Posts Tagged 'mykonos town'

dcpv – ógdoi iméra – grécia – mykonos – pequenas cidades e a maravilhosa chora!

07/11/2020 (vivido em 02/10/2019)

Ógdoi iméra – Grécia – Mykonos – Pequenas cidades e a maravilhosa Chora!

Hoje seria dia de conhecer muitas novas praias.

Mas pensamos em mudar os nossos planos, …

… já que achamos que a infra pra chegar nelas meio atrapalhadas e …

… queríamos ver alguma coisa off turismo.

Aproveitaríamos, ou melhor, nos perderíamos …

… na graciosa Mykonos Town.

Iniciamos tudo cultuando o nascer do sol, …

… além do excelente café da manhã …

… do não menos excelente Bill & Coo (ai que saudades do …) e …

… rumamos pro Norte da ilha, …

… onde dizem estar as melhores praias (sim, ainda vamos insistir um pouco) e …

… algumas cidades bacanas.

Primeiro fomos pra Agios Stefanos.

É uma prainha até que bacana e …

… com vistas da água com transparência …

… capaz de derreter qualquer coração.

Como pesquisado, no caminho estava o Farol Armenistis.

Aproveitamos pra dar uma parada por lá e …

… ver a imensidão de tudo.

Lindo!

Atravessamos novamente a ilha e …

… tentamos ir pro que seria uma das praias mais bacanas de Mykonos, …

… Agios Sostis.

Mais uma tentativa em vão.

O lugar fica lá embaixo duma pirambeira e nem tem estacionamento.

Continuamos e fomos conhecer Ano Mera.

É uma microcidade, …

… bem raiz e …

…  bacana.

O que não nos impediu de encontrarmos com uma horda de passageiros dos cruzeiros.

Mas lutamos bravamente e …

… conseguimos entrar no que é uma grande atração de lá.

O Monastério (viu, Riq?) Paleokastro é muito interessante e …

… realmente parece cenográfico.

Este vale o mini fotoblog.

Seguimos adiante pra Kalo Livadi, …

… também tida como uma praia lindíssima.

E esta não decepcionou.

Infra bacana, …

… areia fina e uma água daquelas polinésias.

Ainda passamos na filial do supermercado que vimos ontem, o Flora, …

… que realmente tem uma personalidade imensa.

Aqui também imperam a música eletrônica, …

… uma programação visual impactante …

… ou seja, um ambiente super agradável pra se comprar.

E foi o que fizemos.

Retornamos pro hotel

… só pra dar uma refrescada, …

… já que o calor era intenso e …

… fomos pra Mykonos Town, …

… nos perder.

E cumprimos com a promessa …

… de escolher um lugar pra comer meio que na orelhada.

O La Casa não decepcionou.

Pedimos o de sempre, salada grega pra Dé (8.5 no MicheLuz) …

… e um polvo pra mim.

Comida muito boa, além da posição da nossa mesa, …

… na sombra e no meio do burburinho, …

… ser bem legal.

No restante do tempo, pretendíamos fazer algumas compras, …

… passear, …

… comprar uma pouco mais (alguém lembra da Petistil?), …

… nos perder de novo, …

… comprar um pouquinho mais e …

… apreciar o ambiente agradável de Mikonos Town, …

… também conhecida como Chora.

Resultado?

Não compramos quase nada, …

… só um vestido pra Re usar como fantasia de Carnaval e …

… o restante cumprimos regiamente o planejado.

Nos perdemos muito mais uma vez, …

… (esta cidade é praticamente um labirinto) …

… passeamos muito …

… e enfim, …

… retornamos pro hotel, …

… porque era dia de arrumar as malas (olha a nossa filial helênica aí!) …

… já que amanhã de manhã e …

… bem cedo, rumamos pras ilhas Jônicas.

Mas antes, …

… apreciamos mais um …

… belíssimo …

… por do sol.

Incrível como os pores …

… do sol por aqui, …

… e nesta época do ano, …

… são totalmente diferentes.

Ainda mais quando vistos da belíssima piscina do hotel Bill & Coo (ai que saudades).

Ficamos um tempão curtindo tudo, …

… com a presença dos indefectíveis …

… Aperóis Spritz que …

… nos acompanham pelo mundo todo.

Ainda vimos a lua nascer e …

… aproveitei pra dar …

… uma passeada pelo terreno do hotel …

… com suas vistas estonteantes do mar.

Como teríamos que acordar cedo, …

… resolvemos jantar …

… no restô principal do hotel, …

… o Gastronomy Project.

Não estávamos com muita fome, …

… então optamos por pedir somente principais.

A Dé repetiu o John Dory da outra noite …

… e eu, coerente que sou, pulpeei mais uma vez. E o molusco além de bonito, estava delicioso.

Tomamos um branco advindo do Noroeste da Grécia, …

… muito bom e indicado pela simpaticíssima sommelier Maria.

Só no restou agradecer bastante ao Universo e …

… ver um fenômeno inusitado.

O por da lua ou o moonset.

Sim, a lua se pôs na nossa frente …

… e foi lindo.

Voltamos pro nosso quarto, …

… agradecemos de novo, …

… porque amanhã temos voos bem cedo.

Kefalonia que nos aguarde.

Opa!

Veja os outros dias desta admirável viagem:
Proti iméra – Grécia/Suíça – Vitznau – Que cachoeira e que hotel!
Defteri iméra – Grécia – Suíça – Lucerna e Lauterbrunnen, a dupla Lu-La perfeita.
Tríti iméra – Suíça/Grécia – Vitznau/Santorini – Do primeiro para o terceiro e maravilhoso mundo grego.
Tetarti iméra – Grécia – Santorini – Oia, Oia, Oia e acabamos “fondo”.
Pémpti iméra – Grécia – Santorini – Red Beach, Santo Wines e o legítimo poente em Oia.
Ékti iméra – Grécia – Santorini/Mykonos – A melhor estrada entre estes dois paraisos gregos.
Évdomi iméra – Grécia – Mykonos – A nossa balada foi histórica e em Delos.

.

 

 

 

dcpv – évdomi iméra – grécia – mykonos – a nossa balada foi histórica e em delos.

31/10/2019 (dançado em 01/10/2019)

Evdómi iméra – Grécia – Mykonos – A nossa balada foi histórica e em Delos.

Hoje seria o primeiro dia inteiro na badalada ilha de Mykonos.

Ela é conhecida por ser baladeira.

E nós não nos encaixamos exatamente neste perfil.

Mas gostamos muito da cidade de Mykonos Town, …

… também conhecida como Chora.

Ela é charmosa e …

… tem muitos cantinhos bastantes charmosos.

Uma das suas atrações é fora de lá.

É um passeio pra histórica Delos, a ilha dos Deuses.

Reservamos com o Get Your Guide …

… tomamos o nosso lautísssimo …

… café da manhã  no hotel (ai que saudades do Bill & Coo) e …

… perto das 10:00 hs estávamos a postos …

… no antigo porto de Mykonos …

… pra fazer o tal tour.

O problema é que os gregos não são, …

… digamos assim, …

… muito organizados. Hahaha

A fila estava uma zona e …

… o jeito foi o barco sair com meia hora de atraso.

Entramos na embarcação, …

… nos divertimos muito, …

… pois o trajeto todo …

… foi muito interessante …

… e quando percebemos, …

… estávamos tendo uma aula de história, …

… com H maiúsculo e …

… ao vivo, bem na nossa frente.

Incrível como tudo está tão perfeito …

… e fácil de ser compreendido.

Com exceção da nossa guia …

… que falava um inglês incompreensível e …

… demorava muito em cada uma das paradas.

Foi quase uma tragédia grega. 🙂

O negócio foi desertarmos do tour guiado e …

… fazer um por conta própria.

Sábia decisão!

Aproveitamos muito, …

… vimos um montão de construções interessantes, …

… como o teatro, …

… a casa do Dionísio e …

… melhor, sentimos realmente a aura do lugar.

Passamos também no museu, …

… onde estão as raridades encontradas na ilha, …

… tais como estátuas, …

… utensílios, …

… cabeças das estátuas e …

… os famosos leões.

Ah, o sol estava abrasador …

… então resolvemos vir embora um pouco mais cedo.

Doce ilusão.

O barco retornava somente às 13:30 e …

… tivemos que esperar por quase uma hora, ainda bem que na sombra.

A viagem de volta também foi muito boa.

Fomos curtindo a paisagem, …

… recebendo uns refrescantes pingos de água no rosto …

… que voavam por causa do mar agitado e …

… novamente, …

… quando percebemos, …

… tínhamos chegado.

Zarpamos rapidamente …

… (antes cruzamos com os pelicanos …

… famosíssimos em Chora, viu Marcie?) …

… porque tinha feito uma reserva pro almoço …

… no Nikos Gallop …

… que fica perto de Platys Gialos.

Esta foi uma dica da Cecilia (Vancouver by Locals).

E foi uma daquelas certeiras.

Mas, no caminho, fizemos uma descoberta muito interessante: …

… o supermercado Flora.

Ele é incrível e …

… completamente conectado com a tal experiência de compra.

Começa que ele tem os melhores produtos gregos e internacionais.

A sua programação visual é vibrante e moderna, além de ….

… usar bastante neon e iluminação diferenciada.

E estando em Mykonos, terra das baladas, o som ambiente só poderia ser …

… eletrônico. Tuc-tuc-tuc!

Sim, até DJ eles tem.

Confesso que a princípio estranhamos, …

… mas logo entramos no contexto e achamos demais.

Andamos mais um pouco e chegamos ao Nikos Gallop.

A vista nem é tão espetacular assim (hahaha), mas a comida é greguíssima e muito boa.

Devido ao calor, optei por tomar uma legítima Mythos.

E experimentamos algumas coisas, tais como hommus com pão pita, …

… polvo grelhado (delicioso) …

… sardinhas grelhadas (deliciosas) …

… e sea bass com uma batata num ponto (delicioso).

Enfim, foi um almoço delicioso. 🙂

Como estávamos perto, optamos por conhecer algumas praias próximas.

A primeira foi Scorpios.

As estradas pra chegar lá são bem boas, …

… mas confesso que fiquei um pouco decepcionado com a falta de dramaticidade do que vimos.

Estava esperando alguns despenhadeiros e vistas estonteantes do mar.

Scorpios é bastante escondida e descobrimos o mistério.

Uma boa parte dos frequentadores são nudistas. Hahaha

Saímos de lá e fomos pra baladeira Paradise.

Juro que ainda não consigo entender uma praia em que …

… as pessoas ficam dançando ouvindo aquele tuc-tuc-tuc o dia inteiro!

E além do mais, também não achamos nada muito diferente também.

Mais uma boa andada, …

… pelas paisagens áridas da ilha e …

… chegamos ao que seria uma praia paradisíaca, Elia Beach.

É bacana, mas não tão paradisíaca assim.

Toda a superfície da areia está tomada por cadeiras e ombrelones com a direção de diversos Beach clubes.

Como já desconfiávamos, as praias daqui não batem muito com o nosso gosto …

… então resolvemos, voltar pro hotel pra curtir o que adoramos …

… e que é uma especialidade da Grécia e nossa: o por do sol!

É um momento solene do dia e não nos abandonou nesta viagem.

Um mais bonito do que o outro e …

… este não decepcionou.

Babe neste maravilhoso fotoblog:

Depois de quase duas horas de verdadeira adoração ao sol …

… fomos jantar e …

… num lugar que adoramos na ilha, …

… na bonitíssima Mykonos Town.

Tínhamos feito uma reserva no restaurante Interni.

E não deu certo.

Andamos, procuramos, perguntamos, chegamos na frente de alguma coisa escrita Interni e estava fechado.

Baita profissionalismo!

Só nos restou escolher outro, …

… meio ao sabor do vento e acertamos.

O m.eating é bem bonito, …

… fica bem onde todo mundo passeia e a comida é helênica.

Como não estávamos com muita fome, a Dé pediu uma salada grega (que novidade) …

… e eu, uma massa fresca com queijo feta, azeitonas e tomates (mais uma novidade).

Ambas perfeitas (9.3 no MicheLuz) e acompanhadas de flute de Champagne e cerveja, respectivamente.

Voltamos caminhando por esta belezura e apreciando o charme do lugar …

… além de sentir o cheiro agradável que a maioria das lojas exalam.

Esta é a nossa verdadeira Grécia.

Antío!

Veja os outros dias desta admirável viagem:
Proti iméra – Grécia/Suíça – Vitznau – Que cachoeira e que hotel!
Defteri iméra – Grécia – Suíça – Lucerna e Lauterbrunnen, a dupla Lu-La perfeita.
Tríti iméra – Suíça/Grécia – Vitznau/Santorini – Do primeiro para o terceiro e maravilhoso mundo grego.
Tetarti iméra – Grécia – Santorini – Oia, Oia, Oia e acabamos “fondo”.
Pémpti iméra – Grécia – Santorini – Red Beach, Santo Wines e o legítimo poente em Oia.
Ékti iméra – Grécia – Santorini/Mykonos – A melhor estrada entre estes dois paraisos gregos.

.

 

dcpv – ékti iméra – grécia – santorini/mykonos – a melhor “estrada” entre estes dois paraísos gregos.

24/10/2020 (vivido em 30/09/2019)

Ékti iméra – Grécia – Santorini/Mykonos – A melhor “estrada” entre estes dois paraísos gregos.

Chegou a hora daquela pergunta famosa.

Dia de troca de hotel é dia perdido?

Quando se está na Grécia, não.

Hoje iríamos sair de uma beleza, Santorini e …

… chegar em outra, Mykonos.

E de ferry.

Como todo mundo falava sobre bagunça e dificuldade para transfer no Porto …

… resolvemos pagar a taxa de entrega do auto alugado numa outra ilha e ficar com ele.

Ou seja, de alguma forma, …

… iríamos sair com o carro numa ilha e …

… chegar na outra com o mesmo possante.

Quase que um milagre! 🙂

Acordamos no horário, …

… demos mais uma boa paquerada na Caldeira …

… com o belíssimo sol nascendo e …

… fomos tomar café, …

… aquele ótimo café da manhã …

… numa mesa estrategicamente escolhida …

… pra nos proporcionar …

… uma verdadeira visão do paraíso.

Ainda deu tempo de dar mais …

… uma passeada pelo calçadão chic …

… e granítico de Oia (fala-se Ia) além de ver mais um casório, fato corriqueiro nas nossas viagens.

Pensei que conseguiríamos curtir novamente as igrejas com as abóbodas azuis …

… com tranquilidade, mas ledo engano.

As excursões de cruzeiro e as hordas de asiáticos …

… já estavam por lá e as filas pra tirar fotos eram imensas.

Voltamos pro hotel, porque além do calor estar demais …

… ainda tínhamos que dirigir até o porto.

E tivemos até que um stressesinho, pois o trânsito estava bem ruim, …

… sem contar a quantidade de “tartarugas” gregas que estavam dirigindo.

Sorte que conseguimos trocar os tickets do ferry através do concierge e por isto, mesmo chegando em cima da hora da partida, embarcamos.

Incrível a quantidade de pessoas que usam o ferry como transporte.

Chegamos, estacionamos …

… e subimos pra nossa confortável …

… área vip, onde além de desfrutar de poltronas super confortáveis, …

… ainda tínhamos a visão de várias ilhas paradisíacas.

O ferry fez uma parada em Naxos e …

… seguimos viagem pra Mykonos.

Como o porto é bem perto do nosso hotel, …

… chegamos até que cedo na ilha.

E continuamos nos hospedando em alto nível (merci Marcello Brito).

Bill&Coo Suites é um hotel muito agradável, …

… muito bem localizado, …

… próximo de Mykonos Town.

O nosso quarto é muito confortável, …

… gregaço e …

… com uma vista absurda do mar.

Demos uma semidescansada, …

… muito mais pra curtir o hotel e …

… almoçar frugalmente.

Uma salada grega, …

… spaghetti al vongole e …

…  dois Aperois depois, …

… fomos explorar Mykonos Town, também conhecida como Chora.

Não preciso nem dizer que é muito bonita …

… e dramática, né?

Nunca aquela máxima de se perder numa cidade …

… foi tão verdadeira.

São tantos cantos bacanas …

… com ângulos inusitados …

… que tivemos a certeza que retornaremos e …

… inúmeras vezes.

Tudo bem que ir a pé do hotel até lá …

… é uma tarefa inglória, …

… já que você tem que andar por uma estrada sem nenhum tipo de calçada.

Mas a vista do mar é arrebatadora e …

… procuramos fazer o nosso circuito …

… conhecendo o charmoso …

… centro de Mykonos Town.

Tudo bem também que as lojas não são muito animadoras, …

… seja na qualidade …

… ou seja nos preços, …

… mas a beleza de tudo é inegável.

Inicialmente passamos na padaria Gioras, uma daquelas old school …

… onde compramos uma ótima Baklava.

Logo depois, visitamos a Rarity Gallery …

… que realmente é uma raridade de tão bonita.

Pra elevar mais ainda o astral, …

… nada melhor do que uma #Happiness.

E fizemos uma vistoria na Litte  Venice …

… (há um certo exagero nesta descrição)…

… obrigatória, …

… bem como nos Windmills of Kato …

… os famosos moinhos que …

… estão em todas as fotos …

… de turismo sobre Mykonos.

O resto foi retornar pro hotel, …

… curtindo o visual, …

… abrindo um belo prosecco e …

… aguardar a maior atração do dia, …

… aquele tramonto …

… mais do que especial.

E ele aconteceu.

O sol apareceu, …

… deu o ar da graça e …

… enfim, se exibiu.

Pra nós, …

… que somos voyeurs solares , …

… foi um verdadeiro manjar dos deuses.

Que por do sol, senhores!

Ficamos um tempão, observando tudo e …

… agradecendo por este momento tão especial nas nossas vidas.

Pra coroar o dia, …

… jantamos no restô do próprio hotel, …

… o Gastronomy Lab.

Pedimos frugalmente; a Dé foi de John Dorian …

… e eu, de Red Mullet.

Peixes muito bem feitos e harmonizados com um bianchetto Cervara by Antinori (grandes recordações toscanas) …

… que conseguiu terminar este dia com a mais absoluta chave de ouro.

Uau, que dia!

Que viagem!

Opa.

Veja os outros dias desta admirável viagem:
Proti iméra – Grécia/Suíça – Vitznau – Que cachoeira e que hotel!
Defteri iméra – Grécia – Suíça – Lucerna e Lauterbrunnen, a dupla Lu-La perfeita.
Tríti iméra – Suíça/Grécia – Vitznau/Santorini – Do primeiro para o terceiro e maravilhoso mundo grego.
Tetarti iméra – Grécia – Santorini – Oia, Oia, Oia e acabamos “fondo”.
Pémpti iméra – Grécia – Santorini – Red Beach, Santo Wines e o legítimo poente em Oia.

.

 

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.469.239 hits
setembro 2021
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Atualizações Twitter