Posts Tagged 'sabor'

dcpv : thai or not thai? that’s the question.

número 243
19/01/10

Thai or not Thai? That’s the question.

As mulheres sempre tem aquele vestido preto basiquinho que quebra qualquer galho.
Os homens não se preocupam muito com isso, mas uma boa camisa serve pra ir desde  a um funeral até  um jantar na casa da sogra.

E nós, os gastronômos, também temos a nossa tábua de salvação praqueles dias sem grande inspiração.
Qual é a sua?
No meu caso se chama Culinária Tailandesa, Receitas Especiais Fáceis de Fazer  e é claro que é um livro. Eu estava num daqueles dias (calma!), sem qualquer imaginação quando apelei pra ele. E logo montei um belo menu tropical, saboroso, cheiroso, apimentado, ou seja, a mais absoluta certeza de um grande resultado.

“A Tailândia tem o tamanho da França e uma população de 60 milhões de pessoas. Seus vizinhos diretos são Burma, Laos, Camboja e Malásia. Devido ao comércio entre estes países, muitos ingredientes são comuns a essas culinárias, mas em geral os métodos empregados no preparo são totalmente diferentes provando que a comida não tem fronteiras nem limites”.

É isto mesmo. Tudo na cozinha tailandesa tem uma característica própria e só o uso do molho de peixe (o nam pla) já justificaria toda esta magia. Cuidado, nam pla vicia!! rsrs
Vamos, então, a (mais uma, e espero que não a última) noite tailandesa no DCPV.

1 – Bebidinhas – Caipirinhas de Lima da Pérsia e Manga/ Kiwi e Manga   

Excelentes e refrescantes.

2 – Entrada – Bolinhos de Milho – Tawd Mun Kow Pad ( pag 57)

Carne de porco moída, milho suculento, folhas de limão perfumadas e um toque de pasta de curry vermelho, misturados em bocados crocantes de dar água na boca, servidos com o sabor maravilhoso do relish thai”.
É esta a descrição exata deste prato.

Basta fazer uma massa com milho (em lata), carne de porco moída, pasta de curry vermelho (tem no sex shop), molho de soja, amido de milho, folha de limão kaffir (adivinha onde tem?), coentro e ovo batido pra dar liga.
Molde bolinhos chapados e frite-os.

Sirva com um relish crocante de pepino  (pimenta dedo-de-moça, pepino, coentro, açúcar, água, vinagre de arroz e sal).

Como sempre, um contraste magnífico entre o doce, o amargo, o crocante e o macio.

Pra melhorar tudo (se é que isso fosse possível) tomamos um vinho branco italiano Pinot Grigio DOC Grave 2009 que estava “verde-cítrico, manjericão thai, troppíssimo, troppo allgero” segundo os figuras de olhos puxados, nós mesmos.

Sopa – Frango com Coco ( Tom Kha Gai)

“Esta sopa cremosa e aromática com tenras tirinhas de frango tem o sabor picante da pimenta vermelha. Antes de tomá-la, sinta a fantástica mistura de aromas”.

Sentimos. Tomamos e adoramos ( mais uma que a Dé incorporou ao cardápio da família). Apesar do cacófato do nome em tailandês!! rsrs

Fácil de fazer : cozinhe uma lata de leite de coco até ficar liso. Numa outra panela, coloque 2 copos cheios de caldo de frango, 1 copo de água, 2 cm de galanga picada (usei gengibre), 2 pimentas dedo-de-moça sem sementes e em tiras, 1 talo de capim -limão e 3 folhas de limão kaffir. Junte o leite de coco, 4 colheres de nam pla, 2 colheres de sopa de suco de limão e 1 colher de chá de açúcar. Deixe ferver, diminua o fogo e espere 5 minutos.
Ferva de novo, coloque 1 peito de frango em tiras e espere cozinhar.

Sirva enfeitado com folhas de coentro.

É, dá pra usar como perfume e passar atrás da orelha. Delicioso, ainda mais com a companhia do Pinot Grigio.

Principal – Vieiras com Pimenta e Manjericão – Koy Shell Pad Bai Kapsow

“Vieiras refogadas com cebola, pimenta, manjericão e molho de peixe são um  prato delicioso. O ideal é cozinhá-las ou refogá-las rapidamente”.

Vieiras são os frutos do mar mais delicados do mundo. E esta receita realça esta característica. Só podia ser thai mesmo!
Corte vieiras grandes na horizontal e ao meio.

Aqueça uma wok, adicione óleo e refogue as vieiras por 1 minuto.
Deixe as vieiras de lado e coloque cebola roxa,…

… pimenta dedo-de-moça, …

… folhas de manjericão, …

… cebolinha, nam pla , açucar e pimenta.

Servi com arroz branco misturado com castanhas de caju torradas e cardamomo em pó.

É realmente um prato com sabor, textura e aroma. Ou seja, thaizaço!

Aproveitei pra dar uma inovada e tomar um vinho tinto, o Colona Selection 2007 Casitllo Torre Beneja que foi “delicado, marroquino, suuflair. correcto” segundo os garotos que gostam de nam pla, nós mesmos. 

Sobremesa – Frutas cïtricas com calda perfumada de jasmim (Ruam Mit) – pag 177 

“Uma experiencia inesquecível: laranjas suculentas, mangas e lichias doces e perfumadas numa calda rica, delicadamente aromatizada com essência de jasmim, coberta de gelo picado”.

Delicadíssima, como quase toda sobremesa thai. Basta fazer um caramelo bem líquido e adicionar uma essência (no meu caso, água de flor de laranjeira). 

Coloque laranjas em gomos, lichias e mangas picadas em cubos numa tigela; junte  a calda e leve a geladeira.

Pronto! Pra dar um cheirinho mais legal, coloquei sementes de lavanda. Zen demais.

Eis a opinião dos relaxados confrades:

Um verdadeiro atelier de perfumes! E o sommelier Mingão detonou. (Edu)
From Thayland with love. (Mingão)
Perfeita noite de sabores. (Deo)

 

Mais uma noite onde sentimos todo o peso da verdadeira comida thai: o sabor das pimentas, do coco cremoso, do coentro, do manjericão, das folhas de limão kaffir e o salgado nam pla; a textura da castanha de caju, das lichias e o aroma do capim-limão e do leite de coco.

Sawasdee Krup.

.

Anúncios

É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 658 outros seguidores

Posts recentes

Comentários

Blog Stats

  • 1.425.504 hits
outubro 2019
S T Q Q S S D
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios