Posts Tagged 'new york'

dcpv – new york, segundo o sex shop mineiro.

número 366
01/10/2013

New York, segundo o sex shop mineiro.

E não é que a revista do sex shop mineiro, o Verdemar, enviada pela Drix pra este que vos escreve, rendeu mais uma noite?

DSC08117

Tudo bem que, na verdade, estamos mais é fazendo um laboratório pra nossa próxima viagem (junto com os sócios) e aproveitando pra pegar algumas boas dicas que constam das matérias.

DSC08064

A revista é tão bacana que se eu quisesse, faria mais um par de menus somente com as receitas que estão inseridas nela.

DSC08112

Vamos lá, então, provar algumas delícias novaiorquinas (se bem que, neste caso, poderíamos chamá-las de universais).

DSC08045

Let’s go!

Entrada – Salada de ervilhas e Tartare de salmão com maçã verde e sour cream.

Esta salada de ervilhas é muito fácil de fazer.

DSC08050

Basta cozinhar as ervilhas (450g) em favas (e aparadas nas pontas) em água com sal.

DSC08051

Elas devem ser cozinhadas bem rapidamente, escorridas e levadas em água fria pra interromper a cocção. Seque-as e corte em tiras na diagonal.

DSC08062

Frite 110g de pancetta  (eu usei a minha trapizomba de microondas).

DSC08061

Coloque numa tigela, 2 colheres de sopa de cebola roxa picada, junto com ½ xícara de suco de limão, ½ xícara de vinagre de vinho branco, ½ xícara de azeite e misture.

DSC08053

Adicione as ervilhas, a pancetta, 4 colheres de sopa de pecorino ralado, flor de sal e pimenta do reino. Salpique pecorino ralado e sirva.

DSC08071

Já o tartare é feito da seguinte maneira:  pique em cubos pequenos 200g de salmão defumado, …

DSC08046

… 200 g de salmão fresco, …

DSC08043

… uma maçã verde, …

DSC08047

… ½ cebola roxa …

DSC08054

… e tempere com sal, pimenta, azeite e folhas de dill.

DSC08055

Faça o sour cream batendo 300g de creme de leite com o suco de 1 limão. Junte 200g de cream cheese e bata até ficar homogêneo. Disponha por cima do tartare.

DSC08095

Eis uma entrada refrescante e bastante nipônica (ou seja, com um jeitão bem novaiorquino).

DSC08093

Pra variar, tomamos um bianchetto, um Vermentino Maremma 2012 que foi “segunda, nipianque, vecchio, bom RIR“.

DSC08098

Principal – Schinitzel de vitela com salada de batatas.

Esta é uma receita tirada do filme “O Poderoso Chefão”. E justamente porque foi no restaurante novaiorquino Loui’s que o Al Pacino, o Michael Corleone, degustou esta vitela empanada.

DSC08066

E como é que ela é feita? Basta temperar os filés de vitela com sal e pimenta do reino, passá-los em farinha de trigo e sacudí-los pra tirar o excesso.

DSC08085

Passe novamente em ovos batidos e finalize com farinha de pão.

DSC08087

Frite-os numa frigideira com óleo bem quente.

DSC08103

Já pra salada, cozinhe 500 de batatas descascadas e em cubos.

DSC08075

Misture estas batatas com 4 colheres de sopa de azeite, 3 colheres de sopa de mostarda Dijon, ½ xícara de cebolinha verde picada, 2 colheres de sopa de vinagre de framboesa, sal e pimenta do reino.

DSC08078

Prontíssimo! Não é a toa que Don Corleone matava qualquer um por um prato desses.

DSC08105

E ele também tomaria o vinho que acompanhou tudo. Era um tinto Segares Las Llecas Rioja que foi “fidêncio, tintureiro, rojo, cunhadesco“.

DSC08108

Sobremesa – Harumaki de maçã com sorvete de creme e canela.

Eis mais uma receita com influência asiática. Numa panela, junte 1 xícara de açúcar com 1 xícara de água, 2 maçãs vermelhas em cubos e 1 pau de canela, 1 anis estrelado, 1 cravo, 2 pimentas da Jamaica, 1 pedaço de gengibre, 1 pedaço de casca de tangerina.

DSC08058

Deixe cozinhar até que seque a água. Retire as especiarias e deixe esfriar. Coloque uma colher de recheio no centro da folha de harumaki e feche como um envelope.

DSC08082

Passe manteiga derretida por cima e asse em forno a 180°C por 15 minutos.

DSC08111

Sirva quente com uma bola de sorvete e salpique a canela. Pura delícia da Big Apple.

DSC08116

Eis a opinião dos ianques:
Do início ao fim, de cabo a rabo, do primeiro ao ultimo: tudo perfeito. (Edu)
Alfomega. (Mingão)
Que retorno! Espetáquila do começo ao fim! Deo gratias! (Deo)

DSC08099DSC08109

Start spreading the news
I’m leaving today
I want to be a part of it
New York, New York.

DSC08041

É isto aí!

DSC08092

Goodbye.

.

dcpv – dia one – new york, niu iorque

12/10/2013

Dia oneNew York, Niu Iorque

Primeiro dia de viagem pra grande metrópole.

DSC08263

O vôo noturno da TAM foi tranquilo.

DSC08231

O amanhecer também foi lindo.

DSC08235

O problema começou quando descobrimos que o hotel não conseguiria nos dar um early check in. E neste caso, early era early mesmo, já que chegamos por volta das 9:00 da matina.

DSC08244

Resultado? Fomos passear na região próxima ao hotel Chambers.

DSC08319

Aproveitamos a fome matutina pra tomar um café da manhã no Food Hall do The Plaza.

DSC08239DSC08240

E como tínhamos que matar o tempo, aproveitamos pra fazer um lerê mais do que obrigatório: passear de carruagem pelo Central Park.

DSC08242DSC08243

É isto mesmo!

DSC08253

Em plenas 10:00 da manhã estávamos disfrutando das mais belas vistas e com um tempo (apesar da brisa gelada) maravilhoso.
Vale o fotoblog:

DSC08245

DSC08246

DSC08247

DSC08248

DSC08249

DSC08252

Terminamos tudo nos despedindo do cavalo e comedor de cenouras Bruno (uma simpatia) …

DSC08261

… e iniciamos a volta pro hotel caminhando.

DSC08277

Passamos por tudo o que foi lugar (vide Whole Foods)…

DSC08265

DSC08266

DSC08267

DSC08268

DSC08270

DSC08272

… e quando achamos que os quartos estariam prontos (já eram 13:00 hs) tivemos a notícia que ainda não.

DSC08273DSC08274

O jeito foi almoçarmos no restaurante do hotel do estrelado chef David Chang, o Ma Péche.

DSC08280

Ele faz uma comida fusionada e asiática, além de ser todo modernoso.

DSC08281

Escolhemos 3 pratos pra dividirmos irmanamente: asas de frango condimentadas (e chamuscadas), …

DSC08289

ramem com broto de bambu e pato confitado

DSC08290

… e um arroz de lagosta espetacular.

DSC08287

Como estávamos meio que de ressaca da viagem, optamos por tomar sucos diferentões (o Eymard foi a ovelha negra) …

DSC08282

… e também experimentamos diversas sobremesas esquisitonas, tais como cookies de milho, trufas de pão de ló e baunilha e torta de candie bar (cá pra nós, não muito boas).

DSC08291DSC08292DSC08293

Enfim, o Ma Péche é um restaurante pra se experimentar quando estiver em NY.

DSC08285

Pagamos a conta e fomos pra recepção na tentativa de conseguir entrar nos quartos (eram 14:00hs). Nem pensar.

DSC08296

Então, a única opção foi andar mais um pouco.

DSC08299

Descemos a Quinta e fomos até o Rockfeller Center.

DSC08305

Foi o suficiente pra chegarmos de volta ao hotel por volta das 15:30 hs e felizmente (ufa) encontrarmos os nossos quartos prontos.

DSC08310

Só sobrou tempo pra desfazer as malas, tomar um bom banho e zarpar novamente pro Food Hall pra jantar.

DSC08323

Antes de conseguirmos um lugar no Toddy English, optamos por comemorar o início da viagem tomando um legítimo champagne …

DSC08327

… e comendo uma tremenda burrata na Tartinery.

DSC08329

Logo depois, conseguimos uma mesa no The Todd English Food Hall (próximo da estação de massas) e fizemos os nossos pedidos.

DSC08333

A Lourdes foi de Mac and Cheese de lagosta, …

DSC08340

… e a Dé continuou burratando.

DSC08339

O Eymard pediu um tagliarini de lagosta

DSC08345

… e eu, um spaghetti as conchas.

DSC08343

Todos al dente e acompanhados por um bom Charddonay do Napa.

DSC08337

Tomamos um expresso, olhamos o belíssimo ambiente e deixamos marcada uma próxima visita ao local em breve.

DSC08346

Afinal, esta cidade que nunca dorme, tem habitantes eventuais (como nós) que estão com muito sono.

DSC08353

Ademã, que nós vamos de leve.

DSC08355

.

dcpv – verdemar e new york – que dobradinha!

número 363
01/10/2013

Verdemar e Nova YorkQue dobradinha!

Todo mundo sabe que nós somos fãs de sex shops.

DSC07786

Especialmente dos similares a Casa Santa Luzia. E no caso, em BH existe o Verdemar, uma cadeia de supermercados de primeiríssima e que não fica nada a dever a “matriz” paulistana.

DSC07803

Sabendo desse nosso apreço, a nossa querida Drix nos envia as revistas que eles publicam e que são muito interessantes, uma vez que normalmente versam sobre destinos gourmet. Neste caso (e veio bem a calhar) o tema é New York.

DSC07857

São muitas e muitas páginas com dicas de lugares pra se visitar, restaurantes e receitas da genuína culinária americana (sic).

DSC07800

É claro que só tive o trabalho de escolher algumas e o menu desta terça estaria mais do que pronto.

DSC07810

Vamos lá, então, as receitas novaiorquinas da revista do Verdemar.

Entrada – Camarões sautée com molho de pepino e dill.

Esta é uma receita pra se fazer em casa, especialmente pelos molhos.

DSC07830

Pra fritar os camarões (uns 20), basta aquecer óleo numa frigideira em fogo médio.

DSC07827

Tempere os camarões com sal, passe por um pouco de farinha e leve à panela até ficarem no ponto.

DSC07808DSC07809

Enquanto isso, faça os molhos. O búfalo é feito derretendo ½ xícara de manteiga derretida, adicionando uma porção de molho de ardência moderada e suco de 1 limão. Mexa para incorporar e mantenha a manteiga aquecida pra não endurecer.

DSC07836

Já pro outro, o de pepino e dill, é só misturar 2 xícaras de creme azedo, ½ xícara de pepino sem sementes batidos no mixer, ½ xícara de pepino descascado em cubos, 2 colheres de sopa de dill fresco picado, 2 colheres de sopa de azeite e suco de 1 limão.

DSC07776DSC07778

Servi os camarões com os dois molhos de maneira que os comensais pudessem escolher em qual deles mergulhar.

DSC07838

E resultaram maravilhosos.

DSC07840

Com a defecção do Deo (continua no Pará) e a minha prescrição médica, só sobrou a opinião da Dé e do Mingão sobre o vinho branco Pionero Maceratto Albarinho Espanha 2011 que foi “primo, cocoso, secondo“.

DSC07841

Principal – Salmão Teriyaki com aspargos grelhados ao óleo de gergelim.

Eis mais uma receita simples e muito boa.

DSC07849

Pré-aqueça o forno a 200°C. Deixe os salmões marinando em molho teriyaki por 15 minutos e leve ao forno por mais 10 minutos (eu deixei um pouco mais).

DSC07793

Enquanto isso, cozinhe aspargos numa panela com água fervente por uns 2 minutos.

DSC07804

Depois e numa frigideira bem quente, coloque óleo de gergelim com um pouquinho de azeite e sal e doure-os por cerca de 3 minutos.

DSC07844

Sirva com um pouco de alface frisée e tomates cereja.

DSC07798

Resultou num prato light (a Dé adorou) e muito, mas muito, saboroso.

DSC07846

A Dé e o Mingão continuaram bebendo o mesmo vinho branco (e eu a mesma Coca zero).

DSC07851

Sobremesa – Blintz.

Esta é uma grande novidade, já que é uma receita judaica. Estas Blintz são panquecas fritas e recheadas com ricota.

DSC07852

A massa é feita de 4 ovos grandes batidos, ½ xícara de água, ½ xícara de leite, ½ colher de chá de sal e 1 xícara de farinha.

DSC07779

A Dé aproveitou pra estrear a panquequeira que a D Vera nos presenteou e o resultado foi um espetáculo (o Mingão também meteu e literalmente, a mão na massa).

DSC07789

Já pro recheio, basta misturar 450 g de ricota, 1 colher de sopa de manteiga derretida, 1 gema, 2 colheres de chá de baunilha e ¼ de xícara de açúcar.

DSC07784

Pra finalizar, coloque uma colher de sopa do recheio em cada Blintz, feche-as e frite-as em manteiga até dourar.

DSC07823

Como achamos que ia ficar muito seco, aproveitamos a manteiga da fritura e adicionamos mel e suco de limão. Pronto, uma vigorosa calda surgiu e enriqueceu o prato.

DSC07855

Eis a opinião dos adoradores da Grande Maçã:
De cabo-a-rabo, uma maravilha! (Edu)
De volta ao aconchego! Uma volta aos melhores momentos, um extra-série! (Mingão)
PS – Eu perdi!! Que tristeza. (Deo)

DSC07842

“O movimento de gente que vai e vem é como um convite. Mergulhar no Universo de New York é experiência intrigante, quase viciante (né, sócios?). Não há como não ser envolvido pela pluralidade de seu espaço urbano, pelo charme das suas ruas, pela pungência da sua vida cultural, pelo glamour das suas lojas ou pelo seu ritmo incessante”.

DSC07850

Pode acrescentar pelo sabor das suas comidas!

DSC07854

Bye.

.

dcpv – eataly/NY – a família esteve por lá

final de fevereiro/2011

Eataly/NY A Família esteve por lá.

Como todos vocês já sabem, somos fãs incondicionais do sex shop Eataly. Conhecemos o de Turim e o de Milão.

Desta vez, os nossos correspondentes oficiais, a Re e o Hugo, foram ao Eataly New York e ficaram apaixonados por absolutamente tudo. Inclusive, fizeram um almoço no Manzo, um dos n restaurantes que existem por lá. Leia o relato dela (com os devidos comentários do Hugo):

Chegamos ao Manzo no horário marcado, 13h30, depois de descermos a pé desde o Central Park (mais ou menos da 59 até a 23), ou seja estavamos preparados e com fome!
Chegamos e entramos no espaço da Eataly. O restaurante escolhido, o Manzo, se localizava na parte de trás, à esquerda. Sem problemas, fomos para a mesa.

Logo de cara pedimos dois vinhos (bom na verdade, a pedidos do Hugo, eu pedi os dois vinhos). O meu era um Montepulciano, muito bom por sinal, o outro eu realmente não lembro o nome, só que era um Cabernet também muito bom e um pouco mais suave.

As entradas: pra mim Mozzarela di bufala Campana with fetunta. Uma delícia!!! Bem cremosa, com um pão delicioso e um azeite maravilhoso.

Pro Hugo, Carpaccio of Tenderloin with shaved parmigiano, lardo & olio Toscano. Segundo ele, “o carpaccio estava sensacional, derretendo na boca, entrada um pouco viking, mas uma boa pedida pros amantes da carne.”

Pro prato principal, Agnolotti del plin with brown butter & parmigiano, uma delícia, massa no ponto e sem intenção alguma, casou perfeitamente com o meu vinho. Ainda não sei do que se trata o agnolotti (e por sinal não sei até hoje, pq me recuso a saber uma coisa que eu não se vou gostar ahahahhaha).

O outro prato foi o Ribeye with potatoes, brodo & gorgonzola, que o Hugo achou uma delícia. A carne estava muito boa e fez um casamento perfeito com a batata souflé.

Já para a sobremesa dividimos um Limoncello torta – lemon liqueur cake with  yogurt  and cranberryEra uma delicía e até mesmo o Hugo, que não gosta de sobremesa, ficou com aquele gostinho de quero mais. Não era muito doce e por isso ele gostou, mas tinha açúcar o suficiente, que foi o que eu gostei. Então foi mais uma combinação perfeita!

Nota Gerais (sim, nossas notas foram iguais pra todos os pratos):

Entrada – 9.5
Prato Principal –9
Sobremesa – 10

Ou seja, é um restaurante super recomendado pra quem quiser ir.
E como bônus ainda fomos lá dois dias depois pra tomar sorvete, já que estavamos morrendo de vontade, já que no dia, depois de toda essa comida, não deu pra comer. Eu experimentei um de giandiua, o Hugo um de framboesa e banana;  todos os  sabores são sensacionais.


                    

Então, ir ao Eataly é uma boa pedida pra quem não quer almoçar e só passar pra conhecer em alguma tarde, ou mesmo pra quem quer almoçar e não quer perder muito tempo ou gastar um pouco a mais. Existem as outras opções de restaurantes rápidos dentro do Eataly, como La Piazza, onde dá pra comer queijos e embutidos e ainda tomar um ótimo vinho da adega, ou mesmo Le Verdure que tem o foco em vegetais e  nas suas preparações.
Enfim tem pra todo gosto.

PS – Puxa, não é que a nossa “filhinha” e o namorado estão pegando gosto pela boa gastronomia?
Que venham mais posts deste nível. A família agradece.

.

dcpv – mediterrâneo, mexicano? chivas na cabeça!!

número 116
26/07/06

Mediterrâneo, Mexicano? Chivas na Cabeça !

Photo_012508_003-2

Introdução – Bem, pra falar ( escrever) a verdade, tô sem saco (simbólico, claro); porisso sem muitas delongas ( ou depertos), vamos ao que faz sentido ( tô sentindo o cheirinho) e justifica a “ansiedadezinha” das quartas!

Vinhos

Tinto Flor de Castro Portugal
Sauternnes 2004 ( eu juro que é outra garrafa!)

MENU

Entrada – Pan com Tomate
                    Ovos Parmentier ( Gula  jul/06 – pag 68)

Principal – Asas de Frango com tangerina ( livro do Wok – pag 46)

Sobremesa – Sericaia de Maçã e Canela

Comentários

Pãozinho bom, ovos muito bons, asas de frango excelentes, sobremesa + ou – ( ê, Flora!) (Edu)
Entrada perfeita, asa de frango imperdível, vinhos maravilhosos. (Mingão)
Tudo bom! Excelente sabor dos acessórios (tangerina). Bão! (Déo)

Photo_052608_013-2

Fotos de coisas antagônicas, mas ao mesmo tempo maravilhosas ( cada uma à sua maneira). Petra e Nova York! Imagine fazer uma viagem contendo as duas ?

Observação final

Esse Chivas não é whisky, não! Muito provavelmente deve ser o time de futebol, o mexicano Chivas. Agora, o porque dele estar no título, acho que nem Deus sabe! ( vou procurar no Santo Google!) 

DICAS do Mark Bittman

EM VEZ DE molhos de saladas industrializados – são a maior roubada – …

… USE uma mistura de 3 partes de azeite e 1 parte de vinagre ou suco de limão, sal, pimenta, um pouquinho de mostarda de Dijon. Melhore esse molho à gosto, com mais ou menos vinagre, uma echalote, vinagre balsâmico ou mel ou alho ou estragão ou molho de soja ou … whatever.

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 633 outros seguidores

Blog Stats

  • 1,322,903 hits
março 2017
S T Q Q S S D
« fev    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Atualizações Twitter