Posts Tagged 'san gimignano'

dcpv – giorno venticinque – itália – toscana – san gimignano/monteriggioni, esta dobradinha é demais!

04/06/2019 (vivido em 24/10/2017)

Giorno venticinque – Itália – Toscana – San Gimignano/Monteriggioni, esta dobradinha é demais!

Sabe aqueles dias em que você acorda feliz porque irá ver coisa boa?

Pois esse seria assim.

A primeira atividade foi visitar o Antico Frantoio Doglia.

Pra quem não sabe, Frantoio é o lugar onde o azeite é processado.

E desta vez vimos o processo todo ao vivo.

Desde a chegada das azeitonas, …

… a limpeza das mesmas, …

… o amassamento delas, …

… a formação da pasta, …

… a primeira filtragem …

… e, enfim, o produto final.

Foi perfeito.

Ainda tivemos uma degustação do “olio” …

… em forma de Bruschetta, numa salada e com tomates (e que tomates!)…

… além duma boa taça dum Chianti Rosso.

Aconselho profundamente este tour.

Dali, partimos diretamente para San Gimignano.

Esta é uma cidade bastante turística, mas que é muito bonita também.

Todas as vezes que a visitamos, encontramos uma forma diferente de beleza.

E sempre se consegue ângulos improváveis para boas fotos.

Pra variar, tomamos bons sorvetes no Dondoli.

Esta sorveteria é um dos pontos turísticos da cidade.

Como ainda estava cedo para o almoço, …

… bebemos …

… uns bons drinks (Proseccos, Aperol Spritz e até um horrível Campari Spritz) …

… numa bar com uma vista incrível, …

… pra, aí sim, ir almoçar no Belsoggiorno, …

… mais uma lugar com uma vista maravilhosa, …

… e com uma comida que não fica atrás.

Pedimos vários pratos, …

… um vinho branco e um tinto, …

… e retornamos pra Piazza della Cisterna, …

… onde além de tomarmos mais uns sorvetes, …

… tivemos o prazer de conhecer pessoalmente o Sr Dondoli. Que figura!

Retornamos pro estacionamento e zarpamos pra Monteriggioni.

A ideia seria ver, mais uma vez, o magnífico por do sol.

E ele não decepcionou.

Apareceu com maestria …

… deixando todos boquiabertos …

… maravilhados com esta força da natureza…

… e com uma LUZ incrível!

O pós por do sol foi mais bonito ainda, …

… com as nuvens todas coloridas …

… e a cidade reluzente.

Voltamos pra casa extasiados e nos preparando pra comer pizzas no I Tre Pini.

Era o niver do Lucas e foi muito bem comemorado por todos.

Brindamos, cantamos parabéns …

… e voltamos pra nossa villa, onde, certamente, dormimos o sono dos encantados justos.

Ah, tem mais uma coisa.

San Gimignano é tão perfeita que parece que é a Disney que toma conta dela.

Arrivederci.

Veja os outros dias desta epopéia:
giorno uno – itália – toscana, amore mio ou o inicio duma bela jornada!
giorno due – itália – toscana – um simples domingo.
giorno tre – itália – toscana – antinori, o visionário.
giorno quattro – itália – florença – lindíssima, como sempre!
giorno cinque – itália – san gimignano, a verdadeira manhattan toscana e porque não dizer, uma über model
 giorno sei – itália – toscana – siena e monteriggioni, a maior e menor, são belíssimas.
giorno sette – itália – toscana – eu prefiro as curvas das estradas de chianti.
Itália – Toscana – Giorno otto – Em Impruneta, como os imprunetanos!
Itália – Toscana – Giorno nove – Certaldo, uma cidade pra se conhecer em camadas.
giorno diece – Itália – Toscana – Comida pantragruélica com o maior açougueiro do mundo!
giorno undici – Itália – Toscana – Retornando à Florença, que continua mais bela do que nunca!
giorno dodici – itália – prada na toscana? e lucignano, você conhece?
giorno tredici – Itália – Toscana – My name is … (by Suzanne Vega)
giorno quattordici – Itália – Toscana – San Gimignano e Monteriggioni, a vingança!
giorno Quindici – Toscana – Impruneta – Nunca foi tão bom ficar em casa.
giorno Sedici – Itália – Toscana – Fiesole, vicino a Firenze.
giorno Diciotto – Itália – Toscana – Repetido mas bom demais.
giorno Diciannove – Italia – Toscana – Colle di Volterra.
giorno Venti – Itália – Toscana – Jogo de Siena.
giorno Ventuno – Itália – Toscana – Estas top models toscanas San Gmignano e Monterriggioni são demais.
giorno Ventidue – Italia – Firenze – É sempre um prazer revê-la.
giorno Ventiquattro – Italia – Toscana será que deveríamos retornar pra Pisa e Luca?

.

Anúncios

dcpv – giorno ventuno – itália – toscana – estas top models toscanas (san gimignano e monterriggioni) são demais!

04/05/2019 (Vivido em 20/10/2017)

Giorno ventuno – Itália – ToscanaEstas top models toscanas (san gimignano e monterriggioni) são demais!

E não é que retornamos na dupla San Gimignano/Monteriggioni?

Hoje fomos apresentá-las pra Helena, pro Lucas, pra Márcia e pro Deo.

E, pra variar, curtimos muito.

Fomos cedo pra San Gimignano .

Pra quem não se lembra, esta cidade é aquela das torres, a Manhattan italiana..

E dos ângulos especiais para fotos.

Pra todo lugar onde se olha, …

… obtém-se uma paisagem bacana e totalmente diferente.

Enfim, uma grande top model. É claro que subimos pela via principal, …

… clicando bastante …

… e chegamos logo a Piazza della Cisterna, ….

… provavelmente o lugar mais charmoso …

… e onde, certamente, se come o melhor sorvete do mundo, …

… na gelateria Dondoli .

Depois de nos deliciarmos, descemos pelo lado oposto da praça, …

… onde descobrimos novos ângulos desta über model.

E a vista da região externa não fica nada a desejar, …

… se comparada …

… ao que se vê na cidade.

Sem contar que o comércio todo é muito charmoso (tem cada flor lá!)  …

…. e com lojas muito diferentonas.

Estávamos com fome , …

… mas antes demos uma parada pra tomar alguns Spritz …

… e observar tudo o que passava na nossa frente, assim como aqueles velhinhos do Muppet Show. Lembra?

Tinha feito uma reserva na Trattoria Rigoletto que fica fora das muralhas da cidade …

… e é muito pequena.

Pedimos um montão de comidas diferentes 😀, …

… tais como picis, …

… spaghetti cacio e pepe, …

… spaghetti ao sugo, …

… lasanhas e outros quetais.

Tomamos bons Vernaccias …

… e além de gostar da comida, demos muitas risadas.

Ainda pedimos duas sobremesas só pra beliscar.

Um mil folhas (seriam duas folhas? 🙂 )…

… e um cantuccini com vin santo.

Olha, o lugar é bastante curioso e a comida é muito boa.

Subimos toda a rua, …

… compramos mais algumas coisinhas …

… tomamos mais alguns sorvetes …

… e fomos pra Monterriggioni (isso sim é uma reunião da Confraria!) .

A bela cidade é muito pequena .

E isto é que a faz muito divertida.

Esta pequena top model …

… se mostra de uma forma muito bonita aos nossos olhos.

E como não poderia deixar de ser, …

… fomos brindados com mais um por do sol.

Na verdade, este foi “o” por do sol.

Só nos restou agradecer por toda esta visão …

… e tirar mais e mais fotos.

Voltamos pra casa, …

… pra nossa Pietrina

… resolvemos que jantaríamos pizza novamente no I Tre Pini…

… e com a companhia de dois Chiantis Clássico.

Mais uma vez, demos graças de estar participando de toda esta festa.

Infelizmente, não consegui tirar fotos do céu estrelado desta noite.

Mas fica a lembrança de que a Toscana é muito mais bonita ao vivo, …

… do que qualquer imagem possa captar.

E tenho dito!

Arrivederci.

Veja os outros dias desta epopéia:
giorno uno – itália – toscana, amore mio ou o inicio duma bela jornada!
giorno due – itália – toscana – um simples domingo.
giorno tre – itália – toscana – antinori, o visionário.
giorno quattro – itália – florença – lindíssima, como sempre!
giorno cinque – itália – san gimignano, a verdadeira manhattan toscana e porque não dizer, uma über model
 giorno sei – itália – toscana – siena e monteriggioni, a maior e menor, são belíssimas.
giorno sette – itália – toscana – eu prefiro as curvas das estradas de chianti.
Itália – Toscana – Giorno otto – Em Impruneta, como os imprunetanos!
Itália – Toscana – Giorno nove – Certaldo, uma cidade pra se conhecer em camadas.
giorno diece – Itália – Toscana – Comida pantragruélica com o maior açougueiro do mundo!
giorno undici – Itália – Toscana – Retornando à Florença, que continua mais bela do que nunca!
giorno dodici – itália – prada na toscana? e lucignano, você conhece?
giorno tredici – Itália – Toscana – My name is … (by Suzanne Vega)
giorno quattordici – Itália – Toscana – San Gimignano e Monteriggioni, a vingança!
giorno Quindici – Toscana – Impruneta – Nunca foi tão bom ficar em casa.
giorno Sedici – Itália – Toscana – Fiesole, vicino a Firenze.
giorno Diciotto – Itália – Toscana – Repetido mas bom demais.
giorno Diciannove – Italia – Toscana – Colle di Volterra.
giorno Venti – Itália – Toscana – Jogo de Siena.

dcpv – giorno quattordici – Itália – Toscana – San Gimignano e Monteriggioni, a vingança!

13/10/2017

Giorno quattordici – ItáliaToscana –  San Gimignano e Monteriggioni, a vingança!

Mais um dia puxado.

Depois da esbórnia de ontem à noite, …

… e mesmo com todo mundo com sono, …

… teríamos que cumprir com o programado (que chato, né?). 🙂

Iniciamos num vizinho nosso, o Antico Frantoio Doglia.

Para quem não sabe, frantoio é um lugar onde azeitonas são transformadas em azeite. E nós fomos justamente descobrir como isso é feito.

Uma pena que desta vez, as azeitonas ainda não tinham sido colhidas.

Mas a nossa guia, a Ugheta, nos explicou tudo claramente (em italiano) …

… e pudemos perceber como o sistema hoje em dia, …

… é completamente mecanizado…

… e isso aumenta em muito …

… a qualidade do produto final.

Ainda tivemos uma pequena degustação de azeite em três formatos de comida: numa salada Caprese, em fagioli bianco e numa bruschetta simples.

Estava perfeito, ainda mais acompanhado dum bom Chianti rosso.

Resumindo, este passeio é super recomendável.

Por ser perto, passamos na vinícola Antinori nel Chianti Classico.

É um lugar pra se ir tantas vezes quantas forem possíveis.

Mesmo que não se faça um tour (altamente recomendável) …

… só a arquitetura já vale a visita.

Fuçamos em tudo o que era possível …

… e visível …

… e ainda consegui com que passassem o filme da história dos Antinori só para o nosso grupo.

Taí outro lugar que certamente retornaremos com os outros hóspedes.

Em seguida, rumamos para a belíssima San Gimignano.

Tudo bem que ela é muito turística …

… mas, ali, cada vista é uma obra prima.

Ainda mais com esta luz toscana.

Andamos bastante …

… curtimos muito …

… almoçamos num lugar bacana, a Locanda de Sto Agostinho, …

… onde comemos vários especialidades locais …

… tais como capreses, …

… pici, …

… lasanha de alho poró …

… gnocchi com trufas negras …

…e tomamos alguns Vernaccias.

Aproveitamos pra recarregar nossas energias tomando um sorvete campeão do mundo, o Dondoli.

Pronto, o dia perfeito estava terminando.

Mas resolvemos dar um up, passando na pequena jóia Monterriggioni.

E mais uma vez ela não nos decepcionou.

Esta minúscula e encantadora cidade …

… é sedutora …

… e o seu por do sol …

… é matador.

Pra terminar a noite, …

… pedimos uma tábua de frios e queijos …

… e tomamos mais um bianco Vernaccia DOCG.

Pronto, estávamos no estágio perfeito …

… em que só faltava emitir um ooooooooommmmm …

… e agradecer por este dia Toscano maravilhoso com a família.

Arrivederci.

 

 

 

dcpv – giorno cinque – itália – san gimignano, a verdadeira manhattan toscana e porque não dizer, uma über model

04/10/2017

Giorno cinque – Itália San Gimignano, a verdadeira Manhattan toscana e por que não dizer, uma übermodel.

Você sabe o que é uma übermodel, né?

Pois San Gimignano é a verdadeira übermodel das cidades toscanas.

É incrível como ela é bonita em todos os seus ângulos.

E olha que nem precisa ser um super fotógrafo para conseguir as melhores fotos.

Basta ter as condições climáticas ideais e um pouco, só um pouco, de boa vontade.

Acordamos tarde (ritmo toscano e devido aos Marques de Paula), tomamos uma ótimo café e …

… rumamos pra Manhattan Toscana.

E por que Manhattan Toscana?

Porque San Gimignano é reconhecida pelas suas altas e charmosas torres, …

… comparadas aos belos arranha-céus da famosa região nova-iorquina.

Cá pra nós, San Gimignano é muito mais bonita.

É claro que foi difícil encontrar lugar nos estacionamentos.

Afinal de contas, uma horda de turistas, assim como nós, estava disposta a ganhar seu dia tendo visões que gratificam estar vivo.

E a agradecer por cada momento que se passa por aqui,

Fizemos o circuito normal que todo turista que se espreme faz.

Entramos pela porta principal, onde não se vê nenhuma das torres, …

… subimos a rua principal, …

… e chegando próximo da Piazza della Cisterna, …

… você começa a ter a visão delas .

São esplendorosas e extremamente fotogênicas.

Ainda mais com este céu azul.

E estando na Piazza, você fica sem respiração ao presenciar tamanha beleza.

Como bônus, ainda toma um ótimo gelato no Dondoli,…

… que faz deste sorvete uma verdadeira obra de arte.

Resolvemos almoçar no extremo oposto da cidade, …

… o que nos obrigou a caminhar mais um pouco e descobrir mais alguns segredos desta bela modelo.

O almoço foi frugal e muito divertido.

Demos boas risadas tomando dois litros de um bianchetto feito com a uva icônica da região, a Vernaccia

… e comemos risotos, …

,.. papardelles, …

… lasanhas …

… e maialinos.

Retornamos pra Piazza e decidimos tomar uma saideira na enoteca Divinorum.

Sábia decisão.

O lugar é muito bacana …

… e sua parte externa tem uma das melhores vistas da região.

Aproveitamos pra tomar alguns Aperol Spritz …

…  e curtir cada vez mais a cidade.

Retornamos pelo lugar onde entramos…

… e conversamos muito sobre tudo o que acabamos de presenciar.

Foi um verdadeiro desfile de moda …

… onde a übermodel brilhou mais uma vez.

Como bônus, ainda chegamos na nossa villa, …

… a tempo de presenciar mais um daqueles pores do sol espetaculares …

… e que além de tirarem o fôlego, …

… te fazem agradecer por tudo (desculpem a redundância) o que você tem nesta vida.

Ainda tivemos tempo de tomar duas garrafas dum bom Chianti, …

… duas de um bom Vernaccia…

… além de cozinharmos pela primeira vez por aqui, …

… um ótimo fusilli com alho e peperoncini.

Taí mais um motivo pra agradecer. 🙂

Grazie e …

… arrivederci.

.

 

dcpv – dia undici – itália – toscana – cidades-paradoxo.

31/07/2016

Dia undici – ItáliaToscana – Cidades-paradoxo.

Hoje foi dia de reflexão.

Porque o paradoxo existiu desde o começo da manhã.

Visitaríamos uma cidade menor, outra maior (pelo menos fisicamente).

E ao mesmo tempo, ambas bonitas.

Acordamos um pouco mais tarde (chegamos às 2 da matina do show) e planejamos ir até uma cidadezinha que fica perto do hotel, mas que não conhecemos.

É Certaldo (a terra da cebola).

E é o lugar com aquela descrição manjada “típica, medieval e encravada na colina”.

Tudo bem que chegar ao topo, onde fica Certaldo Alto não é fácil.

Mas depois de idas e vindas, com um visual de tirar o fôlego, chegamos e não nos arrependemos.

O impacto visual é imenso.

Tudo parece como uma Disney real …

… e, inclusive aproveitamos pra tomar alguns Aperol Spritz para dar um amainada no calor, que estava no limite do suportável.

Dali, zarpamos pruma cidade considerada grande, mas não menos bonita.

Esta se chama Volterra.

Ela é muito antiga …

… e totalmente medieval.

Como toda cidade da Toscana, você não pode circular de automóvel pelo seu centro histórico (fique de olho na placa com um círculo vermelho indicando zona de tráfego controlado).

Mas encontramos um estacionamento e chegamos a tempo de cumprir a nossa reserva para o almoço, que seria no restaurante Il Sacco Fiorentino.

Escolhemos almoçar no terraço, ….

… já que o sol continuava a pino.

Pedimos um ótimo vinho branco do Antinori …

… e resolvemos dividir duas saladas: uma de atum …

… e outra de muzzarellini com milho. Ambas perfeitas.

Como principais, a Lourdes pediu gnochette, …

… a Dé um tortellini …

… e eu e o Eymard, dividimos um pici ao calcio e pepe …

… e cinghiale, o famoso javali.

Estavam ótimos.

Como sobremesa, pedimos o biscoito representante desta região, o cantuccini acompanhado de vin santo.

Aproveitamos após o almoço, pra dar umas voltas por esta bonita cidade (que redundância) …

… e comprar algumas coisinhas, …

… além de ter o prazer de passear ..

…. e conversar sem ter um plano muito bem definido.

Flanar também é muito bom na Toscana!

Retornamos ao hotel e tínhamos uma reserva pra jantar no restaurante Bel Soggiorno.

Pra sorte nossa e por mais paradoxal que seja, ele fica na, talvez, mais bela cidade toscana (ufa, é difícil escolher).

San Gimignano é realmente bonita, …

… está sempre movimentada …

… e tem uma aura “particolare”.

Além do mais, a chamada Manhatan toscana, tem em suas torres representantes lídimas do seu charme.

Como estávamos sem muita fome, pedimos um burrata pra dividir pra nós quatro.

Enquanto isso escolhemos um vinho branco vernaccia, típico da cidade, pra beber.

Como principais, a Lourdes continuou testando os risotos e desta vez foi um de funghi com açafrão.

A Dé pediu um bacalhau muito bom e estiloso.

O Eymard arriscou num galeto que estava bastante crocante e saboroso.

Eu acabei não me dando muito bem, pois o meu maialino (um porquinho) estava bastante gorduroso e com um sabor meio estranho.

Nos despedimos de “Sangimi” com um bom champanhe …

… e uma previsivel pannacota.

O restante foi caminharmos mais uma vez pela cidade …

… e perceber que, realmente, ela é imperdível pra quem está visitando esta região italiana (especialmente a sorveteria do Sr Dondoli).

Arrivederci.

.

dcpv – dia huit/otto – paris/florença – taí uma rota bacana.

28/07/2016

Dia huit/otto – Paris/Florença Taí um rota bacana.

Dia de troca de hotel em viagem é perdido, certo?

Com troca de país é pior ainda, certo?

É mesmo. 🙂 Hoje não fizemos muita coisa.

Saímos cedo do hotel em Paris, fomos pro CDG …

… esperamos um bom tempo na sala VIP …

… e fizemos um ótimo voo pra Florença.

Foram 1,5 hs de puro prazer com direito a ver os Alpes e as plantações dos ótimos ingredientes que consumimos.

Daí, foi aguentar a complicação do pessoal que alugamos os nossos carros (ê, Europcar!)  e em poucos momentos, estarmos curtindo os ares toscanos.

Sabe que nunca tínhamos percebido o quão perto a Toscana é de Paris? O caminho do aeroporto de Florença até o o hotel Villasanpaolo também foi tranquilo.

E só tivemos tempo de ver o nosso bom quarto , …

… com direito à vista pra San Gimignano, a Manhatan toscana …

…  e fomos bebericar e comeriscar no restaurante do hotel.

Iniciamos tudo tomando um legítimo Champagne, acompanhado de bruschettas (italianas, off course!).

Continuamos com um espumante da casa, um Franciacorta …

… aproveitamos o por do sol …

… e a belíssima iluminação, …

…  pra ficarmos por lá mesmo e jantar.

Ainda mais com este céu!

Pedimos às seguintes coisas: como entradas e para dividirmos, excelentes flores de abobrinhas recheadas com ricota.

Como principais, a Lourdes,um Risotto, que infelizmente não estava al dente, …

… a Dé uma massa, que infelizmente também não estava al dente , …

… e eu e o Eymard, dividimos uma Bisteca Fiorentina que estava no ponto (e muito mal focada! 🙂 ).

Tomamos um vinho tinto da região, indicado pelo Antônio, o nosso atendente e sommelier, que casou muito bem com a Bisteca.

No mais foi conversarmos mais um pouco, fazermos nossos planos toscanos e dormir o nosso justíssimo sono.

Que venha o Bocelli!

Arrivederci!

Acompanhe os outros dias desta viagem:
dia un – Vale do Loire – Não há, ó gente, ó não, Loire como este, do sertão … francês.
dia deux – Vale do Loire – Chateau de Villandry, este lugar é um espetáculo!
 jour troix – França – Vale do Loire – A mulherada fazendo a diferença em Chenonceau.
dia catre – França – Vale do Loire/Paris – Esta rota é um espetáculo.
Dia cinq – Paris – O dia de turistas serem turistas.
dia six – Vinhoteando pela cidade luz.

.


É só inserir o seu email, clicar no botão "Seguir" e a cada novo post publicado aqui, você receberá uma mensagem com o link. É fácil, qualquer criança brinca, qualquer criança se diverte! :)

Junte-se a 661 outros seguidores

Comentários

Blog Stats

  • 1.417.968 hits
julho 2019
S T Q Q S S D
« jun    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Atualizações Twitter

Anúncios