Posts Tagged 're'

dcpv – parabéns, parabéns, re-querida!

23/09/2011
número 304

Parabéns, parabéns, Re-querida!

Era aniversário da Re (e da Drix) .

Resolvemos jantar juntos na sexta (fomos, coincidentemnete, ao sexto melhor restaurante do mundo) e fazer um almoço pra família no domingo.

Quando eu digo fazer, no nosso caso significa por, literalmente, a mão na massa.

E como a escolha recaiu sobre comida italiana (selecionei receitas da coleção da Folha, Cozinhas da Itália ), deixamos pra fazer tudo no domingo mesmo.

Teríamos a ajuda qualificada do Mingão e da Regina, além da facilidade de executá-las já que eram simples e prazerosas demais.

Começamos pela pasta. Feita à mão pela Dé, foi aberta e transformada em Ravioli de Batata e Hortelã (Cjalsòn di Timau), uma receita da região Friuli-Venezia Giulia.

O recheio é especial e dá um charme total ao prato. Imagine a mistura aromática de batatas, açúcar, canela em pó, manteiga, salsinha, hortelã, licor de conhaque, parmesão e temperos (pimenta e sal). Tipicíssimo.

Como entradas, tivemos Ovos Recheados (Uova a funghetto, também da região veneziana)

sorvete de parmesão (Gelato di parmigiano) uma receita da Emilia Romagna, servido numa casquinha de massa phyllo …

… e uma tremenda Salada Caprese (Insalata caprese, precisa dizerdaonde é?) com tomate caqui.

Acompanhando a massa como principal, uma carne, o Cozido de Carne Triestino (Gulash Triestino, proveniente de Friuli-Venezia Giulia) …

… e um Risoto de linguiça e salsão (Risotto con salsiccia e sedano, da região de Úmbria).

Arrisquei no risotto, porque fazê-lo pra 23 pessoas e deixá-lo al dente, não é mole (xiiiii)?

Mas pelo resultado final (não sobrou nada), todo mundo adorou.

E como sobremesa, apelei pro Suspiro Limeño do FF. Mas como? Ele é italiano?
O suspiro, claro que não, mas quis dar um toque de etnia ao almoço (e de facilidade também).

Cantamos novamente as milhares de músicas festivas da ocasião, …

… tomamos vários Cosmos em homenagem a aniversariante ( a Re é uma verdadeira Cosmopolitanatra), …

… bebemos alguns bons “vinho” …

… e mais uma comemoração foi efetuada (valeu, filha. Nós te amamos muito).

É claro que a festa não seria completa sem a colaboração do Anisete da D Anina.

Corta pra terça-feira. Era dia de reunião da confraria e eu acordei com aquela sensação de falta de criatividade. O que fazer?

Olhei pra geladeira, me lembrei do almoço de domingo e, especialmente, da falta de fotos dos pratos finalizados. Daí a pensar em reproduzir em menor escala quase todos os pratos (só não refiz o risotto) foi um pulinho.

É claro que o resultado final foi muito melhor.

E bem mais bonito.

As entradas resultaram espetaculares. Temperei muito melhor a Caprese (com bastante azeite, flor de Sal, manjericão, pimenta do reino e um pesto de salsinha).

Resolvi inverter a posição do ovo e assim, consegui colocar muito mais recheio (composto da gema, anchovas, atum em conserva, azeitonas, alcaparras).

E o sorvete ficou muito mais cremoso e saboroso (além de menos salgado), só que numa casquinha de massa folhada.

Tomamos um vinho tinto Cabernet Sauvignon Atrium Torres 2007 que foi “superlativo, vídeo show, galego, torresmático“.

Continuamos o “vale a pena ver de novo” com o simples esquentar do Cozido de Carne Triestino (olha a Veneza de novo aí, gente), …

… da nova execução dos ravioli (feitos pela Dé e por mim) e servidos com molho noisette …

… além da montagem especial do prato.

Uma verdadeira delícia!

Acompanhamos com o Tempranillo, Graciano y Mazuelo Marques de Riscal 2001, um verdadeiro e legítimo “maçã verde, entende do riscado, arquitetônico, del rey“.

A surpresa, em relação ao almoço de domingo, foi a sobremesa.

Uns legítimos Morangos Gratinados (Fragole gratinate, da região Trentino-Alto Adige) com um creme formado por creme de leite batido com gemas misturadas no açúcar e levado à geladeira.

Perfeito. E ainda mais com a escolta dum legítimo Lemoncello da Sícilia.

Bom, esta foi a epopéia do aniversário da Re. A festa começou na sexta (com a presença dela), continuou no domingo (ainda com a presença dela e da famiglia) e terminou na terça (sem a presença física dela).

Uma verdadeira beleza (assim como ela e a mamãe).
E olha que ela, a Re, óbvio, está de volta ao mercado. Agum chef bonitão se habilita? 🙂

Ciao.

.

dcpv – da cachaça pro vinho – bruschetteria dcpv no aniversário da Re!

parabéns pra você
23/09/08

dcpv – Bruschetteria DCPV no aniversário da Re!

Tudo certo! Aniversário da Re! Dia de comemorar e aproveitar pra ir jantar num lugar legal.

Liguei pro Mani e reservei pras 20:30 hs (e justiça foi feita pela Vejinha ao escolher quase por unanimidade este excelente restaurante como melhor cozinha contemporânea de São Paulo. Ele é  comandado pela Helena Rizzo e pelo esposo dela, o Daniel Redondo).


Deu pra perceber a pegada “Disney “que a Dé imprimiu ao visual, né?

Tudo certo? Não, não estava, pois a Re estava ‘pregada’ e nós também. Já imaginou enfrentar trânsito, ir pra São Paulo, Lei Seca no cangote! A solução foi cancelar a reserva e fazer umas bruschettas especiais de aniversário.

A minha idéia pra bruschettas (e crostinnis) é a seguinte: pegue o que tiver na geladeira e na despensa, torça pra ter um bom pão italiano (e eu tinha!) e aí, é só improvisar que vai ficar muito bom!

Resumindo, fiz as seguintes:

1 – Um crostinni de queijo ementhal, linguiça calabresa defumada frita no óleo de gergelim com gengibre e alho poró picados, queijo parmeggiano reggiano e cebolinha.

2 – Uma bruschetta de requeijão, parmesão ralado (no microplane), flor de lotus à milanesa e sal de limão.

3 – Uma bruschetta de molho de tomate encorpado, mussarela, alecrim fresco e sal de limão.

4 – Uma bruschetta de bolinhas de queijo de cabra apimentado, peito de frango, pimenta biquinho (a famosa acácá) e sementes de lavanda.

5 – Um crostinni de queijo de cabra com mel de pimenta rosa, maple syrup, chocolate e açúcar gay.

Todas ficaram muito boas (na verdade, espetaculares) e com sabores diversos, passando pelo amargo (sal de limão) e chegando ao super-doce ( el e maple). Dignas do aniversário da nossa querida Renatinha!

Ainda tomamos (os 3 ) um vinho tinto Out of Africa Pinotage 2002 South Africa  que foi segundo a Re, “tinto“; segundo a Dé, “maduro” e segundo eu, “rubi”. Uma maravilha!

Aproveitamos, eu e a Dé, pra fazer um momento Caras com a Re, uma entrevista com as preferências dela. Leia quais são:

cor – vermelho /red
sapatos – All Star / Loboutin
Artista – Céu, Mariana Aydar e Marisa Monte/Madonna (com ingresso e tudo)

Cidade – São Paulo/New York
Roupa – Triton/Miss Sixty

Comida – Chocolate/Thay
Viagem – Canela/Paris

Hospedagem – Meu quarto/Huka Lodge, NZ
Restaurante – Mestiço/Le Boutle Chaillot
Presente preferido – Corpete vermelho/All Star com ziper/ Anel de prata

E aí, pra completar a noite, cantamos (eu e a Dé) parabéns e com um belo bolo de fubá com cobertura de chocolate feito pela Flora, o preferido da Re.
A festa (e o churrascoso) será no sábado, mas aproveitamos bastante esta festa super-particular, quase uma festa do pijama!


Adivinha quantos anos que a Re fez?

Feliz aniversário, luz dos olhos meus (nossos)!

Até !

PS – Vamos aproveitar pra desejar um feliz aniversário pra Adriana, a Drix, a escritora do dcpv, que assim como a Re, comemora junto, a chegada da primavera!

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se aos outros seguidores de 654

Comentários

Blog Stats

  • 1.448.714 hits
julho 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Atualizações Twitter