Posts Tagged 'nba'

dcpv – day two – usa – andando muito nas lojas diferenciadas de NY.

25/01/2020  (labutado em 12/01/2019)

Day Two – USAAndando muito nas lojas diferenciadas de NY.

Viemos pra NY por causa da NRF, a maior feira de varejo do mundo.

Teoricamente, ficaríamos por conta dela nestes primeiros dias de viagem.

Acontece que isso é praticamente impossível …

… tamanha a quantidade de atrações que a Big Apple oferece.

Ainda mais que estávamos hospedados na região do Meatpacking.

Resultado?

Acordamos e fomos tomar um café da manhã …

… old school no Chelsea Market. Aproveitamos a proximidade pra conhecer …

… a feira orgânica da Abgindon Square.

Quer dizer, dar uma passada beeeem rápida já que a quantidade de barracas é minúscula.

Continuamos dando uma passeada pela vizinhança …

… que incluía conhecer o ponto inicial …

… do maravilhoso High Line.

Pra quem não conhece, ele é um jardim suspenso …

… feito sobre uma linha antiga de trens …

… e é o máximo do charme.

É um Minhocão que deu certo.

Andamos só um pouquinho por lá …

… porque queríamos visitar o Whitney Museum …

… que estava apresentando uma exposição com obras do Andy Warhol.

Confesso a nossa ignorância …

… mas imaginava que veríamos somente algumas daquelas latas de sopa Campbell …

… e fotos coloridas da Marylin.

Doce ilusão!

O trabalho dele é sensacional …

… e extremamente envolvente.

Em poucos minutos da exposição …

… você percebe que o enfoque dele …

… era eminentemente artístico …

… e com uma alta qualidade.

Enfim, esta merece um fotoblog.

Saímos de lá, demos uma passada rápida pelo excelente comércio local …

… e passamos numa loja sensacional, a Kleinfeld

… que pra quem não sabe, é onde acontece o programa “Say yes to the dress”. 🙂 Yeeeees!

Não vimos o Randy, mas nos divertimos muito.

Continuamos em direção ao Eataly

… que fica em frente ao icônico Flatiron Building.

Aproveitamos pra tomar a nossa Ferrari Perlé …

… e comer burrata e mozzarella de búfala …

… acompanhados de presunto San Danielle …

… e numa posição espetacular.

É, no quesito ambiente e comida …

… este Eataly, continua imbatível.

Como estávamos bem próximos de onde seriam apresentados os detalhes da feira …

… nos dirigimos pra lá …

… e ouvimos quase 4 horas de excelentes infos.

Aproveitamos, mais uma vez, a proximidade …

… e iniciamos um tour particular …

… por lojas que a própria FGV indicou.

Iniciamos pela Amazon Books, …

… uma loja que tem por característica, …

… só vender livros que tem avaliações positivas dos seus consumidores (está mais pra meia books).

De lá, fomos pra NBA, …

… que seria uma experiência marcante.

Foi?

Acho que não, pois o lugar está bem velho e fora do que imaginamos como um ponto moderno …

… e adaptado ao anseio do consumidor.

Ao lado da NBA, …

… fica a flagship da Adidas.

Esta sim, uma loja, moderna,..

… e marcante, …

… com muita personalidade.

Cada vez mais tenho certeza que a Adidas está dominando …

… o mercado esportivo.

Andamos mais um pouco …

… e chegamos a Anthropologie. Que loja, senhores!

Cheiro especial, layout maravilhoso, …

… enfim, tudo o que um estabelecimento tem que ter para encantar o cliente.

Passamos pelo icônico Rockfeller Center …

… e nos abastecemos no “lodjinha” da NBC.

Seinfeld e Friends foram devidamente comprados e registrados.

As Indústrias Vandelay agradecem.

Pegamos um táxi …

… e ainda conseguimos curtir …

… as cores e todo o ambiente contagiante …

… da Times Square.

Por sorte e planejamento, …

… o nosso jantar seria próximo do hotel.

Mais precisamente no queridinho (especialmente de alguns bons amigos) L’Atelier du Joël Robuchon, …

… o restaurante mais fotogênico do mundo.

Tudo foi feito pra que você se maravilhe …

… com as cores …

… os detalhes …

… e, é claro, a comida.

Além de que o fato de se sentar num balcão de frente pra cozinha …

… te faz realmente pensar …

… que se está assistindo a um excelente ballet …

… ou um concerto da mais alta qualidade.

Iniciamos com as obrigatórias flutes dum bom blanc des blancs.

Os amuses foram devidamente encaminhados, …

… os pães e a manteiga são soberbos e pedimos.

A Dé foi de terra.

Gnocchi de grão de bico com trufas negras …

… e alcachofras.

Eu fui de mar, marinheiro que sou.

Lagosta …

… e pulpito, o famoso polvo.

Tudo absolutamente perfeito.

Hramonizamos com um ótimo Sauvignon Blanc, …

… pedimos expressos com os obrigatórios docinhos acompanhando …

… e voltamos caminhando pro hotel …

… sobre o frio nova-iorquino.

Se víssemos o Soup Nazi, ele certamente diria: …

… no soup for you!

Neeeeext!

Veja o primeiro dia desta viagem:
day One – USA – New York, New York.

.

 

dcpv – day three – canadá – vancouver – voando na nba.

21/09/2019 (vivido em 29/09/2018)

Day three – Canadá – Vancouver – Voando na NBA.

O dia amanheceu broncolhaço.

O que era algo esperado nesta época do ano em Vancouver.

Tomamos o nosso variado café da manhã no hotel …

…e zarpamos pro Canadá Place.

Antes passamos num supermercado …

… ao lado do hotel …

… só pra ver o nível dos ingredientes.

Têm potencial!

Tínhamos uma reserva pra fazer o passeio FlyOver Canada.

Ele é quase um Soarin canadense.

Foi espetacular.

Uma pena que não é possível tirar fotos, mas a experiência toda é um espetáculo.

Aproveitamos pra dar uma passada pela cidade.

E que cidade!

Vancouver é um daqueles lugares que você se apaixona à primeira vista.

E fica pensando o porque de não morar lá? 😀

Aproveitamos pra passar numas lojas que a Cecilia, a nossa guia de ontem, indicou.

E não nos arrependemos.

Tudo é encantador e algumas marcas unicamente canadenses fazem produtos de alta categoria.

Ainda por cima, acompanhamos um protesto de brasileiros.

É, o #elenao é universal! (seria premonição?)

Retornamos ao hotel, pois iríamos almoçar no The Teahouse.

Este restô fica no queridinho Stanley Park.

E é muito charmoso.

Chegamos e a chuva começou a cair.

Pegamos um lugar na parte interna e pedimos somente coisas convencionais.

Abrimos os trabalhos com um mix de entradas.

Hummus, azeitonas, caponata , ricota e nan.

Tudo perfeito.

Acompanhamos com meia garrafa dum ótimo Prosecco natural e chamamos os pretensos principais.

A Dé escolheu uma salada Mediterrânea acompanhada de peito de frango …

… e eu, um “lerrítimo” Fish&Chips, crocante e saboroso.

Estávamos satisfeitos, mas tínhamos que correr.

Afinal de contas, o programa da tarde seria assistir a um jogo da NBA.

Toronto Raptors (o único representante canadense) …

… e Portland Trail Blazers fariam o amistoso da pré temporada da Season 2018/2019.

E, pra variar, o espetáculo foi sensacional.

Pra começar, tinha comprado ingressos prum lugar até que legal, mas não tinha noção que seria no nível da quadra.

Chegamos lá e quando vimos, estávamos atrás da tabela, …

… mas muito próximos da quadra.

Tão próximos, que foi possível ver os grandes astros quase que tete a tete.

Pra eu, que sou um aficcionado, foi inesquecível.

Ver o Kawhi Leonard, o Kyrie Irwing, o Valanciunas, o Danny Green, o Ibaka e outros menos votados tão de perto foi mesmo de tirar o fôlego.

E o jogo foi surpreendentemente bom.

Além de que o clima de qualquer espetáculo destes é memorável.

Nos divertimos muito …

… e tive ainda a possibilidade de pisar na quadra …

… e tudo o mais.

Até as Wags nós vimos.

Quem já assistiu, sabe do que estou falando! 😂

Enfim, curtimos muito e aproveitamos demais o clima da cidade, …

… já que fomos e voltamos a pé pro ginásio.

Corremos mais um pouco (a chuva deu uma apertada), chegamos no hotel e nos preparamos pro jantar.

Que seria no Blue Water Cafe (dica do Álvaro), um famoso restaurante de frutos do mar de Vancouver.

O lugar é muito charmoso …

… e por não estarmos com fome, …

… optamos por degustar somente entradas.

A primeira foi um multi prato com …

… ceviche, …

… tartar de atum, …

…  bolinho de crab …

… e uma tortinha de salmão.

Tudo estava mesmo especial …

… e fechamos com chave de ouro, tomando flutes de Taittinger e duas taças dum vinho branco francês espetacular.

Foi o coroamento de mais um dia especial nesta ótima viagem.

Que venham mais dias assim.

See U.

Veja como foi o primeiro dia desta viagem:
day One – USA/Canadá – Como chegar em Vancouver após divertidas 43 horas.
day Two – Canadá – Vancouver – Fazendo city tours, inclusive de hidroavião.

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se aos outros seguidores de 654

Comentários

Blog Stats

  • 1.449.552 hits
julho 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Atualizações Twitter