… passando pela escada espetacular …

… a sala de descanso dos barris (o santuário) …

… e a magnífica adega da Madame Lapostolle …

… que fica embaixo da mesa de degustação.

É um verdadeiro espetáculo.

Ainda passamos na lojinha …

… e fomos almoçar.

Em mais uma deferência especial, …

… o pessoal montou o nosso almoço na sala onde estava o telão …

… porque iria começar o jogo PortugalxUruguai.

Foi, digamos, uma refeição bastante desportiva.

Iniciamos com um tartar de Camarões e abacate …

… e como principal, um atum com molho vermelho e quinoa.

Tudo muito bom e bem temperado.

Os vinhos estavam ótimos e o Clos Apalta foi a estrela.

Ainda comemos um mil-folhas de maçã com sorvete de abacaxi e crumble.

Quando percebemos, o jogo já tinha acabado (vitória do Uruguai) …

… e estava no horário do nosso tour vespertino.

Iríamos conhecer a vizinha vinícola Viu Manent.

Ela é mais clássica e, aparentemente, não busca uma imagem natural ou biodinâmica.

Mas o mais interessante, …

… é que após uma explicação inicial, …

… mostrando toda a sua rica história, …

… nós fizemos um passeio de charrete …

… por toda a região de produção de uvas.

Não deixa de ser bacana …

…  charretear pela propriedade …

…  vendo todos os tons de marrom que as videiras sem folhas produzem.

Ainda passeamos pela área de produção de vinhos, …

… sim, foi aquele blá-blá-blá de colheita a mão e etc …

… e fomos pra degustação de 5 vinhos.

Confesso que não gostei muito da maioria deles, …

… mas o tour todo é bem bacana.

Voltamos pra Lapostolle, …

…. fomos dar uma descansada pra nos preparar pro nosso último jantar juntos por aqui.

Iniciamos com um grapefruit frizz e vários amuses.

Sentamos na nossa mesa exclusiva …

… e abrimos os trabalhos com uma casquinha de caranguejo que estava muito boa.

Acompanhamos com o razoável rosé Lapostolle do almoço.

Como principal, nos serviram um bife de tiras com beterraba e cebola assada.

E pra maridar, o glorioso ícone da Lapostolle, o Borobo 2014.

Perfeito.

Assim como foi todo o final de semana com o nosso grupo.

Ainda curtimos a sobremesa, que foi um musse de chocolate com sorvete de frutas vermelhas.

Foi um final doce para mais um doce encontro de todos.

Planejamos os próximos e certamente, tudo será regado a bom humor, gargalhadas e conversas impagáveis.

Que venham, então!

Hasta.

Acompanhe os outros dias desta mini big trip:
dia uno – Chile – Santiago – Vino, poesia, Isla Negra e ele, Neruda!
dia dos – Chile – Revisitando o vale do Colchágua e a magnífica vinícola Lapostolle.



.

 

Anúncios

dcpv – chi-chi-chi-nho-nho-nho. ou seria vi-vi-vi-le-le-le?

número 334
23/10/2012

Chi-chi-chi-nho-nho-nho. Ou seria vi-vi-vi-le-le-le?

Este é mais um daqueles posts feitos no calor da emoção da volta de uma excelente viagem.

DSC05695

E como desta vez fomos pro Chile (Santiago/Colchágua), é claro que a inspiração veio de lá.

DSC06672

Trouxemos um montão de vinhos e frutos do mar enlatados e únicos de primeiríssima qualidade.

DSC06678

Algumas receitas são pura transgressão e outra advém do resultado duma pífia aula de culinária que fizemos (Madá, Márcia, Lourdes, Eymard, Dé e eu, com o registro fotográfico do Vianney) no Lapostolle Residences.

DSC06685

Vamos lá, então ao menu chileno do retorno.

Bebidinha – Caipirim

Estava o maior calor e o Deo pensou numa caiprinha de Gim. Ficou mais calor ainda. rs

DSC06734

Entrada – Pastel de Jaiba e salada de verdes.

Este pastel é resultado da aula (???) que tivemos no Chile. Ele é quase que uma casquinha de caranguejo.

DSC06292

Pra ser original, vou dar a receita em castelhano.

DSC06669

Cortar pimentóns verde e rojo (1 cucharada de cada) en brunoisse y reservar.

DSC06675

Remojar 3 rodadas de pan de molde sin los bordes junto com 1 taza de leche e 1/2 taza de crema. Reservar.

DSC06683

Em una sartén, agregar 1/2 taza de aceite de oliva y saltear 1/2 cebolla cortada em cuadritos pequeños y los pimentones hasta que a cebolla esté transparente y blanda.

DSC06676

Agregar 500g de carne de Jaiba y mezclar.

DSC06681

Agregar vino blanco, dejar reducir, agregar el pan con la leche y revolver. Agregar sal y 25 g de de queso parmesano rallado.

DSC06686

Verter em pocillo que se puedam meter al horno y agregar el resto de queso parmesano sobre la mezcla para gratinar.

DSC06688

Viu como parece com uma casquinha?

DSC06744

Quanto a salada de verdes, o meu conselho é pegar tudo o que for mato de qualidade (no meu caso, colhi mache, manjericão, orégano, dill, azedinha, alfaces, rúcula, tomilho, etc) , …

DSC06724

… juntar numa vasilha …

DSC06707

… e fazer um molho com mostarda l’ancienne, vinagre, azeite, sal e pimenta.

DSC06733

É o acompanhamento perfeito prum “pastel”.

DSC06745

Tomamos um espumante brasileiro Millésime da Miolo 2010 que foi “cool, desmiolado, espumoso, injuriado“.

DSC06748

Principal – Capellini aos frutos do mar.

Este prato foi a improvisação total.

DSC06703

Tudo bem que foi organizada, já que aproveitei pra utilizar alguns dos inigualáveis frutos do mar chilenos (olha o pulpito aí, gente).

DSC06695

Todos sabem que as águas frias do Oceano Pacífico produzem estas verdadeiras maravilhas.

DSC06704

Portanto, basta fazer uma bela massa caseira (a Dé caprichou) …

DSC06754

… um molho de tomates muito bem encorpado e reduzido, e quando estiver bem quente, “agregar” locos, picorocos, machas, navalhas, camarones, pulpitos, salmones e o que mais tiver na mão.

DSC06705

Aí é só cozinhar o macarrão até ficar al dente …

DSC06756

… e misturar ao molho.

DSC06763

Que prato espetacular!

DSC06759

Todos comemos duas vezes e …

DSC06768

… e comemoramos com uma legítima herança da viagem, um Sauvignon Blanc Casa Lapostolle 2011 que foi “remember, aguado do mar, João Batista, poronguito“.

DSC06765

Sobremesa – Sorvete de Milho.

Maiz, ou melhor, milho é uma das especialidades chilenas. Então, saquei da cartola uma receita de sorvete de milho verde.

DSC06664

Coloque num copo de liqüidificador, uma lata de milho verde escorrido, uma de leite condensado, uma de creme de leite sem o soro, uma de leite e raspas da casca de um limão.

DSC06665

Bata tudo muito bem e coloque na sorveteira (eu usei a minha Ferrari ).

DSC06698

Ficou uma delícia e combinando muito bem com o clima reinante.

DSC06773

Eis a opinião dos baixinhos e cabeçudos:
Jo soy latino-americano e nunca me engano! Viva Chile! (Edu)
Espiritus sanctis amens! (Mingão)
Espetáquilla! Exuberante cascata de paladares esfuziantes. (Deo)

DSC06752DSC06766

O que deu pra perceber é que a culinária chilena é bastante peculiar e calcada em ótimos ingredientes, especialmente os frutos do mar.

DSC06701

Portanto, aproveite esta qualidade e vá visitar o Chile, especialmente Santiago, que normalmente é vista somente como um lugar de passagem pros mais variados rincões (Patagônia, Atacama, Ilha de Páscoa, destinos de neve, etc), mas tem muitos encantos.

DSC06762

Chi-chi-chi-le-le-le. Viva Chile!

DSC06775

Hasta.

.

dcpv – quinquésimo dia – chile – vale do colchágua – conhecendo a neyen e a lapostolle como se deve.

27/10/2012

Quinquésimo diaChileVale do ColcháguaConhecendo a Neyen e a Lapostolle como se deve.

Acordamos cedo e apesar do tempo não muito católico, decidimos andar de bike.

DSC05932DSC05934

A descida do hotel para o vale é brava, mas fomos fortes.

DSC05915

Demos uma boa volta pela vinícola e …

DSC05918

… tivemos o prazer de ver belas paisagens.

DSC05925

Vale o mini fotoblog:

DSC05919

DSC05920

DSC05923

DSC05926

DSC05933

DSC05941

DSC05946

DSC05950

Note que até animais …

DSC05937DSC05940

… e paqueras entre eles, nós vimos.

DSC05939

Voltamos, tomamos banho e tivemos um ótimo café da manhã.

DSC05955

Tínhamos marcado uma visita a uma vinícola simples e próxima, a Neyen com os seus vinhos premiados (94 RP).

DSC05973

A Márcia acabou torcendo o pé na noite anterior e justamente por isto, tanto ela como o Vianney não puderam conhecer o lugar.

DSC05970

Chegamos e logo fomos percebendo como o trabalho por lá é no esquema familiar e tradicional.

DSC05975

Demos uma volta pelas videiras (algumas tem 100 anos!) e …

DSC05968

… fomos conhecer todo o processo de fabricação dum vinho que é muito famoso no Chile.

DSC05980

A vista destas janelas abertas na área de preparação são maravilhosas.

DSC05977

Além de que, fizemos uma degustação especial …

DSC05989DSC05991

… num salão antigo/novo (foi construído em 2008) muito bonito.

DSC05985

Note que uma das paredes foi muito afetada pelo recente terremoto de 2010…

DSC05992

… assim como as casas que estavam no caminho de volta.

DSC06002

Aproveitamos que a fome apertou e iniciamos o processo do almoço.

DSC06017

Antes, demos uma voltinha pela horta que estava um pouco caída, mas dava (literalmente) um bom caldo.

DSC06018DSC06019

DSC06021

DSC06022DSC06025

Começamos tudo com os famosos aperitivos: …

DSC06013

…. roll de salmonete abumado y lechuga, …

DSC06030

queso fresco, aji papaia

DSC06027

… e empanada de queso tapenade.

DSC06031

Tudo perfeito e combinando muito bem com o vinho Lapostolle Sauvignon Blanc 2011.

DSC06036

Ah, quem disse que éramos só nós 8 no hotel?

DSC06033

A entrada foi formada por carpaccio de pulpo (adivinhem se eu gostei???)…

DSC06042

ceviche mixto (diga miquisto) e mix de hojas verdes.

DSC06039

Tudo perfeito, ainda mais acompanhado por um Lapostolle Chardonnay Casas 2011.

DSC06046

Era chegada a hora dos principais.

DSC06035

Que foram lomo de cerdo. …

DSC06054

mote campero, vegetables e salsa Carmenere.

DSC06051

Como alternativa aos não-carnívoros, serviram um peixe (ou um frango? Help me!!).

DSC06048

Perfeitos, assim como o vinho Lapostolle Cabernet Sauvignon Cuvée 2010.

DSC06058

Como sobremesas, suspiro de naranja e raougt de frutos secos.

DSC06070

Enfim, um allmoço frugal. rs

DSC06071

O dia estava cada vez mais pequeno.

DSC06072

A visita pra Clos Apalta estava marcada pras 16:00 hs.

DSC06077

E a esta hora, lá estávamos nós, com o Vianney e sem a Márcia que foi, merecidamente, descansar.

DSC06079

Enfim, conheceríamos a famosa a vinícola do hotel.

DSC05951

E por mais que se tente descrever, não dá pra passar o que se sente ao entrar/estar lá.

DSC06086DSC06087

O passeio é muito interessante e educativo, …

DSC06082

… mesmo porque o prédio chama muita atenção.

DSC06185

É claro que não vou descrever todo aquele blá-blá-blá de como os vinhos são produzidos. Fica o minifotoblog:

DSC06083DSC06084

DSC06096DSC06112

DSC06117DSC06121

Vou me ater a falar como é a adega particular da Madame Alexandra (por sinal, ficamos na casita dela).

DSC06140

No último estágio da ótima visita, você vai fazer a desgustação numa mesa grande e … surpresa!

DSC06154

O tampo se abre e embaixo da mesa, tem uma escada que leva pra tal adega da proprietária.

DSC06142

E que adega!

DSC06155

São dois andares com vinhos de todas as safras e produtores que se possa imaginar

DSC06175

O visual chega a ser de ficção científica …

DSC06149

… e você não tem como não ficar emocionado…

DSC06160DSC06182

… e devaneado.

DSC06129DSC06134DSC06125

Passamos pela loja, compramos alguns vinhos e fomos nos preparar pra aula de gastronomia (??).

DSC06191

Ela não foi muito boa, já que a professora só se preocupou em misturar ingredientes pré-cortados …

DSC06201

… e que formariam um pastel de jaiba. …

DSC06198

… mais conhecida como “Casquita de Cangrejo”.

DSC06244

Esta foi uma das entradas do nosso jantar.

DSC06294

Antes dele e próximo das 20:00 hs, ou seja, ao anoitecer , …

DSC06298

… tivemos, certamente, um dos melhores poentes das nossas vidas.

DSC06308

O céu …

DSC06328

… se pintou …

DSC06329

… de cores dramáticas …

DSC06333

… e tudo …

DSC06332

… mudava …

DSC06334

… a cada segundo.

DSC06347

Deborizando, estava encantador…

DSC06311DSC06316

… e absolutamente lindo.

DSC06339

Era chegada a hora do jantar.

DSC06359

Iniciamos tomando um Pisco Kappa estrela Azul…

DSC06373DSC06371

… e comendo camarones apanados a la inglesa, …

DSC06379

bocado de salmon a las hierbas

DSC06375

… e empanadas de queso, tomate e orégano.

DSC06381

Neste momento, o som dos DJs internacionais, Álvaro e Eymard, estava bombando.

DSC06377

Como entradas, experimentamos a nossa criação coletiva, o pastel de jaiba com uma apimentada galleta de merquén.

DSC06389

Tudo regado a Lapostolle Cuvée Alexandre Chardonnay 2011.

DSC06385DSC06387

Os principais foram pechuga de pato, polenta cremosa, zapallo italiano salteado e salsa de Carmenere.

DSC06402

Foi muito bem harmonizado com um Lapostolle Cuvée Alexandre Carmenere 2011.

DSC06398

Aproveitamos o embalo e chamamos mais um Legítimo Clos Apalta 2009, …

DSC06408DSC06411

…. enquanto esperávamos pela sobremesa, um bombon de quinua com raougt de kiwi.

DSC06417

Vocês devem ter percebido que não falei nenhuma vez sobre a qualidade das refeições, justamente porque todas foram absolutamente adoráveis, …

DSC06422

… seja pelo resultado propriamente dito, …

DSC06068

… seja pela excelente companhia

DSC06393

Pronto! Terminou o nosso último jantar na Casa Lapostolle e tudo foi tão bacana que já estamos colhendo dados pra nossa próxima reunião enoamigável.

DSC06005

Hasta.

Acompanhe os outros dias desta viagem:
Unésimo dia – Santiago – Chile – Início promissor e gastronômico (Coquinaria+Osaka)
Segundésimo dia – Santiago – Chile – Visitando a Concha y Toro mais uma vez, além de passear de bicicleta pela cidade.
Triésimo dia – Santiago – Chile – Isto é que é uma dobradinha ao quadrado. La Chascona/Bocanáriz e Almaviva/Boragó.
Quatriésimo dia – Colcha e água? Casa Lapostolle.

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.146 hits
outubro 2019
S T Q Q S S D
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios