Posts Tagged 'rodrigo oliveira'

dcpv – esquina mocotó – o encontro dos sabores brasileiros.

01/07/2013

Esquina Mocotó – O encontro dos sabores brasileiros.

Eis a definição de esquina no pai dos burros: canto exterior formado por dois planos que se cortam (e que podem ser ruas).

DSC06717

Agora imagine um restaurante que fica numa esquina, bem ao lado do famoso Mocotó e que tem por filosofia, mesclar sabores bem brasileiros com toques da gastronomia do país e melhor, extremamente, saborosa?

DSC06766

Pois é justamente o princípio do Esquina Mocotó, onde o chef Rodrigo Oliveira projetou e executou este modelo de culinária.
É claro que, por ser ao lado do sempre muvucado Mocotó, ou seja, na Vila Medeiros, tudo continua sendo longe pra caramba.

DSC06767

Mas é mais claro ainda, que toda esta caminhada até lá vale muito a pena, além de aumentar o apetite. 🙂

DSC06718

O lugar tem mais um upgrade: aceita reservas.

DSC06743

Marcamos pra conhecer justamente quando os Loguercio estariam por aqui (junto com o Gustavo).
Chegamos bem atrasados, mas a justificativa era da mais nobres: atravessamos um tremenda multidão, mais conhecida como Marcha para Jesus.

DSC06723

E nos surpreendemos com tudo. Com a modernidade da decoração, com a cozinha bem a vista e na entrada do restaurante e com o excelente treinamento da brigada.

DSC06746

Enquanto escolhíamos os pratos, pedimos umas entradinhas pra distrair os nossos estômagos. Uma delas eram os icônicos dadinhos de tapioca ,…

DSC06727

… e a outra, originalmente denominada a Porcaria, formada de terrine da casa, embutidos da família Cinque, presunto Salamanca, porco na lata, dadinhos de porco e conserva de cebolas. Simplesmente perfeitas.

DSC06726

Pra acompanhar, uma garrafa dum espumante nacional, o Cave Geisse Brut.

DSC06725

Como principais, os garotos, o Gustavo e a Re (que dividiu com a Dé) foram de carne-de-sol com baião de dois sertanejo.

DSC06734

A Lourdes escolheu  copa lombo, purê de grão-de-bico e cenoura braseada.

DSC06738

O Eymard foi de bisteca de porco e palmito pupunha fresco assado na casca.

DSC06736

Eu ousei (e não me arrependi) ao pedir uma suculenta barriga de porco, favas, legumes e folhas.

DSC06740

Tudo muito bom e temperado na medida certa.

DSC06741

Tivemos um arroubo que acarretou no, talvez, único desacerto desta refeição. Seguimos uma indicação do atendente e pedimos um vinho tinto mineiro (sim, senhores) Syrah Primeira Estrada 2010 que não agradou muito.

DSC06732

Em compensação, fizemos quase que uma verdadeira degustação de sobremesas. Pedimos Cajá Manga – purê de manga com baunilha baiana, sorbet de cajá e coco crocante, …

DSC06761

Umbuzada Panacota – o clássico italiano na nossa versão, …

DSC06752

Chocolate e leite – musse de chocolate caramelo amanteigado e sorvete de leite, …

DSC06751

Goiaba, goiaba e goiabada – sorbet de goiaba branca, goiaba confit e goiabada com vinho

DSC06756

… e o clássico e fantástico sorvete de rapadura.

DSC06758

Resumo da ópera, ou melhor do samba: o Esquina Mocotó é um lugar que veio pra ficar.

DSC06764

É praticamente uma evolução do Mocotó e do próprio Rodrigo.

DSC06749

É mesmo um encontro de sabores.

DSC06730

Inté.

.

dcpv – da cachaça pro vinho – fazendo (muitas) coisas com a pimenta biquinho

nº 209
25/03/09

dcpv – Fazendo (muitas) coisas com a pimenta biquinho        

“A nova queridinha das mesas gourmet não arde, é incrivelmente aromática e revela uma doçura instigante”.

dsc06904-21

É assim que começa uma (excelente) matéria que a Luciana Lancelotti (Bistro Pimenta) escreveu pra não menos excelente revista Prazeres da Mesa (edição fev/09) sobre a pimenta biquinho.
“Pode comer que essa é diferente, não arde não!” Certamente essa será uma frase que você ouvirá quando alguém lhe oferecer a tal. E acredite, ela é diferente mesmo!

dsc06906-2

Como a própria Luciana diz na Prazeres, “e ainda, sobre algum resquício de desconfiança, descobre-se que a tal pimenta, de fato, não é ardida. Melhor: aos poucos, ela revela ao paladar uma doçura intrigante, que desperta a vontade de degustá-la em porções. Pronto. Quando você se dá conta, a biquinho já lhe conquistou.”

E é isto mesmo que acontece. A paixão pela biquinho é fulminante. Além dela ser plasticamente perfeita com o seu formato de balãozinho.

dsc06929-2

Fãs confessos da biquinho, Pascal Bardot, Volmar Zocche, o grande Rodrigo Oliveira (Mocotó), Mauricio Ganzarolli (que bolou todas as receitas da matéria); todos eles são apaixonados pela “pimenta que não é pimenta”.  Inclusive, um dos maiores sucessos de público do Mocotó, a carne-de-sol na brasa, assada e finalizada na manteiga de garrafa, alho assado e chips de mandioca é acompanhado pela biquinho.

“Como ela é conservada em vinagre, faz um bom contraponto à untuosidade da carne, conferida pela manteiga”, diz o Rodrigo.

dsc06925-2

Taí! Com todos este motivos (depoimentos de grandes chefs, excelentes texto/pesquisa da Luciana editados pela Prazeres) estava mais do que definida mais uma noite do dcpv: Receitas com a Pimenta Biquinho. Vamos lá!

Bebidinha Caipirinha de Tangerina com Pimenta Biquinho

A princípio estranha, esta caipirinha (com cachaça ,viu, Gisela e Confraria) se mostrou surpreendente.

dsc06916-2

Pimenta biquinho, tangerina e açúcar são levemente amassados e misturados. Coloque um pouco de xarope de banana, sal, a cachaça e gelo.

dsc06914-2

Adicione a biquinho pra decorar e beba. Bom!

Entrada Pirão de camarão com pimenta biquinho

Um pirão muito bem feito e com a preponderância do avinagrado adocicado da pimenta biquinho .
O pirão é composto de camarão, tomates sem pele e sem sementes, farinha de copioba, caldo de peixe (feito com as cabeças do camarão, por favor!), cebola e alho picados, azeite, sal, pimenta e a biquinho, a estrela da noite.

dsc06900-2

Todo mundo reclamou (até a Dé), pois não fiz o suficiente pro repeteco.

dsc06926-2

Acompanhamos com uma saladinha da casa e a novidade teconológica (valeu, Leo ): manga “caviarizada” feita aqui mesmo no dcpv. A primeira vez (e a gente nunca esquece!) que foi feita uma verdadeira esferificação ao vivo e em cores. Te cuida, Adriá!

dsc06909-2

Tomamos um belo branco brasileiro (opa), o DA’divas Chardonnay 2008 duma vinícola que somos fãs, a Lidio Carraro. Este foi “bico” de opinar: “divino, dadivoso, das divas, delicioso”. Este vinho vai dar o que falar!

dsc06933-2

PrincipalBorogodó

Não sei quem falava que tal coisa era o “ó do borogodó!”. Só sei que era uma expressão não muito favorável! Certamente, este Borogodó não é o “ó”!
Na verdade, ele é um baião-de-dois feito com  cebola dourada na manteiga de garrafa e adicionando pimenta biquinho, arroz pronto, feijão de corda cozido e queijo de coalho em cubos. Bonito e delicioso.

dsc06899-2

Acompanhado por uma carne-seca (de primeira by Sex Shop) que foi ligeiramente frita junto com cebola dourada na manteiga de garrafa e finalizada com cebolinha verde cortada fininha.

dsc06908-2

Um prato bonito, saboroso e que fez a moçada ( Déo e Mingão) repetí-lo e detalhe, com o segundo prato muito maior do que o primeiro.

dsc06946-2

São uns fominhas!

dsc06949-2

Acompanhamos com outro Lidio Carraro, desta vez um tinto e top de linha, o Tannat 2006 que nos bicou e disse: tânico, cacazesco, irresistible, le vin est très agreable.

dsc06942-2

SobremesaSorvete de Caju

Não constava nenhuma sobremesa na matéria da Prazeres. E como o Rodrigo Mocotó participou da mesma com as suas opiniões, aproveitei uma receita que ele mesmo me passou por e-mail e adaptei pra dar um tom “biquinhesco”. Esta receita era de um Sorvete de Caju com Paçoca de Castanha.

dsc06934-2

Uma mistura de melado de cana, mel, suco de caju, sorvete de creme e creme de leite fresco.

dsc06950-2

E a paçoca é feita de rapadura, castanhas de caju e farinha de rosca.Uma biquinho pra decorar e pronto!

dsc06952-2

Veja a opinião dos “acacás”:

dsc06930-2

Espetacular! Uno de los mejores! (Edu)
Je t’aime mon noi plus. (Mingão, Jane Birkin e Serge Gaisnbourg)
Bão demais da “conte”. (Déo)

Grato ao pessoal da Prazeres da Mesa (a Marta, ao Ricardo Castilho) por liberar e a Luciana pela excelente matéria sobre a nossa querida pimenta biquinho que já é, há muito tempo, a preferida por aqui (é o dcpv antecipando a moda!)

dsc06923-2

Esperamos que outras grandes matérias sejam usadas em mais noites Prazerosas! Que tal receitas simples de cozinha molecular?

Abs acacazianos.

Até!

.

dcpv – da cachaça pro vinho – mocotó – segunda chance

ô lugarzinho bom
03/01/09

dcpv – Mocotó – Segunda Chance

Como deu pra perceber, nós adoramos quando fomos ao Mocotó pela primeira vez. Não somente nós como a multidão que se encontrava por lá para experimentar a comida nordestina, excelente, farta, saborosa, barata e extremamente personalizada do Rodrigo Oliveira.

dsc04814-2

E o Rodrigo, gentilmente, participou também do nosso dcpv x Chef ao me mandar as receitas que compunham o menu  “Picando a Mula”  que nós “executamos” literalmente. Uma grande ideia ao mesclar o agreste com a Toscana!

dsc04758-2

Com toda esta intimidade e como tínhamos feito fotos de celular na primeira vez, pensamos em fazer uma segunda visita só pra verificar a quantas andava aquele furor todo sobre o restaurante em que até os chefes espanhóis (Adriá e Cia) foram comer e pelo que eu ouvi falar, muito e bem.

dsc04774-2

Desta vez, fomos almoçar. Roteiro extremamente turístico, saímos  (eu, a Dé, o Mingão e a Regina) cedinho de casa e passamos pela rua Paula Souza (que achamos uma “bomba”), a Liberdade (um espetáculo, especialmente o Marukai que é um sex shop nipônico) e esticamos (se é que se pode chamar deste jeito) pra “lunchar” no Mocotó.

O caminho até a Vila Medeiros é pra deixar qualquer Maria (do GPS) pedindo pra ser demitida. Após 30 minutos de “virar à direita”, “seguir à esquerda” chegamos por voltas das 14:00 hs.

dsc04759-21

Casa cheia! Estupidamente cheia! Fila de espera de uma hora! Mas como estávamos lá, resolvemos fazer como na Tenda do Nilo e ficamos.
Não só ficamos como começamos os trabalhos com uma caipiroska e uma caipirinha de caju. Escoltadas por uma porção de chips de mandioca…

dsc04756-2

… uma de queijo-de-coalho com melaço…

dsc04760-21

… uma de carne-seca  com cebola roxa …

dsc04765-2

… e uma de torresminho crocante que é de mandar o cardiologista às favas!

dsc04757-2

Que por sinal, o Rodrigo as faz muito bem. As favas, é claro!
Algumas Originais (na temperatura certa) e um hora depois, fomos acomodados na nossa mesa.

dsc04775-2 dsc04777-2

É tempo de pedir mandioca cozida com purê de leite (a Dé fez questão) …

dsc04787-2

… baião de dois, um feijão com arroz incrementado por queijo, linguiça (sem trema), bacon e carne-seca (eu fiz questão)…

dsc04782-2

… uma farofinha ( a Regina fez questão)…

dsc04783-2

… e a carne-de-sol fatiada  na chapa com pimenta biquinho e alho assado (o Mingão fez questão ) que por sinal é a foto referente ao prêmio da Vejinha, mais um do montão que o Mocotó anda colecionando.

dsc04780-2

O prato montado com um pouquinho de cada, ou o menu degustação, mostrava o porque do Rodrigo ser tão reverenciado!

dsc04790-2

Estava tudo muito delicioso e com um sabor tão marcante que nos sentimos em pleno agreste parisiense.
As sobremesas foram as mesmas da outra vez. Sorvete de rapadura  e ….

dsc04794-2 dsc04802-2

… mousse de chocolate com cachaça. E continuavam maravilhosas. Vou ver se consigo a receita deste sorvete que é um dos segredos da mãe do Rodrigo e tentarei reproduzí-lo em cativeiro ou seja, aqui em casa.

Resumo da coisa toda: o Mocotó não só continua muito bom como parece ter dado uma aperfeiçoada. Fica o conselho pra quem ainda não conhece: vá, pois além de tudo, você gasta muito pouco!

dsc04771-2

E tem mais. Prometo que na próxima e terceira vez, testaremos o atolado de bode!

Até a próxima!

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se aos outros seguidores de 656

Comentários

Blog Stats

  • 1.451.321 hits
agosto 2020
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Atualizações Twitter