Posts Tagged 'mingão regina'

dcpv – ISBFV. Ou Inter dos Sem Blogs na grande Ferraz de Vasconcelos

09/12/2011
número 310

ISBFV . Ou Inter dos Sem Blogs na grande Ferraz de Vasconcelos

Tudo começou aqui. Aqui, na grande FV. Afinal de contas, foi através de várias conexões e do dcpv que todo este pessoal se conheceu.

A primeira reunião física aconteceu na casa de praia. Um jantar-almoço com tendências maratonísticas foi o prato principal. Aí percebemos que este grupo tinha química. Todos (Drix, Deo, Lourdes, Eymard, Sueli, Jorge, Regina, Mingão, Dé, eu, com a Re por perto) compareceram.

Aí marcamos o 2º em Brasília . Mais um big almoço/jantar na casa da Sueli e do Jorge, acompanhado de vários passeios/refeições na nossa capital federal, além de incursões pela casa dos Loguercio.

O terceiro foi mineirim, com direito a conhecer Inhotim e vários estabelecimentos “abastecedores do estômago e da alma”.

E este! O encontro que  não vou  numerar, pois este aqui na sede não poderia ter um número (eu acredito que ele será definido como único).

Acertamos tudo (vocês não imaginam a quantidade de emails hilários que trocamos) e lá estávamos nós todos (tivemos algumas baixas nos demais, como o Deo no 2º e no 3º, a Sueli e o Jorge no 3º, a Regina e o Mingão no 2º) pra fazermos de van o percurso praia/FV. Passamos por verdadeiros santuários!

Com direito a uma escala num concorrente de menor porte, o Extra, pra pegar o contador de piadas, o Deo (estou refletindo até agora naquela das louras e do onibus double deck! rs) e a serviço estrelado de bordo (cavas e salgadinhos).

Uma hora e meia depois, ou seja por volta das 13:00 hs, apresentaríamos a nossa verdadeira sede aos nossos amigos.

Como o tempo era exíguo, colocamos todo mundo pra trabalhar.

Enquanto o Jorge (grande Jorge) refogava os tomatinhos no bacon, o chef Eymard preparava os Stracetti, tanto moldando-os …

… como fritando os bifinhos…

… e reservando junto com os tomatinhos que a Lourdes cortou com esmero.

Ao mesmo tempo, a Sueli recheou os ovos com a pasta de atum …

… e fez as casquinhas de massa phyllo (eita, borralho!) …

… enquanto o Jorge (como trabalhou este garoto!) finalizava o molho de abobrinhas (que foram cortadas cirurgicamente pela Lourdes, fritas no bacon refogado e acrescidas de caldo de legumes).

O Deo e o Mingão ficaram incumbidos da especialidade deles: as bebidas. 🙂

A Dé, auxiliada pela Regina, se incumbia de, pra variar, montar a bela mesa.

A entrada era conhecida e composta de Ovos Recheados, …

Salada Caprese

… e Sorvete de Parmesão; estava praticamente pronta.

Era chegada a hora da comunhão e da expressão maior da união do grupo: todos faríamos a massa.

E num formato que aprendemos em Roma com o chef Andrea. Ou seja, você coloca a farinha numa bancada em forma de vulcão (a farinha, não a bancada! rs). Faz um buraco no centro (da farinha, não da bancada!), coloca os ovos (ui e um pra cada 100 g de farinha) e bate bastante com um garfo (como se fosse um omelete), …

… acrescentando a farinha do vulcão aos poucos, de maneira que a massa resulte bem aerada.

Daí pra frente foi um tal de todos baterem, …

todos sovarem, …

… todos modelarem e todos cortarem os Tagliolinni na máquina manual …

… que foi servido com o molho do Jorge, o de Abobrinhas e com um outro, especialmente pedido pela Dé e pela Drix, o de Tomate com Polpetinni.

Os bifinhos foram finalizados pelo chef Eymard, com o acréscimo dum maço de minirúculas.

Estávamos prontos pra comemorar tudo!

Entradas, …

pratos principais, …

vinhos espumante, bianco e rosso

… e a sobremesa.

A Crostatta di Ricotta e Pera que estava deliciosa (foi feita magistralmente pela Dé na véspera) …

… e servida com sorvete de baunilha e a marca registrada do dcpv, o indefectível açúcar gay.

A esta  hora, próximo das 17:30 hs, já estávamos nos despedindo de toda esta tarde inesquecível.

Trocamos alguns presentes, demos muitas risadas (mas muitas mesmo), nos despedimos da sede (todos prometeram voltar) …

… permanecemos felizes e tivemos um pouco mais de tempo pra planejar o restante do final de semana que incluiria uma visita ao sex shop no domingo pela manhã; um jantar no Dalva e Dito (com direito a tour pela cozinha chefiado pelo próprio Alex) no sábado a noite …

… e um almoço no domingo no belo e saboroso KAÁ (uma ótima dica da Sueli), …

… além de recordar o jantar de boas-vindas que tivemos no Tasca da Esquina e onde, perdi por alguns momentos os meus poderes matemáticos.

Mas estas aventuras são pra outros posts.

Saudações iessebevianas.

PS – Este é apenas o primeiro capítulo e a introdução pros posts que se seguirão, sempre aos sábados e respectivamente com o ponto de vista pessoal da Sueli, da Drix, do Chef Eymard e do Mingão, que mais uma vez se predispôs a mostrar o seu talento.
Até lá.

.

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 661 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.415.928 hits
junho 2019
S T Q Q S S D
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios