Posts Tagged 'culinaria gastronomia'

dcpv – reformar é viver (com perigo).

Número 398
09/09/2014

Reformar é viver (com perigo).

É, resolvemos reformar o santuário aqui de casa. Sim, a nossa cozinha está em plena renovação de mobiliário e equipamentos.

DSC05201

Portanto, aguarde grandes novidades e comidas ainda mais bacanas por estas plagas.

DSC05212

Enquanto isso, vamos improvisando, inclusive, com o material que surgiu quando da grande movimentação da despensa e do freezer.

DSC05186

Tudo bem que as condições técnicas atuais não são as melhores possíveis, mas só o visual e o luar já valeriam a pena.

DSC05184

Vamos lá, então, ao dcpv em reforma.

DSC05190

Em tempo, devemos ficar pelo menos mais um mês nestas condições. Haja criatividade!!

Entrada – Zuppa di Fagioli Bianco

Esta é a receita em que o ingrediente imperou. Encontrei um pacote de fagioli bianco na despensa e fui ao Santo Google pra descobrir como fazer. Daí surgiu esta minestra, esta sopa, que é uma delícia.
Para fazer, basta deixar o feijão de molho durante a noite. Cozinhe na água até ficar macio.

DSC05172

Junte 5 tomates sem pele e sem sementes (eu coloquei uma lata de polpa italiana) …

DSC05174

… e 150g de lingüiça calabresa (by Veran) cortada em rodelas.

DSC05173

Esquente um pouco de azeite e refogue 1 cebola e 1 dente de alho cortados finos.

DSC05176

Jogue no caldo de feijão.

DSC05178

Tempere com folhas de sálvia, manjerona, sal e pimenta. Salpique com cebolinha picada.

DSC05220

Ficou excelente.

DSC05206

Ainda mais com o vinho tinto Garnacha/Syrah Care 2012 que foi “pueril, be …, saudável, home …”.

DSC05210

Principal – Escalope de lombo, com molho de damasco e risotto.

Se era pra apelar pra facilidade, nada com um bom risotto.

DSC05223

E os escalopes de lombo estavam no freezer há um bom tempo.

DSC05215

Foi só o trabalho de fazer o risotto no formato usual, esperar ficar al dente, …

DSC05225

… e enquanto isso, fritar os escalopes até ficarem dourados.

DSC05218

O molho é simples. Corte damascos secos em tiras …

DSC05188

… e junte creme de leite fresco.

DSC05192

Dê uma fervida e sirva tudo junto e misturado.

DSC05195

Taí mais um lídimo representante da comfort food.

DSC05228

Tomamos mais um vinho tinto, o Mo Monastell, que foi “mozinho, …rtadela, mo…rreu, mozão“.

DSC05227

Sobremesa – Pout Pourri de Doces da D Vera.

Aí a apelação foi total. Só fiz o favor de juntar todos os magníficos doces (goiaba, mamão e abóbora) que a minha sogra, a D Vera, fez magistralmente …

DSC05231

… com um bolo de baba de moça, que ela também fez.

DSC05233

Todos comeram muito, porque estava realmente delicioso.

DSC05236

Eis a opinião dos desalojados:
Saudosa maloca… Que sopa! (Edu)
A cabocla arrasou. (Mingão)
Na favela, regabofes legal. (Deo)

DSC05211DSC05229

Pronto!

DSC05169

Prepare-se que um mês passa rápido!

DSC05208

Pelo menos pra vocês que não estão no olho do furacão!! J

DSC05199

Bye.

.

Anúncios

28º Inter Blogs – Brincando de Chef no DCPV

número 255
18/05/10

28º Inter Blogs – Brincando de Chef no DCPV

Eu sei que eu sempre falo isso. Que este IB (quer saber o que é?) foi muito diferente.
E é sempre verdade. Mas desta vez foi mais verdade ainda.

Veja se eu não tenho razão? Tudo começou com este -email  de 26/01/09:

Olá Edu! Tudo bom?
Nós pensamos em indicar um menu, mas ficamos muito agradecidos e felizes se pudermos participar do jantar!
Eu e o Fernando conversamos e pensamos em um jantar com tema praiano, de repente algo relacionado com o Caribe ou o Havaí.

Continuamos conversando (por e-mail):

Pode anunciar a produção para maio de 2010. Mas até lá, que tal combinarmos algo? Pode ser uma pizza ou algum lugar citado no Brincando de Chef que vocês tenham se interessado e querem conhecer (como o Feira Moderna, na Vila Madalena)…

Passou um ano e meio, entrei em contato pra conversarmos sobre o menu e se eles queriam mesmo vir aqui na sede principal do DCPV. Eles me responderam:

Tudo certo!
Sim, continuamos mantendo a idéia do menu praiano e gostaríamos de usar frutas em todas as composições, especialmente o abacaxi.
Pensamos em alguns pratos, mas ainda não definimos nada. Queremos te passar todas as receitas até o final deste mês para você avaliar e tirar as dúvidas.
Seria ótimo marcarmos algo antes, vamos combinar, pode ser o 
 Mocotó!

Pronto! Daí pra frente a coisa deslanchou e foi rapidamente.  Fomos realmente ao Mocotó (por sinal e novamente, muito bom) onde eles nos mostraram as receitas além de nos presentearem com aventais mais do que personalizados.

E marcamos pra fazer o menu Hula-Hula (apesar de não ser tão havaiano assim) na terça, 18/05/10, às 21:00hs com a presença deles, Débora e Fernando ao vivo e em cores!! E que cores!

Veja se a mesa que a Dé (a minha!) bolou pra noite com direito a colheita de   folhas das nossas palmeiras particulares não ficou bonita?

Vamos lá, então, ao 28º Inter Blogs e consequente 28º capítulo do livro que será publicado, o Brincando de Chef no DCPV.

Aloha!

Drink – Blue Hawaian

Pra fazer a receita pra uma pessoa basta liquidificar 2 doses de suco de abacaxi, 1 de rum branco, 1 de curaçao blue, 1 de leite de coco e gelo picado. Foi o Mingão que fez!

As Déboras enfeitaram com cereja, abacaxi, guarda-chuvinhas e muito capricho.

Vai ser colorido e gostoso lá em casa!! 

Entrada – Ahi Poke

Quase que não fiz a receita original. Não conseguia achar um atum de qualidade.

Aí entrou em ação o dublê de motorista/caçador de coisas impossíveis, o Carlão e ele me descolou o tal numa peixaria em Guaianases (?!). Veja  esta belezura:

Era o ingrediente que faltava pra fazer a seguinte receita:  pique  1/2 cebola, 1/2 xícara de cebolinha, 1 dente de alho e o atum.

Coloque tudo num recipiente e junte um pouco de gengibre ralado,  pimenta calabresa ,  óleo de gergelim (este dá um toque especial),  gergelim, o shoyu e misture tudo muito bem.

Montei  em belos pratos que ficaram mais ainda com a presença de calêndulas.

Que prato! Que tempero! Todos nos sentimos na Big Island com sarongues e fazendo um luau. Débora e Fernando, inclusos!

Como todo bom luau, bebemos à vontade. Um Salton Charmat pra não perder o costume  (ô pessoal da Salton, vê se manda uns brindes pra nós!! rs) e um vinho branco Doña Paula Sauvignon Blanc 2008  Argentina que nos disse em bom e alto havaiano: ” picante, 50, magic, refrescante, leve e camaleão, cítrico”.

Repare que a quantidade de opiniões emitidas revelava os correspondentes confrades presentes.

Principal – Camarões ao rum sobre cama de laranja e abacaxi.

Pra manter a média quanto aos ingredientes, também tive um pequeno probleminha.

Só que neste caso, totalmente benéfico ao resultado final. Em vez de camarões, usei umas lagostas tão grandes e especiais que pareciam havaianas mesmo.

E melhorou mais ainda quando perguntei a Débora e Fernando se tinha alguma problema trocar os camarões por lagosta (grato, D. Vera, minha querida sogrinha que nos presenteou com elas)  e eles responderam : a receita original é com lagosta!

Portanto, marinei as “lobsters” por uma hora numa mistura de suco de limão, pimenta Tabasco, rum, cominho em pó e uma pitada de sal e pimenta do reino.

Salteei rodelas de abacaxi e de laranjas descascadas  em manteiga derretida.

As Déboras tiraram um montão de fotos. 

Fiz um molho, acrescentando azeite à frigideira que foi usada pras frutas e fritando dentes de alho picados e a salsa. Juntei mais manteiga, amendoim picado fino, pimenta branca em pó e sal.

Aproveitei a casca da lagosta pra melhorar o visual do prato, mas interessante, ela se transformou num recipiente que aqueceu bastante o crustáceo.

Tudo muito bom com uma apresentação agradável e melhor, com o caldo das frutas se fundindo ao molho e a marinada da lagosta. Eis o resultado final:

Tomamos mais um branco, o sul-africano (olha a Copa aí!!) Nederburg Sauvignon Blanc 2009 que se mostrou “sem buinha, 100 a 0 em 5 seg, carlos bronco dinossauro, brut, made in jundiaí, never more” segundo nós todos, ou seja, era bem fraquinho!!!

Sobremesa – Sorbet de papaia com carpacio de frutas.

Estávamos todos a esta hora, cantando a “Patativa”, quando comecei a fazer o que seria, provavelmente, a melhor e mais refrescante sobremesa que já provamos até hoje! O sorbet é cinematográfico. A Débora e Fernando não só acharam como repetiram o suficiente pra que acabasse tudo. Nós também!! rs

São 500 g de papaia descascada juntados a uma calda formada por 125 g de açúcar (usei o de Palma – by sex shop), 150 g de água fria e suco de um limão.

Coloquei na minha Ariete e deixei batendo. O sorvete fica cremoso e diferentaço!

Pra formar o carpacio, basta cortar finamente manga, morango, kiwi e abacaxi.

E faça um molho com 1/4 xícara de suco de abacaxi, 1/4 xícara de suco de laranja, 1 colher de chá de gengibre em pó, 1 colher de café de cravo em pó, 1 colher de chá  de amido de milho, 1 colher de sopa de açúcar e folhas de hortelã. Tudo isso fervido e resfriado.

Regue o carpacio com o molho, acompanhe com o sorbet e coma.
A felicidade baterá a sua porta!! 

Pra não perder o espírito da grande noite do Brincando de Chef, mais um vinhozinho. O Late Harvest Club dos Sommeliers que, apesar de toda a quantidade de vinhos ingerida, o achamos “mango, bolo de rolo, marrom glacê, dominesco, melzinho, equilibrado“.

Grandessíssima noite e pra coroar o ineditismo dela, tivemos a Dé acordada até o final (00:30 hs) e, pasmem, comendo a sobremesa! Acho que foi obra do Sindicato das Déboras.

Eis a opinião dos big riders, dos surfistas das grandes ondas:

Brincando de Chef? Gostando de tudo! (Edu)
O chef superou-se. (Dominesco)
Perfeitos! Convivas! Refeição. (Deo)
Comida perfeita! Sorbet inesquecível. (Débora)
Toda terça é assim? Quero voltar. (Fernando)

Bom pessoal, hora de agradecimentos. Thanks Débora e Fernando por indicarem um menu tão prático, objetivo, saboroso e, principalmente, pelo divertimento que foi gerado através dele.

Todo o processo foi um espetáculo: a vontade inicial de participar, a “reunião” no Mocotó, os brindes personalizados e finalmente, a presença de vocês aqui em casa.
E em mais um fato inédito, desta vez as flores não são virtuais já que a Débora as levou pra casa!

Este foi o e-mail que eles me mandaram um pouco antes desta grande noite!

“É o seguinte: nós gostamos muito de peixes e frutos do mar. Gostamos também de praia, calor e de consumir comidas leves (nem sempre, claro). Lendo os outros interblogs, não vimos nenhum com cardápio nessa linha, daí surgiu a idéia de fazer algo “tropical”. Chegamos até a pensar em sugerir apenas receitas hawaianas, mas percebemos que seria meio complicado.  No fim, chegamos a um drink e a uma entrada hawaianos e a outras receitas de outros lugares, mas relacionadas à idéia principal.   Acabamos definindo que, independentemente da origem das receitas, exploraríamos bastante as frutas. E nem o frio (provável) vai tirar a atmosfera tropical da noite da degustação.”   

E fica uma pergunta crucial: frio?

Aloha de novo!

PS – Aguardem o próximo IB: o Alessander do Cuecas na Cozinha participará por aqui e pra dizer a verdade, nem conversamos sobre o que iremos fazer. Xiii, lá vem mais um diferente!!

 

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 663 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.413.006 hits
maio 2019
S T Q Q S S D
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios