Posts Tagged 'lauterbrunnen'

dcpv – défteri iméra – grécia/suíça – lucerna e lauterbrunnen – a dupla lu-la perfeita.

01/10/2020 (vivido em 26/09/2019)

Défteri iméra – Grécia/SuíçaLucerna e Lauterbrunnen, a dupla Lu-La perfeita.

Hoje seria dia de fazer um passeio oficial por Lucerna.

Antes de mais nada, deixa eu dizer que adoramos esta cidade …

… quando fizemos por conta e risco há dois meses.

Mas como sabíamos que retornaríamos pra cá brevemente …

… optamos por fazer novamente um passeio guiado com a Ana, do blog Pelo Mundo.

Queríamos saber mais sobre esta cidade que tanto nos cativou.

Sendo assim, acordamos mais cedo, …

…. tomamos o nosso maravilhoso café da manhã no hotel …

… pegamos a nossa tremenda máquina, …

… o nosso guarda chuvas …

… porque estava chovendo muito e …

… zarpamos pra Lucerna.

Apesar do tempo ruim, a paisagem é sempre sensacional.

Chegamos no horário, …

… demos uma volta …

… pelo icônico prédio do KKL …,

… pela área do lago …

… e às 10:00 nos encontramos com a Ana …

… no famoso pórtico em frente à estação ferroviária.

Foi um reencontro feliz e …

… aproveitamos bastante pra conhecer a história da cidade.

Sabe que tudo ficou mais interessante ainda …

… com as explicações culturais da Ana ?

Iniciamos entrando na ponte Kapellbrucke …

… percebendo como ela é bonita e charmosa …

… com qualquer condição de tempo.

Saber tudo o que aconteceu lá, desde as priscas eras …

… até o incêndio que destruiu boa parte dela (é toda feita de madeira) a torna um ícone maior ainda.

A chuva continuava a cair, …

… mas o céu estava com cara que ia limpar.

Continuamos margeando o Rio, …

… admirando a sua água límpida e …

… entramos na igreja católica …

… que é muito jovial e alegre, …

… coisa difícil de encontrar em igrejas mais antigas.

Passamos pela ponte do moinho, a Spreuerbrucke

… com suas pinturas macabras nos vãos …

… das suas vigas e …

… adentramos ao centro propriamente dito.

São muitas e muitas casas …

… com pinturas nas paredes e …

… onde vimos também um comércio muito forte.

Continuamos caminhando, agora em direção ao famoso Monumento do Leão.

Antes passamos em mais uma igreja católica.

Note que elas são em grande quantidade em Lucerna, …

… justamente por ser uma das poucas cidades que não se tornaram protestantes …

… devido à Reforma (da Igreja como entidade, certo?).

Finalmente, chegamos ao Monumento do Leão.

E é comovente ver um trabalho tão bacana (foi feito em homenagem aos guardas suíços que forma massacrados em 1792, na Revolução Francesa) …

… já que ele foi esculpido num grande bloco de pedra.

Ainda demos uma volta pela borda do lago Lucerna, …

… verificamos que o tempo estava abrindo mesmo, …

… nos despedimos da Ana e …

… rumamos pra Lauterbrunnen.

Ela fica até um pouco longe, …

… mas queríamos reparar uma má impressão, …

… já que da outra vez, tentamos parar por lá e …

… por ser feriado, não tinha sequer um lugar pra estacionar.

Hoje, não!

A cidadezinha estava bem tranquila e …

… além de conseguirmos estacionar, …

… passeamos bastante …

… (saca só o cemitério de lá!), …

… com tempo pra tirar tantas fotos …

… quantas fossem necessárias da cachoeira…

… que é a sua marca registrada …

… bem como, aproveitamos pra almoçar frugalmente.

Uma raclete, …

… uma rosti, …

… duas taças dum vinho branco e …

… estávamos prontos pra mais uma aventura.

Íamos de trem até Wengen.

Esta outra cidadezinha tem uma particularidade.

Ela fica a 1284 m de altitude e …

… lá não circulam carros.

Só o passeio de trem …

… que dura uns 20 minutos …

… já valeria a pena.

Mas além dele e …

… do tempo ter aberto totalmente, …

… andar lá em cima na cidade …

… com lojinhas bacanas e …

… paisagens de tirar o fôlego …

… é um daqueles programas realmente imperdíveis.

Pegamos o trem de volta e …

… mais uma vez não conseguimos visitar Grindelwald. 🙂

Fica pruma próxima.

Retornamos na direção do hotel, …

… mas antes, …

… tínhamos programado …

… visitar o complexo do Resort Buergenstock.

Ela fica bem no alto da montanha e a sua vista do lago Lucerna é imbatível.

Reservamos um lugar no seu bar, o LakeView, …

… porque era muito cedo pra jantar. Resultado?

Vimos um dos pores do sol mais bacanas  de nossa vidas.

O céu ficou absolutamente colorido e a arquitetura arrojada do resort se uniu perfeitamente a tudo.

Só nos restou …

… pedir duas flutes de Champagne …

… uns petiscos …

… pra dar uma beliscada e …

… agradecer por um dia tão legal.

O negócio foi dirigir até o hotel, dormir …

… porque amanhã certamente sonharemos acordados …

… na Grécia.

Opa!

Veja o primeiro dia desta admirável viagem:
Proti iméra – Grécia/Suíça – Vitznau – Que cachoeira e que hotel!

.

 

dcpv – tag sieben – suíça – andermatt/vevey – o dia de babar em cima de lauterbrunnen. ou quase!

08/08/2020 (curtido em 01/08/2019)

Tag Sieben – Suiça – Andermatt/VeveyO dia de babar em cima de Lauterbrunnen. Ou quase!

Foi uma pena, …

… mas acordamos cedo, …

… tomamos o nosso lautíssimo café da manhã …

… no The Chedi, …

.. partimos pra conhecer cidadezinhas pequenas …

… e muito bem conceituadas turisticamente na Suíça.

Ah! Era justamente o feriado do …

… dia nacional suíço.

Ainda deu tempo de dar uma passada no Oberalp Pass …

… que fica muito próximo do The Chedi, …

… quase que na frente dele.

A primeira parada seria em Iseltwald.

Ela fica quase que no meio do caminho entre Andermatt e a Riviera de Montreux.

E, pra variar, é uma cidade muito bonitinha.

Situada à beira dum lago …

… com a cor da água bem esverdeada …

… que se acentuava mais ainda …

… com a luz do sol.

Ah, frisando que hoje é o dia Nacional da Suíça,…

… feriado nacional e …

… que a suíçada está toda na rua …

… aproveitando a vida e o sol.

Continuamos com a intenção de chegar em Lauterbrunnen.

Sabe aquela imagem com a cachoeira que cai …

… como um véu de noiva …

… bem no centro da cidade?

Pois é justamente lá.

Como tudo estava muito cheio …

… fomos direto pra Trümmelbach.

Ela é aquela cachoeira …

… que acontece dentro das rochas …

… e com uma força incrível.

Dá pra imaginar quanto tempo a água proveniente do degelo precisou …

… pra escavar um caminho no meio das rochas?

E além de tudo, o passeio é incrível.

Começa que você paga o ingresso (11€ pp) e …

… entra num ascensor que te leva 100m acima.

Aí você decide se quer subir mais um pouco e …

… visitar todos os 10 pontos de observação …

… ou desce, pra ver os seis primeiros.

Decidimos subir, fazer o circuito completo e não nos arrependemos.

É muito impressionante.

Tudo é muito úmido, …

… frio e …

… fantástico.

A natureza te coloca no teu devido lugar …

… só restando admirar.

Foi o que fizemos, …

… além de tirar muitas fotos legais.

Ainda tentamos mais uma vez dar uma parada em Lauterbrunnen, …

… mas o máximo que conseguimos foi entrar no estacionamento, …

… chegar perto da Staubbach, a cachoeira e …

… zarpar pra mais uma aventura.

O nome dela seria Lake Blausee.

De passagem e …

…  por um engano do Wase (gracias) …

… acabamos passando em Interlaken

… vendo um pouco da festa do dia da Suíça e de quanto a população participa tão ativamente.

Quanto ao Blausee, não nos decepcionamos.

Quer dizer, sim.

Tudo estava tão lotado …

… que desistimos rapidamente e …

… rumamos pro hotel Le Mirador, que fica na Riviera de Montreux.

Chegamos lá e logo de cara, gostamos muito.

Tudo bem que ele não é tão suntuoso como o The Dolder e o The Chedi.

Mas a sua vista para o lago de Genebra, …

… ou para os íntimos, Lac Léman, …

… é simplesmente matadora.

E o nosso quarto não ficou atrás.

Bem confortável com uma varanda pra lá de gostosa, …

… nos proporcionando uma experiência diferente de toda a viagem: …

… usaremos bastante o transporte público.

Todo hóspede de qualquer hotel ganha um cartão que dá direito a usar gratuitamente o transporte e também alguns descontos em museus.

Foi o que fizemos.

Saímos pra reconhecer o terreno.

Por conta da Fête des Vignerons, um evento que acontece a cada 20 anos, …

… toda a cidade de Vevey estava lotada.

Imagine uma tremenda área sendo montada só para o espetáculo …

… com zilhares de barraquinhas com vinhos, comidas e muita diversão?

Pois era o que estava acontecendo.

Por sorte percebi a importância desta festa e comprei ingressos para assistir ao espetáculo (amanhã a noite) …

… que reproduz o ciclo do vinho.

São mais de 5000 atores participando; é realmente grandioso.

Como tínhamos pouco tempo, demos só uma olhada, …

… pegamos o ônibus e o bondinho, …

… que tem a estação ao lado do hotel …

.. e prometemos voltar amanhã, pra curtir não tão somente o show, …

… como todo o entorno.

Marcamos pra jantar no restaurante Le Pátio, do próprio hotel.

É claro que o menu era em homenagem ao dia da Suíça.

Bem frugal, mas super bem feito.

Muitas receitas com produtos típicos.

Um buffet com entradas; como principais, um peixe pra Dé …

… e carne pra mim …

… mais a escolha de algumas sobremesas.

Como plus, uma queima de fogos de artifício …

… em toda a região do largo pra comemorar o niver da Suíça.

Happy Birthday to you!

Veja os outros dias desta estupenda viagem:
Tag ein – Suíça/Liechtenstein – Zurich/Vaduz – Museu de árvore? Adega do Príncipe?
Tag zwei – Liechtenstein/Alemanha/Suíça – Visitando 3 países num dia só e de carro.
Tag drei – Suíça – Zurich/Basel – City tour guiado e museu Vitra Design combinam? Sim e muito.
Tag vier – Suíca – Zurich – Furka Passs and my name is Luz, Eduluz e com licença pra jantarmos com a Pink.
Tag fünf – Suíça – Zurich – Lucerna e Pink: duas superstars.
Tag sechs – Suíça – Zurich/Andermatt – Bondinhos de todos os tipos: circulares, telefericos, regulares e até conversíveis.

.

 

 

 

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.470.345 hits
outubro 2021
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Atualizações Twitter