Posts Tagged 'neiman marcus'

dcpv – eleventh day – usa – boston – aqui tá quente, tá frio. muito quente, tá frio.

11/09/2021 (vivido em 19/01/2020)

Eleventh Day – USA – BostonAqui tá quente, tá frio. Muito quente, tá frio.

Nevou bastante e …

… acordar vendo tudo branquinho …

… é muito legal.

Dormimos até um pouco mais tarde …

… porque devido ao frio, …

… a intenção seria bater umas perninhas pelos shoppings, lugares acolhedores.

Tomamos o nosso gostoso café da manhã no XV Beacon, …

… com inclusive, um pessoal tocando umas músicas muito legais (era dia de brunch) e …

… utilizamos um ótimo serviço prestado pelo hotel.

Eles tem carros, carrões, pra fazer transfers pro lugar que você quiser, …

… desde que fique num raio de 3 km de lá.

Como em Boston tudo é muito perto, …

… dá pra usá-lo bastante.

Fomos até o shopping Prudential Center, …

… que fica bem na zona comercial da cidade e …

… é ligado por uma passarela ao outro mais luxuoso, o Copley Place.

Chegamos e de cara, ficamos impressionados com a loja da Under Armour.

Tínhamos visto a palestra do seu fundador na NRF e …

… estávamos muito curiosos pra ver se tudo o que ele tinha dito estava sendo executado.
Estava!

A loja é um espetáculo, …

… vibrante e …

… obviamente, os seus produtos são excelentes.

Alta tecnologia aplicada a tudo, além de um bom gosto imenso.

Continuamos vendo várias lojas; …

… os shoppings americanos são muito legais, né?

Passamos em lojas de departamentos, …

… tanto na Sacks Fifth Avenue, como na Neiman Marcus, …

… num montão de lojas bacanas e …

… como estamos numa nova fase, até que compramos bem pouco.

É claro que almoçamos frugalmente …

… no novo Eataly que abriu por aqui e …

… que é bem roots.

Tem Piazza, …

… tem mozzarella de búfala, tem tábua de frios e …

… ufa, tem Aperol Spritz.

Como última missão oficial do dia, …

… iríamos na nossa mais queridinha loja de calçados.

Allbirds faz, certamente, os sapatos mais confortáveis do mundo.

Na verdade, eles são um produto único que nem bem são sapatos, nem bem são tênis (só não os chame de sapatenis, por favor). 🙂

Mas são demais e desta vez, esquecemos completamente a promessa do não consumo. Hahaha

Voltamos pro hotel de Uber, …

… pois o frio mais pesado já tinha retornado.

E foi bom, porque vimos um daqueles tramontos, …

… sunsets, pores do sol, seja lá como você queira chamar, …

… simplesmente inesquecíveis.

E sorte nossa, tínhamos as duas finais da NFL pra ver na televisão.

Sim senhores, na terra dos Patriots, …

… ficamos no hotel vendo estes jogões e …

… curtindo o calorzinho da lareira.

Taí um bom programa, ainda mais feito com uma maravilhosa companhia.

Quase no final do segundo jogo, …

… bateu aquela fominha e …

… lembrei que ainda não tínhamos comido uma das preciosidades da gastronomia ianque: …

… um clássico burguer.

Pertinho do hotel tinha um Shake Shack.

Fomos lá e apesar do friozaço reinante, foi uma maravilha.

Um tremendo cheeseburguer pra mim, um ótimo hotdog pra Dé e batatas clássicas pra nós.

Absolutamente perfeito.

Voltamos devidamente reconfortados e direto pra caminha quentinha.

Amanhã será dia de retornar pra Nova Toscana.

Mal sabíamos que a pandemia estava à espreita!

Bye!

Veja os outros dias desta interessante viagem:
First day – USA – Boston – Sem piadinhas, por favor!
Second day – USA – Boston/NYC – Um contraste incrível e uma constatação mais ainda. Incrível mesmo é o The Vessel.
Third day – USA – NYC – A cidade que nunca dorme. E nós também.
Fourth day – USA – Nova York – Varejando, passeando e comendo bem na Big Apple.
Fifth day – USA – NYC – Conhecendo o The Vessel, o vaso chic por dentro.
Sixth day – USA – NYC- Tem NBA, estamos lá!
Seventh day – USA – NY – Mistura bombástica: compras e Psycho Killer.
Eighth day – USA – NYC – Misturando história com filmes e cores. Já o Seu Jorge
Ninth day – USA – NYC/Boston – Do muito frio para o muitíssimo frio.
Tenth day – USA – Boston – Um city tour e um jogo da nba enregelados.

.

 

 

dcpv – third day – usa – nyc – a cidade que nunca dorme (e nós também).

22/05/2021 (curtido em 11/01/2020)

Third Day – USA – NYCA cidade que nunca dorme (e nós também).

Primeiro dia completo em Nova York e …

… uma perspectiva de muitos kilometros rodados, opa, andados.

Iremos fazer um tour por lojas diferentonas e …

… com serviços pra lá de especiais.

É o início da nossa experiência com a NRF, …

… a maior feira de varejo do mundo …

… da qual participaremos a partir de amanhã.

De qualquer forma, peguei várias dicas em vários lugares (Santo Google incluso) e …

… partimos pra luta.

Antes de mais nada, …

… um lauto café da manhã …

… na maravilha das maravilhas …

… a Starbucks Reserve Roastery, nossa vizinha.

Incrível!

Quantas mais vezes vamos lá, …

… mais gostamos de absolutamente tudo.

Acho que tomaremos café da manhã todo dia por aqui. 😁

Retornamos pro hotel, …

… ele fica sobre o afamado High Line e …

… iniciamos o nosso roteiro pegando um uber pro Columbus Circle.

Lugar bacana, mas meio antigão.

Aproveitamos pra dar uma passeada pela lateral do Central Park …

… só pra matar as saudades.

Ô lugarzinho bonito, …

… ainda mais com a inesperada temperatura reinante …

… quase 20°C e em pleno inverno!

A primeira parada técnica foi na flagship da Neiman Marcus.

E foi poderosa.

A loja de departamentos se reinventou totalmente e …

… transformou o ato de comprar …

… numa verdadeira e real experiência.

Muito espaço, …

… uma decoração clean e marcante e …

… o melhor, um bar em cada andar …

… pra que você tenha onde esperar …

… enquanto o seu amorzinho experimenta aquelas coisinhas imprescindíveis.

Sensacional!

Demos uma entrada na 5th Ave e …

… rumamos pra Ikea Planning.

Taí um jeito diferente de vender/comprar móveis.

Muitos espaços bem definidos, …

… levando em consideração o quão exíguos são os apês hoje em dia.

De lá, passamos na Casa Barilla.

É um restaurante, quase uma cantina, …

… mais parecida com um McDonalds de pasta. Mamma mia!

Não ficamos muito entusiasmados.

Mais uma andada e …

… chegamos na NBC.

Foi só pra dar uma olhada e ver se tinha alguma camiseta nova do Seinfeld, …

… mas nada. Néééxxxxt!

Ao lado, fica a Casa Camper, uma marca espanhola de calçados que já foi bem bacana, pro nosso nível de conforto.

Como não poderia deixar de ser, …

… fomos até Times Square.

Sim, é um clichê, …

… mas é sempre espetacular.

Os telões estão cada vez mais com definições incríveis e …

… você não tem como não se maravilhar.

Assim como o McDonalds inovador que existe lá (atualização – ele fechou!).

Todo o atendimento é feito através de telões …

… onde você fecha a conta, …

… senta no seu lugar e espera o pedido chegar.

Testamos com uma batata frita, uma Coca e …

… ficamos muito satisfeitos.

Sem contar que a programação visual da loja resultou …

… muito interessante e modernosa.

Voltamos pra 5th, …

… pra explorar a parte esportiva.

Iniciamos com a flagship da Puma.

Uma loja muito tecnológica, …

… também com visual diferentão e …

… muitos produtos exclusivos.

Exploramos bastante, mas não compramos nada. Hahaha

Os tênis são bonitos, mas não tem muito conforto …

… o que hoje em dia é primordial pra que compremos.

Em seguida e logo ao lado, fica a loja da Adidas.

Ela ainda (a vimos no ano passado) impressiona pelo formato bacana, …

… com muitas alternativas de testar o produto antes de comprar …

… além da preocupação com o meio ambiente que …

… a empresa demonstra atualmente.

Outra loja que vimos foi a &other stories.

A ideia é bacana; eles juntam as roupas por temas (cores, ocasiões, etc) e não por marcas.

Mas a concepção é bem modesta.

Pela proximidade, …

… fomos num grande ícone nova-iorquino, …

… a Grand Central Terminal.

O lugar é absurdamente bonito e …

… ainda tivemos a oportunidade …

… de ver onde o magnífico (???) campeonato mundial de squash é realizado.

Olha, já estávamos bem cansados e …

… mesmo assim ainda passamos na Casa Escandinávia.

Achamos o lugar bem sem graça com a loja acompanhando o relator.

Apelamos prum Uber e …

… fomos nos esbaldar no Eataly Flatiron, …

… o mais roots que conhecemos (com exceção do Lingotto).

E ele não decepcionou.

Pedimos o básico: um prato com salumi e formaggio, …

… uma bella mozzarella de búfala e …

… duas taças dum ótimo Gavi de Gavi.

Olha a vida é muito boa aqui em NY …

… especialmente no Eataly Flatiron.

Vejam o viço destas …

… frutas e legumes!

Apelamos mais uma vez pro Uber …

… que funciona muito bem na Big Apple e …

… retornamos pro hotel …

… pra dar aquela descansada oficial.

Mesmo porque eu tinha reservado …

… um tour na Artechouse …

… que fica muito próximo daqui, no Chelsea Market.

A ideia toda é muito boa.

Ela é quase um Atelier des Lumieres (desculpaí!), …

… só que com obras específicas e de vanguarda de um determinado autor.

Já na apresentação, …

… a explicação foi muito interessante …

… com vários detalhes e …

… a expectativa aumentou muito.

Chegou a hora de ver realmente o que seria o espetáculo.

E aí a curuquice impera.

É um tal de imagens estroboscópicas pra lá e pra cá …

… junto com uma trilha sonora pífia …

… que mais parece um bate estacas de balada.

Ou seja, foi decepcionante (expectativa é fogo).

Ainda tentamos ficar mais um pouco, …

… mas não só a Dé, como eu, ficamos muito mareados e …

… o jeito foi ir embora, …

… aproveitando pra ter o primeiro contato …

… com o Chelsea Market.

Como tínhamos um compromisso pro jantar, …

… optamos por voltar pro hotel.

E logo depois, saímos pra conhecer um bar diferentão.

O Lyanees é um bar itinerante que pertence ao Mastercard.

Ele faz parte duma experiência que transporta lugares bacanas, …

… inclusive fisicamente, …

… pra NY e espera que você ache que está no localidade original.

Neste caso, é um bar londrino, escolhido como o melhor do mundo.

Tomamos dois coquetéis tradicionais, mas reinterpretados, um Cosmo e uma Margarita.

Foi divertido e logo ali ao lado, …

… fica o Pepolino, onde teríamos o nosso encontro oficial e …

… anual com casal Pellicano, Marcie (do ótimo blog Abrindo o bico) e Ciro (autor de frases geniais e impagáveis).

Como sempre, foi muito divertido e calamos, ops, conversamos bastante. 🙂

A comida? Foi ótima e muito Toscana.

Eu e a Dé dividimos uma salada de beterraba e …

… um branzino  com legumes cozidos à perfeição.

Tomamos um ótimo Gavi di Gavi e continuamos conversando.

Encerramos a noite com um docinho e …

… já marcamos o encontro de 2021 (mal sabíamos da pandemia).

Planejamento é sempre a chave do negócio.

See U.

Veja os outros dias desta interessante viagem:
First day – USA – Boston – Sem piadinhas, por favor!
Second day – USA – Boston/NYC – Um contraste incrível e uma constatação mais ainda. Incrível mesmo é o The Vessel.

.

 

 


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 656 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.470.283 hits
outubro 2021
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Atualizações Twitter